Descrição do autor

Administrador

No sentido de oportunizar a emissão de documentos de identidade no município, a Prefeitura acaba de celebrar um convênio com o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP/RN). A assinatura do documento se deu no início desta segunda-feira (10/05), quando o prefeito Emídio Jr. se reuniu com a secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Raquel Rodrigues, e seu adjunto, Eriberto Freire, em seu gabinete no Palácio Auta de Souza.

Com o convênio celebrado, será possível a emissão de documentos de identidade na sede da pasta de Trabalho e Assistência Social, que fica ao lado da Prefeitura. Uma medida que irá facilitar a vida dos cidadãos, que não precisarão mais se deslocar até a capital para conseguir esse tipo de documentação. A previsão é que o serviço comece a funcionar ainda neste mês de maio.

 

Através do vice-prefeito Netinho França e dos vereadores, Luizinho, João de Damião e a vereadora Ismarleide, o deputado federal Rafael Motta destinou para Macaíba uma emenda no montante de um milhão de reais.

Em reunião com o prefeito Emídio Jr., que ocorreu hoje (segunda feira, 10 de maio) na Prefeitura de Macaíba, o deputado confirmou a emenda para ajudar no desenvolvimento da cidade.

Serão R$ 700 mil para saúde e R$ 300 mil para investimentos de acordo com as necessidades da administração.

Assessoria

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Andrei Torres/ABC

 

Após marcar 3 gols na goleada do ABC contra o Força e Luz neste domingo (09), na vitória do Alvinegro por 6 a 1, o atacante Wallyson pediu música no Fantástico, no quadro apresentado por Tadeu Schimitd. A música escolhida pelo craque abecedista foi o “Hit dos Pintas”, da Banda Grafith.

Com a vitória, o ABC assumiu a liderança do segundo turno do Campeonato Potiguar, com 100% de aproveitamento. Vitinho (2) e Éderson completaram a vitória. Vinicius, de pênalti, marcou para o Força e Luz.

Com informações do Portal Grande Ponto

 

 

 

 

Foto: Marinha dos EUA via Reuters

A Marinha dos Estados Unidos apreendeu um grande carregamento ilícito de armas no Mar da Arábia, anunciou a Quinta Frota da Marinha americana.

Entre os armamentos apreendidos estão dezenas de mísseis antitanque russos e milhares de rifles de assalto chineses, segundo a frota americana baseada no Bahrein.

A apreensão do arsenal foi feita pelo cruzador de mísseis guiados USS Monterey na quinta-feira (6), perto de Omã e do Paquistão, e divulgada no sábado (8). As fotos foram reveladas no domingo (9).

Segundo a Marinha americana, o carregamento ilícito estava em uma embarcação sem bandeira que navegava em águas internacionais no Norte do Mar da Arábia.

A carga levou dois dias para ser transferida para o USS Monterey e a tripulação foi interrogada, recebeu água e comida e depois liberada, segundo a Marinha americana.

A quantidade de armas apreendida é tão grande que cobriu grande parte da cabine de comando traseira do USS Monterey, que tem 567 pés (173 metros) de comprimento, segundo a CNN.

“O carregamento de armas incluía dezenas de mísseis guiados antitanque russos avançados, milhares de rifles de assalto chineses tipo 56, centenas de metralhadoras PKM, rifles de precisão e lançadores de granadas propelidas por foguete”, segundo comunicado.

A Marinha americana acrescentou que o armamento está sob custódia dos EUA enquanto a fonte original e o destino estão sob investigação.

G1

Um estudo coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com outras instituições de pesquisa constatou uma transmissão mais frequente da covid-19 de adultos para crianças do que de crianças para adultos, em um grupo de voluntários de uma comunidade do Rio de Janeiro. 

Parte das conclusões foram divulgadas hoje (10) pela Agência Fiocruz de Notícias, mas o trabalho será publicado no artigo “A dinâmica da infecção de Sars-CoV-2 em crianças e contatos domiciliares em uma comunidade pobre do Rio de Janeiro”, na revista científica Pediatrics, Official Journal of the American Academy of Pediatrics.

O estudo foi realizado entre maio e setembro do ano passado e contou com um grupo de 667 participantes que viviam em 259 domicílios de uma comunidade pobre do Rio de Janeiro. Entre as pessoas observadas pelos pesquisadores, havia 323 crianças, 54 adolescentes e 290 adultos. Os autores destacam que os resultados referem-se ao local e período específico que foram estudados e também não consideram as novas variantes do SARS-CoV-2 que circulam no país.

Testes PCR e de sorologia (IgG) realizados detectaram que 45 crianças com menos de 14 anos foram infectadas pelo novo coronavírus (covid-19), sendo que 26 delas tiveram contato com um adulto também positivo e 19 com adultos sintomáticos que não consentiram em fazer o teste. A pesquisa observou também uma proporção maior de crianças com menos de um ano infectadas, em comparação com grupos pediátricos de outras idades.

O estudo revela que cerca de um terço do grupo pesquisado havia tido contato com o coronavírus em agosto, enquanto o percentual geral da cidade no mesmo período era de 7,5%.

A hipótese dos pesquisadores era de que, se a transmissão ocorre principalmente de adultos e adolescentes para crianças, eles teriam um pico de prevalência de anticorpos IgG antes das crianças, o que foi confirmado na análise.

“A menos que essas crianças fossem portadoras do Sars-CoV-2 por um longo período, nossos resultados são compatíveis com a hipótese de que elas se infectam por contatos domiciliares, principalmente com seus pais”, diz um trecho do artigo publicado pela Agência Fiocruz de Notícias. “As crianças incluídas no estudo não parecem ser a fonte da infecção de Sars-CoV-2 e mais frequentemente adquiriram o vírus de adultos”.

Os pesquisadores ponderam, entretanto, que os testes foram realizados em um período em que as escolas estavam fechadas no Rio de Janeiro. Desse modo, os adultos podem ter tido um papel de propagador mais importante porque continuaram expostos ao vírus ao sair para trabalhar fora de casa.

O artigo sugere que, em um cenário semelhante ao estudado, “escolas e creches poderiam potencialmente reabrir se medidas de segurança contra a covid-19 fossem tomadas e os profissionais adequadamente imunizados”.

Os cientistas defendem que compreender o papel das crianças na dinâmica de transmissão é de importância fundamental para diversas estratégias de enfrentamento da pandemia, como a reabertura segura das escolas. Além disso, eles alertam que é necessário incluir as crianças nos estudos clínicos de vacinação.

“Se os adultos forem imunizados e as crianças não, elas podem continuar a perpetuar a epidemia. Se no mínimo 85% dos indivíduos suscetíveis precisam ser imunizados para conter a pandemia da covid-19 em países de alta incidência, esse nível de proteção só pode ser alcançado com a inclusão de crianças em programas de imunização, principalmente no Brasil, onde 25% da população têm menos de 18 anos”, diz o artigo.

O estudo foi coordenado pela chefe do Laboratório de Pesquisa Clínica em Doenças Febris Agudas do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), Patrícia Brasil. Além de outros pesquisadores da Fiocruz, participaram do trabalho cientistas da Universidade da Califórnia (UCLA) e da London School of Hygiene and Tropical Medicine (LSHTM).

Agência Brasil

Nesta sexta-feira (07), o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Macaíba se reuniu com o secretário municipal de Esportes e Lazer, Sócrates Garcia, para discutir sobre a reabertura gradual e responsável dos espaços esportivos no município. Dessa forma, a secretaria considera poder administrar melhor a adesão aos protocolos de prevenção à Covid-19 na prática esportiva local.

Durante a reunião foi apresentada a proposta para reabertura da Vila Olímpica, dos ginásios municipais e espaços particulares. De acordo com a proposta, os eventos esportivos deverão seguir protocolos de prevenção à Covid-19, como número limitado de participantes, uso obrigatório de máscara, higienização das mãos, medição de temperatura e distanciamento.

“Reabrindo, a gente administra melhor a questão da prevenção, pois as práticas esportivas estão acontecendo de forma clandestina, e se a gente organizar, ou seja, levar para os espaços que nós temos controle, poderemos administrar melhor a questão da prevenção”, comentou Sócrates.

Após o próximo dia 12 de maio, com o término da vigência do atual decreto estadual, os espaços esportivos poderão reabrir de forma gradual, organizada e fiscalizada, seguindo os protocolos exigidos pelo Comitê. Também participou da reunião a secretária municipal de Saúde, Roberta Guilhermina, membro do Comitê de de Enfrentamento à Covid-19.

O ABC não teve dificuldade para golear o Força e Luz neste domingo. Com três gols de Wallyson, o Alvinegro venceu por 6 a 1 e assumiu a liderança do segundo turno do Campeonato Potiguar, com 100% de aproveitamento. Vitinho (2) e Éderson completaram a vitória. Vinicius, de pênalti, marcou para o Time Elétrico.

Com seis pontos, o ABC abre vantagem para o rival América-RN, segundo colocado, com quatro. Santa Cruz e Potiguar vêm na sequência, com três pontos. O Força e Luz, que tem um ponto, é o quinto colocado.

O Força e Luz volta a campo na quarta-feira, às 15h, contra o Santa Cruz de Natal, novamente no Frasqueirão. No mesmo local, mas na quinta-feira, o ABC encara o Palmeira, às 15h30.

Globo Esporte

Foto: Elisa Elsie

O ex-vice governador do Rio Grande do Norte, Fábio Dantas, criticou o investimento de R$ 11 milhões realizado pelo Governo do RN para a reforma e ampliação do Espaço Cultural João Paulo II, mais conhecido como “Papódromo”, localizado no Centro Administrativo, em Natal.

Segundo ele, o dinheiro deveria ser investido em ações voltadas para a pandemia. “Enquanto isso faltam leitos de UTI e ações de apoio aos micro e pequenos empreendedores, mesmo dessa área ou mesmo preparar as escolas para o retorno das aulas, sem falar nas rodovias estaduais que estão um caos”, disse.

Fonte: Portal Grande Ponto

 

A taxa de transmissibilidade [R(t)] da covid-19 geral do Rio Grande do Norte é de 0,74, o que é considerado como zona segura dentro dos parâmetros estabelecidos.

Há três semanas, no dia 17 de abril, o RN tinha 121 cidades taxa superior a 1,03 (zona de risco) ou maior que 2,00 (zona de perigo), hoje são 60 municípios nestas condições, segundo dados do LAIS/UFRN.

A maior parte do Rio Grande do Norte está em área segura, com a taxa de transmissibilidade menor ou igual a 1,00. A população inserida nesta zona é de 2.514.869, segundo o Lais. Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba e Extremoz são algumas das cidades dentro dessa faixa.

Três municípios em zona de perigo, com taxa superior a 2,00. Itaú (2,76), Portalegre (2,38) e Santana do Matos (2,04).

Com taxa maior que 1,03 e menor ou igual a 2,00 são 57 municípios que estão na chamada zona de risco.

A taxa de transmissibilidade é um indicador importante para analisar a pandemia do coronavírus. No entanto, o laboratório destaca que os dados não podem ser utilizados separadamente e que é preciso considerar outros indicadores nas avaliações dos contextos epidemiológicos.

Taxas de Transmissibilidade pode município

Zona de perigo (taxa maior que 2,00)

Itaú 2,76
Portalegre 2,38
Santana do Matos 2,04

Zona de risco (taxa maior que 1,03 a menor ou igual a 2,00)

Rodolfo Fernandes 1,89
Almino Afonso 1,79
Severiano Melo 1,63
Serra Negra do Norte 1,62
João Dias 1,60
José da Penha 1,59
Itajá 1,58
Triunfo Potiguar 1,51
Januário Cicco 1,50
Espírito Santo 1,49
Ouro Branco 1,45
São Rafael 1,39
Paraú 1,38
Ruy Barbosa 1,38
Cerro Corá 1,37
Lagoa Salgada 1,37
Carnaúba dos Dantas 1,36
Rafael Fernandes 1,36
Viçosa 1,35
Parelhas 1,31
Apodi 1,29
São Miguel do Gostoso 1,29
Serra Caiada 1,28
Bodó 1,24
Rio do Fogo 1,24
Senador Georgino Avelino 1,21
Sítio Novo 1,20
Coronel João Pessoa 1,19
Janduís 1,19
Porto do Mangue 1,19
São Bento do Trairi 1,17
Felipe Guerra 1,16
Lucrécia 1,16
Campo Redondo 1,14
Doutor Severiano 1,14
Grossos 1,14
São João do Sabugi 1,14
Jardim de Piranhas 1,13
Fernando Pedroza 1,12
São José do Seridó 1,12
Ipanguaçu 1,11
Santana do Seridó 1,10
Frutuoso Gomes 1,09
Mossoró 1,09
Assú 1,08
Bom Jesus 1,08
Francisco Dantas 1,07
Passa e Fica 1,06
São José de Mipibu 1,06
Timbaúba dos Batistas 1,06
Areia Branca 1,05
Japi 1,05
Venha-ver 1,05
Augusto Severo 1,04
Ceará-Mirim 1,04
Major Sales 1,04

Zona neutra (Maior que 1,00 a menor ou igual a 1,03)

Caicó 1,01
Tenente Laurentino Cruz 1,01

Zona segura (igual ou menor a 1,00)

Água Nova 1,00
Carnaubais 1,00
São Vicente 1,00
Taboleiro Grande 0,99
Lagoa Nova 0,97
Nova Cruz 0,97
Marcelino Vieira 0,96
Martins 0,96
Vera Cruz 0,96
Antônio Martins 0,95
Extremoz 0,95
Macaíba 0,95
Pendências 0,95
Santa Cruz 0,95
Coronel Ezequiel 0,94
Umarizal 0,94
Upanema 0,94
São Gonçalo do Amarante 0,93
Parnamirim 0,92
Tenente Ananias 0,92
Currais Novos 0,91
Florânia 0,89
Ielmo Marinho 0,89
Lagoa de Velhos 0,89
Natal 0,89
Tangará 0,89
Senador Elói de Souza 0,88
São Miguel 0,87
Tibau do Sul 0,87
Pau dos Ferros 0,86
Alexandria 0,85
Baraúna 0,85
Pilões 0,85
Rafael Godeiro 0,85
Santo Antônio 0,85
Serrinha dos Pintos 0,84
Caiçara do Norte 0,83
Jucurutu 0,83
São Fernando 0,83
Barcelona 0,80
Canguaretama 0,79
Jardim do Seridó 0,79
Patu 0,76
Encanto 0,75
Pureza 0,75
Angicos 0,74
Nísia Floresta 0,74
Riacho da Cruz 0,74
Jaçanã 0,73
Lagoa de Pedras 0,73
Serrinha 0,73
Tibau 0,73
São Paulo do Potengi 0,72
Arez 0,71
Goianinha 0,71
Riacho de Santana 0,71
Serra do Mel 0,71
Brejinho 0,70
Galinhos 0,70
Pedra Grande 0,70
São Tomé 0,70
Caraúba 0,69
Taipu 0,68
Macau 0,66
Jundiá 0,65
Lagoa d’Anta 0,65
Lajes Pintadas 0,65
Parazinho 0,65
Pedra Preta 0,65
Alto do Rodrigues 0,64
Maxaranguape 0,64
Guamaré 0,63
Jardim de Angicos 0,63
São Bento do Norte 0,63
São José do Campestre 0,63
Caiçara do Rio do Vento 0,61
São Francisco do Oeste 0,61
Poço Branco 0,60
Pedro Velho 0,59
Santa Maria 0,58
Acari 0,57
Equador 0,57
Montanhas 0,57
Serra de São Bento 0,56
Bento Fernandes 0,55
Lajes 0,55
Monte Alegre 0,54
Paraná 0,54
Passagem 0,54
Pedro Avelino 0,54
Cruzeta 0,53
Monte das Gameleiras 0,51
Ipueira 0,50
João Câmara 0,49
Riachuelo 0,48
Afonso Bezerra 0,46
Messias Targino 0,46
Olho d’Água do Borges 0,44
Luís Gomes 0,41
São Pedro 0,39
Jandaíra 0,38
Várzea 0,36
Vila Flor 0,29
Touros 0,28
Baía Formosa 0,17

 

Na manhã deste domingo (08), um comerciante identificado por nome de Silvio do Porco foi assassinado em Macaíba.

A vítima estava trabalhando quando três homens chegaram ao local e efetuaram os disparos que resultou na morte do comerciante que tinha uma banca entre a rua Olímpio Maciel e a rua José Coelho.

Mercadorias foram roubadas pelos criminosos.

De acordo com dados do boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (07), Macaíba registra 3.554 casos confirmados da covid-19, 1.653 casos suspeitos, 58 óbitos sob investigação e 137 mortes confirmadas ao longo da pandemia.

 

Foto: Reprodução/TV Globo

A polícia afirmou na tarde deste sábado (8) que todos os mortos na operação em Jacarezinho, no Rio de Janeiro, já foram identificados e, com exceção de um policial civil, todos têm ligação com o crime. O número de vítimas subiu para 29, depois que uma pessoa levada viva para hospital não resistiu.

Os corpos foram identificados via digital no Instituto Médico Legal (IML), mas nem todas as famílias foram fazer o reconhecimento. Segundo apuração da CNN, 20 corpos já foram liberados.

O delegado titular da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente do Rio, Pedro Brasil, informou que, dos 21 alvos da operação, 15 estão foragidos até o momento. Três teriam sido mortos e três presos pela polícia durante a operação, na última quinta-feira (6). A lista com o nome dos mortos deve ser divulgada nas próximas horas, segundo o delegado.

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, falou sobre a operação realizada pela Polícia Civil na favela do Jacarezinho, e afirmou que a ação foi o “fiel cumprimento de dezenas de mandados expedidos pela Justiça”.

CNN Brasil 

Foto: Raphael Oliveira

Nesta sexta-feira (07), uma equipe da Secretaria de Educação visitou as escolas municipais que iniciaram as aulas no formato híbrido. Participaram desse momento a Secretária de Educação, Maria José Soares, o Secretário Adjunto, Silva Júnior, e o Secretário de Infraestrutura, Alessandro Câmara.

Durante a atividade, a equipe verificou a adequação das escolas ao protocolo sanitário de prevenção à Covid-19 aprovado pelo comitê gestor de saúde do município. No centro da cidade, foram visitadas as escolas municipais Auta de Souza, Pedro Gomes e Pinheiro Borges.

Além dessas escolas, a equipe da Secretaria de Educação também foi à Escola Municipal Luís Cúrcio Marinho, na comunidade indígena Lagoa do Tapará, e a Escola Municipal Santa Luzia, na comunidade quilombola de Capoeiras. Nestas comunidades, as escolas irão retornar ao formato presencial na próxima segunda-feira (10) por já estarem com seus moradores vacinados contra à Covid-19.