Questão de tempo

A saída do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, é questão de tempo. Em conflito direto com o presidente Jair Bolsonaro por defender medidas de isolamento social em prevenção ao coronavírus, Mandetta teve sua relação abalada com o presidente.

Enquanto Mandetta defende o isolamento social como uma das medidas contra o vírus, o presidente se diz preocupado com a economia e defende o isolamento vertical, onde ficaria em casa os grupos de riscos, como por exemplo os idosos e crianças.

Não custa lembrar, quando o assunto é  aprovação da postura do presidente e do ministro em relação a crise causada pelo coronavírus, Mandetta supera facilmente Bolsonaro.

Administrador