O Plano de Contingência do Governo do Estado do Rio Grande do Norte para a abertura progressiva de leitos Covid-19 prevê a abertura de mais 145 leitos nos próximos 15 dias. São 83 UTIs, 60 leitos clínicos e 2 leitos de estabilização. Os 40 novos respiradores recebidos esta semana estão incluídos na instalação destes leitos. A administração estadual já abriu 309 leitos Covid, sendo 182 críticos, alguns em parceria com gestões municipais, e 127 clínicos.

Com base na demanda do quadro epidemiológico, estão em fase de instalação leitos no Hospital João Machado em Natal (25 UTIs e 10 clínicos), Hospital São Luiz em Mossoró (10 UTIs), Assú (3 leitos clínicos e 2 de estabilização), Hospital Regional do Seridó em Caicó (8 UTIs), Hospital Regional de Pau dos Ferros (2 UTIs e 16 leitos clínicos), Santo Antônio (5 UTIs e 6 leitos de retaguarda), João Câmara (10 UTIs e 10 leitos clínicos), Macaíba (10 UTIs e 5 leitos clínicos), São Paulo Potengi (6 UTIs e 10 leitos clínicos) e, em parceria com os municípios, Santa Cruz (mais um leito com respirador, já tem 4) e São Gonçalo do Amarante (6 UTIs).

O secretário adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli, ressaltou, entretanto, que os novos leitos só serão eficazes se o isolamento aumentar. “Há uma relação direta entre o baixo isolamento e o aumento da contaminação, das internações e de óbitos”, enfatizou na entrevista coletiva de apresentação dos dados epidemiológicos e ações do Governo no enfrentamento à Covid neste sábado, 06.

A taxa de isolamento social vem há mais de duas semanas com índice médio em torno de 40% e nesta sexta-feira foi de 39,35%, quando o mínimo necessário recomendado pela Organização Mundial da Saúde é de 60%.

O Governo tem intensificado parcerias com as prefeituras para aumentar o isolamento social, conclamando união para o Pacto pela Vida, e viabilizar estratégias para abertura de novos leitos. “Nas cidades em que firmaram o Pacto com o Estado, o que já se percebe é um maior cumprimento do isolamento”, frisou Spinelli.

DADOS

Cerca de 655 pessoas estão internadas com suspeita ou confirmação da doença, sendo 338 em leitos críticos – setor público e privado. “Hoje estamos muito próximo do colapso, que se dá com a ausência de leitos com respiradores e UTIs para atender a demanda”, registrou Spinelli. A fila de regulação, apresentava na manhã deste sábado, quatro pacientes com prioridade 1, 46 prioridade 2 e 76 pacientes com prioridade 3. Estes números mostram que há 46 pessoas aguardando internação em UTIs e semi-utis e 76 em enfermarias exclusivas para tratamento da Covid-19.

A taxa de ocupação de leitos críticos em Mossoró e Pau dos Ferros é de 100%, Natal e Grande Natal 99% e 59,1% no Seridó.

Os casos suspeitos são 18.841, confirmados 9.449, descartados 16.733, óbitos confirmados 410 (oito nas últimas 24 horas) e 63 óbitos em investigação.

O Partido dos Trabalhadores (PT) não gostou nenhum pouco da Globo News ter convidado o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), a ex-senadora Marina Silva (Rede) e o ex-governador Ciro Gomes (PDT) para um debate que acontecerá neste domingo (07).

“Miriam Leitão se diz orgulhosa em entrevistar FHC, Marina e Ciro juntos. Os dois candidatos, mais [Geraldo] Alckmin, tiveram 18% dos votos no 1º turno em 2018, e Haddad teve 29%, indo para o 2º. Excluem o PT dos debates e ainda têm orgulho disso”, declarou Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, usando ainda a hashtag “Globo boicota Haddad”

Agência PRF

Durante uma fiscalização de rotina, a PRF prendeu, na manha deste sábado (06), no km 300 da BR 304, em Macaíba/RN, um homem de 42 anos e apreendeu uma motocicleta CG 125 Today.

Após a abordagem, os policiais constataram que o veículo não era registrado, como também nunca havia sido licenciado. No momento da fiscalização, portava a placa de uma motocicleta CBX 200, com queixa de roubo, no ano de 2013, no Estado do Rio Grande Do Sul.

Diante do flagrante crime de adulteração de sinais de identificação veicular, o condutor foi detido e conduzido para a Central de Flagrantes em Natal.

 

Durante entrevista à Agência Brasil, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral Luís Roberto Barroso falou sobre o adiamento das eleições.

“A possibilidade de adiamento das eleições é real. Eu penso que ao longo do mês de junho a Justiça Eleitoral e o Congresso Nacional, numa interlocução construtiva, deverão bater o martelo acerca de novas datas se sepultarmos que isso seja indispensável, embora seja propósito dos ministros do TSE e dos presidentes da Câmara e do Senado não remarcar para nenhuma data além deste ano” disse Barroso.

Foto: Sérgio Henrique Santos

Dois jovens foram mortos a tiros em Macaína, na Grande Natal, na noite desa sexta (5). Os crimes aconteceram em lugares diferentes em um intervalo de meia hora. Ninguém foi preso.

O primeiro assassinato foi na Rua Olimpo Maciel, na região do centro de Macaíba. A vítima foi o jovem Silvânio Martins da Silva, de 22 anos. Ele foi baleado em frente a uma conveniência. O rapaz ainda tentou correr mas morreu ali próximo. O avô dele, um idoso que o criou como filho, disse que o neto pode ter sido morto por uma dívida de R$ 30.

“Ele estava sendo ameaçado ultimamente, uns caras vieram cobrá-lo; ele pagou uma parte do dinheiro e ficou devendo ainda R$ 30”, disse o avô que pediu para não ser identificado. Ele informou ainda que não sabe do que era a dívida.

O segundo crime foi na Rua Sinval Duarte Pereira, no bairro Campo das Mangueiras. A vítima foi Joadson Costa dos Santos, de 19 anos. Testemunhas contaram à polícia que um terceiro rapaz também foi baleado, mas foi socorrido com vida para a Upa de Macaíba.

Os dois crimes foram em bairros diferentes, mas a polícia acredita que possam ser os mesmos criminosos porque testemunhas relataram que os atiradores estavam em um carro vermelho.

A polícia também recebeu informações de um outro carro, branco, dando cobertura à ação. As duas vítimas foram assassinadas com vários tiros de pistola, no rosto e em outras partes do corpo. Após a perícia os corpos foram removidos para a sede do Itep em Natal.

G1 RN

Lamentamos informar o falecimento na madrugada deste sábado, 6 de junho de 2020, do presidente da Câmara Municipal de Macaíba, vereador Gelson Lima da Costa Neto, vítima de um infarto fulminante.

BIOGRAFIA

GELSON LIMA DA COSTA NETO nasceu no dia 28 de março de 1959, na comunidade de Jundiaí, em Macaíba.

Filho do casal Teodomiro Lima da Costa (já falecido) e Terezinha Dias de Lima, Gelson tinha dez irmãos.

Iniciou os estudos em meados dos anos de 1960, cursando o antigo Primário na Escola Reunida de Jundiaí. Após isso, fez o Exame de Admissão para ingressar no Ginásio no então Colégio Comercial de Macaíba (hoje, Escola Estadual Dr. Severiano), no curso de Técnico em Contabilidade, no começo da década de 1970.

A vocação política deu os seus primeiros sinais entre o 1º e o 2º ano, quando presidiu o Grêmio Estudantil Tavares de Lyra.

De 1991 a 1994, foi presidente da ASFUJA (Associação dos Servidores da Fundação José Augusto), sendo reeleito em mais duas ocasiões. Sobre essa fase, foi um grande aprendizado para Gelson, pois pela primeira vez disputou uma eleição em sua vida, que acabou coincidindo com o primeiro mandato de vereador.

Profissionalmente, trabalhou como serviço prestado na Secretaria Municipal de Finanças, na gestão do então prefeito Silvan Pessoa e Silva, nos anos de 1977-1978.

Em seguida, em 1982, fez um estágio como pesquisador no IBGE. Depois, ingressou na Fundação José Augusto, assumindo a mesma função no Centro de Pesquisa Juvenal Lamartine, se aposentando em 2018, após 36 anos.

Estimulado pelo fervor das campanhas e acompanhando seu pai, que seguia Dinarte Mariz, Gelson passou exercer militância política, após assistir comícios, passeatas e vigílias (das 19h até as 9h da manhã do dia seguinte). Vinha de Jundiaí para Macaíba articulado por dona Finha, que aglutinava os jovens de Jundiaí para assistir os comícios num caminhão pau de arara.

Participou de várias campanhas políticas apoiando candidatos que se identificava. Era um admirador da saudosa ex-prefeita Mônica Dantas.
O envolvimento de Gelson Lima nas campanhas chamou a atenção da advogada Verônica Ribeiro, que percebeu no jovem o seu potencial latente para a política partidária.

Assim, em 1992, ele disputou a sua primeira eleição para vereador pelo PMDB, obtendo 308 votos, apoiando a candidata a prefeita Cristina. Depois, foi reeleito em 1996, 2000, 2004, 2012 e 2016. Já se encontra no seu sexto mandato parlamentar.
Como presidente da Câmara Municipal, Gelson contabilizou cinco mandatos (1997-1998; e de 2013 até os dias de hoje).

Junto ao então prefeito Luiz Gonzaga Soares, conseguiu a implantação do CIA (Centro Industrial Avançado), em que teve a oportunidade de assinar isenções de incentivos fiscais para que as empresas pudessem se instalar no Município, tirando Macaíba da condição de cidade-dormitório. Várias extensões de eletrificação urbana foram conseguidas, possibilitando uma melhor qualidade de vida aos usuários.

Gelson também lutou pela duplicação e adequação da Reta Tabajara.

Na área da educação, lutou pela vinda de uma Escola de Ensino Profissionalizante, que já está em construção na comunidade de Mangabeira, ao custo de R$ 10 milhões.

Foto: Reprodução

O ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, pediu exoneração do cargo de secretário estadual de Desenvolvimento Econômico. De acordo com BG, Jaime que preside o PROS, vai estruturar a sigla para as eleições deste ano.

O esposo da senadora Zenaide Maia (Pros) segue aliado da governadora Fátima Bezerra (PT).

Por motivo da ocasião da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Macaíba continua a distribuição de máscaras nas mais diversas localidades. Nesta primeira semana de junho, a distribuição é feita em comunidades rurais tradicionais como Capoeiras – Quilombola e Tapará – Indígena, totalizando mais de 1 mil unidades entregues aos moradores.

A disponibilização de oferta de máscaras no município se dá graças a parcerias com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas/RN), e com o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon/RN).

Vale lembrar que no final de abril, foram distribuídas mais de 2,5 mil máscaras para proteção de nossa população na região central Centro do município. Também é importante lembrar que cada um deve fazer a sua parte, saindo de casa somente quando for necessário, principalmente se for idoso ou tiver alguma doença crônica. O isolamento social ainda é a melhor forma de prevenir e combater a doença.

Uso de máscaras é obrigatório em locais públicos e estabelecimentos comerciais de Macaíba desde 30 de abril do corrente ano, quando foi publicado o Decreto nº 1.945/2020, que pode ser conferido na íntegra no Boletim Oficial do Município, Nº 0469, Ano III.

Segundo o Boletim mais recente da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) sobre a situação do COVID-19 em âmbito local, com dados de 04 de junho, Macaíba conta com 06 óbitos confirmados, 177 casos confirmados e 687 casos suspeitos. Além disso, há 02 óbitos em investigação.

Assecom-PMM

ASSECOM/RN

O Governo do Rio Grande do Norte publicou, nesta quinta-feira (04), em edição extraordinária do Diário Oficial do RN, o novo decreto que impõe a política de isolamento social rígido para enfrentamento do novo coronavírus. As novas medidas buscam intensificar o isolamento social, salvar vidas e evitar o colapso do sistema de saúde estadual.

Entre as novas medidas estão: fechamento de orlas; notificação compulsória de testes e diagnósticos sobre COVID-19; medidas especiais para circulação de idosos e pessoas do grupo de risco, a proibição de festejos juninos, apoio das forças de segurança pública no cumprimento das medidas e o estabelecimento de uma data para retomada gradual das atividades econômicas.

Segundo a governadora Fátima Bezerra, todas as medidas estabelecidas no Decreto Nº 29.742 foram pensadas para salvar a vida da população potiguar e aumentar o isolamento social, medida atualmente mais eficaz para conter o contágio pelo vírus. “Seguimos as orientações do comitê científico local, de modo que este decreto tem o endurecimento no rigor da fiscalização. Todas as nossas forças de segurança estarão nas ruas, em parceria com os municípios, porque agora vamos ser muito mais rígidos para fazer valer o isolamento social”, ressaltou.

Uma novidade no decreto é a determinação de uma data para o retorno da atividade econômica que, se houver desaceleração da taxa de transmissibilidade da COVID-19 de maneira sustentada e a ocupação dos leitos públicos de UTI seja inferior a 70%, deve ser retomada a partir do dia 17 de junho de 2020. “O Ministério Público Federal (MPF) elogiou o fato de apresentarmos um calendário de retomada gradual. Isso traz uma luz no fim do túnel, traz esperança quanto ao restabelecimento da economia”, enfatizou a Governadora.

Outro ponto importante estabelecido pelo decreto é a intensificação do isolamento social para as pessoas idosas e do grupo de risco, que só devem sair de casa para realizar alguma atividade considerada essencial como para atendimento de saúde, ir ao banco, farmácia ou supermercado, utilizando obrigatoriamente a máscara de proteção.

“Considerando o dever de proteção especial dos grupos de risco, temos que manter idosos em casa e as pessoas de maneira em geral, e devemos manter em funcionamento somente o serviço essencial e as atividades que são feitas individualmente”, declarou o vice-governador Antenor Roberto.

O decreto também determinou o uso das forças de segurança pública que passam a auxiliar os municípios na implementação das medidas de isolamento social mais restritivas como vedação da circulação de pessoas, abordagem e controle de circulação de veículos particulares e fechamento das orlas urbanas. “Todas as nossas forças de segurança, a PM, a Civil, o Corpo de Bombeiros, o Itep, e as polícias administrativas também, a vigilância sanitária, o Procon, todos nós estaremos nas ruas, incluindo eu irei pessoalmente fiscalizar. Vamos partir agora para o acesso às praias, para a orla, especialmente nas praias de urbanas”, pontua o secretário de Segurança Pública Cel. Araújo.

Confira as medidas que entram em vigor com o novo Decreto:

NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA DE TESTES E DIAGNÓSTICOS DE COVID-19

Os laboratórios de análises clínicas, hospitais, clínicas ou qualquer outra unidade de saúde, integrantes ou não do Sistema Único de Saúde (SUS/RN), públicos e privados, que realizam testes de diagnóstico para a COVID-19, são obrigados a fornecerem a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) o os dados completos dos pacientes, com resultado positivo ou negativo.

Os dados devem ser enviados a Sesap por meio de sistema eletrônico e as notificações dos casos para investigação de COVID-19 devem ser realizadas em até 24h.

AULAS PRESENCIAIS E ATIVIDADES COLETIVAS PERMANECEM SUSPENSAS

A suspensão das atividades escolares está mantida até o dia 06 de julho e as atividades coletivas de qualquer natureza, públicas ou privadas, incluindo eventos que acarretem aglomeração como shows, atividades desportivas, feiras, exposições, carreatas, passeatas e congêneres, continuam suspensas.

Com relação ao comércio, permanecem funcionando as atividades econômicas consideradas essenciais e seguindo todas as medidas sanitárias vigentes como o uso de máscara de proteção, distanciamento social e disponibilização de álcool 70%.

INTENSIFICAÇÃO DO ISOLAMENTO SOCIAL

População idosa e grupo de risco

As medidas estabelecidas pelo novo decreto visam proteger a vida da população idosa e das pessoas classificadas como grupo de risco e para isso o documento determina que a circulação dessas pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, só será permitida com o uso de máscara de proteção e com as seguintes finalidades:

– Aquisição de bens e serviços em farmácias, supermercados e outros estabelecimentos que forneçam itens essenciais à subsistência;

– Por motivos de saúde, designadamente para obter assistência em hospitais, clínicas, postos de saúde e outros estabelecimentos do mesmo gênero;

– Para agências bancárias e similares;

– Outras atividades de natureza análoga ou por outros motivos de força maior ou necessidade impreterível, desde que devidamente justificados.

 População em geral

O decreto determina que a circulação de pessoas em espaços e vias públicas ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, só deve ser feita em casos de extrema necessidade e com o uso obrigatório de máscara de proteção. Classificam-se como extrema necessidade as seguintes situações:

Deslocamento a unidades de saúde para atendimento médico;

Para assistência veterinária;

Atividades ou estabelecimentos liberados e para a prática de esportes e atividades físicas individuais;

Entrega de bens essenciais a pessoas do grupo de risco;

Compra de materiais imprescindíveis ao exercício profissional;

Deslocamento a quaisquer órgãos públicos, inclusive delegacias e unidades judiciárias, no caso de necessidade de atendimento presencial ou no de cumprimento de intimação administrativa ou judicial;

Deslocamento a estabelecimentos que prestam serviços essenciais ou cujo funcionamento esteja autorizado nos termos da legislação;

Para serviços de entregas;

Serviços domésticos em residências;

O deslocamento para o exercício de missão institucional, de interesse público, buscando atender a determinação de autoridade pública;

A circulação de pessoas para prestar assistência ou cuidados a doentes, idosos, crianças ou a portadores de deficiência ou necessidades especiais;

Deslocamento de pessoas que trabalham em restaurantes, congêneres ou demais estabelecimentos que, na forma da legislação, permaneçam em funcionamento exclusivamente para serviços de entrega;

Trânsito para a prestação de serviços assistenciais à população socialmente mais vulnerável;

Deslocamentos em razão da atividade advocatícia, quando necessária a presença do advogado para a prática de ato ou o cumprimento de diligências necessárias à preservação da vida ou dos interesses de seus clientes;

Outras atividades de natureza análoga ou por outros motivos de força maior ou necessidade impreterível, desde que devidamente justificados.

APOIO DAS FORÇAS DE SEGURANÇA PÚBLICA

O Decreto também determina que o Governo do RN disponibilize aos municípios as forças de segurança para dar o apoio complementar necessário à implementação das medidas de isolamento social mais restritivas: vedação de circulação de pessoas em espaços e vias públicas, ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, ressalvados os casos de extrema necessidade; abordagem e controle de circulação de veículos particulares; controle da entrada e saída de pessoas e veículos no município e fechamento das orlas urbanas.

SUSPENSÃO DOS FESTEJOS JUNINOS

Está proibida a realização de quaisquer atos que configurem festejos juninos no Estado do Rio Grande do Norte, incluindo o acendimento de fogueiras e fogos de artifício, de modo a diminuir as ocorrências de queimaduras e de síndromes respiratórias nos serviços de saúde públicos e privados.

RETOMADA GRADUAL DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS

Com base no Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica no Estado do Rio Grande do Norte, apresentado ao Governo do Estado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (FECOMERCIO), Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Rio Grande do Norte (FAERN) e pela Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (FETRONOR), o novo decreto prevê a retomada gradual responsável das atividades econômicas no Rio Grande do Norte a partir do dia 17 de junho de 2020.

O decreto determina que só será possível a implementação inicial do plano de retomada gradual responsável das atividades econômicas no Rio Grande do Norte, se houver desaceleração da taxa de transmissibilidade da COVID-19 de maneira sustentada e a ocupação dos leitos públicos de UTI seja inferior a 70%.

A retomada das atividades econômicas será feita seguindo os protocolos sanitários de saúde e será dividida em quatro fases subsequentes de 14 dias cada uma delas. Para cada fase de abertura está previsto um bloco de atividades a ser progressivamente liberado em frações de tempo distintos.

MULTA POR DESCUMPRIMENTO DAS MEDIDAS

A pessoa física ou jurídica que descumprir as medidas de enfrentamento à pandemia provocada pela COVID-19, salvo os casos considerados essenciais, estará sujeita a multas que são classificadas em leves, moderadas, graves e gravíssimas. Os valores das multas variam entre R$ 50,00 e R$ 4.999,99 para pessoa física, e entre R$ 1.000,00 a 24.999,99 para pessoa jurídica.

A publicação de uma Portaria conjunta da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) e da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) discriminará o rol de infrações consideradas leves e moderadas.

ATESTADOS DE VISTORIA E LICENÇAS PRORROGADAS ATÉ 24 DE JUNHO

O novo ato governamental determina que os Atestados de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) que vencerem no período de 24 de março a 16 de junho de 2020 ficam prorrogados automaticamente até 24 de junho de 2020, como medida de diminuição do fluxo de atendimento do órgão. Também prorroga as licenças e autorizações expedidas pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA) até 24 de junho de 2020.

Um aliado da governadora Fátima em Macaíba anda incomodado com as cobranças dos blogs locais sobre a falta de atenção do governo para com Macaíba. Até o momento o Governo do Estado não abriu um leito de UTI na cidade e para acabar de piorar a situação, o Ministério da Saúde desabilitou dez leitos de UTI que seriam abertos no Hospital Regional Alfredo Mesquita, pois o governo informou uma coisa e quando a inspeção veio até o hospital a situação era outra.

O Ministério da Saúde iria repassar para esses leitos de UTI mais de um milhão e quatrocentos mil reais. Enquanto o Governo do Estado não regularizar todo o funcionamento desses leitos, o estado ficará sem receber esses recursos.

Enquanto isso o tal aliado incomodado encontra-se em silêncio profundo.