Vice-prefeito de Macaíba escreve artigo e pede respeito a sua postulação de pré-candidato

Por Auri Simplício,  Jogo de Intrigas, publicado no Senadinho.

Causa desconforto aos que fazem o sistema politico governamental, a postura assumida pelo então Secretário para Assuntos de Governo, Linduarte Lima, ao colocar de forma não convencional, a disposição do funcionário público Edi Elias, os blog´s, “Informativo Atitude” e “Macaíba no Ar”, indo além, quando constrange funcionários da gestão municipal, a pousarem para fotografia e declararem apoio ao pré-candidato de sua predileção.

Nossa experiência politica, acumulada ao longo desses dezesseis anos, não nos permite fazer a leitura de aonde vamos chegar com essa estratégia, quando publicamente, expõe uma disputa interna. A oposição acompanha e torce a distância, aguardando o desfecho deste imbróglio que deixa a situação fragilizada.

O momento politico, requer do sistema situacionista, a união de forças, que promovam a convergência em torno de um projeto único para o desenvolvimento do nosso município e não estimular à discórdia dentro da própria base política. Não cabe em Macaíba um Projeto pessoal como o defendido pelo Secretário, cooptando funcionários do município a sua causa, prometendo o que não tem para entregar. A politica é um espaço coletivo, onde se debate democraticamente as ações que venham ao encontro dos anseios da população.

Quando Linduarte, se auto-intitula, como um grande estrategista da politica macaibense, colocando-se como responsável pelas estratégias vitoriosas em todas as campanhas da atual gestão, no mínimo causa estranheza, sendo necessário que se reveja a história.

Em 2004, encontrava-me ausente da politica, Dr. Fernando candidato natural à reeleição, “sem necessidade de pesquisa”, fui convidado para compor a chapa como Vice-Prefeito. Em 2008, havia vários pré-candidatos a Prefeito, para surpresa de todos à candidata escolhida “sem necessidade de pesquisa” pela gestão municipal, foi Marilia Dias, contrariando vários pretendentes ao cargo. O final desta história, todo macaibense a conhece.

No mínimo exijo respeito a nossa postulação como pré-candidato, que nasce legitimada por uma convivência pacífica e de serviços prestados ao município durante dezesseis anos, dos quais, doze exercendo o mandato de Vice-Prefeito e quatro a frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Município. O excesso de pragmatismo imposto pelo Secretário põe em cheque a construção de uma unidade politica, forte e coesa no sistema governista.

No atual cenário politico, precisamos ter bom senso, principalmente em respeito ao povo de Macaíba, que por vinte anos vem delegando ao sistema vitorioso do Prefeito Dr. Fernando, a primazia da governabilidade do 5º município mais populoso Rio Grande do Norte.

Neste momento, diante da eminência de alternância do poder, não podemos, nem devemos, sinalizar para um futuro de incerteza, e ao mesmo tempo, transferir para a população, o sentimento da dúvida. Já vivenciamos essa experiência e não deu certo.

Política: Equivocou-se

Administrador