“Se tivessem prendido José Agripino, eu teria votado pelo relaxamento da prisão”, diz vereador do PT

O vereador Fernando Lucena (PT) caracterizou a atitude do Senado Federal em manter a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT) como uma “covardia”. Na visão do parlamentar, foi desrespeitada a soberania que o cargo impõe. “Se eu fosse senador, e tivesse sido preso e senador José Agripino, que faz oposição ferrenha ao nosso partido, eu teria votado pelo relaxamento da prisão”, alega o vereador.

“O Senado Federal é a maior instituição deste país. É a única instituição que pode anular uma decisão do Supremo Tribunal Federal. Hitler, em 1936, começou o seu arranque que culminou no 3º Reich pretendo senadores e deputados e veja o que aconteceu”, refletiu o parlamentar.

Segundo Lucena, o senador não deveria ter sido preso, pois as gravações que o incriminaram teriam sido obtidos de maneira ilegal. “Ele poderia ter ido para comissão de ética da Casa, ter seu mandato cassado e só aí poderia ter sido preso. Mas foi desrespeitada a soberania do cargo de Senador”, defendeu o parlamentar. Informações Agora RN.

Administrador