Aeroporto Aluízio Alves só vai operar a partir de maio

Inframérica garante conclusão do aeroporto até 15 de abril

O aeroporto internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, não vai começar a operar até o dia 15 de abril, que era a previsão inicial. Na manhã de hoje (24), o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, esteve nas obras do terminal e disse que o novo prazo para o início da operação é 10 de maio.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) pediu às companhias aéreas que encaminhem um cronograma sobre a transferências dos voos para que sejam organizadas as mudanças e adequações necessárias para que ocorra o início das operações. O prazo para a entrega das informações é de 10 dias, contados a partir desta segunda-feira. Somente após isso é que será possível projetar uma data exata para o início das atividades no aeroporto.
De acordo com o presidente do consórcio Inframérica, Alysson Paolinelli, as obras estão dentro do planejamento e a expectativa é que a estrutura física do aeroporto esteja pronta até o dia 15 de abril. Já sobre os acessos, a expectativa é que as obras estejam prontas até o início das operações.
Augusto Severo
A forma como o aeroporto Augusto Severo será utilizado após a Copa do Mundo ainda não está definida. De acordo com o presidente da Infraero, Gustavo do Vale, está descartada a possibilidade de que o aeroporto receba voos comerciais durante a Copa do Mundo, mas há a possibilidade de que atenda demandas para voos executivos, inclusive com demanda de outros aeroportos regionais. O futuro do Augusto Severo, no entanto, segue indefinido.
Segundo a Infraero, ainda não está confirmado que o terminal estará fechado somente para a aviação militar. Ainda não há a confirmação sobre qual será o uso, mas possibilidades como a de abrigar um novo centro de convenções ou shopping não estão descartadas.
De imediato, o que está definido é que os lojistas que operam no Augusto Severo estão prorrogando os contratos para funcionamento até agosto desse ano. A medida, segundo Gustavo do Vale, é por medidas de segurança.
Tribuna do Norte

Administrador