Arquivo diário: sexta-feira, junho 17, 2022

Foto: Marcos Corrêa / PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta sexta-feira (17), durante passagem por Natal, que ainda não definiu quem será candidato a vice-presidente na sua chapa à reeleição. Em entrevista ao jornalista Bruno Giovanni, o presidente da República afirmou que avalia três nomes para o posto.

A novidade foi a citação do ex-ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho (PL), atualmente pré-candidato ao Senado pelo Rio Grande do Norte. Além do potiguar, Bolsonaro citou como possíveis candidatos a ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina e o ex-ministro da Defesa Braga Netto.

Portal 98 FM

O ex-presidente Lula da Silva (PT) cumpriu agenda em Natal nesta quinta-feira (16). A passagem do petista pela capital potiguar foi encerrada com um ato público realizado na Arena das Dunas, quando reuniu a militância e autoridades do Estado, entre elas a governadora Fátima Bezerra (PT). No discurso, Lula atacou o ex-ministro do Desenvolvimento Regional, o potiguar Rogério Marinho (PL), que é pré-candidato a Senador.

O petista chegou a dizer que teve “o prazer de inaugurar a transposição” do Rio São Francisco, obra que se arrastou pela sua gestão, ultrapassou todo o governo de Dilma Rousseff, Michel Temer e só agora, na gestão Bolsonaro (PL), está sendo concluída. Foi neste momento que partiu para o ataque a Rogério Marinho.

“Outro dia eu vi um baixinho, um tal de Marinho, ele é daqui? Não sabia de onde ele era. Sei que é um dos preferidos do Bozo. Ele estava na TV pública, a TV Brasil, e estava falando que levou água para RN, para PB, PE, CE. Desgraçado. Não quer nem pagar pelo plágio que está fazendo, porque todo mundo sabe que quem construiu 88% do canal foi o governo do PT”, disse Lula.

Foi durante a passagem de Rogério Marinho pelo Ministério do Desenvolvimento Regional que as águas do Rio São Francisco efetivamente chegaram aos Estados da Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

Assista ao momento abaixo.

Portal Grande Ponto

 

Ministério da Justiça questiona Petrobras sobre alta dos combustíveis | Agência  Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Petrobras anunciou nesta sexta-feira (17) novas altas nos preços da gasolina e do diesel vendidos às distribuidoras, a partir de 18 de junho. O diesel não era reajustado desde 10 de maio – há 39 dias. Já a última alta no preço da gasolina havia sido em 11 de março – há 99 dias. Os preços do GLP não serão alterados.

Com o reajuste, o preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro (alta de 5,18%). Para o diesel, preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro (alta de 14,26%).

A alta foi tema de discussão em reunião extraordinária do Conselho de Administração da Petrobras na véspera.

Durante a reunião, segundo blog do Valdo Cruz, os conselheiros ligados ao governo tentaram convencer a empresa a segurar o aumento. Só que a diretoria relatou o teor das conversas realizadas com o governo nos últimos dias, quando a equipe do presidente Jair Bolsonaro não aceitou conceder um subsídio para a estatal e para importadores privados trazerem o diesel mais caro no exterior e vendê-lo no Brasil com um valor mais baixo.

G1

O partido Republicanos vai apoiar o nome de Rafael Motta na disputa pelo Senado. Na noite dessa quinta-feira (16), Rafael Motta esteve reunido com Victor Hugor, presidente estadual do Republicanos no Rio Grande do Norte. O apoio do Republicanos irá reforçar ainda mais a pré-candidatura de Rafael Motta.

Nominata forte

O Republicanos tem uma nominata de bastante expressão para federal, sendo eles: Jaime Calado, ex-prefeito de São Gonçalo, Márcia Maia, ex-deputado estadual, Victor Hugor, Pastor Max da Universal e outras lideranças do interior do estado.

 

Foto: Ricardo Stuckert

Durante o ato “Juntos pelo Brasil”, organizado para receber o ex-presidente Lula em Natal nessa quinta-feira (16), uma macaibense participou do evento. A professora Francisca do Tapará, conhecida popularmente como Cacica Francisca, foi uma das convidadas para subir ao palco.

Francisca do Tapará é liderança da comunidade Lagoa do Tapará e representou os povos indígenas durante o ato.

O evento reuniu todos os governadores do Nordeste, senadores, deputados e prefeitos e demais lideranças políticas do estado.