Governo Fátima sofre derrota na ALRN; saiba como votaram os deputados contra o aumento de ICMS

Foto; Assessoria ALRN

O governo Fátima Bezerra (PT) sofreu uma grande derrota na Assembleia Legislativa. Fátima encaminhou um projeto de lei para que o Imposto sobre Circularia de Mercadoria e Serviços (ICMS) aumentasse a partir do próximo ano para 20%. A atual alíquota vai até 31 de dezembro deste ano, a partir de janeiro, o ICMS baixa para 18%, conforme havia sido acordado ano passado entre o governo e a Assembleia.

Na Comissão de Finanças, o projeto de lei não teve maioria, hoje (12) foi analisado um recurso da bancada do PT para que o PL tivesse continuidade na Casa Legislativa, mas a maioria dos deputados derrotaram o recurso e consequentemente o projeto de lei.

Fátima tentou de todas as forma ter maioria para aprovar o projeto, mas somado os votos da oposição, bloco independente e também de um dos deputados da base, o projeto foi derrotado por 14 a 2. Foram 14 deputados contra o aumento de ICMS, 2 se abstiveram e outras 6 estavam no plenário, mas não votaram.

Saiba como votou cada deputado

Contra o aumento

Adjuto Dias (MDB)

Coronel Azevedo (PL)

Cristiane Dantas (SD)

Dr. Kerginaldo (PSDB)

Galeno Torquato (PSDB)

Gustavo Carvalho (PSDB)

Hermano Morais (PV)

José Dias (PSDB)

Luiz Eduardo (SD)

Neilton Diogenes (PP)

Nelter Queiroz (PSDB)

Taveira Júnior (União Brasil)

Terezinha Maia (PL)

Tomba Farias (PSDB)

Se abstiveram

Francisco do PT (PT)

George Soares (PV)

Não votaram

Divaneide Basílio (PT)

Dr. Bernardo (PSDB)

Ubaldo Fernandes (PSDB)

Isolda Dantas (PT)

Eudiane Macedo (PV)

Ezequiel Ferreira (PSDB) Presidente da ALRN

Ausentes

Kleber Rodrigues (PSDB)

Ivanilson Oliveira (União Brasil)

Administrador