Arquivo diário: segunda-feira, junho 21, 2021

Polícia Civil apreende cerca de 40 tabletes de maconha durante ação em Nova Parnamirim — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Uma operação da Polícia Civil teve tiros, cinco pessoas presas e 40 kg de drogas apreendidas em um supermercado localizado no bairro de Nova Parnamirim, na Grande Natal, no início da tarde desta segunda-feira (21).

Segundo testemunhas, uma porta de vidro chegou a ser quebrada durante a ação. Seguranças conduziram funcionários e clientes para dentro da loja.

“Eu estava na frente da loja. Escutei só os tiros e o segurança saiu para ver o que estava acontecendo. Quando ele viu que eram tiros, ele fechou a porta da frente”, afirmou uma pessoa que trabalha no local e pediu para não ser identificada.

“A gente vinha investigando há algumas semanas uma atuação forte do tráfico de drogas na cidade de Parnamirim. Até que no dia de hoje (segunda-feira) evitamos mais uma tratativa criminosa, apreendemos quase 40 tabletes de de maconha, uma pistola roubada e cinco indivíduos presos em flagrante delito”, contou o delegado Erick Gomes, da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor).

Os criminosos entraram no estacionamento do supermercado Nordestão da avenida Maria Lacerda, de Nova Parnamirim, em um carro. Eles eram seguidos por policiais civis em uma viatura sem identificação.

Durante abordagem, os criminosos teriam tentado fugir e um chegou a entrar na loja. A droga estava dentro do veículo.

“Eram seis indivíduos, teve o sexto que fugiu. Ele conseguiu adentrar no interior do mercado e quebrou a a janela de vidro com os braços e o peito. Pulou e conseguiu se evadir, correu armado, é uma pessoa perigosa, houve também troca de tiros, contudo, ninguém se feriu e a gente está à procura do sexto elemento. A gente sabe que ele é o proprietário da droga, mas conseguiu fugir”, explicou o delegado Erick Gomes.

Há menos de uma semana, outro supermercado de Natal foi alvo de assaltantes, que levaram um vigilante como refém, na fuga. A vítima foi liberada minutos depois.

“Os criminosos identificaram certa vulnerabilidade dos mercados e eles entram, combinam, pegam dinheiro, deixam a droga, arma. Isso acontece de fato com certa frequência e tem que ser reprimido esse tipo de conduta”, lembrou o delegado.

G1 RN

(Rovena Rosa/Agência Brasil)

O juiz federal Frederico Botelho de Barros Viana, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, decidiu nesta segunda-feira (21) absolver o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro Gilberto Carvalho e outros cinco acusados em um processo por corrupção relacionado à operação Zelotes.

A acusação era de que Lula teria editado uma medida provisória para favorecer empresas do setor automotivo em troca de recebimento de propina. De acordo com o Ministério Público, R$ 6 milhões teriam sido prometidos pelos empresários para financiar campanhas do PT.

G1

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou durante coletiva de imprensa, sobre a antecipação de novos lotes de vacina contra a covid-19.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, acredita que, no ritmo atual da campanha de vacinação, toda a população vacinável do país terá tomado a primeira dose de vacinas contra a covid-19 até setembro.

“Pelas 600 milhões de doses que já dispomos é possível antever também que tenhamos a população brasileira acima de 18 anos vacinada até o fim do ano de 2021.”

Ele citou que a meta, diante da falta de vacinas no mundo, mostra a força da campanha nacional de imunização.

Queiroga declarou em seu discurso inicial que acredita que a partir de setembro o país estará numa situação mais favorável em relação à pandemia. Para isso, disse que, além da aceleração na vacinação, será ampliada a testagem dos brasileiros. “Nosso objetivo é testar até 20 milhões de brasileiros todos os meses, sendo um milhão e 800 mil testes na atenção primária e os outros no setor público.”

R7

Comissão Temporária COVID-19 (CTCOVID19) realiza audiência pública interativa destinada a debater o Plano Nacional de Imunização e o cumprimento dos respectivos prazos, bem como as medidas de combate à pandemia. Ministro de Estado da Saúde,

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou hoje (21), em Brasília, que um avião com 1,5 milhão de doses da vacina contra covid-19, da farmacêutica Janssen, deve chegar ao Brasil às 6h45 de amanhã (22), no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). 

O anúncio foi feito após uma previsão inicial, de receber 3 milhões de doses até 15 de junho, não ter sido confirmada. De acordo com o Ministério da Saúde, o envio foi cancelado pela própria Janssen, que não teria explicado os motivos.

Queiroga afirmou que a vacina da Janssen “é muito útil” por ser de dose única, proporcionando uma vacinação “mais rápida” da população. Ele não detalhou se as doses da vacina da Janssen serão direcionadas a algum grupo específico.

As declarações foram dadas durante audiência pública da Comissão Temporária da Covid-19, no Senado. O ministro voltou a afirmar que o governo planeja a vacinação – com ao menos uma dose – de 70% dos adultos até setembro, e a imunização completa de todas as pessoas acima de 18 anos até dezembro.

Para isso, a previsão é distribuir 60 milhões de doses em agosto e outros 60 milhões em setembro, além das 41 milhões confirmadas pela pasta para julho. O cronograma detalhado, contudo, ainda não foi divulgado pelo ministério.

“A gente ainda não divulgou o calendário detalhado desses imunizantes nos outros meses [agosto e setembro] porque ainda não temos confirmação dos laboratórios”, disse o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz.

Revacinação

O ministro Marcelo Queiroga foi questionado por senadores sobre notícias segundo as quais o Ministério da Saúde estaria preocupado com a baixa eficácia da vacina CoronaVac na população idosa, e se haveria a necessidade de revacinação dessa faixa etária.

Os parlamentares perguntaram também se o ministério considera não assinar novos contratos de aquisição do imunizante, desenvolvido pela chinesa Sinovac e fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan.

O ministro afirmou que a necessidade de uma eventual revacinação, em qualquer faixa etária ou grupo da população, precisa ser esclarecida por estudos científicos cujas respostas só devem estar prontas no ano que vem. “Pesquisas estão em encaminhamento. E o que o Ministério da Saúde tem que fazer é se programar para ter vacinas disponíveis para aplicar, num curto espaço de tempo, no ano de 2022, se for o caso”, disse.

Ele citou um estudo em andamento na cidade de Serrana (SP), cuja população foi toda vacinada com a CoronaVac. O ministro negou haver desconfiança em relação ao imunizante.  “Não há nenhum tipo de mudança de estratégia em relação a esse imunizante”, afirmou.

“O fato é que essa vacina tem sido útil para o Plano Nacional de Imunização, e essa é a posição oficial do Ministério da Saúde, até que exista algum dado científico que faça com que nós tenhamos uma posição diversa”, acrescentou Queiroga.

Outros assuntos

Durante a audiência, o ministro também negou que haja falhas no monitoramento da variante delta do novo coronavírus. Essa variante, identificada primeiro na Índia, tem sido temida por, aparentemente, apresentar maior potencial de contágio e hospitalização.

Ele confirmou a identificação de ao menos nove casos da variante delta no Brasil, mas afirmou que todos são monitorados e que “não há qualquer indício de transmissão comunitária dessa variante no Brasil”.

A respeito do retorno às aulas presenciais na rede pública de ensino, Queiroga destacou que não considera necessário ter 100% dos professores vacinados, uma vez que, com percentuais superiores a 80%, já seria possível controlar a transmissão da doença por meio do monitoramento de casos.

Ele afirmou que deve se reunir em breve com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, o ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, e o advogado-geral da União, André Mendonça, para discutir a possível volta de aulas presenciais em todo o Brasil a partir do segundo semestre. “Isso já tem acontecido em alguns estados e na própria iniciativa privada”, disse.

Ônibus assalto em Natal (Arquivo) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um homem de 30 anos que teria realizado um furto dentro de um ônibus foi pego pela população e sofreu uma tentativa de linchamento, na manhã de domingo (20), em Natal. As informações são da Polícia Militar.

O caso foi registrado por volta das 6h40 no bairro Alecrim, Zona Leste da capital.

Segundo o relatório da PM, o homem teria praticado um furto dentro de um ônibus da linha 73 e foi detido por pessoas que iniciaram uma tentativa de linchamento.

O caso foi comunicado ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) e a PM foi acionada ao local.

Ao chegarem na avenida Coronel Estevam, os policias socorreram um homem a uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), onde ele foi medicado.

Após o atendimento médico, ele foi conduzido à Central de Flagrantes da Polícia Civil.

G1 RN

Foto: Reprodução

Motorista e passageiros de um ônibus da linha 50 foram assaltados no trecho entre as avenidas Felizardo Moura e a Nevaldo Rocha (Antiga Bernardo Vieira), nas proximidades do bairro das Quintas, na anoite deste domingo (20).

O motorista do transporte coletivo disse em entrevista ao Via Certa Natal que é a sexta vez que é vítima desse tipo de ação criminosa. Ainda segundo ele, o assaltante ameaçou atacar uma senhora idosa com um facão.

“Uma senhora dessa de idade eles não respeitaram. Ameaçaram dar uma facãozada numa senhora dessa”, informou o motorista do transporte, que não quis se identificar.

 Portal Grande Ponto

Prédio da Caixa Econômica Federal

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa paga a terceira parcela do auxílio emergencial 2021 para os beneficiários que fazem parte do Bolsa Família com número do NIS (Número de Identificação Social) final em 3, nesta segunda-feira (21).

O recebimento do auxílio emergencial é realizado da mesma forma e nas mesmas datas do benefício regular para quem recebe o Bolsa Família. Para quem recebe por meio da Poupança Social Digital, os recursos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem e na rede lotérica de todo o Brasil, ou sacados por meio do Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

Calendário do Bolsa Família 2021

Calendário do Bolsa Família 2021

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

 

Um homem de 29 anos condenado pela morte de um policial e apontado como líder de uma facção criminosa no bairro Mãe Luiza, na Zona Leste de Natal, foi preso nesta segunda-feira (21).

O homem foi abordado pela equipe do Batalhão de Choque no bairro Ponta Negra, na Zona Sul da capital.

Ele apresentou uma carteira de identidade falsa, mas foi identificado. Contra ele, havia dois mandados de prisão em aberto, segundo a PM.

Em um dos mandados de prisão, consta que o homem foi condenado em 2015 pela morte do policial Francis Carlos Lopes do Nascimento.

O documento também aponta que ele estava foragido desde 2017, após fugir da Penitenciária Estadual de Parnamirim.

G1 RN