Descrição do autor

Administrador

Requerimento de criação da CPI do Ministério da Educação, destinada a investigar as denúncias de corrupção e tráfico de influência no Ministério da Educação (MEC), é protocolado na Secretaria Geral da Mesa do Senado.   Autor do requerimento, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acompanhado de outros parlamentares, concede entrevista para informar sobre possíveis novas adesões ao pedido e para esclarecer sobre a estruturação e o desenvolvimento dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito a partir de sua instalação.  A comissão parlamentar conta com 31 assinaturas de senadores, quatro a mais do que o mínimo necessário ao registro do pedido de instalação. O parlamentar afirma que espera conseguir mais apoios nos próximos dias.   Participam: deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP); senador Jean Paul Prates (PT-RN); senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP); deputado Ivan Valente (PSOL-SP); senador Jorge Kajuru (Podemos-GO),  Foto: Pedro França/Agência Senado

Foto: Pedro França/Agência Senado

Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Jean Paul Prates (PT-RN) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) protocolaram nesta terça-feira (28) o requerimento de instalação de uma CPI para investigar suspeitas de corrupção no Ministério da Educação. Até o início da tarde, o documento contava com 30 assinaturas, três além das 27 exigidas pelo Regimento Interno do Senado.

Segundo Randolfe, a expectativa é de que o requerimento seja lido no Plenário da Casa até a próxima quinta-feira (30). O senador espera que a comissão parlamentar de inquérito seja instalada na última semana antes do recesso parlamentar de julho ou na primeira semana de agosto.

— O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, é um constitucionalista e sabe que CPI é direito constitucional de minoria. Para ser instalada, precisa de apenas três requisitos: número de assinaturas, fato determinado e tempo de funcionamento. Os três estão contidos aqui. O presidente Pacheco foi claro em dizer que cumpriria a Constituição e o Regimento Interno do Senado. Minha expectativa é de que, nas próximas 48 horas, este requerimento seja lido pela Mesa do Senado — afirmou.

Em entrevista coletiva concedida logo após o protocolo na Secretaria-Geral da Mesa, Randolfe Rodrigues disse estar confiante na manutenção das assinaturas no requerimento. Eventuais retiradas de apoio podem ocorrer até a meia-noite desta terça-feira. Segundo o senador, outros três parlamentares se comprometeram a assinar o documento.

— É um requerimento robusto, mostrando que há um desejo no Senado de que este esquema escandaloso que se instalou no Ministério da Educação seja investigado. Não há dúvidas de que se instalou uma quadrilha no Ministério da Educação. Os indícios são fortes de que os esquemas desta quadrilha chegam até o Palácio do Planalto — afirmou.

O movimento pela instalação de uma CPI ganhou força após a prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro pela Polícia Federal. Detido no dia 22 de junho, ele foi liberado no dia seguinte por decisão da Justiça. Ribeiro deixou a pasta em março, após admitir que o Poder Executivo priorizava o repasse de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) a prefeituras indicadas pelos pastores evangélicos Gilmar Santos e Arilton Moura.

Segundo Randolfe, o presidente Jair Bolsonaro “tem medo” de eventuais declarações de Milton Ribeiro, Gilmar Santos e Arilton Moura. Por isso, ainda de acordo com o parlamentar, o chefe do Poder Executivo interfere no inquérito da Polícia Federal.

— A investigação em curso conduzida pelo delegado Bruno Calandrini [da Polícia Federal] e pelo Ministério Público Federal está sob forte intervenção e forte ameaça. Desde a semana passada, é de conhecimento de todos, em áudio do próprio senhor Milton Ribeiro, que o presidente da República interveio de forma clara para impedir que a investigação avançasse, em um claro crime de obstrução às investigação e de uso de informações privilegiadas — disse Randolfe.

O parlamentar lista outros três “elementos” para reforçar a tese de que a investigação está sob ameaça.

— Primeiro: mesmo a Polícia Federal tendo uma aeronave disponível, a transferência do senhor Milton Ribeiro para Brasília não ocorreu. Segundo: por que até o dia de hoje o celular apreendido do senhor Milton Ribeiro não foi entregue para perícia? Terceiro: está sendo organizada uma ação para substituir o delegado Bruno Calandrini da condução destas investigações — afirmou.

Durante a entrevista coletiva, o senador Jean Paul Prates rebateu as críticas de que a CPI estaria sendo motivada por interesses eleitorais ou de perseguição a evangélicos.

— Não é eleitoral e não é antievangélica. Ao contrário: é antieleitoreira e é pró-evangélicos. Tanto na área da saúde quanto na área da educação, esse governo constituiu gabinetes paralelos. Essas pessoas, o que menos importa é elas serem pastores, padres ou o que for. O que importa é que são picaretas. São estelionatários que têm, dentro do governo, seus correspondentes corruptos passivos e aliciadores do orçamento público — disse.

Para o senador Jorge Kajuru, as denúncias de irregularidade no Ministério da Educação expõem a corrupção na atual gestão do Poder Executivo.

— Eu fui o primeiro a dizer que, a qualquer momento, iria se desmascarar a costumeira declaração do presidente Jair Bolsonaro de que no governo dele não tem corrupção. No governo dele não tem é investigação, porque ele não permite. Quem deve teme. Esta CPI é mais uma chance para mostrar. Quem é minimamente sério não pode ser contra esta CPI. CPI não tem hora. CPI tem que ter é motivo. E aqui, ela tem de sobra — afirmou Kajuru.

Requerimento

Segundo o requerimento, a CPI deve ser composta por 11 titulares e 11 suplentes. O objetivo é apurar as irregularidades e crimes praticados na destinação das verbas públicas do Ministério da Educação e do FNDE. A investigação tem um limite de despesas estimado em R$ 90 mil.

De acordo com o documento, o Ministério da Educação “se viu envolto em uma rede de corrupção”. O então ministro Milton Ribeiro, segundo o texto, “priorizava amigos de dois pastores a pedido do presidente da República” na destinação de verbas públicas. “Os fatos narrados são gravíssimos e merecem ser rapidamente apurados pelo Senado para que as responsabilidades, inclusive criminais ou de índole político-administrativa, sejam finalmente atribuídas”, destaca o requerimento.

O documento denuncia a existência de “um verdadeiro balcão de negócios”, em que verbas destinadas à educação ficavam “nas mãos de agentes estranhos ao Estado” e serviam de “moeda de troca para angariar apoio político e ganhos indevidos”.

O requerimento sugere a investigação e “o enquadramento da conduta” de Milton Ribeiro e do presidente Jair Bolsonaro pelo eventual cometimento dos crimes de peculato; emprego irregular de verbas ou rendas públicas; corrupção passiva; prevaricação; e advocacia administrativa. No caso dos pastores evangélicos Gilmar Santos e Arilton Moura, o documento faz referência aos crimes de tráfico de Influência; corrupção ativa; e usurpação de função pública.

Agência Senado

Ônibus da linha M foi assaltado na tarde desta terça-feira (28) na BR-304 em Macaíba. De acordo com relato de uma das passageiras do transporte intermunicipal, o assaltante subiu no ônibus como fosse passageiro, ao chegar na região do distrito industrial, o criminoso armado anunciou o assalto e iniciou o arrastão. Roubou não somente o caixa do ônibus, como também celulares, bolsas e relógios dos passageiros.

Chegando próximo a um posto de combustível em Parnamirim, o criminoso desceu do veículo. Um comparsa já o esperava.

O influencer Carlinhos Maia parece, cada vez mais, que está disposto a tudo mesmo para aparecer. Depois do roubo ao apartamento dele, onde bandidos teriam levado mais de R$ 5 milhões em condições ainda misteriosas, o produtor de conteudo digital agora apareceu pelado nas redes sociais, em “nude” vazado, justamente, pelo marido dele, Lucas Guimarães.

A foto, segundo Lucas, foi postada “sem querer” nesta segunda-feira (27). Por isso, logo surgiram as ironias nas redes sociais de que seria mais uma jogada para que Carlinhos volte ao destaque.

Apesar da foto ter sido deletada rapidamente, não demorou muito para que a imagem começasse a circular nas redes sociais. Vale destacar, que essa não é a primeira vez que um nude do influenciador digital cai na web.

Portal 96 FM

Após uma vasta programação junina na zona rural do município promovida, de forma inédita, pela Prefeitura, gestão Emídio Jr. e Netinho França, durante todos os finais de semana do mês de junho, o São João do Povo de Macaíba desembarca na zona urbana com intensa programação a ser realizada durante nove dias consecutivos. Os cenários serão a Praça Paulo Holanda Paz (Pista Nova) e o Ginásio Edílson Albuquerque.

A programação da zona urbana terá início já na próxima sexta-feira, 1º de julho, na Praça Paulo Holanda Paz, com shows de Edyr Vaqueiro e Giannini Alencar. Na sequência, entre o sábado (2) e a terça (5), vem o Arraiá Quatrocentão, maior festival de quadrilhas do Rio Grande do Norte, que acontecerá pela primeira vez em Macaíba, em parceria com a TV Ponta Negra. O festival será realizado no Ginásio Edílson Albuquerque.

Na quarta-feira (6), a programação retorna à Praça Paulo Holanda Paz e se estende até o sábado (9), com shows de Daysinha e Circuito Musical. Na quinta-feira (7), é a vez dos grupos Forro Meirão e Brasas do Forró. Na sexta-feira (8), quem protagoniza o São João do Povo de Macaíba é a cantora Solange Almeida, sendo precedida pela apresentação do Forró dos 3. O encerramento será na noite do sábado, com os shows de Segundo Sanfoneiro e de Taty Girl. Os eventos estão previstos para começar a partir das 20h.

O São João do Povo de 2022 é o maior festejo junino já realizado em Macaíba. Mais do que celebração, festejar o São João e os outros santos juninos após o período de pandemia significa estimular a economia local, aquecer vendas em diversos setores do comércio macaibense, como vestuário, calçados e acessórios, além de serviços como táxis, mototáxis e corridas por aplicativos, gerando renda extra e vários empregos temporários.

 

Mais uma vez o Governo Fátima Bezerra (PT) se “esqueceu” de citar uma informação básica sobre as obras da Barragem de Oiticica. Na véspera de inaugurar as casas da Nova Barra de Santana, para onde serão relocadas as famílias da região que será inundada pelo projeto, a gestão da petista simplesmente decidiu ignorar a informação de que a iniciativa só está saindo do papel graças aos recursos federais. À administração potiguar coube apenas a execução da obra.

Nas redes sociais, o perfil oficial do Governo potiguar publicou recentemente um vídeo publicitário divulgando a inauguração das casas para esta quinta-feira (30). O material é totalmente dedicado apenas a atuação do Executivo estadual, sem nenhuma citação aos recursos federais que permitiram o projeto.

Apenas na gestão do presidente Jair Bolsonaro, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, as obras para a Barragem de Oiticica receberam mais de R$ 300 milhões.

Portal Grande Ponto

Lucas Viana é hospitalizado por uso de cigarro eletrônico: 'Me faltou ar' -  Emais - Estadão

Neste domingo, 26, Lucas Viana influenciador digital revelou que passou mal durante um evento e foi hospitalizado. Por meio das redes sociais, ele contou que teve mal-estar por causa do cigarro eletrônico.

“Acabei de sair do pronto-socorro. Estava na festa e, de repente, me faltou ar de um jeito surreal. Não vinha nada, parecia que estava entupido de saliva. Não sei explicar… Eu tentava puxar [o ar]. Fui socorrido por uma ambulância e ali já começaram a me dar um aparelho de oxigênio. Tudo isso aconteceu por conta de cigarro eletrônico, vape”, disse o influenciador, nas redes sociais.

O influenciador ainda disse iria jogar fora todos os vapes (nome de costume para o cigarro eletrônico) que possui e alertou os seguidores.

“A gente nunca acha que vai acontecer com a gente. Hoje, foi comigo, mas amanhã pode ser com você. Isso, a partir de hoje não fará mais parte da minha vida. Fica o alerta aí, porque o negócio é sério. A sensação é de que parece que você vai morrer”, disse Lucas Viana, nas redes sociais.

Agora RN

Polícia Militar esteve no local do crime, mas não localizou nenhum dos suspeitos. — Foto: Cedida

Foto: Cedida

Um homem foi morto a tiros nesta segunda-feira (27) em Macaíba, na Grande Natal. Thiago Fernando Cordeiro da Silva, de 30 anos, voltava pra casa após trabalhar quando foi surpreendido por dois criminosos. Após disparar contra a vítima, os bandidos fugiram sem levar a motocicleta que era conduzida pela vítima no momento do crime.

O caso ocorreu na noite desta segunda na avenida Enoque Garcia, em Macaíba. Thiago foi cercado por dois homens que se aproximaram em uma motocicleta. De acordo com a Polícia Militar, a vítima tentou correr numa tentativa de se livrar dos tiros, mas não resistiu aos disparos e morreu no local.

Foto: UFRN

Começam hoje (28) as inscrições para o segundo processo seletivo de 2022 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os candidatos às vagas que serão oferecidas pelas instituições públicas de ensino superior deverão ficar atentos porque o prazo é curto, e terminará no dia 1º de julho.

A consulta para as vagas neste segundo processo seletivo teve início no dia 15, por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. Para acessá-lo, clique aqui.

Por meio da consulta, é possível visualizar as vagas ofertadas por modalidade de concorrência, cursos e turnos, instituições e localização dos cursos. Também é possível acessar a íntegra do documento de adesão de cada uma das instituições que aderiram ao Sisu.

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC) no qual as instituições públicas de educação superior, sejam elas federais, estaduais ou municipais, oferecem vagas a serem disputadas por candidatos inscritos em cada edição da seleção.

Exigência

Para participar do Sisu será exigido do candidato que tenha realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2021, obtido nota superior a zero na prova de redação e não tenha participado do Enem na condição de treineiro.

O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 6 de julho. A matrícula ou registro acadêmico devem ser feitos de 13 a 18 de julho. Já o prazo para os interessados manifestarem interesse em participar da lista de espera será de 6 a 18 de julho.

Os candidatos são selecionados para as opções de cursos indicados no ato de inscrição, de acordo com a melhor classificação de nota obtida na edição mais recente do Enem, que, nesta edição, será a de 2021.

Agência Brasil

A pesquisa RealTime Big Data também ouviu os eleitores sobre a eleição para o Senado. Ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT) tem 26% das intenções de voto em pesquisa estimulada. O ex-ministro Rogério Marinho (PL) tem 22%. O deputado federal Rafael Motta (PSB) soma 13% da intenções.

Ney Lopes (PMB) aparece com 3%; Freitas Júnior (Psol) tem 1%. Já Dário Barbosa (PSTU) não foi citado. Brancos e nulos correspondem a 19%; e não souberam ou não responderam, 16%.

A pesquisa realizada pelo instituto RealTime BigData e encomendada pela Record TV/TV Tropical consultou 1.500 pessoas, entre os dias 25 e 27 de junho, e está registrada como RN-01637/2022.

Portal da Tropical

Homem é assassinado a tiros na avenida Enock Garcia (Lagoa Grande), em Macaíba. O crime aconteceu no final da tarde desta segunda-feira (27), quando o homem trafegava de motocicleta e foi assassinado. De acordo com informações iniciais, o assassino do homem ainda não identificado, estaria em uma motocicleta com outro suspeito.

Ainda de acordo com informações iniciais, o homem antes de morrer ainda correu por alguns metros, mas não resistiu e morreu no local. O local do crime foi isolado e a polícia militar aguarda a chegada do Instituto Técnico-Cientifico de Perícia.

Fique ligado no que acontece em Macaíba seguindo no Instagram www.instagram.com/macaibanoar

 

 

Um padeiro foi esfaqueado e morto na padaria onde trabalhava em João Câmara, no Agreste potiguar, nesta segunda-feira (27). De acordo com a Polícia Militar, o principal suspeito do crime é o dono do estabelecimento, que teria se desentendido com o padeiro após ele chegar atrasado no trabalho.

A vítima foi identificada como Francisco Rogério Dantas, de 45 anos. Ele foi atingido com dois golpes de faca, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A Polícia Militar informou que, segundo testemunhas, patrão e empregado teriam se desentendido ainda nesta segunda-feira por conta de atrasos no horário de chegada da vítima.

Após serem acionados, os militares já encontraram a vítima sem vida no estabelecimento. O proprietário fugiu.

O local do crime foi isolado pela Polícia Militar e o crime será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa Polícia Civil (DHPP).

G1 RN

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, do Solidariedade, anunciou, em entrevista ao programa Meio Dia RN com BG, que vai apoiar a candidatura do ex-deputado e ex-vice-governador Fábio Dantas para governador. Dantas é o candidato do Solidariedade.

O prefeito disse que depois de arrumar a casa e colocar os salários em dia, seu foco no segundo semestre será a campanha eleitoral e que a prioridade será eleger candidatos com serviços prestados à segunda maior cidade do estado.

Allyson Bezerra acredita que o Solidariedade elegerá um ou dois deputados federais e quatro deputados estaduais, devendo ampliar a bancada na Assembleia Legislativa, destaca o Blog do BG.

A quinta rodada da pesquisa feita pelo Instituto FSB e divulgada nesta segunda-feira (27/6) mostra que as intenções de voto para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno caíram. No levantamento anterior, do dia 13 de junho, o petista tinha 44% e, agora, aparece com 43% na versão estimulada – quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados.

Por sua vez, o presidente Jair Bolsonaro (PL) cresceu, de 32% para 33%. Em terceiro lugar, Ciro Gomes (PDT) também oscilou, de 9% para 8%. Simone Tebet (MDB) passou de 2% para 3%. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Os entrevistados que disseram não votar em nenhuma das opções somam 7%; indecisos são 3% dos entrevistados.

Encomendado pelo banco BTG Pactual, o levantamento entrevistou 2 mil pessoas entre sexta-feira (24/6) e domingo (26/6). A margem de erro é de dois pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-05022/2022.

Metrópoles

O diretor da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), Max Lacerda reuniu-se com representantes da Secretaria de Educação do município de Macaíba, na manhã dessa sexta-feira (24). O objetivo do encontro, realizado na EAJ, foi iniciar um projeto voltado para escolas de regiões vulneráveis do município, visando despertar vocações para as ciências agrárias, em alunos do ensino fundamental.

Segundo o diretor da EAJ, a ideia surge para atender a um grupo de pessoas que vive em condições socioeconômicas tão precárias que fica marginalizado até mesmo de ações afirmativas que são realizadas no país e no Estado. Nossa Escola atua em todo o RN, mas estamos localizados em Macaíba e é preciso olhar para o território. No município, temos gente com renda familiar abaixo de um salário mínimo e esse público não está aqui na Escola, nem se vê capaz de estar”, analisa.

O secretário adjunto de Educação de Macaíba, Ademar Teixeira Júnior, disse que o interesse em um trabalho conjunto como esse, já existia, por parte do município. “Temos o sonho de que, lá na frente, Macaíba se torne referência em Educação e essas parcerias são muito importantes. Isso era um desejo nosso”, pontuou.

A ação deverá utilizar a estrutura de laboratórios da EAJ para complementar as atividades e ser suporte para conteúdos direcionados a alunos do 9º ano e, para isso, um grupo de trabalho envolvendo professores da EAJ e representantes do município iniciará o planejamento do projeto piloto.

Também participaram da reunião: Juliana Pinheiro Magro, coordenadora de Formação Permanente e Karina Dantas, coordenadora de Projetos Especiais, ambas da Secretaria Municipal de Educação de Macaíba e o professor Paulo Macêdo.

Um motorista de ônibus precisou ter seu “momento de herói” e evitou um assalto na linha 60, no bairro Pajuçara, nesse domingo (26).

Ao notar a ação suspeita de um homem, o condutor do transporte se deu conta que se tratava de um bandido e parou o veículo.

Diante de gritos e xingamentos, o assaltante ficou acanhado e acabou tendo que fugir do veículo.

Segundo relatado por passageiros, não é a primeira vez que a situação acontece na região.

96 FM