Política Arquivo

Foto: Arquivo

Na sessão ordinária desta terça-feira (19) na Câmara Municipal de Macaíba, alguns edis cobraram ações do governo Fátima para que o problema da falta de vagas no ensino médio na cidade seja resolvido.  Uma das soluções apontadas foi que o governo passe a ofertar mais vagas para o ensino médio nas escolas onde hoje só possuem turmas de ensino fundamental, principalmente nos turnos matutino e vespertino.

A sugestão é que as vagas do ensino fundamental que não seriam mais ofertadas pelo Estado passariam a ser ofertadas pela rede municipal. Essa sugestão que será levada ao governo Fátima é para as escolas do centro, região com maior procura por vagas no ensino médio. Foi argumentado que essa transição não pode ser em curto prazo.

Transporte escolar

Os alunos da Escola Estadual Alfredo Mesquita estão perdendo aula devido os ônibus não estarem passando próximo aos locais onde os alunos residem. O diretor da primeira escola de Tempo Integral de Macaíba relatou aos edis que o problema afeta principalmente os alunos da zona rural.

Ao final ficou acertado que uma comissão irá até o governo para discutir esses problemas.

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Agência Brasil – O presidente Jair Bolsonaro vai se encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na tarde de hoje (19), na Casa Branca. Eles se reúnem sozinhos, inicialmente, no Salão Oval e, em seguida, haverá uma conversa ampliada, incluindo as equipes dos governos do Brasil e dos Estados Unidos (EUA).

“A expectativa [para o encontro] é ótima. O presidente Trump já demonstrou, por meio da sua fidalguia na recepção ao nosso presidente, nos colocando na Blair House, que esse encontro será histórico para ambos os países”, disse ontem (18) o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros.

Bolsonaro e sua comitiva estão hospedados na Blair House, palácio que faz parte do complexo da Casa Branca. No local já se hospedaram os presidentes Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso.

Bolsonaro viaja acompanhado por seis ministros: Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Tereza Cristina (Agricultura), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e Ricardo Salles (Meio Ambiente).

Parcerias

Ontem (18), na Câmara de Comércio dos Estados Unidos, Bolsonaro e Guedes defenderam maior aproximação comercial com os Estados Unidos (EUA) e convidaram os empresários daquele país a investir no Brasil.

Após a reunião bilateral, o presidente brasileiro seguirá para o Cemitério Nacional de Arlington, onde estão enterrados mais de 400 mil militares que participaram das guerras pelos EUA. No local, o presidente participará de uma cerimônia e depositará flores no túmulo do solado desconhecido.

Agenda

A agenda de Bolsonaro prossegue com um encontro com líderes religiosos, na Blair House. De manhã, haverá encontro com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, Luis Almagro.

O presidente terá ainda um jantar de trabalho. Às 21h45 (horário de Washington) ele e a comitiva retornarão ao Brasil. A chegada a Brasília está prevista para amanhã (20) de manhã.

Na quinta-feira (21) Bolsonaro irá para o Chile, onde participa da Cúpula do Prosur, grupo que se destina a implementar medidas de interesse comum dos países da América do Sul.

A imagem pode conter: 1 pessoa, óculos de sol, atividades ao ar livre e close-up

Em seu primeiro mandato, a vereadora que fala pouco nas sessões da Câmara vem demonstrando nos últimos meses que tem trabalhado para ampliar sua base política em Macaíba. Atuação da vereadora Ana Catarina em algumas comunidades da zona rural tem sido forte, o que tem causado incomodo em alguns de seus colegas.

No evento organizado por Steve Bannon neste sábado, Olavo de Carvalho foi questionado sobre sua avaliação do governo Jair Bolsonaro.

“Se tudo continuar como está, já está mal. Não precisa mudar nada para ficar mal. É só continuar assim. Mais seis meses, acabou”, respondeu.

Como registramos mais cedo, Olavo acredita que o presidente está cercado por traidores fardados.

O Antagonista

No início da noite deste sábado (16), o evento de apresentação do projeto “Macaíba do Futuro” no bairro Bom Sossego contou com a presença de algumas figuras da classe política da cidade. Entre os presentes estavam os vereadores Dr. Antônio, Netinho França, Emídio Júnior, o ex-prefeito Luizinho, delegado Normando Feitosa e o presidente estadual do PSL, Helio Oliveira.

O projeto político foi apresentado pelo Policial Rodoviário Federal José Aldenir, um dos idealizadores do projeto. O grupo pretende disputar a próxima eleição municipal.

Resultado de imagem para henrique alves

O ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves falou com o Blog Robson Pires, foi  questionado sobre seu futuro político. Veja o que disse o ex-presidente da Câmara Federal.

Henrique Alves – Tudo tem seu momento. O MDB tem um patrimônio. Nesse momento eu sou apenas espectador. Quando a possível candidatura o tempo é quem irá dizer. Eu só quero reforçar o nosso empenho nesse patrimônio que é o MDB. Isso está cima de tudo.

Circula nos corredores da Câmara que o silêncio de um vereador da bancada de oposição nas sessões pode indicar uma possível saída para base governista. Esse mesmo edil foi visto esta semana em algumas secretarias do município acompanhando um  vereador forte da base do prefeito.

Nos últimos dias circularam algumas especulações sobre uma possível saída de um edil da base governista do prefeito Fernando Cunha. Uma fonte  nos disse que é mais fácil a base crescer do que ser reduzida.

Em silêncio

Circula nos corredores da Câmara que o silêncio de um vereador da bancada de oposição nas sessões pode indicar uma possível saída para base governista. Esse mesmo edil foi visto esta semana em algumas secretarias do município acompanhando um  vereador forte da base do prefeito.

A governadora Fátima Bezerra e o vice-governador Antenor Roberto participaram nesta quinta-feira (14), em São Luís-MA, da segunda edição do Fórum dos Governadores do Nordeste. Os oitos governadores da região foram recebidos no Palácio dos Leões pelo governador Flávio Dino. Foi elaborada uma agenda a ser discutida a nível nacional e, como principal pauta, a criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste).

“O Fórum de Governadores do Nordeste é um espaço muito importante de articulação política dos chefes de Estado com vistas exatamente a definir aquilo que é comum à região, as políticas voltadas, principalmente, para o desenvolvimento com justiça e inclusão social”, disse a governadora Fátima Bezerra. Ela destacou durante o encontro a necessidade da construção de uma pauta nacional que traga resolutividade das problemáticas discutidas. “Ressalto para que nós possamos sair daqui com encaminhamentos que nos tragam iniciativas concretas, a exemplo, quando, de fato, o ministro Paulo Guedes enviará ao congresso nacional o projeto de lei acerca do programa federal de recuperação fiscal.”

Para a agenda nacional, os governadores debateram pontos considerados inaceitáveis da reforma da Previdência, a não concordância com a ideia de desvinculação de recursos orçamentários – proposta que vem sendo apresentada como inauguradora do novo pacto federativo – a defesa do estatuto do desarmamento e a preservação de instrumentos como Banco do Nordeste, Chesf e Sudene, considerados órgãos fundamentais para a superação das desigualdades regionais, em consonância com a Constituição Federal.

“Apoiamos o debate sobre a reforma da Previdência como sendo necessário para o país, mas há pontos incompatíveis com o diálogo que nós desejamos. Em unanimidade, somos contrários à ideia de tirar da contribuição as regras da Previdência Social, ao regime de capitalização e às medidas restritivas de direitos dos mais pobres, notadamente destacamos os trabalhadores rurais, no caso a aposentadoria rural e o benefício de prestação continuada (BPC), assim como a situação das mulheres”, enfatizou o governador do Maranhão, Flávio Dino, sobre uma das questões em discussão. Ele disse ainda que esses itens devem ser retirados para que os governadores possam dialogar mais amplamente com o Governo Federal.

CONSÓRCIO

Os governadores assinaram também o protocolo que cria o Consórcio Nordeste e decidiram, em consenso, que o governador da Bahia, Rui Costa, seria o primeiro presidente, responsável neste ano por garantir o funcionamento do consórcio. A gestão será feita em forma de rodízios anuais.

“O dia de hoje marca um momento histórico para o Nordeste. Criamos uma iniciativa capaz de articular políticas de atuação conjunta entre os nove estados para uma otimização das gestões em prol do desenvolvimento de toda a região”, disse Fátima Bezerra.

“O Consórcio se iniciará como uma grande ferramenta de gestão, de compartilhamento de projetos, de ideias, de apoios mútuos. Uma importante ferramenta de redução de custos para cada Estado, uma vez que a partir do Consórcio formalizado, nós poderemos fazer licitações e mudaremos o patamar de escala da licitação”, defendeu Rui Costa, primeiro presidente do Consórcio Nordeste, sobre a inovadora ferramenta que proporcionará uma gestão de redução de custos.

São inúmeras as vantagens para que haja uma integração mais efetiva entre os nove estados, como parcerias comerciais e industriais, otimização de resultados (através de compartilhamento de pesquisas, por exemplo), para que seja evitado desperdício de verbas utilizadas para finalidades semelhantes e, principalmente, economia de recursos financeiros, com articulações de compras coletivas para insumos, equipamentos etc.

O consórcio também prevê cessão de servidores, parcerias para áreas estratégias como segurança pública, infraestrutura, administração prisional e proteção do meio ambiente. Há pelo menos dez vantagens que o Rio Grande do Norte e os demais estados podem vir a ter com a consolidação do Consórcio Nordeste.

Ler mais…

Tem um vereador de Macaíba que anda pela cidade dizendo que mais para frente virá um “grande projeto”.  O edil já consulta os colegas perguntando se vão aderir ao projeto de 2020.

Nesta quinta-feira (14), os vereadores Netinho França e Dr. Antônio solicitaram ao Dr. Alexandre Lima, Secretário de Estado de assuntos fundiárias, a regularização e emissão de títulos de posse para contemplar pequenos e médios proprietários rurais do município de Macaíba.

“Para aprofundarmos sobre o tema estamos agendando uma audiência pública para o início de abril, onde deveremos contar com a presença do secretário de Assuntos Fundiárias Dr. Alexandre, bem como, com representantes da Emater e outros, no interesse de trazer projetos para a zona rural” relatou Netinho França.

Ciro Gomes, em sua entrevista ao Valor, acusou Gleisi Hoffmann de ser a chefe da quadrilha de Lula.

Leia aqui:

“Eu não pensava mais em ser candidato. Havia renunciado à vida pública e estava na CSN com um super salário. Renunciei a tudo para brigar. E fui agredido, caluniado, atropelado pelas costas por essa canalha da cúpula do PT. Isso é formação de quadrilha, organização criminosa, a cúpula, não a militância. Qual é a lista que o Paulo Paim entrou? E a que o Olívio Dutra entrou? O Tarso Genro, o Eduardo Suplicy, o Henrique Fontana? Nenhum deles. Só a turma do Lula.”

O jornal perguntou:

“O senhor diz que Gleisi pertence a uma quadrilha?”

Ele respondeu:

“Sim, não tenho dúvida. Ela é a chefe. Ela e o marido estão enrolados em tudo. Se quiserem me processar, já estou acostumado. Estou falando a verdade. Não vale me processar por dano moral. Me processe por calúnia que tenho direito a demonstrar. É só tirar certidões das acusações do Ministério Público. Quantos tesoureiros o PT tem? Estão todos presos. Lula apoiou Sérgio Cabral até o gogó. Quem nomeou Michel Temer vice, contra minha opinião?”

O Antagonista

Resultado de imagem para auri simplicio

O vice-prefeito de Macaíba, Auri Simplício, pediu desfiliação do Democratas. Já que o prefeito Fernando Cunha não  disputará o pleito de 2020,  Auri busca viabilizar seu nome para concorrer o Palácio Auta de Souza.

A mudança de partido está dentro dos planos para 2020.

 

Foto: Leo Cabral/Rede Sustentabilidade

O partido Rede Sustentabilidade desistiu da fusão com o PPS, informa o Estadão. A sigla registrada no TSE em 2015 não conseguiu superar a cláusula de barreira nas eleições de 2018 e perdeu em fevereiro deste ano o acesso ao fundo partidário e o tempo de TV e rádio.

Principal líder da Rede, Marina Silva votou pela permanência da sigla, decisão obtida por unanimidade.

 

Agência Brasil – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encontrou-se na manhã deste sábado (9) com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio da Alvorada.

Maia, que deixou o palácio sem falar com a imprensa, tem tratado da tramitação da reforma da Previdência, que se inicia pela Câmara dos Deputados. Ontem (8), ele anunciou para a próxima quarta-feira (13) a instalação de 12 comissões permanentes da Casa, inclusive a de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). A instalação da CCJ é importante porque a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019 – enviada pelo governo ao Congresso – começa nesta comissão. A proposta foi enviada no dia 20 de fevereiro.

Cabe à CCJ, no prazo mínimo de cinco sessões do plenário, manifestar-se sobre a constitucionalidade da PEC. Depois disso, a proposta poderá ser analisada por uma comissão especial e, em seguida, votada em dois turnos pelo plenário.

Militares

Nesta sexta-feira (8), Maia também ressaltou que o envio à Câmara do projeto de lei que promove mudanças no sistema previdenciário dos militares pode ajudar o governo a destravar as negociações sobre a PEC 6/2019. “O projeto de lei tramita muito mais rápido do que a PEC, mas ele precisa ser enviado para a Câmara”, disse Maia, destacando a cobrança feita por líderes partidários, que defendem a análise conjunta das duas propostas.

O presidente da Câmara disse, no entanto, que há um compromisso firmado com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, de não votar o projeto de lei antes da aprovação da PEC em dois turnos no plenário da Casa.

“Ontem recebi o ministro da Defesa e disse a ele que os miliares podem ter toda tranquilidade que o projeto deles será votado apenas depois da emenda constitucional [da reforma da Previdência] ser aprovada em dois turnos e encaminhada ao Senado Federal”, afirmou Maia, acrescentando que a ideia é que as duas propostas tramitem conjuntamente.

Benefício de Prestação Continuada

Para Rodrigo Maia, mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) devem ficar fora da proposta da reforma da Previdência. “A gente tem que tomar cuidado para não incluir algo que, do ponto de vista fiscal, é nulo e, do ponto de vista político, pode ser mortal para a reforma”, afirmou.

Segundo Maia, à primeira vista, a fórmula do BPC, enviada pela equipe econômica ao Congresso Nacional, “parece uma proposta razoável, interessante. Só que não é isso que a sociedade que está interpretando”. “Acho que tudo que gera dificuldade na comunicação é melhor que não seja tratado”, argumentou.

O BPC, no valor de um salário mínimo, é pago a pessoas com deficiência e idosos que não têm condições de se manter.

*Com informações da Agência Câmara Notícias