REDE e PSOL entram com pedido de cassação do senador Aécio Neves

representacao-aecio-180517-facebook

A REDE protocolou há pouco, em conjunto com o PSOL, o pedido de cassação do senador Aécio Neves na Comissão de Ética do Senado Federal. Acompanharam o ato os deputados Alessandro Molon (REDE-RJ) e Ivan Valente (PSOL-SP), luiza Erundina (PSOL-SP) e Glauber Braga (PSOL-RJ), além do senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP).

“As razões para o pedido são os notórios acontecimentos divulgados desde ontem envolvendo o senador: lavagem de dinheiro, corrupção ativa e obstrução da justiça”, disse Randolfe. “Diante dessas condições, nós da REDE protocolizamos, em conjunto com o PSOL, o pedido de cassação do senador Aécio Neves. “O Conselho de Ética do Senado precisa ser instalado imediatamente. Não há outra alternativa”, completou. “Não há a menor dúvida de que esse comportamento é incompatível com o cargo de senador. Portanto, não há a menor dúvida, a única saída é a cassação do mandato”, afirmou Molon.

Ivan Valente, do PSOL destacou a importância da parceria com a REDE pela segunda – na primeira, a representação assinada pelos dois partidos resultou no afastamento do deputado Eduardo Cunha que, segundo ele, deflagrou todo processo, chegando ao presidente Michel Temer. “Os fatos são muito claros e entendemos que alguém que protagonizou todo o processo e é flagrado pedindo dinheiro para empresário para pagar o seu processo não merece estar no Senado Federal. Aécio não pode continuar e precisa ser cassado”, disse Valente.

Rede Sustentabilidade

Administrador