Boa notícia: Taxa de ocupação dos leitos para Covid-19 é de 79,6% nesta segunda (13) no RN

O Rio Grande do Norte começa a semana para qual foi marcada a retomada do processo de abertura econômica com ocupação abaixo de 80% nos de leitos de UTI para pacientes de Covid-19. Esse era um dos requisitos apontados pelo governo para autorizar o retorno das atividades durante a pandemia do coronavírus.

Na sexta-feira (10), a governadora Fátima Bezerra (PT) afirmou que as tendências eram favoráveis à reabertura econômica, mas alertou que seria necessário cuidado para evitar uma “segunda onda” de contaminações no estado.

Na manhã desta segunda-feira (13), o sistema Regula RN, usado na regulação dos leitos do Sistema Único de Saúde no estado, apontava uma ocupação de 79,6% nos leitos críticos, por volta das 8h30. Na região metropolitana de Natal, a taxa era de 81,7%. Já na região Oeste, a ocupação era de 87,5%. A menor taxa ficou com o Seridó, com 73,3% dos leitos ocupados.

Das 286 UTIs disponíveis para tratamento contra o coronavírus, 56 estavam disponíveis, 218 ocupadas e 12, bloqueadas. Dos 358 leitos clínicos disponibilizados, 66 estavam vagos, 225 tinham pacientes e 67 também seguiam bloqueados para uso.

A oferta de leitos estava maior que a demanda. De acordo com o próprio Regula RN, havia dois pacientes de leito crítico aguardando regulação e seis aguardando transporte. No caso de pacientes clínicos, havia 22 no processo de regulação e cinco aguardando transporte.

Ainda segundo o próprio sistema, nos últimos três dias os pacientes aguardam, em média, 14 minutos para serem classificados, 3 horas e 46 minutos para serem regulados (receberem um leito) e 6 horas e 46 minutos para conseguir o transporte entre as unidades de saúde, até chegar ao leito.

G1 RN

Administrador