Fan Fest em Natal será realizada no mesmo local onde aconteceu o Bote Fé, na Praia do Forte

Anunciada como certa no Centro de Convenções, Via Costeira, a Fan Fest da Fifa em Natal vai voltar ao endereço original na Praia do Forte. A Prefeitura resolveu assumir sozinha a realização da festa durante a Copa do Mundo, devido falta de retorno por parte do Governo do RN quanto a parceria no evento. A informação foi confirmada pelo prefeito Carlos Eduardo em seu gabinete no Palácio Felipe Camarão, na manhã desta segunda-feira (24), logo após o anúncio oficial da programação do Carnaval 2014.

“Como o Governo do Estado não nos deu retorno, decidimos pelo voo solo. A decisão foi tomada de dez dias para cá”, disse o prefeito. A previsão é que sejam investidos cerca de R$ 4 milhões na Fan Fest natalense, inclusos cachês, logística e estrutura: “Nosso desafio agora é buscar parceiros para dividir essa conta. Passando o Carnaval, vamos voltar os esforços nesse sentido”, complementou o chefe do Executivo municipal.

Na programação, confirmadas as presenças de Margareth Menezes, Olodum, Araketu e Marina Elali, mais as 53 atrações locais sugeridas pelas fundações Capitania das Artes e José Augusto à TV Globo (parceira nacional da Fifa na promoção das Fan Fests brasileiras). Os nomes de Zé Ramalho e Spok Frevo Orquestra também estão sendo sondados para se somarem ao evento.

Carlos Eduardo chamou atenção para a importância do evento em termos de visibilidade. “Temos que aproveitar a oportunidade para projetar Natal para o mundo”, avaliou. O prefeito informou que chegou a cogitar a não realização da Fun Fest devido os custos elevados inicialmente apresentados. “Eram orçamentos proibitivos, por isso a necessidade de parceiros”, finaliza.

Tribuna do Norte

                               

Na tarde de ontem (23), o projeto Domingo no Solar recebeu o Grupo de Escoteiros Augusto Severo, formado por jovens de Macaíba, e outros escoteiros provenientes da Praia de Pitangui, localizada no município de Extremoz, região metropolitana de Natal, e do bairro de Cidade da Esperança, região central da capital potiguar.

Durante o evento, os jovens promoveram diversas atividades interativas, dentre elas Cabo de Guerra, admirando a paisagem local. Para os escoteiros, a tarde do domingo foi a continuação das atividades iniciadas no sábado (22), quando 46 escoteiros participaram do momento da promessa. Em Macaíba, o grupo de escoteiros conta com mais de 100 participantes, sendo liderado por Genildo Genuíno da Silva.

Assecom

                                

No período de 21 a 23 de fevereiro, integrantes do projeto Xadrez na Escola participaram do Campeonato Zonal-CBX 2014. O evento ocorreu nas dependências do Aero Clube de Natal. A competição é oficial, organizada pela Federal de Xadrez do estado, e classifica dois enxadristas para a semifinal do Campeonato Brasileiro de Xadrez de 2014 a ser realizado em novembro.

A equipe do Xadrez na Escola faturou medalhas por categoria, sendo elas conquistadas por Daniele Benício (campeã da categoria “absoluto” feminino), Thayná Felix (vice-campeã categoria “absoluto” feminino), Rosângela Martins (terceira colocada categoria “absoluto” feminino), Raquel (Martins Campeã categoria “sub-14 absoluto” feminino) e Kerolayne Iorrara (terceira colocada categoria sub-14 absoluto).

O projeto Xadrez na Escola, criado pela Prefeitura Municipal de Macaíba na administração 2005-2008, do prefeito Fernando Cunha, é um dos pioneiros do RN nesta área e tem dado destaque para o município de Macaíba em várias competições. A equipe é coordenada pelo professor Lukremarte Pacheco de Melo.

Assecom PMM

        

Um jovem sofreu uma tentativa de homicídio na noite deste Domingo na rua Valério Mesquita próximo ao Vilar. Segundo informações colhidas pela a reportagem, a vitima não identificada estava bebendo em uma bar na localidade com alguns amigos,quando foi surpreendido por dois meliantes em uma moto não identificada, os mesmos dispararam diversas vezes contra o Jovem que foi atingido no braço, perna e próximo a cintura. A vitima foi socorrido em estado grave para o hospital, o mesmo já passou por uma cirurgia na manhã desta Segunda-Feira.

Patrulha Macaíba
Imagem ilustrativa
                             

A SKY, maior operadora de TV por assinatura via satélite do País, lançou ontem no Rio Grande do Norte seu serviço de banda larga fixa com tecnologia 4G. O serviço está disponível nos municípios de Natal, Parnamirim, Macaíba, Extremoz e Ceará-Mirim. “Estamos ampliando nossa atuação no Nordeste com a chegada aos municípios do Rio Grande do Norte. A abertura dessas praças faz parte do plano de expansão do serviço para todos os Estados brasileiros, aproveitando a demanda crescente no País”, explica o VP de Banda Larga da SKY, Edison Kinoshita.

Tribuna do Norte

                           

A Praça Augusto Severo, conhecida popularmente como ‘Praça do M” está em processo de revitalização. Nesta semana foi finalizada a retirada do material que  estava nos canteiros do local e a preparação do solo.

Na próxima semana serão realizados o plantio de grama no local e serviços de melhorias na arborização de plantas ornamentais. A próxima praça que irá receber este processo de revitalização será a Praça Antônio Siqueira, conhecida como Praça da Maré.

Outras praças do município também receberão melhorias em breve.

Assecom

                       z

O deputado Ezequiel Ferreira acompanhou a reunião na Governadoria, que tratou do problema no abastecimento de água de Currais Novos. O prefeito Vilton Cunha e o ex-prefeito Zé Lins, além de vereadores e representantes da CDL de Currais Novos também compareceram. O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves e o ministro Garibaldi Filho garantiram a governadora Rosalba Ciarlini empenho para agilizar a liberação dos recursos emergenciais, no Governo Federal.

“Importante é a solução rápida para resolver a questão da água para os quase 45 mil habitantes de Currais Novos. Henrique e Garibaldi garantiram apoio em Brasília, para liberar os recursos emergenciais. Lembrei ao Governo que existem cerca de 100 poços perfurados e que ainda não foram instalados em Currais Novos. Isso pode amenizar a sede do povo. Vamos somar forças e resolver o problema juntos”, comentou o deputado Ezequiel Ferreira.

O açude Dourado em Currais Novos secou e o Açude Gargalheiras, principal fonte para a Adutora Seridó, atualmente está com apenas 12,42% de sua capacidade. Desde a semana passada foi iniciado um movimento para evitar um colapso no abastecimento de Currais Novos e discutir alternativas.

Ezequiel também defendeu a discussão de um projeto definitivo, além de ações emergenciais. “A Caern já recebeu autorização da governadora para fazer o projeto, a Prefeitura de Currais Novos também vai ajudar e nós vamos colaborar contando com a força de Henrique e Garibaldi em Brasília, para agilizar os recursos emergenciais”, frisou o deputado de Currais Novos.


Créditos das Fotos: Rodrigo Rafael

Rodrigo Rafael
Jornalista DRT/RN 1462

                        20140222-133958.jpg

O presidente da Câmara dos Deputados e do diretório do PMDB-RN, Henrique Eduardo Alves, se reuniu neste sábado (22) com vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e outras lideranças municipais do partido. Os encontros deste sábado deram sequência a três reuniões onde o deputado já ouviu todos os prefeitos do PMDB sobre nomes para a chapa majoritária e coligações proporcionais deste ano. As audiências com lideranças municipais do PMDB têm revelado ao presidente do partido o pensamento das bases do PMDB sobre as eleições 2014. O ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, também participou dos encontros, além dos deputados Ezequiel Ferreira e Gustavo Fernandes representando a bancada do PMDB na Assembleia Legislativa.
Heitor Gregório

                             DSC_0246

A Zona de Processamento de Exportações (ZPE) de Macaíba, que foi oficialmente concedida ontem à iniciativa privada, tem  capacidade de atrair indústrias de alto valor agregado. Estudo preliminar elaborado pela Associação Brasileira das Zonas de Processamento de Exportação (Abrazpe) em parceria com a Unihope, que assinou ontem o contrato de concessão para estruturar e administrar a ZPE, aponta para captação de empresas  que usem o modal aéreo, visto a proximidade com o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante.

O diretor-presidente da Unihope, Karim Khouri, disse ontem que pelo menos dez empresas foram consultadas e apresentaram interesse em se instalar na ZPE. “São empresas da Europa, asiáticas da China e Vietnã, de São Paulo e outros lugares do país dos ramos de informática, elevadores, relógios e isqueiros”, disse.

De acordo com especialistas, dois fatores definem o perfil das empresas: logística e disponibilidade de recursos. Nesse contexto, a aposta são indústrias cuja matéria-prima possa chegar pelo novo aeroporto, ser beneficiada na ZPE e escoar também pelo aeroporto, bem como de processamento de produtos que já compõem a pauta de exportações potiguar.

Criada há 25 anos, a Zona de Processamento de Exportação de Macaíba foi privatizada e começará a ser estruturada com previsão de começar a operar em mais dois anos. O termo de Concessão para administrar o equipamento foi assinado ontem com a Administradora da Zona de Processamento e Exportação de Macaíba (Azmac) – empresa que representa Governo do Estado, Prefeitura de Macaíba e Federação das Indústrias (Fiern).

Em entrevista publicada nesta sexta-feira, Khouri cogitou o início das operações ainda este ano. Mas o cronograma até lá prevê seis meses para aprofundamento de estudos, elaboração de projetos e liberação de licenças ambientais e, após essa etapa, a execução da obra em mais 300 dias. “Terreno em bom preço, a abundante oferta de mão de obra local e proximidade com o novo aeroporto e o Porto de Natal são bons atrativos”, disse o executivo. As empresas  instaladas nas ZPEs contam ainda para aquisição de bens e serviços no mercado interno com suspensão dos tributos  (IPI,Cofins e PIS/Pasep), além de incentivos para importação.

Khouri reiterou a necessidade de intensificação das ações da Prefeitura no tocante a pavimentação dos acessos e ruas e distribuição de água. No local, cerca de 10% dos serviços necessários foram executados pela  Azmac, correspondente ao desmatamento e cercar o local.  Ao custo de R$ 31 milhões em investimentos, a empresa  vai gerir a área por 20 anos, podendo ser renovados por igual período.

Tribuna do Norte, Foto Grande Ponto

A Prefeitura de Macaíba realizará uma nova alteração no trânsito do município na próxima semana. O foco será a Rua Doutor Pedro Velho. No trecho será proibido o estacionamento do lado direito da via das imediações do mercado público até o Banco do Brasil.

O objetivo da alteração é melhorar a fluidez do trânsito de Macaíba. Em breve, outras medidas também serão tomadas como a proibição do tráfego de caminhões pesados e alterações na Rua Teodomiro Garcia e Rua Coronel Maurício Freire (Rua do Pernambuquinho).

Assecom

 

O fórum de Macaíba está fazendo alterações em sua estrutura de entrada para poder dar acessibilidade aos pedestres que circulam na rua Ovídio Pereira, a obra começou no inicio desta semana e provavelmente estará pronta em poucos dias, na foto a linha vermelha representa a calçada que está sendo construída, as modificações em frente ao fórum estão se dando por conta da grande circulação de carros que passam em frente ao fórum, e em dia de audiência a rua Ovídio Pereira fica com muitos carros estacionados, e com isso vinha gerando um risco de acidente aos pedestres, pois não estava sobrando espaço para que o pedestres pudesse circular sem nenhum problema ao ir ao centro da cidade, já que essa rua é utilizada por moradores das Campinas, Lagoa Grande e Loteamento Esperança para poder chegar ao centro de Macaíba.
Macaíba no Ar/ Informativo Atitude

A Prefeitura de Macaíba promoverá um curso preparatório para o ENEM, concursos públicos e processos seletivos de empresas. A aula inaugural será no dia 8 de março, de 13h30 às 17h30, na Escola Municipal Auta de Souza, próxima ao prédio do INSS em Macaíba.
O curso será realizado todos os sábados. A previsão de encerramento é no último trimestre deste ano. Ao todo, 50 vagas estão sendo disponibilizadas. O público-alvo são pessoas que tenham concluído ou estejam cursando o ensino médio. As inscrições estão sendo realizadas até o dia 24 deste mês, na Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), de 8h às 12h e de 13h até as 16h30. Vale salientar que a secretaria funciona de segunda a sexta.
Os interessados devem comparecer a Semtas neste período munidos de cópias do histórico escolar, carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, título de eleitor e do Número de Identificação Social (NIS).
A coordenação do curso é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) e a Secretaria Municipal de Educação (SME).
 Assecom

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Joaquim Barbosa, afirmou nesta quinta-feira (20), pouco antes do início da sessão em que serão julgados recursos de condenados no mensalão, que “não tem interesse nenhum” em eventual absolvição ou manutenção das condenações.

“Não tenho interesse nenhum’, disse Barbosa. “Der o que der, para mim [tanto faz]”, acrescentou,  batendo as mãos em gesto de tanto faz.

Entre os recursos que serão analisados estão os do ex-ministro José Dirceu, do ex-presidente do PT José Genoino e do ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares.

Questionado se foi convidado para disputar algum cargo nas eleições de 2014, afirmou apenas: “Não, não. Isso é conversa.” Nesta semana, houve rumores de que o PSB do pré-candidato Eduardo Campos, governador de Pernambuco, teria convidado Barbosa para disputar o Senado pelo Rio de Janeiro. Campos negou ter feito o convite.

Embargos infringentes
Os ministros começam a analisar na sessão de hoje os embargos infringentes, recursos que podem reverter o resultado do julgamento de 2012 e diminuir as penas impostas a eles, que já estão presos desde novembro passado por outro crime (corrupção ativa) –Dirceu e Delúbio no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, e Genoino em regime domiciliar, em Brasília.

Só têm direito a esse recurso os réus condenados por um placar apertado, que receberam ao menos quatro votos dos ministros pela absolvição. Dos 25 condenados no processo, encaixam-se nesta situação apenas 12 (nove por quadrilha e três por lavagem de dinheiro). O relator desses recursos é o ministro Luiz Fux. Na fase inicial do julgamento, o relator era o ministro Joaquim Barbosa. Do UOL

Deputado Gilson Moura poderá enfrentar um novo processo
Da tribuna do Norte

Os promotores do Patrimônio Público do RN denunciaram ontem, por crime de improbidade administrativa, o deputado Gilson Moura; o delegado de Polícia Civil, Ronaldo Gomes; e o advogado Rychardson Macedo.  Os representantes do Ministério Público (MPE) afirmaram que a ação civil foi embasada em inquérito instaurado no ano de 2010, a partir de relatórios de auditoria ordinária, financeira e contável do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). Segundo eles, a investigação trouxe à tona  irregularidades cometidas no âmbito do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem/RN), pelo então diretor-geral Rychardson Macedo, apadrinhado de Gilson Moura, em benefício deste último.

Ao mesmo tempo, teria se comprovado a existência de contornos criminais, relatados em  inquérito policial transcorrido paralelamente ao civil. É aí onde se insere a figura de Ronaldo Gomes, então delegado-geral da Polícia Civil do RN (PC/RN). O MPE sustentou que o delegado usou da autoridade que detinha à frente da PC/RN para prejudicar a atuação no caso da Delegacia Especializada em Investigação e Combate ao Crime (Deicor). A ação da Deicor visava desbaratar o esquema de gratificações e diárias de funcionários no âmbito do Ipem/RN. 
Segundo os promotores, a designação do delegado Matias Laurentino para a condução do inquérito na Deicor desagradou os  protagonistas das fraudes no Ipem. E diante de um pedido do deputado Gilson Moura, Ronaldo Gomes teria substituído o Laurentino da Delegacia e, conseqüentemente, da investigação. O MPE assinalou que Laurentino adotou uma linha de ação arrojada, para desbaratar o esquema.
Interceptações
Em uma das conversas interceptadas, após autorização judicial, Rychardson de Macedo Bernardo e Daniel Vale Bezerra (então assessor jurídico do Ipem), teriam transparecido o incômodo com a conduta investigativa adotada pelo delegado Matias Laurentino, especialmente porque este se debruçou sobre os contratos celebrados pelo Ipem, bem como sobre o pagamento indiscriminado de diárias a diversas pessoas. A conversa revelaria o receio de que o esquema criminoso, até então clandestino, viesse à tona. E veio, com a deflagração da Operação Pecado Capital.
Os promotores disseram que “curiosamente, no dia 02 de abril de 2011 (sábado) foi publicada no Diário Oficial do Estado a Portaria 374/2011, do delegado geral da Polícia Civil, dispensando o delegado Matias Laurentino da Deicor”. O envolvimento de Ronaldo Gomes, já patente nas interceptações telefônicas, tomou concretude após depoimento de delação premiada de Richardson Macedo.
Delação
Ao prestar depoimento de delação premiada, Richardson Macedo revelou parte do esquema. Ele disse, por exemplo, que preocupado com os rumos da investigação, telefonou para o deputado Gilson Moura no intuito de informá-lo que o inquérito, inicialmente a cargo do delegado Júlio Rocha, estava sob o comando de Matias Laurentino. E frisou que “este estava voltando seus olhos para o esquema do posto”. Ainda segundo Richardon, o deputado prometeu resolver o problema com o delegado e que isso seria possível procurando o delegado-geral que, na época, era Ronaldo Gomes. Dias depois, revelou ainda Richardson, conversou novamente com Gilson Moura. O parlamentar, então, teria informado que já havia contactado com Ronaldo e que este havia prometido resolver o problema.
O Ministério Público pediu a condenação dos três envolvidos  por improbidade administrativa. Se aceito pela Justiça, terão que ressarcir integralmente o dano. E, ainda, a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais por três anos.