Saúde Arquivo

Porta de entrada para a maioria dos atendimentos de saúde nas comunidades urbana e rural, as Unidades Básicas de Saúde precisam estar bem estruturadas para prestarem o melhor serviço aos pacientes. Com base nessa preocupação, o Instituto Santos Dumont (ISD), através do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (Anita), firmou um convênio com a Prefeitura Municipal de Macaíba para a formação em educação permanente de trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) no município.

Nesta sexta-feira (30/07), os alunos da Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência receberam 24 enfermeiras que integram as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) macaibenses. Ao longo de quatro horas, eles desenvolveram ações contempladas na temática relacionada à saúde da pessoa com deficiência. Além desse, existem outros dois eixos centrais que serão estudados ao longo dos próximos 12 encontros previstos até o final deste ano: saúde da mulher e saúde da criança.

Esses temas foram acordados com o Ministério da Educação (MEC). No total, os trabalhadores da saúde de Macaíba receberão 40 horas/aula de formação em Educação Permanente, um diferencial para o desenvolvimento de um trabalho mais humanizado e com resultados positivos na rede básica.

“Essa formação tem o objetivo de estreitar os laços com a rede de saúde de Macaíba via Estratégia de Saúde da Família e proporcionar atualização dos temas que nos competem: saúde materno-infantil e reabilitação”, destaca Samantha Maranhão, psicóloga preceptora e coordenadora das Atividades de Ensino na Saúde do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi. Na formação desta sexta-feira, seis residentes multiprofissionais (psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais e fonoaudiólogos) do segundo ano ministraram o conteúdo.

Conforme Samantha Maranhão, o desenvolvimento de práticas pelos residentes é de suma relevância para a formação de cada um deles. “Isso tem um papel formativo na área de docência e também profissional. Essa vivência é muito interessante”, ressalta a preceptora em Psicologia.

O encontro foi encerrado no final da manhã com a construção de uma rede simbólica entre os participantes, demonstrando a necessidade de comunhão de ideias e apoio conjunto nas ações para que o trabalho obtenha resultados positivos.

Prefeitura começa a vacinar pessoas em situação de rua | Prefeitura de  Macaíba

Foto: Reprodução

A secretaria municipal de Saúde de Macaíba inicia nesta terça-feira (03) a vacinação da faixa etária de 30 anos ou mais. A vacinação está sendo realizada no Pax Club, de segunda a sexta, 8h às 14h.

Documentos necessários: Cartão de vacina, cópia do RG, CPF e comprovante de residência.

Posto da Maré recebe reforma e climatização | Prefeitura de Macaíba

Foto: Reprodução

Segue os números da vacinação contra covid-19 em Macaíba. Os dados são do RN Mais Vacina consultado neste sábado (31).

Vacinados com a primeira dose

24.516 pessoas

Totalmente vacinados

9.273 pessoas

Dose única

737 pessoas

Total de doses aplicadas

34.526 doses

Doses recebidas

48.258

Foto: Divulgação

Macaíba inicia nesta quinta-feira (29) a vacinação da faixa etária de 32 anos ou mais. O público que tiver dentro dessa faixa poderá procurar o Pax Club, de 8h às 14h.

São necessários os seguintes documentos: Cartão de vacina, cópia do RG, CPF e comprovante de residência.

 

A secretaria municipal de Saúde vai realizar uma grande ação na próxima quinta-feira (29) dentro da programação do “Julho Amarelo”, mês de conscientização das hepatites virais. A campanha tem por finalidade reforçar as ações de vigilância, prevenção e controle das hepatites virais. A ação vai acontece na Praça Augusto Severo, conhecida como Praça do M, no centro da cidade.

A hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas. De acordo com o Ministério da Saúde, nem sempre a doença apresenta sintomas, mas quando aparecem, se manifestam na forma de cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

A testagem vai ocorrer das 08h às 12h. O público vai poder realizar testagem para hepatite B e C, e receber orientações sobre a doença. Também serão distribuídos preservativos masculino e feminino. Para realizar os exames é necessário levar o cartão SUS ou o CPF.

Vacinação contra a covid-19

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Ministério da Saúde informou há pouco que vai distribuir mais 10,2 milhões de vacinas contra a covid-19 aos estados. As remessas começarão a chegar a partir de hoje (26). A entrega de todos os lotes deve ser finalizada na quarta-feira (28).

De acordo com a pasta, serão distribuídas 4,8 milhões de doses da AstraZeneca, 3,3 milhões da Coronavac e 2,1 milhões da Pfizer.

Desde o início da vacinação, foram distribuídas 174 milhões de doses para todo o país, por meio do Programa Nacional de Imunização. Mais de 131 milhões de doses foram aplicadas sendo  94.5 milhões da primeira dose e 37 milhões da segunda ou dose única.

Posto da Maré recebe reforma e climatização | Prefeitura de Macaíba

Foto: Ilustrativa

Em Macaíba, foram aplicadas 32.607 doses de vacinas contra a covid-19. Foram 23.035 pessoas vacinadas com a primeira dose e 9.572 pessoas que receberam a segunda dose. Ao todo, 42.752 doses foram encaminhadas para a cidade, de acordo com dados do RN Mais Vacina.

Neste sábado (24), a secretaria de Saúde inicia a vacinação da faixa etária de 35 anos ou mais. A população deve levar os seguintes documentos: cartão de vacina, cópia do RG, CPF e comprovante de residência.

Pacientes internados em macas nos corredores do Hospital Walfredo Gurgel, em Natal — Foto: Cedida

Foto: Cedida

Enfrentando uma superlotação, com pacientes nos corredores da maior unidade pública de saúde do Rio Grande do Norte, o governo planeja implantar o sistema de regulação na urgência no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.

Segundo servidores, há mais de 100 pacientes internados em macas improvisadas em corredores e até na recepção da unidade. Trabalhando há oito anos na unidade, a médica Nicelle de Morais afirma que nunca viu situação como a dos últimos dias.

“A maioria das pessoas não sabe o que é passar alguns dias no Walfredo Gurgel. Elas só sabem quando precisam e vêm aqui e passam três, quatro, cinco dias numa maca no chão, com seu acompanhante sentado na cadeira, sem privacidade para trocar de fralda, sem privacidade para tomar um banheiro. Um banheiro para 100 pessoas”, afirmou.

Para piorar a situação, profissionais terceirizados, como maqueiros e higienistas, entraram em greve por atrasos salariais. Na tarde de quarta-feira (21), apenas metade dos higienistas trabalharam na unidade. À noite, apenas dois maqueiros ficaram disponíveis no hospital.

Regulação

 

Segundo o governo, a sobrecarga da unidade é reflexo da busca direta do serviço pela população e também dos encaminhamentos de pacientes dos municípios, “muitas vezes de casos de baixa complexidade”.

Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informou que está trabalhando na reformulação do modelo de atendimentos às urgências. “O planejamento é de que a partir de setembro, a porta de urgência só passe a atender pacientes com a indicação de outros serviços e a devida regulação”, disse por meio de nota.

Para isso, a Sesap informou que está atuando junto às unidades regionais e ao próprio município de Natal, para que os serviços municipais possam atender às demandas de menor complexidade, para desafogar o hospital.

“Quanto aos maqueiros, que são terceirizados, a empresa responsável atrasou o envio da documentação, influenciando diretamente no processo de pagamento, que está em tramitação e deve ser efetuado em breve.”, informou o governo.

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel é referência em cirurgias de alta complexidade, neurocirurgia, neurologia, traumatologia, cirurgia vascular, nefrologia, setor de queimados, cardiologia, agravos clínicos, entre outras especialidades voltadas para a alta complexidade.

Segundo o governo, até o momento, nenhum paciente deixou de ser assistido.

G1 RN

vacina Covid-19 Fiocruz.

Foto: Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (21) que aumentou para 63,3 milhões a previsão de doses de vacinas contra covid-19 que devem ser entregues em agosto pelos laboratórios contratados. A previsão anterior era de 60,5 milhões de unidades.

Segundo a pasta, a nova projeção representa um aumento superior a 50% em relação a julho, quando o país deve receber 40,4 milhões de doses previstas.

Nesta quarta-feira, o ministério confirmou que recebeu do Instituto Butantan mais 1,5 milhão de doses da Coronavac. Os imunizantes serão incluídos no Programa Nacional de Imunização (PNI) e distribuídos para os estados e Distrito Federal.

Além das vacinas recebidas, o instituto aumentou a expectativa de entrega para o próximo mês de 15 milhões para 20 milhões de doses. A entrega de imunizantes da Pfizer também foi ampliada, passando de 32,5 milhões para 33,3 milhões.

Além dessas doses, o Brasil também vai contar com a entrega de 10 milhões de doses da AstraZeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

De acordo com a pasta, 164 milhões de doses de todas as vacinas contra a covid-19 que fazem parte do PNI foram distribuídas aos estados. Do total, foram aplicadas 126,6 milhões, sendo 91,4 milhões de primeira dose e 35,1 milhões de segunda dose e dose única.

Segundo o ministério, o número de pessoas que receberam a primeira dose representa mais da metade da população-alvo (57%) de 160 milhões de pessoas com mais de 18 anos no Brasil. Quem está com a imunização completa (2º dose ou dose única) representa 21,7% da população-alvo.

Por meio do vacinômetro do Ministério da Saúde, a população pode acompanhar o andamento da vacinação em todos os estados.

 

 

A secretaria municipal de Saúde de Macaíba inicia nesta terça-feira (20) a vacinação da faixa etária de 37 anos ou mais. A vacinação está acontecendo de segunda a sexta, de 8h às 14h, no Pax Club.

São necessários os seguintes documentos: Cartão de vacina, cópia do RG, CPF e comprovante de residência.

 

 

A secretaria de Saúde Macaíba deu início nesta sexta-feira (16) a vacinação da faixa etária de 38 anos ou mais. A vacinação está acontecendo no Pax Club, de  segunda a sexta, de 8h às 14h.

Documentação: Cartão de vacina, cópia do RG, CPF e comprovante de residência.

 

Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), zona norte do Rio. A cidade do Rio de Janeiro retoma hoje (25) sua campanha de aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em idosos da população em geral.

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

De acordo com dados do RN Mais Vacina, em Macaíba foram aplicadas 29.338 doses de vacinas, sendo 21.312 pessoas com a primeira dose e 8.026 pessoas imunizadas com a segunda dose. Ainda de acordo com o portal, o público alvo até a fase 3 é composto de 17.515 pessoas, onde 45% desse público já se encontra vacinado com as duas doses.

A Agência Nacional de Vigilância Nacional (Anvisa) divulgou nota, ontem (12), informando que, até o momento, somente a Pfizer solicitou a inclusão em bula da indicação da vacina contra a covid-19 para crianças com 12 anos e adolescentes. De acordo com a agência, o pedido já foi autorizado e a indicação para esta faixa etária incluída na bula da vacina ComiRNAty. 

A Anvisa informou, ainda, que “não há solicitação do Instituto Butantan para alteração de bula da CoronaVac e inclusão de crianças e adolescentes. Portanto, não há pedido dependendo de análise da Anvisa”.

“A competência para solicitar a inclusão de novas indicações na bula é do laboratório, e deve ser fundamentada em estudos que sustentem a indicação pretendida tanto em relação aos aspectos de segurança como de eficácia”, informou a Anvisa.

Acrescentou que, desde o início do ano passado, a Anvisa tem realizado um troca de informações frequentes com os laboratórios envolvidos no desenvolvimento de vacinas contra a covid-19, assim como tem acompanhado todas as publicações científicas sobre o tema. Porém, não há pedido de aprovação da CoronaVac para esta faixa etária.

“A decisão sobre o registro e alterações no pós-registro de uma vacina ou medicamento é da área técnica. Para as vacinas em uso emergencial esta decisão é da diretoria colegiada”, explicou a Anvisa.

*Com informações da Anvisa.

 

Macaíba deu início nesta segunda-feira (12) a vacinação da faixa etária de 39 anos ou mais. A vacinação está acontecendo de segunda a sexta, no Pax Club, de 8h às 14h.

Documentação: Cartão de vacina, cópia do RG, CPF e comprovante de residência.

A cidade já aplicou 28 mil doses de vacinas.