Arquivo diário: terça-feira, maio 7, 2024

Grande Ponto - Prefeitura inaugura pavimentação em comunidades de Macaíba

Foto: Reprodução

A Câmara Municipal dos vereadores aprovou nesta terça-feira(07) as contas da gestão do ex-prefeito Fernando Cunha. As contas analisadas foram dos exercícios 2013 e 2014. Todos os vereadores da base aliada do prefeito Emídio Júnior e oposição votaram pela aprovação.

 

Foto: Reprodução

Ana Paula, de 12 anos, atleta de jiu-jitsu, em Natal, foi vítima de bullying nas redes sociais. A mãe da menina comemorou, no último domingo (6), nas redes sociais, a vitória da filha, que foi campeã infantil B faixa cinza-branco, categoria até 40 kg. A conquista de Ana Paula, porém, não foi o maior destaque. “É um rato, é?”, comentou um internauta. Segundo a família, essa não é a primeira vez que ela é vítima de preconceito devido à aparência.

Ana Paula nasceu com a síndrome de Treacher Collins, a mesma condição do personagem Auggie, do filme “Extraordinário” e é uma rara condição genética que acomete uma pessoa a cada 50 a 70 mil nascidos vivos. A Síndrome de Treacher Collins ou disostose mandibulofacial apresenta-se com deformidades crânio-faciais, tendo expressão e severidade variáveis. É uma malformação congênita que envolve o primeiro e segundo arcos branquiais.

O bullying não é uma novidade para Ana Paula. Mas a atleta de 12 anos, e com mais de 16 medalhas, hoje aprendeu a superar tudo, inclusive o preconceito. Mas nem sempre é fácil. Muitas vezes ela chegou a dizer que não queria “nascer desse jeito”, aprendeu que, na verdade, ela não é o que as pessoas falam.

Para a avó Edilene Silva, a neta é um exemplo de força e vitória. Mas ela faz o apelo para que palavras de preconceito não se repitam.

Com informações do Portal Ponta Negra News

Secretário de Administração Penitenciária, Helton Edi Xavier - Foto: Seap / Reprodução

Foto: Reprodução

O secretário estadual de Administração Penitenciária, Helton Edi Xavier, admitiu nesta segunda-feira (6) ter se reunido com um preso apontado como uma das principais lideranças de uma facção criminosa com atuação no Rio Grande do Norte.

Segundo o secretário, o encontro aconteceu em janeiro do ano passado na sede da Polícia Federal com José Kemps Pereira de Araújo, mais conhecido como Alicate. Helton Edi Xavier relatou o encontro durante entrevista à 94 FM após a presidente do Sindicato dos Policiais Penais, Vilma Batista, revelar o encontro e pedir publicamente explicações do secretário.

Na ocasião, Kemps havia acabado de ser preso após passar mais de seis meses foragido. Ele foi recapturado em Goiana (PE) e trazido para Natal. Ele ficou na sede da PF até aguardar transferência para uma unidade prisional. Depois da conversa com o secretário, o preso foi transferido para a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, onde ficou até março, quando eclodiram ataques criminosos no RN e Alicate acabou transferido para um presídio federal.

Helton Edi Xavier afirmou que se reuniu com Alicate após ser avisado pela área de inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária de que o preso era “perigoso”. O secretário disse que, diante dessa informação, resolveu encontrar o detento para avisá-lo sobre as regras do sistema prisional potiguar.

“Eu acho que eu fui cumprir meu papel de secretário. Ele é liderança de quê? Ele é liderança lá fora. Dentro da cadeia, ele é preso e tem que obedecer aos critérios de disciplina e os protocolos dentro da cadeia. Tem que parar de chamar esse povo de liderança. Eu fui visitá-lo realmente e fui para dizer isto: que ele é liderança lá fora. Que lá dentro ele tem que cumprir os protocolos de segurança e disciplina, para que ele pudesse se adequar às regras do sistema”, afirmou o secretário.

O secretário afirmou que resolveu fazer a reunião com o preso porque havia um temor de servidores da volta da liderança ao sistema prisional.

“Eu acho que era minha obrigação fazer isso, porque o pessoal do próprio sistema estava preocupado com o retorno desse cidadão para dentro do sistema. Eu não fui me apresentar. Eu fui dizer a ele que ele tinha de respeitar todas as regras de dentro da cadeira. Ele não é um preso especial”, afirmou.

Portal 98 FM

 

Foto: Adriano Abreu

Os postos de combustíveis de Natal voltaram a elevar os preços nesta primeira semana de maio, chegando a R$ 6,59 o litro da gasolina em boa parte dos estabelecimentos e a R$ 5,29 o etanol. A atualização dos valores ainda estava em andamento nesta segunda-feira (6) em alguns dos postos. A medida não segue nenhuma grande alteração nas refinarias ou fatores externos que possam ter influenciado.

A elevação nos postos acontece após uma breve redução dos preços promovida por eles próprios nas últimas semanas. “Eu percebi que está cerca de 30 centavos mais cara a gasolina nos últimos dias. Isso interfere no planejamento das contas no mês porque eu uso a minha moto para o trabalho e a gente sabe que o salário não acompanha essas mudanças”, comentava o mobilizador social, Francimário Gomes, ao abastecer em um posto de combustível na zona Leste da capital.

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos/RN) não se posiciona sobre os preços praticados pelos empreendedores do setor, mas o presidente da entidade, Maxsuel Flor, faz uma observação particular sobre o comportamento do mercado no último mês. “O que eu observo é que, desde meados do mês passado houve algumas reduções pontuais por parte de alguns revendedores que foram baixando seus preços e por iniciativa própria mesmo, uma vez que não tivemos redução das distribuidoras nem das refinarias”, conta.

Maxsuel explica que isso pode ter ocorrido como estratégia das empresas do ramo para atrair consumidores. “Penso eu que foi na tentativa de aquecer as vendas, de tentar bater suas metas junto às distribuidoras também, no caso desses postos que têm bandeira. Com isso, na virada do mês, a gente percebeu, de fato, que teve uma readequação com alguns postos voltando a praticar os preços que estavam em vigor antes dessa redução”, relata.

No seu último levantamento semanal finalizado sábado passado (4), quando parte dos postos ainda não tinham modificado as tabelas, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) identificou que Natal estava com o terceiro menor preço médio da gasolina entre as capitais, sendo também o terceiro menor das nordestinas. O preço médio ficou em R$ 5,59 para o litro da gasolina, variando de R$ 5,39 a R$ 5,99 e de R$ 4,34 (de R$ 3,89 a R$ 5,19) para o etanol nos postos pesquisados.

Esses estabelecimentos são abastecidos pela refinaria potiguar Clara Camarão, da 3R Petroleum, ou por refinarias da Petrobras nos estados vizinhos. No Rio Grande do Norte, a 3R Petroleum segue o mercado internacional e, no mês passado, promoveu três acréscimos consecutivos para o litro da gasolina tipo A, gerando uma diferença de 23 centavos em comparação com a última semana de março. Na última atualização em 1º de maio, o preço da Gasolina A ficou estável mantendo-se em R$ 3,48 sendo que, em 4 de abril, custava R$ 3,35. Neste caso, considerando a passagem do mês, a diferença fica em 13 centavos.

A 3R informou que necessita importar gasolina, de forma a não desabastecer os postos do Estado, uma vez que a Refinaria Clara Camarão não detém capacidade para produzi-la. “Assim, a Companhia o adquire no mercado ao preço de referência internacional, que é sensível a flutuações do dólar, a variações do Brent e a custos logísticos incidentes até a chegada do produto aos postos. Portanto, o preço encontrado pelo consumidor nas bombas reflete toda uma cadeia de produção inescapavelmente conectada às cadeias globais de valor em que a Companhia está inserida”, informou.

O terminal da Petrobras mais próximo do Rio Grande do Norte está em Cabedelo, na Paraíba. De acordo com a última atualização na tabela em 1º de abril, a Petrobras está comercializando a Gasolina pelo valor de R$ 2,70, ou seja, uma diferença de R$ 0,78 em comparação com a 3R.

Neste ano, em todo o país, os preços dos combustíveis estão praticamente estáveis, reflexo da nova política da Petrobras que, há um ano, vem realizando ajustes pontuais com os clientes, dependendo do mercado. A estatal é responsável por 80% do mercado nacional e o último reajuste linear que fez em relação à gasolina foi em 21 de outubro do ano passado, e do diesel, em 27 de dezembro. Por essa razão, em relação ao mercado internacional que a companhia deixou de usar como referência, os preços nas suas refinarias registram defasagem de 18% e 7%, respectivamente.

BOX
Preço médio da gasolina RN

Até 04 de maio
R$ 5,59 (de 5,39 a R$ 5,99)

Até 27 de abril
R$ 5,85 (de R$ 5,49 a R$ 6,19)

Até 20 de abril
R$ 5,90 (de R$ 5,61 a R$ 6,09)

Até 13 de abril
R$ 6,08 (de R$ 5,71 a R$ 6,39)

Até 06 de abril
R$ 6,15 (de R$ 5,57 a R$ 6,39)

Até 30 de março
R$ 6,17 (de R$ 5,77 a R$ 6,39)

Fonte: ANP

Tribuna do Norte

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Macaíba no Ar (@macaibanoar)

 

A enfermeira Luciana Barbosa, esposa do vice-prefeito Netinho França, rebateu a declaração do prefeito Emídio Júnior, após o chefe do Executivo afirmar durante entrevista ao Site Poti que o rompimento com o vice-prefeito foi um “livramento”. Em um vídeo postado nas redes sociais, Luciana Barbosa lembra quando estava a frente da Unidade de Pronto Atendimento de Macaíba e sendo ela a responsável pela organização daquela unidade de saúde.

Ex-diretora do Hospital Regional de Santo Antônio, Luciana Barbosa, desenvolveu um excelente trabalho na UPA, fruto de sua experiência e de sua currículo, o que vinha lhe rendendo elógios dentro e fora da prefeitura, mas o trabalho de Luciana acabou gerando ciúmes dentro do alto escalão, principalmente na secretaria de Saúde, pasta alvo de críticas devido a situação das unidades básicas de saúde. Confira as revelações de Luciana Barbosa e como se deu sua saída da Unidade de Pronto Atendimento.