Motorista confundido com assaltante é pedido em casamento ao vivo; advogado será o padrinho

O motorista por aplicativo José Hellynton, que foi baleado e preso ao ser confundido com um bandido durante uma troca de tiros com a PM em Natal, esteve no programa “A vida Como ela É” nesta segunda-feira (13), na 96 FM, para contar todos os detalhes do sofrimento pelo qual ele passou nas mãos dos bandidos, no hospital após ser baleado e no presídio.

Ao final do programa, emocionado após contar todos os momentos de terror e sofrimento aos ouvintes, José Hellynton ainda foi pedido em casamento por sua noiva, Thuísa, que convidou um dos advogados do caso e apresentador do programa, Dr. Cyrus Benavides, para ser o padrinho do casamento. O advogado, por sua vez, aceitou de pronto o convite.

Thuísa já havia feito o mesmo pedido enquanto Hellynton esteve detido no presídio de Ceará-Mirim, na Grande Natal. Ela enviou um bilhete pelo advogado Cyrus Benavides, que transmitiu a mensagem ao motorista preso. A resposta foi afirmativa.

“Eu quero casar com você, mas eu tenho que te pedir, porque você não pede”, brincou a noiva durante o programa de rádio nesta segunda-feira (13). “Amor, você quer casar comigo?”, emendou Thuísa, recebendo um “aceito” da parte de José Hellynton.

O CASO

A história do motorista de aplicativo ganhou bastante repercussão em todo o Rio Grande do Norte pela situação dramática vivida pela vítima. Ele foi sequestrado por bandidos no dia 19 de julho, em Natal, enquanto trabalhava como motorista.

Ao ser chamado via aplicativo para uma corrida, José Hellynton foi surpreendido por criminosos que anunciaram o assalto e o sequestraram para a realização de um arrastão. Ao receber a denúncia, a Polícia Militar interceptou o veículo na avenida Amintas Barros e, durante uma troca de tiros intensa, o dono do veículo foi atingido por dois disparos.

Após o ocorrido, ele passou por cirurgia, ficou hospitalizado sob custódia da polícia e depois foi transferido para o presídio. Ao todo foram 53 dias de terror vivido pelo motorista, que já está em liberdade e agora cuidará dos preparativos para o tão sonhado casamento.

Após o susto, ele diz que não quer mais seguir na profissão de motorista de aplicativo. Agora, todas as suas atenções serão voltadas para outro sonho, o de ser médico veterinário.

Grande Ponte

Administrador