Arquivo diário: terça-feira, junho 14, 2022

Uma participação da Banda Grafith na igreja Videira de Natal gerou repercussão nas redes sociais nesta semana. Após a postagem de um vídeo, onde os cantores cantam músicas e fazem o público ficar eufórico, há religiosos que mostraram a sua revolta nas redes sociais.

O cantor Kaká Grafith deixou o seu comentário sobre o assunto. “Fomos convidados para fazer uma pequena participação. Não cantamos músicas nossas e a letra do refrão que cantamos foram eles [membros da igreja] que fizeram. Não julgueis para não serem julgados. Deus acima de tudo”, disse.

A banda também agradeceu a igreja no perfil Nova Parnamirim Notícias, que publicou o vídeo. “‘Não julguem os outros só porque os pecados deles são menores que os seus. Apontar os erros dos outros não vai te fazer melhor que ninguém, só deixa claro seu jeito sujo de esconder os teus’. Obrigado a turma do A13 por convidar nossos irmãos Kaká e Jr para uma paródia massa com vocês”, disse.

Portal 96 FM

Divulgação/ALRN

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), assinou nesta terça-feira (14) contrato com o Instituto AOCP, responsável pelo concurso público da ALRN. O edital para as provas deve ser lançado na próxima semana e a previsão inicial é que o certame seja aplicado em meados de setembro.

“É uma grande satisfação para todos nós que fazemos a Assembleia Legislativa dar o pontapé inicial neste processo que é tão aguardado por toda a população. O concurso deve atrair muita atenção, a expectativa é que tenhamos de 35 a 40 mil inscritos e espero ter a chance de ainda nesta gestão convocar os primeiros aprovados”, disse Ezequiel Ferreira.

O concurso da Assembleia Legislativa do RN será aplicado em quatro cidades (Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros) e foi planejado desde 2015 como meta para 2022 pelo presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira. O edital ofertará 47 vagas para cargos efetivos de Analista Legislativo – Nível Superior e Técnico Legislativo.

Ao todo são previstas 24 vagas para o cargo de Analista Legislativo, com remuneração inicial de R$ 8.338,64 mais benefícios e 23 para o cargo de Técnico Legislativo, com remuneração inicial de R$ 4.468,16 e benefícios.

A assinatura do contrato foi feita com o diretor do Instituto AOCP, Wesley Fernando de Faria, e com o procurador-geral da Assembleia, Sérgio Freire, que também é o presidente da Comissão Especial do Concurso da Assembleia Legislativa. Também estiveram presentes o diretor-geral da Presidência da ALRN, Fernando Rezende, e a diretora administrativa financeira da ALRN, Dulcinéa Brandão.

Acompanhe as notícias do concurso no site da ALRN al.rn.leg.br

Desesperados por uma sessão de sexo oral ou uma “rapidinha” no banco traseiro dos carros, grupos de homens voltaram a frequentar o estacionamento ao lado do Pavilhão de Exposições, no Parque da Cidade, em Brasília. O local é um dos pontos turísticos da capital da República. Os encontros sexuais à luz do dia ocorrem na área verde e entre os veículos por onde passam famílias com crianças em busca de lazer, ciclistas e praticantes de corrida.

Os atos obscenos configuram contravenção penal, geralmente apurada por meio de Termo Circunstanciado (TC) relacionado a crimes de menor potencial ofensivo.

Nos últimos dois anos, a lascívia que incendiava os bacanais na chamada “Floresta do Sussurro” esteve adormecida em razão da pandemia provocada pelo novo coronavírus. Com o relaxamento das medidas sanitárias, o sexo sem compromisso voltou a correr solto no lugar. Desta vez, o “drive-thru do boquete” ganhou dezenas de adeptos que cercam os automóveis ocupados por homens dispostos a saciarem os desejos pelo sexo oral.

A troca de palavras é rápida, o sexo é rotativo e a preocupação em ser visto não existe. As filas indianas na porta dos veículos são acompanhadas pelos olhares desinteressados de policiais militares que ocupavam uma viatura caracterizada parada com os rotolights ligados. Com câmeras escondidas, a reportagem chegou a filmar um homem se masturbando com a viatura da PM ao fundo.

Portal 96 FM

O prefeito Emídio Jr esteve reunido com o diretor da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN), Ivan Max Freire de Lacerda, para discutir a implantação do transporte para os estudantes da instituição, entre outros assuntos. A reunião aconteceu na sede da Escola, na comunidade Jundiaí, na manhã desta terça-feira (14). A administração municipal está trabalhando para que em breve o transporte seja implantado.

Uma série de parcerias entre a Prefeitura e a EAJ também foi discutida na ocasião, entre elas, a criação de um software para o cadastramento dos agricultores no programa Corte de Terra, iniciativa, que está em fase de elaboração; a limpeza de um terreno entre a Escola e a comunidade Lamarão e a realização de palestras sobre avicultura e silagem nas comunidades da zona rural. O prefeito, o diretor da EAJ/RN, o secretário municipal da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Cícero Militão e uma equipe de funcionários da Prefeitura também visitaram o prédio do Centro Vocacional Tecnológico (CVT/EAJ) e discutiram ações para que estudantes macaibenses participem de atividades no local.

Assecom-PMM

 

Reprodução

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, apresenta o Programa Internet Brasil nesta sexta-feira (17), em Natal (RN), às 11h00. Está prevista a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, no evento. Por meio da ação, serão distribuídos chips com banda larga inicialmente para alunos dos municípios de Caicó (RN), Mossoró (RN), Caruaru (PE), Petrolina (PE), Juazeiro (BA) e Campina Grande (PB).

Além disso, a Pasta entrega conexão (Wi-Fi livre) em várias praças públicas da capital por meio da Infovia Potiguar – infraestrutura de rede de fibra óptica que garante internet de qualidade, de alta velocidade e gratuita. Durante a ocasião, o Governo Federal também anunciará a distribuição de kits de conversores digitais para famílias do Rio Grande do Norte, do Ceará e do Maranhão.

Será assinada ainda, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), uma ordem de serviço para a perfuração de poços artesianos em todo o estado e a instalação de dessalinizadores. Além disso, 2.700 documentos titulatórios serão entregues pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Hoje (14), por volta das 14:00 horas, policiais militares da Rádio-patrulha e da Força Tática do 11°BPM receberam uma denúncia de tráfico de drogas em andamento em uma localidade do bairro Aliança em Macaíba.

De posse dessas informações, deslocaram-se ao local apontado, ocasião em que se depararam com cerca de três homens, os quais, ao perceberem a aproximação das equipes, se evadiram, deixando para trás o seguinte material:

72 Pedras de crack;
02 Porções de maconha;
01 Balança de precisão;
15 Munições calibre .38;
01 Coldre para revólver;
R$ 646,00 em dinheiro fracionado;
01 Aparelho celular;
01 Tablet;
Diversos objetos associados ao tráfico.

Diligências foram realizadas, porém ninguém foi preso. Quanto ao material, esse foi devidamente apreendido e entregue na Delegacia local.

11º BPM (Via Instagram)

Saiba como votaram os senadores do RN na proposta da minirreforma  trabalhista

Reprodução

O Projeto de Lei Complementar 18/2022, vindo da Câmara e votado no Senado na segunda-feira (13), representa uma queda de braços entre o presidente Jair Bolsonaro e os governos estaduais e municipais. No Senado, o projeto foi aprovado com 65 votos favoráveis contra 12. Dois senadores do RN votaram contra: Jean Paul Prates (PT) e Zenaide Maia (PROS)

Seu texto prevê a implementação de um teto de 17% de incidência do ICMS, principal fonte de arrecadação dos entes federativos, sobre o preço dos combustíveis, da energia elétrica, dos serviços de transporte e das telecomunicações.

 O texto ainda será enviado de volta para a Câmara, onde serão apreciadas as alterações da Casa revisora.

Blog do BG

Na madrugada desta terça-feira (14), uma granja que fica localizada entre os municípios de Macaíba e São Gonçalo, foi alvo de ação criminosa.

De acordo com informações colhidas por nossa equipe, bandidos armados invadiram uma residência de um comerciante de Macaíba, no Loteamento Liberdade e realizaram um arrastão, levando televisões, vários objetos e um carro.

A prática de arrombamentos a residências na madrugada tem se tornado comum nos últimos meses.

Mais um macaibense é vítima dos criminosos!

Senadinho

O Instituto Santos Dumont (ISD) publicou nesta segunda-feira, 13 de junho, um novo edital prorrogando o prazo de inscrições para o preenchimento de vaga na área administrativa. Os(as) interessados(as) poderão enviar a documentação requisitada até a próxima quinta-feira, dia 16 de junho. O salário oferecido para o cargo é de R$ 2.172,91 para uma carga horária de 40 horas semanais, de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h. O regime de contratação é via CLT.

O(a) selecionado(a) também contará com os seguintes benefícios: plano de saúde; plano odontológico; vale refeição; vale alimentação; seguro de vida em grupo e ônibus fretado para o trajeto Natal-Macaíba-Natal.

As inscrições para o cargo ocorrem através do seguinte link:

Auxiliar Administrativo

As pessoas selecionadas irão contar com um ambiente de trabalho dotado da infraestrutura e dos equipamentos necessários para o adequado desenvolvimento das atividades de preceptoria no Programa de Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência (RESPCD) e de cuidado à saúde da criança no Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (Anita), unidade do ISD localizada em Macaíba (RN).

Documentos obrigatórios

Currículo: histórico educacional, experiência de trabalho, ter algum tipo de experiência acadêmica e científica (iniciação científica, por exemplo).

Cronograma

Auxiliar Administrativo

Inscrições: até 16 de junho de 2022

Convocação para a segunda fase: 17 de junho de 2022

Entrevistas: 21 de junho de 2022

Resultado: 23 de junho de 2022

ISD

Na manhã desta terça-feira (14) uma colisão foi registrada na BR-304 em Macaíba. O fato aconteceu no distrito industrial, no acostamento da rodovia, onde houve a colisão entre o motociclista e um ciclista. O impacto da batida foi forte e ambos os condutores caíram sobre o solo.

Trabalhadores que estavam a caminho do trabalho acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para prestar os primeiros socorros.

Foto: Hugo Monte/TV Tropical

Um jovem de 21 anos, identificado como Fábio Junior Fernandes da Silva, foi morto a tiros na noite dessa segunda-feira (13), no município de Caraúbas, no interior do Rio Grande do Norte. Ele estava na casa da mãe quando foi assassinado com diversos tiros.

Segundo a Polícia Militar, os criminosos invadiram a casa pela porta da frente, encontraram a vítima e fizeram os disparos de espingarda calibre .12. Em seguida, eles fugiram.

Fábio chegou a ser socorrido para o hospital de Caraúbas, mas morreu enquanto era transferido de urgência para Mossoró. A PM fez buscas por suspeitos. No entanto, ninguém foi encontrado.

A Polícia Civil vai investigar o crime. Na madrugada de segunda-feira, um homem, que utilizava tornozeleira eletrônica, foi assassinado a tiros no município.

Portal da Tropical

Foto: Reprodução/Ebserh

O Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) decidiu suspender a partir desta segunda-feira (13) todas as internações para cirurgias eletivas, por pelo menos 15 dias.

A decisão foi tomada a partir de conclusões apresentadas por chefes de diversos setores da unidade hospitalar, após reunião realizada na sexta-feira (10).

O motivo é a criticidade de estoques e também a falta de itens essenciais para a realização de cirurgias.

A suspensão das cirurgias eletivas visa garantir o atendimento aos pacientes já internados que necessitarem de cirurgias de urgência ou de alto de risco de vida ou perda de membro.

A programação cirúrgica deverá ser normalizada caso os estoques seja regularizados antes dos 15 dias previstos inicialmente.

Com informações do Blog do BG

O Senado aprovou hoje (13) o Projeto de Lei Complementar (PLP) 18/2022, que limita a aplicação de alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, gás natural, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo. Segundo a proposta, esses produtos seriam classificados como essenciais e indispensáveis, levando à fixação da alíquota do ICMS em um patamar máximo de 17%, inferior à praticada pelos estados atualmente. O texto também prevê a compensação da União às perdas de receita dos estados.

O objetivo do projeto é provocar a redução no valor dos combustíveis na bomba, aliviando o gasto do consumidor com gasolina, que supera os R$ 7 o litro no país, e com o diesel, beneficiando também caminhoneiros e transportadores. O PLP também busca reduzir o valor do gás de cozinha e da conta de luz.

Foram 65 votos a favor e 12 contrários. O projeto volta para a Câmara para nova análise após as emendas inseridas no texto. Para o relator do projeto no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), o PLP é “um passo importantíssimo para derrubar a inflação”, além de segurar os preços nas contas de luz e nos postos de combustível. Ele também afirmou que o Congresso “faz história” ao incluir esses setores entre os considerados essenciais.

“Participei da Constituinte de 1988, lá a gente dizia que a essencialidade dos produtos tinha que ser definida por lei complementar. E se passaram mais de 30 anos e o Congresso, em nenhum momento, definiu a essencialidade dos produtos. Portanto, esse é um passo importante, estamos fazendo história”, disse o senador.

Bezerra leu seu relatório em plenário na semana passada e hoje se ateve às emendas recebidas pelo projeto. Foram 77 no total e Bezerra acolheu quatro integralmente e nove parcialmente.

Emendas

Uma das emendas acatadas repõe perdas de arrecadação do Fundo de Manutenção da Educação Básica (Fundeb) e de ações de serviços de saúde. Ambos setores têm receitas vinculadas à arrecadação com o ICMS. O relator incluiu um trecho que prevê a manutenção das vinculações à saúde e educação básica, mas de forma proporcional à dedução dos contratos de dívida dos Estados com a União.

Bezerra também incluiu no texto um dispositivo para conferir segurança jurídica aos gestores estaduais. Assim, eles poderão reduzir a arrecadação do ICMS sem ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). De acordo com o regramento, um ente federativo não pode abrir mão de uma receita sem indicar uma nova fonte de arrecadação para compensar.

Após a aprovação do texto-base, os senadores aprovaram um destaque – os demais foram rejeitados. O destaque aprovado prevê que, se os estados e municípios perderem recursos em função da lei, a União vai compensá-los para que os atuais níveis do Fundeb sejam mantidos.

Senadores

O PLP não foi unânime no plenário. Alguns senadores se colocaram contrários ao projeto. Para Zenaide Maia (Pros-RN), o projeto não ataca o principal causador do aumento dos combustíveis, que é a atual política de preços da Petrobras, vinculada ao preço internacional do barril de petróleo e o valor do dólar.

“Esse PL não tem nada a ver. E, ainda, sem a garantia de que vai ter redução dos preços na bomba de combustível, a gente sabe que depende do dólar, e a certeza de que a Petrobras, assim que for aprovado isso aqui, vai recompor os preços, porque já faz mais de 20 dias que não dava aumento”.

Carlos Portinho (PL-RJ), novo líder do governo no Senado, defendeu o projeto e pediu a participação dos estados no esforço de reduzir o preço do combustível para a população. Segundo ele, o governo tem contribuído ao abrir mão de impostos federais sobre o combustível para reduzir o impacto da inflação explicada, segundo ele, pela guerra na Ucrânia, dentre outras variáveis internacionais.

“Temos que cortar os impostos, assim como diversas nações no mundo, neste momento de emergência internacional, estão fazendo. É o que temos para hoje”, disse. “Agora é hora dos governos: é hora do Governo Federal, que põe na mesa, e é hora desse sacrifício dos governos estaduais”.

Relatório

Na semana passada, ao apresentar o relatório à imprensa, Bezerra afirmou que, se aprovado, o PLP poderia derrubar em R$ 1,65 o preço da gasolina e em R$ 0,76 o preço do diesel. No entanto, destacou que os preços poderiam apenas “não subir muito mais”, a depender do cenário internacional, que influencia no preço do barril de petróleo e na valorização do dólar frente ao real.

“Não estamos tabelando preço. Tem uma guerra na Ucrânia, a Rússia é responsável por 25% da produção de diesel no mundo, os preços estão tensionados. É evidente que pode haver elevação de preços. Mas, mesmo que haja, isso vai ajudar a não subir muito mais do que subiria”, disse, na ocasião.

Já existe um projeto, aprovado no Senado em março, que pretende reduzir o valor dos combustíveis. O Projeto de Lei 1.472/2021 propõe a mudança a forma de cálculo do preço dos combustíveis, além de criar uma Conta de Estabilização, para garantir a previsibilidade nos preços ao consumidor. O projeto, considerado uma das prioridades do Senado no início deste ano, atualmente está parado na Câmara dos Deputados, sem previsão de votação.