Arquivo diário: quarta-feira, junho 22, 2022

Reprodução

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) iniciou nessa terça-feira (21) serviços na rua Pedro Lacerda, em frente a rodoviária de Macaíba. Devido a chuva nesta quarta-feira (22), os serviços foram paralisados, porém a vala aberta está causando transtornos para os pedestres. Ao Macaíba no Ar, um comerciante nos relatou que devido a mal sinalização, muitas pessoas no dia de hoje caíram na vala aberta e os pedestres estão reclamando devido as dificuldades para acessar o comércio.

 

O senador Styvenson Valentim (PODEMOS-RN) detonou nesta quarta-feira (22) o Governo Bolsonaro após a deflagração da Operação da Polícia Federal que resultou na prisão do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro. Styvenson ainda respondeu a seguidores que tentavam defender “o indefensável”, segundo o parlamentar.

Vale lembrar que neste ano o senador potiguar viveu um dos momentos mais polêmicos de seu mandato ao retirar a assinatura da CPI que iria investigar, exatamente, este escândalo no Ministério da Educação. Na época, o parlamentar foi notícia nacional porque alguns veículos apontaram que ele havia retirado a assinatura porque o Governo Federal liberou uma emenda parlamentar dele.

Diante da acusação, Styvenson concedeu entrevista ao Jornal das 6 e afirmou que não iria apoiar o “circo político” da CPI e deixaria a investigação para os “órgãos investigadores”. Além disso, Styvenson afirmou que iria processar os jornalistas e os veículos que o acusaram de retirar assinatura em troca de emenda. Relembre:

Portal 96 FM

Michael Diniz está na Assembleia ocupando vaga enquanto durar licença de Kelps Lima

O deputado estadual Michael Diniz (Solidariedade), recentemente empossado como suplente no Legislativo do Rio Grande do Norte, fez pronunciamento na manhã desta quarta-feira (22) onde criticou o que chamou de “movimento LGBT”, sugerindo tratamento psiquiátrico para pessoas que, no entendimento dele, participam de atos contrários ao cristianismo.

Em seu pronunciamento, o deputado falou sobre um fato noticiado na impresa que tratava de uma miss trans que posou para uma sessão de fotos como Maria, a mãe de Jesus. Para ele, a atitude representa “um fardo nas costas” nos conservadores e “chacota” contra os cristãos.
“Eu sinceramente não entendo esse povo. Pedem respeito e desrespeitam a fé alheia. Buscam fazer uma lacração de forma absurda. Não têm o menor senso ético e moral. É uma libertinagem extremamente acentuada. Querem corromper as crianças, sensualizar, querem queimar a bíblia, como já fizeram. Colocar crucifixo onde não deviam… E, sinceramente, eu acredito que esse povo precisa de um tratamento ‘psiquiatra’ (sic) urgente”, disse Michael Diniz. “Não é normal essa falta de respeito”.
No discurso, o deputado disse que queria deixar registrado o repúdio ao movimento LGBTQIA+ e convocou conservadores a se posicionarem contra o movimento.
“Quero deixar registrado meu repúdio aqui e demonstro meu desprezo por todo esse movimento LGBT. Mas como católico, digo que o homossexual, que é diferente daquela pessoa que participa do movimento, tem todo meu respeito. Todos nós temos nossos defeitos, todos nós temos nosso jeito de querer seguir a vida, ninguém é perfeito. Agora, esse movimento não cabe mais em nossa sociedade. Até quando vamos suportar essas coisas e ficar calado? Até quando a sociedade vai ver essa depravação e nada vai fazer?”
Michael Diniz, que é empresário, assumiu o mandato na Assembleia Legislativa no dia 15 de junho, substituindo o deputado Kelps Lima, que tirou licença de 120 dias. O suplente somou 7.773 votos no pleito de 2018, ficando atrás do próprio Kelps Lima, Alysson Bezerra, Subtenente Eliabe e de Fernando Antônio Bezerra. Como Eliabe já está no exercício do cargo em virtude da saída de Alysson Bezerra, eleito prefeito de Mossoró, e Fernando Bezerra foi eleito prefeito de Acari, em 2020, Michael Diniz assumiu o mandato.
Tribuna do Norte
https://youtu.be/xRFMd9mj7j4
Foto: Reprodução/G1

Imagem: TV Globo/Reprodução

Nesta terça-feira, 21, uma moradora chorou ao vivo ao relatar, a dificuldade de ter o que comer e alimentar a família. A repórter que fazia a entrevista foi ás lágrimas durante a matéria.

Morador da zona Norte do Rio de Janeiro, Janete Evaristo, de 57 anos, estava na fila para o programa Prato Feito Carioca do Andaraí. O programa é da Prefeitura do Rio de Janeiro, que distribui refeições para quem não tem o que comer. Dona Janete está desempregada e tem netos para alimentar. Sua filha morreu há dois anos, e o marido, há seis meses.

Em virtude da exaustão por estar com fome e outras emoções, Janete, lembrou dos familiares que já não estão mais presentes, e logo, se emocionou. No momento da emoção, a repórter da entrevista, Lívia Torres interrompeu a entrevista, mas dona Janete decidiu continuar seu relato sobre a dificuldade de ter o que comer.

“Domingo a gente não tinha nada para comer. Eu estou desempregada, está muito difícil. Eu estou catando latinha, mas não dá. Eu não tenho ajuda de muita gente, então domingo a gente não tinha mesmo nada. Está muito difícil”, disse, Janete Evaristo, aos prantos. A repórter também foi às lágrimas.

Agora RN com informações do G1

O sargento Heronides Mangabeira anunciou na manhã desta quarta-feira (22) sua pré-candidatura a deputado estadual. Ex-candidato a vereador pelo Podemos no pleito de 2020, Heronides disputará a eleição deste ano pelo Partido Liberal (PL).

Nas redes sociais, Heronides publicou uma imagem ao lado do presidente Jair Bolsonaro para anunciar a pré-candidatura.

Foto: Reprodução/TV Maringá

Um homem, de 36 anos, levou sete facadas em uma lanchonete e, ao ser questionado pela polícia qual teria sido a motivação do crime, disse que foi atacado por ser muito bonito. O crime aconteceu em Maringá (PR), no último dia 20.

O homem relatou à polícia militar que chegou até o local e uma moça, que estava acompanhada pelo marido, ficou olhando para ele. Percebendo que o homem estava incomodado, a vítima disse que ele não precisava se preocupar, pois, a situação é muito frequente devido a sua beleza. Foi então que o marido, irritado, atacou o rapaz. Ele correu dois quilômetros para procurar ajuda.

O rapaz já teve alta, pois os ferimentos foram superficiais. Ele não quis representar queixa contra o agressor.

R7.com com 98 FM

Bandidos resolveram “tocar o terror” em pessoas que passavam pela avenida Felizardo Moura, nas proximidades da comunidade do Mosquito, zona Oeste de Natal. Conforme o Via Certa, um gari foi parado por criminosos e teve os pneus da sua motocicleta cortados. O caso aconteceu na madrugada desta quarta-feira (22).

Alvo de ameaças durante o crime, o trabalhador garante que só não foi morto por estar fardado. Os bandidos ainda picharam as siglas da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no tanque do veículo.

Com a moto danificada, o gari afirmou que teve que arrastar o veículo até o ponto de apoio da empresa na região norte da capital.

96 FM

Imagem mostra veículo sendo manobrado e, em seguida, estourando o vidro do estabelecimento. — Foto: Cedida

Uma loja no bairro Nazaré, zona Oeste de Natal, foi arrombada por criminosos na madrugada desta quarta-feira (22). Câmeras de segurança flagraram o momento que os suspeitos usam um automóvel para estourar o vidro do estabelecimento. Eles fugiram após o alarme tocar sem levar nada.

O caso foi registrado às 5h. As imagens mostram um carro se aproximando da loja e manobrando o veículo para entrar de ré em uma vaga de estacionamento.

Um dos suspeitos sai do automóvel e, instantes depois, o outro suspeito, que conduzia o veículo, usa o próprio carro para quebrar o vidro do estabelecimento.

O alarme de segurança disparou e os dois suspeitos fugiram. O veículo que eles utilizaram na ação foi roubado na noite anterior. Ninguém foi preso.

G1 RN

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (22) o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro. Ele é investigado por corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência por suposto envolvimento em um esquema para liberação de verbas do MEC.

Uma fonte da PF em São Paulo disse à TV Tribuna que Milton Ribeiro foi preso em Santos e que ele deve ser levado para Brasília. Segundo o porteiro do prédio em que ele mora, o ex-ministro foi levado por volta das 7h.

A TV Globo apurou que os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura também são alvos da operação deflagrada pela PF nesta quarta. Eles são investigados por atuar informalmente junto a prefeitos para a liberação de recursos do Ministério da Educação.

Em áudio divulgado em março, Ribeiro afirma que o presidente Jair Bolsonaro pediu a ele que os municípios indicados pelos dois pastores recebessem prioridade na liberação de recursos. Prefeitos disseram em depoimento que eles exigiram propina.

Até a última atualização desta reportagem ainda não havia confirmação da prisão dos pastores Santos e Moura.

G1