Clique para ampliar a imagem

Portal UFRN – O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (PEC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abriu seleção nesta quinta-feira, 8, para curso de mestrado em Engenharia Civil referente ao ano letivo de 2017. São disponibilizadas 36 vagas distribuídas em três linhas de pesquisa: Geotecnia, Estruturas e Processos Construtivos. As inscrições ficam abertas até 8 de janeiro de 2017.

As exigências para participar do processo seletivo são: possuir graduação em Engenharia Civil, Engenharia Ambiental ou Geologia, para os concorrentes às vagas na área de Geotecnia; ser graduado em Engenharia Civil ou Engenharia Mecânica, para os concorrentes às vagas na área de Estruturas; ser graduado em Engenharia Civil ou Engenharia de Materiais, para os concorrentes às vagas na área de Processos Construtivos.

As inscrições são realizadas via Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa), por meio do preenchimento da ficha de inscrição e da ficha Curriculum Vitae. O processo de seleção será realizado em duas etapas: análise dos históricos e das fichas Curriculum Vitae, que serão efetuadas de 09 a 27 de janeiro, e entrevistas, que serão realizadas no dia 31 de janeiro.

O resultado das análises será divulgado no dia 27 no site do PEC, após as 17h, junto com a divulgação do local das entrevistas. O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 03 de janeiro de 2017. Mais informações podem ser obtidas no edital de seleção disponível no Sigaa.

O Campus Macaíba, localizado dentro da Escola Agrícola de Jundiaí, vem dando acessibilidade através da construção de calçadas e rampas  com sinalização para pessoas que tenham alguma deficiência visual ou que tenham dificuldade de locomoção.  As obras estão bem avançadas e irá melhorar de forma significativa a locomoção dentro do Campus que conta com vários cursos técnicos, graduação e pós-graduação.

De acordo com o 190 RN, a cidade de Parnamirim registrou na manhã desta última quarta-feira (7) três corpos encontrados em diferentes bairros da cidade.

Na Rua Altino Vicente de Paiva, no bairro de Monte Castelo, populares acionaram a Polícia Militar informando que o corpo de um homem havia sido encontrado com marcas de disparos de arma de fogo na região da cabeça.

Já na Rua São Vicente, Nova Esperança, o senhor de 69 anos identificado como José Gonçalo Pinheiro, foi encontrado sem vida dentro de sua residência. O Itep acredita que tenha sido morte natural.

E na Área Militar da Base Aérea de Natal – BANT, no bairro de  Emaús, os militares se depararam com uma ossada humana. A PM foi deslocada ao local e confirmou a ocorrência e colheu dados preliminares, ficando o isolamento do local a cargo dos militares da FAB.

Antonio Cruz/Agência Brasil

A temida delação da construtora Odebrecht começa a abalar as estruturas de Brasília, atingindo diretamente o presidente da República, Michel Temer. Matéria de capa da revista Veja desta semana traz o conteúdo da delação de Claudio Melo Filho, que se tornou delator do petrolão depois de trabalhar por doze anos como diretor de Relações Institucionais da Odebrecht. O dinheiro teria sido levado em dinheiro vido ao escritório do advogado José Yunes, amigo de Temer, segundo o site BuzzFeed.

De acordo com a Veja, Temer pediu R$ 10 milhões diretamente ao dono da empresa, Marcelo Odebrecht, em 2014. Melo Filho teria dito que o valor foi pago, em dinheiro vivo, a pessoas da estrita confiança do presidente, como Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil, e José Yunes, amigo há 50 anos de Temer e assessor especial do presidente.

Matéria na íntegra no R7

thumbnail_da293f4d-04a9-40bf-8d1d-a59b13b8f99b

A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de São Gonçalo do Amarante, responsável pela administração do Espaço do Empreendedor, apresentou os números alcançados pelo órgão até o momento. Inaugurado em janeiro de 2014 vai completar 3 anos de atuação, incentivando o crescimento da economia local com a geração de emprego e renda.

O espaço está localizado na comunidade do Novo Santo Antônio, às margens da RN 160, e foi criado com a finalidade de incentivar o surgimento de novas empresas, além de prestar apoio e fortalecer as já existentes. Em 35 meses de atuação contabilizou cerca de 2.500 atendimentos, uma média de 70 pessoas atendidas por mês, com orientações ao Microempreendedor Individual (MEI), Crediamigo e Pequenas Empresas. Nesse período foram formalizadas 309 empresas.

Um dos maiores neurocientistas do mundo, o brasileiro Miguel Nicolelis, estava hoje em Macaíba e tudo indica que não fizeram o favor de divulgar que o idealizador do Instituto de Neurociências estaria hoje lançando seu livro que trata do instituto e que leva o nome da cidade. O auditório do Pax Club deveria está lotado pela presença do ilustre em Macaíba, o livro vem sendo lançado principalmente  em capitais e universidades, o lançamento em Macaíba foi um prestígio. Enviar um release para os veículos de comunicação da capital não custaria nada, ficaram devendo.

img_3056

A Câmara Municipal de Macaíba entregou, nesta sexta-feira, dia 9 de dezembro de 2016, no Centro de Convivência Pax Clube, o Título de Cidadão Macaibense para o médico e cientista Miguel Angelo Laporta Nicolelis, responsável pelo Campo do Cérebro e considerado um dos vinte maiores cientistas do mundo no começo da década passada pela revista “Scientific American”.

A honraria foi entregue pelo ex-vereador Thomás Sena, autor da indicação, no ano de 2007. O título só foi entregue agora devido a agenda do cientista. Na ocasião, Nicolelis lançou o livro “Made in Macaíba”, de sua autoria. Nele, o cientista relata toda a luta que travou para instalar o instituto em Macaíba.

Segundo Miguel Nicolelis, o projeto de transformação social por meio da prática científica, que começou em Macaíba, Região Metropolitana de Natal, se estendeu para a capital potiguar e ultrapassou fronteiras.

Em março de 2003, o estado do Rio Grande do Norte foi surpreendido com a notícia de que cientistas brasileiros, radicados no exterior há vários anos, pretendiam instalar na periferia da capital potiguar um grande instituto internacional de pesquisa, focado no estudo do cérebro e da mente. De repente, e de forma totalmente inusitada, a neurociência entrava na pauta de um dos menores e menos desenvolvidos estados do Brasil; um recanto típico do paradisíaco Nordeste brasileiro do início do século 21, onde a beleza natural sem igual se via sitiada, por todos os lados, por baixos índices de desenvolvimento humano e pelo pior sistema educacional público do País.

Com sua capital, Natal, situada logo abaixo do Equador, e uma costa recheada de praias maravilhosas, camarões e frutas tropicais que atraíam turistas de todo o mundo, ninguém que conhecia de passagem o RN de 2003, nem os seus próprios habitantes, poderia imaginar que o pequeno estado, que se encaixa no mapa nordestino como um tímido elefante com a tromba em direção ao Ceará, pudesse um dia ingressar e, em poucos anos, apresentar com destaque mundial uma agenda científica inovadora para todo o País. Todavia, de repente, lá estava o Rio Grande do Norte, nas manchetes dos jornais do Sul maravilha, entrando no debate sobre como criar uma indústria do conhecimento tupiniquim.

O anúncio público, do que para muitos parecia um mero delírio utópico de algum cientista exilado, se deu durante uma entrevista ao vivo, no pequeno estúdio da TV Universitária, pertencente à UFRN. Levando-se em conta as primeiras perguntas dos ouvintes, o que causou mais espanto foi a revelação do objetivo central da proposta dos “estrangeiros”: usar a ciência de ponta como um agente de transformação social.

Depois daquela noite, pelos próximos anos, o RN se transformaria no primeiro laboratório brasileiro de uma nova forma de fazer ciência: a ciência voltada para o desenvolvimento social e econômico de toda uma comunidade de excluídos que vivia, até então, quase à margem do sistema político-econômico vigente. Para implementar o projeto de transformação social por meio da prática científica, essa utopia nordestina propôs construir um “Campus do Cérebro” na zona rural de Macaíba. Nesse Campus do Cérebro seria implementada a filosofia de usar a neurociência como foco de um programa educacional, começando no pré-natal das mães dos seus futuros alunos e continuando, com uma escola de tempo integral, a seguir seus pupilos, desde o nascimento até o final do ensino médio. Esse programa, hoje conhecido mundialmente, foi batizado com o sugestivo nome de Educação para Toda a Vida.

Nicolelis lidera um grupo de pesquisadores da área de Neurociência na Universidade Duke (EUA), no campo de fisiologia de órgãos e sistemas. Seu objetivo é integrar o cérebro humano com máquinas (neuropróteses ou interfaces cérebro-máquina). Suas pesquisas desenvolvem próteses neurais para a reabilitação de pacientes que sofrem de paralisia corporal. Nicolelis e sua equipe foram responsáveis pela descoberta de um sistema que possibilita a criação de braços robóticos controlados por meio de sinais cerebrais.

Ler mais…

Agência Brasil – O Palácio do Planalto negou hoje (9) a possibilidade de redução da idade mínima de 65 anos para homens e mulheres requererem a aposentadoria, conforme previsto na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/2016, da reforma da Previdência, enviada na última segunda-feira (5) ao Congresso Nacional.

Em nota, o governo federal explica que a idade de 65 anos se baseia no envelhecimento da população brasileira e é “ponto central para que se encontre equilíbrio futuro nos gastos com aposentadorias”. O texto diz ainda que “o governo fará todo o possível junto à sua base aliada no Congresso Nacional para a manutenção do texto original da reforma”.

O relatório da PEC da reforma da Previdência deve ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados na próxima semana.

A Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte vem trabalhando diuturnamente no combate a criminalidade em todo o Estado, atuando de maneira preventiva e repressiva no intuito de garantir cada vez mais a segurança dos cidadãos potiguares.

Contando com 12 Batalhões de área em todo o Estado, além de cinco Companhias Independentes e nove outras unidades especializadas, a atuação da Polícia Militar reflete-se nos números de apreensões e prisões realizadas ao longo dos anos.

No ano de 2016, por exemplo, nos três primeiros trimestres, a Polícia Militar registrou a apreensão de 568 armas de fogo somente na Região Metropolitana, contra 481 armas apreendidas no mesmo período em 2015, contabilizando um aumento de 18% no número de armas apreendidas de janeiro a setembro.

“A partir do Estatuto do Desarmamento no ano de 2003, o porte de arma de fogo tornou-se proibido em todo o território nacional, salvo algumas exceções previstas no próprio Estatuto e nos casos previstos em Lei”, explicou o comandante geral da PM, coronel PM Dancleiton Pereira Leite.

“Esse tipo de crime é o que mais combatemos, uma vez que são utilizando essas armas irregulares que são praticados outros delitos”, disse o Comandante.

No primeiro e segundo trimestre do ano de 2016, o Comando de Policiamento Metropolitano registrou um aumento de 36,6% e 38,75%, respectivamente, no número de armas apreendidas nos municípios que integram a Região Metropolitana do Estado.

“A Polícia Militar vem trabalhando incasavelmente e essas 679 armas apreendidas até o mês de novembro deste ano reflete nosso empenho”, concluiu o comandante.

Resultado de imagem para transposição

O Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, disse ontem (8), em entrevista a A Voz do Brasil, que as obras do eixo leste da transposição do Rio São Francisco estão chegando ao fim. “No eixo leste estamos concluindo o curso das aguas até 31 de dezembro deste ano. Portanto estamos muito proximos da conclusão. Em seguida, encheremos os reservatórios. Estaremos levando água até o último extremo do leixo leste até fevereiro de 2017 e entregando água ao Rio Paraíba e, principalmente, à região metropolitana de Campina Grande, que hoje sofre com a estiagem, se deus nos permitir, em abril de 2017”, disse Barbalho.

Amanhã (9), o ministro e o presidente da República, Michel Temer, visitarão as obras desta parte da transposição, em Pernambuco. A visita será a um trecho em Pernambuco, próximo a cidade de Floresta, região da estação de bombeamento número três.

Ler mais…

Imagem relacionada

Os servidores do Estado do Rio Grande do Norte estão com suas mãos vazias, pois ainda não receberam o salário do mês de novembro, com exceção da educação e dos órgãos da administração que tem recursos próprios, o restante (maior parte) vão só receber a partir deste sábado (10). Enquanto isso, na Paraíba está em dia e no próximo dia 16 será pago a segunda parcela do décimo terceiro.

Marina Silva participou hoje (08), em São Paulo, do lançamento do livro “A República da Propina”, do ex-juiz federal Márlon Reis, porta-voz da REDE do Maranhão, cofundador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa. Marina e Márlon participaram de um debate com o ex-juiz Luiz Flávio Gomes e o promotor de Justiça de São Paulo Rogério Sanches Cunha sobre o tema do livro, com mediação de Zé Gustavo, porta-voz nacional da REDE. O evento foi aberto ao público e aconteceu na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (avenida Paulista, 2073, Cerqueira César, São Paulo).