Arquivo Mensal:: abril 2021

De acordo com dados do boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (30), Macaíba registra 3.447 casos confirmados da covid-19, 1.658 casos suspeitos, 53 óbitos sob investigação e 131 óbitos confirmados ao longo da pandemia.

 

 

Evolução do número de novos óbitos confirmados de covid-19 por semana epidemiológica, segundo países com maior númerode óbitos

Ministério da Saúde

O total de mortes relacionadas à covid-19 e de diagnósticos da doença teve uma redução no novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, que avaliou a Semana Epidemiológica (SE) 16, de 18 a 24 de abril.

Neste período, foram registrados 17.814 novos óbitos, contra 20.344 confirmados na semana anterior. O resultado representa uma queda de 12% entre as duas semanas epidemiológicas. A média móvel de mortes (total de vidas perdidas pelo número de dias) na SE 16 ficou em 2.545.

A curva de mortes durante a pandemia mostra o início de uma reversão da tendência de alta da segunda onda registrada neste ano, iniciada por um aumento intenso a partir do fim do mês de fevereiro. A inflexão teve início na semana epidemiológica 14, na 1ª quinzena de abril.

Os dados estão no Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde sobre o Coronavírus 60. O documento reúne a avaliação da pasta sobre a evolução da pandemia, considerando as semanas epidemiológicas e o tipo de mediação empregada por autoridades de saúde para essas situações.

O número de novos diagnósticos de covid-19 também teve queda, de 10%. Nesta última semana (SE 16) foram registrados 408.124 novos diagnósticos positivos de covid-19, contra 455.085 novas notificações de pessoas infectadas com o novo coronavírus na semana anterior. A média móvel foi de 58.303.

O resultado da SE 16 confirma uma tendência de queda no registro de novos diagnósticos positivos de covid-19, iniciado em março, apenas com a SE 13 contrariando a tendência.

Estados

Conforme o boletim epidemiológico, 20 estados e o Distrito Federal tiveram redução de casos na Semana Epidemiológica 16, enquanto três ficaram estáveis e três tiveram aumento. Os acréscimos mais efetivos ocorreram no Rio de Janeiro (16%) e no Espírito Santo (12%). Já as quedas mais intensas se deram no Acre (-38%) e no Amapá (-32%).

Quando consideradas as mortes, o número de estados com queda das curvas foi de 18, quatro ficaram estáveis e cinco tiveram acréscimo em relação ao balanço da semana anterior. Os aumentos mais representativos foram registrados no Amazonas (23%) e Pará (14%). As quedas mais expressivas aconteceram em Roraima (-48%) e no Amapá (-47%).

Mundo

O Brasil continua sendo o país com mais novas mortes por covid-19. Em seguida vêm Índia (15.161), Estados Unidos (4.894), Polônia (3.397) e Colômbia (2.955). Enquanto a curva do Brasil sobe de forma intensa, assim como a da Índia, a curva de mortes dos EUA vem fazendo movimento inverso. Quando considerados números absolutos, o Brasil segue na segunda posição, atrás dos Estados Unidos (571.921).

O Brasil foi o terceiro país com mais novos diagnósticos. A liderança foi da Índia, que vive uma explosão da pandemia e teve 2.172.169 novos diagnósticos no período. Ainda acima do Brasil estão os Estados Unidos (417.100). O Brasil é seguido por Turquia (378.771) e pela França (213.480). Na comparação em números absolutos, o Brasil fica na terceira posição, atrás dos EUA (32 milhões) e da Índia (16,9 milhões).

Agência Brasil

Mais de um ano se passou após a identificação do primeiro caso do novo coronavírus no Brasil, pandemia que modificou a rotina de milhões de pessoas em todo o mundo, alterando a percepção sobre o dia a dia, entre outras ações que modificaram o cenário econômico e social do país.

Neste contexto de mudança brusca, a saúde mental é um fator sensível da população e que está recebendo atenção da Prefeitura de Macaíba, por meio do CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial contra Álcool e outras Drogas). O Centro lançou um aplicativo para que a população possa fazer uma auto avaliação para detecção da Covid-19 e compartilhar informações sobre sua saúde mental.

Os usuários podem preencher questionários com informações sobre o estado de saúde deles e também compartilhar dados que auxiliem na identificação de autoestima baixa, depressão e estresse, algumas das enfermidades que podem surgir no contexto da pandemia. No aplicativo também é possível conversar com uma assistente virtual é tirar dúvidas sobre o período pandêmico

A iniciativa não tem fins de diagnósticos e tem como metas auxiliar a população durante a pandemia e contribuir para uma melhor apuração sobre os dados da Covid-19 no município. Dados como nome, idade, gênero são alguns dos itens a serem preenchidos pelos usuários de forma voluntária.

O aplicativo foi desenvolvido pelo CAPS AD em parceria com o grupo Ações Promocionais e de Atenção a Grupos Humanos em Saúde Mental e Saúde Coletiva (APASMC) e a Incubadora de Procedimentos em Enfermagem (GPIPE) da UFRN e pode ser acessado por meio deste link https://app-capsad-macaiba-rn.bubbleapps.io/.

Assecom-PMM

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba realizaram, nesta quinta-feira (29), mais um desdobramento da 17ª fase da Operação Parabellum, que visa desarticular a ação de organizações criminosas na cidade de Macaíba, com atuações proativas e reativas no combate aos crimes pelos integrantes de facções cometidos.

As diligências foram realizadas no bairro Vilar de Cima, na cidade de Macaíba, após investigações apontarem que estava acontecendo uma movimentação na região de drogas e armas de fogo, por parte de integrantes de uma facção criminosa. Durante a ação, foram detidos dois homens, um de 30 anos e o outro de 36 anos.

Na abordagem, as equipes encontraram um suspeito, que já havia sido preso no dia 06 de janeiro, colocando um material suspeito dentro de um veículo de táxi pertencente ao segundo suspeito, que já é investigado por práticas ilícitas. Ao chegarem na BR-304, foi feita a abordagem ao veículo, sendo localizado um fuzil calibre 7.62 de fabricação argentina, 17 munições calibre 7.62, dois carregadores para fuzil, R$267,00 em espécie e dois aparelhos celulares.

Recentemente, circularam nas redes sociais vídeos sobre a existência dessa arma de fogo na cidade de Macaíba, sendo constatada a utilização do armamento durante confrontos contra outros criminosos e, também, contra as equipes policiais que atuam na região.

Ambos os suspeitos foram conduzidos à delegacia, sendo autuados em flagrante pelos crimes de integrar organização criminosa armada e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, com numeração suprimida e, em seguida, foram encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

PC/Assecom

 

 

 

 

Na noite desta quinta-feira (29), policiais militares de Macaíba encontravam-se em patrulhamento no centro da cidade, quando foram informados por um cidadão que acabara de ter o seu veículo roubado.

Após informações da possível localização do carro, as equipes iniciaram as diligências e localizaram o veículo abandonado dentro de uma residência, no bairro de Mangabeira, em Macaíba.

Em razão do veículo não possuir queixa do roubo, o bem foi entregue ao proprietário e lhe foi orientado a procurar uma Delegacia para os procedimentos decorrentes.

Em reunião com representantes do Fornecedores de Eventos de Macaíba (FEM), o prefeito Emídio Jr assegurou que caso os índices de contaminação da Covid-19 continuem em baixa até a publicação do próximo decreto municipal, o que deve ocorrer no dia 12 de maio, o município poderá
retomar o funcionamento de buffets, casas de recepções e eventos e salões de festas.

A possibilidade é de abertura de até 30% da capacidade dos respectivos espaços. “Sabemos da dificuldade do setor, das perdas em virtude da pandemia. É um setor que movimenta a economia, emprega as pessoas. Com toda a responsabilidade que o momento pede, caso continue a baixa nos índices, nós vamos flexibilizar a abertura em até 30%”, disse o gestor.

A presidente do FEM, Izabelly Nogueira, agradeceu a disponibilidade do prefeito por mais uma vez atender a categoria e se sensibilizar com a situação e avaliar uma possível retomada.

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba realizaram, nesta quinta-feira (29), um desdobramento da 17ª fase da Operação Parabellum, que visa desarticular a ação de organizações criminosas na cidade de Macaíba, com atuações proativas e reativas no combate aos crimes pelos integrantes de facções cometidos. As diligências foram realizadas no bairro Campo da Mangueiras, em Macaíba, e teve como objetivo o cumprimento de mandados de busca e apreensão. Na ação, os policiais civis prenderam de uma mulher de 24 anos, e apreenderam o cunhado desta, um adolescente de 15 anos.

Durante a ação, foram localizados com o adolescente: 60 porções de pedras de “crack” prontas para a comercialização, além de diversos sacos plásticos utilizados para embalar a droga, lâminas de corte e outros objetos que são característicos do tráfico de drogas. Todo o material estava na residência da suspeita. De acordo com investigações, a suspeita seria responsável pela droga na ausência do companheiro, que está preso, o qual é irmão do adolescente apreendido. A suspeita se utilizava do cunhado para comercializar a droga e não ser responsabilizada.

Após a apreensão do adolescente, a suspeita foi localizada escondida na residência de uma tia, que também cumpre pena por tráfico de drogas. A suspeita foi conduzida à delegacia, sendo autuada em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores. Em seguida, foi encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. Já o adolescente, foi levado ao Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (CASEP).

A operação foi coordenada e executada pela equipe da Delegacia de Macaíba, com apoio da Força Tarefa do Ministério da Justiça (FT NUDEM Mossoró/RN – SEOPI).  A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou pelo número da Delegacia Municipal de Macaíba: 98114-4042.

Operação “Parabellum”

O nome da operação remete ao provérbio latino “si vis pacem, parabellum”, que significa “se quer paz, prepare-se para a guerra”, tendo em vista as diversas ações policiais de combate às facções criminosas que têm atuado na cidade.

Assessoria de Comunicação da Polícia Civil/RN

 

Por Luciano Vagno

Ir para a melhor universidade pública do Estado. Era esse o objetivo de Diego Gomes Alves da Cunha, de 19 anos. O jovem, que acabou de concluir o curso de Edificações, no Campus São Gonçalo do Amarante, conquistou o primeiro lugar na graduação de Engenharia Civil na UFRN e vai ser o primeiro membro de sua família a entrar em uma universidade federal.

Apoio da família

Diego conta que sua família sempre zelou pela sua educação. Ele explica que, durante seu ensino fundamental, seus pais se esforçaram para mantê-lo em uma escola particular. Foi lá que Diego ouviu falar do IFRN, que tornou-se seu primeiro objetivo. “Sou grato por meus pais terem me colocado no ensino particular, mas quando eu cheguei no IF, entendi muito mais. Entendi que existe um mercado de trabalho, entendi que eu posso realizar Pesquisa, que posso realizar Extensão. Entendi que eu posso ajudar minha comunidade com os meus conhecimentos”.

Sobre seus pais, o jovem diz: “Eles sempre me apoiaram, sempre falaram que eu podia escolher a universidade que fosse, que eles iriam me apoiar, iriam me ajudar”. Emocionado, Diego ainda acrescenta: “E é muito bom ver que meus pais estão do meu lado para o que eu precisar. É muito bom ver a felicidade deles quando o filho conquista o que eles nunca tiveram acesso ou nunca imaginaram. Então, é incrível para mim, conseguir chegar onde meus pais nunca imaginaram e conseguir orgulhar eles”.

Escolha do curso

O estudante, morador de Novo Amarante, tem, desde pequeno, facilidade com os números. Por isso, a Engenharia sempre esteve por perto, seja por meio dos conteúdos escolares ou por conta do pai, eletricista, e do avô, que foi servente de pedreiro.

Apesar da relação quase íntima com a área, Diego conta que, no começo, recusava a ideia de ser engenheiro civil, pois queria seguir uma carreira diferente da dos homens de sua família. No entanto, ao ingressar no IFRN, o jovem optou pelo curso técnico de Edificações. “Era uma área que eu já conhecia, por conta do meu pai e do meu avô. Mas quando entrei no curso, ao longo dos anos, foram surgindo matérias com as quais me identifiquei muito e os professores foram mostrando a grandiosidade daquele curso”, disse Diego, que ainda acrescentou: “Com o passar do tempo, eu vi que era aquilo que eu queria, era aquilo que me fazia sentar e passar horas e horas projetando”.

Foi no decorrer do curso que Diego teve a certeza que estava no caminho certo sobre qual carreira seguir, sobre a qual o jovem comenta: “Percebi esses dias que eu estudava para não ir para onde meu pai estava, mas, graças a Deus, ao IFRN, aos meus professores e aos meus amigos, eu estou indo para onde meu pai trabalhava. Mas eu vou em uma posição diferente. Eu vou na posição de alguém que estudou e teve oportunidades, graças ao IFRN”.

Gratidão aos mestres

Ao recordar sua trajetória no Instituto, Diego deixa transparecer sua gratidão pelos docentes: “Os professores são muito importantes na nossa caminhada. E os do IFRN são incríveis, porque eles acreditam e insistem na gente. Se nós temos uma ideia e levamos para eles, eles fazem acontecer junto com a gente”. Em seu terceiro ano de curso, o jovem passou a compor o projeto de Extensão Núcleo de Práticas em Projetos de Edificações (Nuppe), cuja experiência ele afirma levar pelo resto da vida, assim como as amizades geradas pelo IFRN.

Desigualdade racial

A desigualdade racial é um assunto que Diego entende bem. Negro e morador de periferia, o estudante afirma que, se concorresse nas mesmas condições com uma pessoa branca de bairro nobre, ainda assim ele seria a segunda opção. “Nós enfrentamos muitos desafios. Desafios que, se a gente se encontrasse em outro ambiente, em outro contexto social, não enfrentaríamos. Mas, com todas as dificuldades que vamos enfrentando, nós vamos vencendo e, no final, a conquista se torna muito mais prazerosa por isso. O garoto negro de periferia vai vencer, ele vai chegar onde ele almeja”, declara Diego, que vê em sua frente o desafio de conciliar os estudos com o emprego.

Contexto pandêmico

Durante a pandemia do novo coronavírus, estudar para o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) foi uma tarefa difícil para Diego, que revela não ter mantido o foco e a motivação em todos os momentos. Porém, as aulas do IFRN tiveram um papel fundamental em sua caminhada rumo à graduação: “Eu não precisei estudar tudo, porque o IFRN me deu uma base do ensino médio maravilhosa, ao ponto de não ter precisado estudar algumas matérias para o Enem por eu já saber aquele conteúdo das aulas do IF”.

Primeiro lugar

A notícia da aprovação e do primeiro lugar, na cota de alunos de escolas públicas e autodeclarados negros, foi, segundo Diego, uma das melhores notícias que ele recebeu, e recebeu um significado mais especial por, no momento, ele estar ao lado de seus pais. “Eu lembrei da sensação que tive quando entrei no IF”. Para o jovem, alcançar o primeiro lugar foi uma honra, mas o mais importante foi ingressar na universidade e no curso dos sonhos.

Acreditar no sonho

Para o futuro, Diego almeja realizar mais Pesquisas e ingressar no mercado de trabalho. O jovem, que nutre o desejo de abrir seu próprio negócio, deixa um recado a todos os meninos e meninas que, assim como ele, possuem sonhos: “Acreditem. Corram atrás deles. Ainda que muita gente diga que não, diga que não é para você, diga que ninguém na sua família foi, acreditem. Eu acredito muito no que a gente trabalha para conseguir. Cada um faz sua história e uma hora todo mundo consegue”.

Sala de aula da Escola Municipal Ivonete Maciel, na Cidade da Esperança, em Natal (Arquivo) — Foto: Secom/PMN

Foto: Secom/PMN

O governo do Rio Grande do Norte permitiu o retorno das aulas presenciais em todas as escolas das redes pública e privada na educação básica no Rio Grande do Norte, de forma “híbrida, gradual e facultativa”. Apesar de o decreto publicado nesta quinta-feira (28) já estar em vigor, ainda não há prazo para volta às aulas nas escolas públicas.

A medida atende uma decisão do juiz Artur Cortez Bonifácio, da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, que acolheu parcialmente pedido de liminar feito Ministério Público Estadual e determinou prazo para o governo liberar a volta às aulas nas redes pública e privada.

No caso das escolas estaduais, elas só serão abertas após se adequarem ao plano de retomada que ainda será apresentado em 12 de maio, conforme acordado pelo estado em uma audiência conciliatória na Justiça. O sindicato que representa os professores afirmou que a categoria só volta ao trabalho presencial após vacinação em massa.

A abertura e funcionamento das escolas das escolas municipais também fica submetida aos respectivos planos de retomada dos municípios, que contemplem os protocolos sanitários e pedagógicos elaborados, aprovados e publicados pelos Comitês Setoriais Municipais.

De acordo com o decreto, a abertura e funcionamento das escolas da rede privada fica condicionada ao cumprimento dos protocolos sanitários atuais, com as medidas de biossegurança.

O documento é assinado pela governadora Fátima Bezerra (PT) e pelos secretários de Educação, Getúlio Marques, e Saúde, Cipriano Maia.

As aulas presenciais foram suspensas no Rio Grande do Norte em março de 2020, por causa da pandemia da Covid-19. Desde então, as escolas da rede pública nunca retomaram as atividades presenciais. Já as escolas privadas foram autorizadas a voltar ainda no ano passado, mas tiveram que suspender parte das atividades novamente neste ano por força de decretos com medidas de restritivas por causa do coronavírus.

G1 RN

O Governo do Rio Grande do Norte anunciou o calendário de pagamento dos servidores durante todo o ano de 2021. Os critérios permanecem os mesmos de 2020, com adiantamento salarial integral já na metade do mês para quem recebe até R$ 4 mil e 30% para quem recebe acima desse valor, além de toda a categoria da Segurança Pública, e a quitação do restante dos 70% e o salário integral ao servidores lotados em pastas com arrecadação própria ainda dentro do mês trabalhado.

“O Governo não anunciou novidade, anunciou mais um ano de respeito e compromisso com os direitos do servidor, algo impensável apenas dois anos atrás. Em alguns dias também será anunciado datas de pagamento dos dois salários atrasados herdados da última gestão, porque agora é nossa responsabilidade, mas só podemos quitar com recursos disponíveis, sem comprometer outros direitos básicos do cidadão”, comentou o titular da pasta de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire.

Nesta quarta (30), foi depositado os 70% restantes do salário de dezembro do servidor que recebe acima de R$ 4 mil e o integral ao funcionalismo lotado em pastas com recursos próprios. O montante amanheceu na conta dos servidores, exceto inativos da administração direta, que será liberado ao longo do dia.

Datas de pagamento em 2021:

Janeiro: 15/01  e  30/01
Fevereiro: 13/02  e  27/02
Março: 15/03  e  31/03
Abril: 15/04  e  30/04
Maio: 15/05  e  31/04
Junho: 13/06  e  30/06
Julho: 15/07  e  31/07
Agosto: 14/08  e  31/08
Setembro: 15/09  e  30/09
Outubro: 15/10  e  30/10
Novembro: 13/11  e  30/11
Dezembro: 15/12  e  31/12

Foto: Edeilson Morais

A prefeitura de Macaíba, por meio da secretaria municipal de Educação, vai começar a distribuir nesta sexta-feira (30) os 9100 Kits da merenda escolar para todos os alunos da rede municipal de ensino. A entrega dos kits é uma forma de minimizar os impactos da pandemia nas vidas dos estudantes.

As primeiras escolas a receberem os kits da merenda escolar são as escolas Venera Dantas e Santa Isabel, em Mangabeira e Elviro Xavier nos Guarapes. As demais escolas municipais devem receber os alimentos nos próximos dias. Cada aluno matriculado tem direito a um kit alimentar. Dessa forma, uma família que tem três filhos matriculados na rede municipal vai receber três kits.

Os kits contém 8 itens e foram formulados pela equipe nutricional, otimizando a variabilidade alimentar e dando prioridade a alimentos que compõem a mesa da população brasileira. A família dos estudantes vão receber leite em pó, feijão, arroz, flocos de milho, óleo de soja, macarrão espaguete, açúcar e biscoito doce ou salgado.

Para a retirada dos kits, a família do estudante deve comparecer à escola onde ele está matriculado portando documentos de identificação e seguindo os protocolos de segurança contra a Covid-19.

O Rio Grande do Norte recebeu na tarde desta quinta-feira (29), por volta das 15h50, no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, mais um lote de vacinas para dar continuidade ao Plano Estadual de Vacinação Contra Covid-19. Foram recebidas 76.850 doses de vacinas, sendo 75.250 doses da Oxford/Fiocruz e 1.600 doses da CoronaVac/Butantan.

Conforme orientação do Ministério da Saúde, as doses da vacina Oxford/Fiocruz são destinadas para continuidade da vacinação das pessoas de 60 a 64 anos e do grupo de forças de segurança e salvamento e forças armadas, garantindo a aplicação da D1 para esse público. E as doses da CoronaVac/Butantan foram disponibilizadas para aplicação das primeiras doses do grupo de pessoas de 60 a 64 anos.

A distribuição das vacinas para os municípios deverá ocorrer a partir das 7h da sexta-feira (30) na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), seguindo o mesmo esquema de segurança iniciado em janeiro, coordenado pelas secretarias de Estado da Saúde Pública (Sesap) e da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) e operacionalizado com apoio da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Com esse novo lote, o RN já recebeu 972.340 doses de vacinas contra o novo coronavírus. Segundo dados do RN + Vacina, até a manhã desta quinta, mais 700 mil doses das vacinas contra Covid-19 foram aplicadas na população dos 167 municípios potiguares.