Tribuna do Norte
Obra de duplicação da ‘Reta Tabajara’ começa em janeiro

As obras de duplicação do trecho da BR 304 conhecido como Reta Tabajara até o entroncamento em Macaíba serão inciadas em janeiro. A previsão foi dada pelo superintendente do DNIT Walter Fernandes que afimrou ainda que o contrato com a empresa vencedora da licitação a SDS Engenharia será assinado até o final deste mês.

Os serviços envolvem um trecho de 27 quilômetros da BR-304 entre a Reta Tabajara e a rótula no encontro com a BR-226, em Macaíba e estão orçados em R$ 232 milhões. Também será adotado o Regime Diferenciado de Contratações (RDC). A execução das obras será em um prazo de 720 dias.

A obra será executada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e vai trazer mais segurança ao trânsito de veículos no trecho mais perigoso da BR-304, que na Reta Tabajara passa a receber, ainda, o fluxo de veículos que vêm das regiões do Seridó, Trairi e até do Agreste, através da BR-226.

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostram que entre 2011 e 2012 o número de acidentes na Reta Tabajara evoluiu de 734 para 850, um crescimento de 12,0% entre um ano e outro.

A rodovia tem 409 quilômetros de extensão e foi implantada na década de 1960 para ligar Natal aos municípios da região Oeste e do Ceará, o trecho da rodovia BR-304 no Rio Grande do Norte é considerado fundamental para o desenvolvimento da economia do Estado.

Estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental foi conclusivo pela necessidade de duplicação da rodovia.

A empresa ficará responsável pelas obras de adequação da capacidade, restauração e segurança de tráfego e ainda a eliminação de pontos críticos e implantação de vias marginais e construção de obras de artes especiais na Reta Tabajara.

Tribuna do Norte

A governadora Rosalba Ciarlini chamou a atenção da construção da Arena das Dunas para a realização da Copa do Mundo 2014 em Natal. Durante coletiva de imprensa na manhã deste sábado (7), ela destacou que o avanço nas obras foi determinante para os outros serviços de melhoria na cidade. “Sem Arena não teria Copa em Natal”, afirma.

Na entrevista, ela retomou a trajetória histórica desde a escolha de Natal como cidade-sede para a Copa do Mundo até a prévia conclusão da Arena. Ela citou ainda as obras de mobilidade no entorno da Arena das Dunas e o Sanear RN, como benefícios alavancados como legado.

Governadora citou a importância da Arena das Dunas para a Copa

“É uma oportunidade maior que não podia perder essa visibilidade para o turismo. Seremos visto por mais de 180 países, além da mídia espontânea”, ressalta.

Também estavam presentes na coletiva Charles Chagas, presidente da Arena das Dunas e Demétrio Torres, secretário da Secopa. Eles reafirmaram o compromisso de entrega da Arena dia 31 de dezembro, além do jogo entre o ABC e América dia 12 de dezembro, e a entrega de medalhas da competição dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte.

A partir do dia 13 deste mês Macaíba vai ganhar um reforço na segurança do município, a policia militar vai realizar a “operação avante ” em conjunto com a força tarefa para tentar diminuir os índices de violência na cidade, a operação vai conta com 20 viaturas afirma o comandante da região metropolitana. Hoje a cidade já conta com 97 homicídios e 2 desaparecimentos que até agora não se tem nenhuma informação do que tenha acontecido.

Enquanto a UPA de Macaíba está sendo mostrada a todo Estado por sua capacidade e qualidade de atendimento, tem pessoas que estão esperando fazer um exame de ressonância magnética desda gestão passada, vamos aqui relatar um caso de um menino que reside no bairro Campo da Santa Cruz e está a espera por este exame há mais de 1 ano e 2 meses, o menino vem sentido nas últimas semanas fortes dores de cabeça e a mãe acredita que seja o problema que o garoto tenha na cabeça já que foi detectado coagulo na cabeça da criança, só que os médicos do Anita Garibaldi afirmam  que só podem fazer algo depois da realização da ressonância magnética e que até agora não saiu. Será que a saúde em Macaíba é muito mais?

 A população vem reclamando da falta de reposta da secretaria de saúde do município de Macaíba, pois a situação que está sendo denunciada é que desde 2012  deixaram suas receitas para realização de uma  RESSONÂNCIA MAGNÉTICA e até hoje não receberem nenhum telefonema da secretaria de saúde informando se vai o exame vai sair ou não. O descaso na saúde  continua!

O QUE É RESSONÂNCIA MAGNÉTICA?

A Ressonância Magnética é um exame que reproduz imagens de grande resolução e clareza de qualquer parte do interior do corpo humano. Este exame é totalmente indolor, não provoca nenhuma alteração e não é prejudicial à saúde. A imagem é reproduzida através de um equipamento de última geração que pode demonstrar com precisão lesões muito pequenas, com qualidade e em menor tempo.

COMO É FEITO O EXAME DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA?

O exame é uma técnica que consiste em posicionar o paciente no interior de um grande tubo aberto em ambas as extremidades, que emitirá sinais que serão captados e transformados em imagens por um computador. O exame dura cerca de 30 a 40 minutos dependendo da região a ser estudada. O único desconforto será o de permanecer deitado imóvel no centro do tubo por um período de tempo, e o exame produz ruído desagradável.
Se você desejar, poderá escutar musica durante o exame. O tecnólogo responsável irá se comunicar com você durante toda a realização do exame.

EXISTE ALGUMA CONTRA-INDICAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DO EXAME?

A Ressonância Magnética não é recomendada caso você tenha algum metal em seu corpo como: marca-passo, implante eletrônico, grampo, fragmentos metálicos e próteses. Por favor, informe-nos se tiver realizado qualquer cirurgia ou possua algum objeto metálico em seu corpo. Em algumas situações especiais, será necessário a autorização prévia e por escrito do seu médico.

Dia 14 de dezembro será a inauguração da previdência social de Macaíba, a informação veio do próprio ministro da previdência Garibaldi Alves Filho, que esteve neste sábado no encontro do PMDB de Macaíba e afirmou em entregar a agência no dia 14. Com a agência em pleno funcionamento dará uma folga no número de pessoas nos INSS de Natal, fazendo assim o atendimento ser mais rápido e menos cansativo para os pensionistas e  aposentados.

Foto: esta quase concluída mais uma Agencia do INSS mais agora na nossa Cidade (Macaíba), Mais um beneficio para a população Macaibence
Foto página Macaíba RN

Heitor Gregório

A Educação do Rio Grande do Norte foi destaque do programa Caldeirão do Huck deste sábado (30), na TV Globo, ocupando meia hora da programação nacional. Na ocasião, o quadro Jovens Inventores mostrou a descoberta dos estudantes Antonio Geracino, Francisco Jociel e Huguenberg Santos, da Escola Estadual Zenilda Gama, da Zona Rural de Apodi. Eles desenvolveram um revestimento a base da cera do mel de abelha, capaz de oferecer mais durabilidade aos frutos.

A pesquisa dos jovens inventores de Apodi é fruto do incentivo à iniciação científica, que a Secretaria de Estado da Educação tem promovido, desde 2011, através do projeto RN CIÊNCIA. O projeto consiste em incentivar professores e alunos a desenvolverem pesquisas de iniciação científica para participarem das feiras regionais promovidas pela Secretaria da Educação, em parceria com a UFERSA, UERN e UFRN.

O resultado desse trabalho é apresentado anualmente durante a Feira de Ciências para Todos no Semi-Árido, em Mossoró, e a CIENTEC/UFRN, em Natal, com a Mostra de Iniciação Científica RN CIÊNCIA, do Governo do Estado, que ocupa um pavilhão inteiro do evento promovido pela Universidade Federal. Somente em 2013, o investimento da Secretaria de Estado da Educação na iniciação científica, por meio da realização de feiras e apoio logístico para participação dos estudantes em eventos nacionais e internacionais chega a meio milhão de reais.

– See more at: http://heitorgregorio.com.br/#sthash.hHX2aCRb.dpuf

Diferente do que vem sendo noticiado de que o encontro do PMDB de Macaíba tinha sido um fracasso, as imagens mostra que o encontro teve boa apreciação da população e que a ex-prefeita voltou e já estar incomodando a atual gestão, pois o novo tempo  do prefeito Fernando Cunha está em baixa, são muitas as reclamações  da população sobre os serviços públicos na cidade. E como anunciado pela ex-prefeita Marília Dias o ministro Garibaldi e seu filho, o deputado Walter Alves estiveram presentes no encontro.

Fotos Claudio Marques

Tribuna do Norte

Com maior volume de dinheiro no orçamento familiar, jovens mais instruídos, melhores condições de moradia e oportunidades de trabalho, e indicadores mais civilizados na área de saúde, o Rio Grande do Norte avançou na última década, segundo pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística consolidadas na “Síntese de Indicadores Sociais – Uma análise das condições de vida dos brasileiros”, divulgada  sexta-feira. Programas de transferência de renda do governo – como o Bolsa Família – e a política de recuperação do salário mínimo, que subiu de 80 dólares no final da décadas de 1990 para 300 dólares pelo câmbio atual, tiraram milhares de pessoas da miséria e deixaram um contingente menos vulneráveis às intempéries. 

Esgotamento sanitário: serviço básico ao alcance de poucos

Os últimos dois anos foram de seca no sertão nordestino, comprometendo o abastecimento  de água da população e reduzindo drasticamente a produção agrícola. Mesmo assim não foram registrados saques ao comércio nem às feiras livres, como ocorria no passado. Os números do IBGE mostram o mercado de trabalho em expansão. A proporção de trabalhadores com carteira assinada passou de 44,1%, em 2011, para 45,2%no ano passado.  A taxa de desocupação das pessoas economicamente ativas estava em 7,1% em 2012, quando foi feita a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD).

“O rendimento médio do trabalho principal das pessoas de 16 anos ou ,mais de idade ocupadas no Rio Grande do Norte em 2012 foi de R$ 1.069 – o segundo maior do Nordeste”, diz um informe assinado pelo supervisor de Disseminação de Informações do IBGE/RN, Ivanilton Passos de Oliveira.

Os números da pesquisa projetam uma geração com mais saúde, portanto, vivendo mais, caso não sejam vítimas da violência no curso natural da vida. Das crianças nascidas em 2010, ano do censo demográfico, 48,1% eram filhas de mães submetidas a sete o mais consultas do pré-natal. Já 43% tinham entre quatro e seis exames. Apenas 1,8% das crianças eram filhas de mães que não fizeram nenhum pré-natal.

Na relação médico/habitante, o RN tinha a  segunda maior taxa do Nordeste: 1,39, mas abaixo da média nacional.

De acordo com a Síntese de Indicadores Sociais, quase 30% dos domicílios urbanos brasileiros não tinham acesso aos serviços básicos de saneamento (abastecimento de água, esgotamento sanitário, coleta de lixo e iluminação elétrica) em 2012. A pesquisa informa também que 93,5% não tinham esgotamento sanitário. Nesse indicador, os maiores percentuais foram das regiões Norte e Nordeste (95,3% e 96,0%, respectivamente).

O aumento do acesso aos serviços foi 7,3 pontos percentuais em dez anos. De acordo com  a coordenadora da pesquisa, Ana Lúcia Saboia, o aumento da renda do trabalho, da escolaridade e do acesso a serviços essenciais, de 2002 até o ano passado, mostram que os indicadores sociais do país são cada vez melhores, mas os desafios ainda são enormes. “As melhoras são um incentivo para nós, porém, questões permanecem, como a de infraestrutura, saneamento básico ainda são o grande drama; grande parte da população ainda não tem acesso a esse serviço”, comentou ela.

Segundo o IBGE, em 2012, 40,8% dos domicílios urbanos tinham computador, TV em cores e máquina de lavar. Cerca de 37% aparelho de DVD e 34,3% contavam com outros serviços, além da internet. Para os 9,2 milhões de domicílios cujos moradores têm  rendimento per capita de até meio salário mínimo, apenas 10% tinham internet.

Dilma ou seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, ambos do PT, lideram a corrida presidencial em todos os cenários mais prováveis para 2014 –o Datafolha testou nove combinações de nomes.

A presidente pontua de 41% a 47%, dependendo de quem são seus adversários. Lula oscila de 52% a 56%.

O Datafolha entrevistou 4.557 pessoas em 194 municípios na quinta e na sexta-feira. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Apesar do conforto momentâneo que oferecem a Dilma, os eleitores emitem um sinal contraditório para a petista. Dois terços dizem preferir que “a maior parte das ações do próximo presidente seja diferente” das adotadas por ela.

Entre todas as simulações com os nomes dos pré-candidatos, o cenário que parece mais provável hoje é também aquele em que Dilma está mais bem colocada. Ela tem 47% contra 19% de Aécio Neves (PSDB) e 11% de Eduardo Campos (PSB). Em outubro, ela pontuava 42%. O tucano tinha 21% e o socialista, 15%.

Nesse cenário, o percentual de eleitores que vota em branco, nulo ou que se diz indeciso ficou inalterado em 23%, de outubro até agora. Ou seja, a petista cresceu extraindo votos dos dois adversários diretos nesse período. Ganharia no primeiro turno.

A presidente só não venceria hoje a eleição na primeira votação nos cenários em que Marina Silva aparece como candidata. Ocorre que a ex-senadora se filiou ao PSB e não é certo que vá concorrer como cabeça de chapa nas eleições do ano que vem.

Numa das simulações, a petista fica com 41% contra 43% dos outros dois adversários somados (Marina registra 24% e José Serra 19%). Mas Dilma está se recuperando. Em outubro, tinha 37%, contra 28% de Marina e 20% de Serra.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, testado num dos cenários, aparece com 15%, numericamente em segundo lugar. Dilma, com 44%, venceria no primeiro turno. Aécio teria 14%. Campos, 9%.

Diferentemente de Dilma, o ex-presidente Lula venceria a disputa no primeiro turno nos quatro cenários em que seu nome aparece –inclusive contra Marina e Serra.

The Arena das Dunas in Natal, Brazil

Um estádio está a subir em um dos locais de torneios do Brasil, mas os moradores querem empregos

É fácil ter uma noção de como os moradores em Natal – uma das sedes para a Copa do Mundo de futebol do próximo ano – se sente sobre o torneio. “O que é o novo estádio como?” Peço um funcionário da alfândega, no saguão de desembarque do aeroporto da cidade. “Deve ser quase construído até agora.”

Os selos oficial meu passaporte e olha para cima. “Uma nave espacial”, diz ela, inexpressivo. “É como uma nave espacial pousou no meio da nossa cidade.”

Poucos ouviram falar de Natal, na ponta do extremo nordeste do Brasil. Pense Rio de Janeiro sem os biquínis e praia corredores. Mas se não se sabe agora, não vai ser em Junho de 2014: Natal é uma das 12 cidades-sede do torneio do próximo verão. Rumores dizem que a Inglaterra poderia estar jogando aqui na fase de grupos.

A Arena das Dunas – nomeado após as dunas de areia na costa próxima – assoma à vista no carro do aeroporto.

O início da Copa do Mundo é menos de sete meses de distância. Mas há pouco entusiasmo pré-torneio aqui até agora. O ressentimento é mais prevalente.

Jan-Marten Hoitsma, gerente de projetos da Amsterdam Arena do AFC Ajax, que foi elaborado em poucos meses atrás para ajudar a ver o projeto do estádio de Natal para a conclusão, tem uma explicação: “Não há grandes times de futebol aqui – a maior equipe recebe portas do em torno de 5.000 e estamos construindo um 42.000 lugares do estádio da Copa do Mundo. “

Os habitantes são infelizes sobre os custos, para que ele e sua equipe estão tentando incentivar os jovens dos bairros mais pobres de Natal para treinar como mordomos da Copa do Mundo. “Precisamos conquistar a comunidade”, ele admite.

Um estádio de futebol já existia no local onde o novo está sendo construído, mas não atender aos padrões da Fifa. É uma história familiar através das 12 cidades-sede; estádios antigos sendo demolidos para dar lugar a novos brilhantes que custam dezenas de milhões de libras.

“Queremos que os hospitais e escolas” padrão Fifa ‘”é uma brincadeira popular no pichações em toda a cidade. Fora da entrada para Arena das Dunas, alguém rabiscou uma nova mensagem: “. Queremos trabalho ‘padrão Fifa'”

Investimento em projetos da Copa do Mundo – incluindo estádios, aeroportos, estradas e transporte público – deverá gerar R $ 55 bilhões para a economia brasileira em 2019, de acordo com o ministério brasileiro de esporte.

Mas os projetos de construção dispararam desastrosamente acima do orçamento. Os gastos com a reforma e construção de campos de futebol deveria vir em pelo menos de £ 600 milhões, mas subiu para mais de quatro vezes essa quantidade já.

A estrutura do telhado com estampas pétala da Arena das Dunas parece muito mais impressionante do interior. Hoitsma diz que cerca de 1.900 trabalhadores da construção civil são empregados no site. A maioria são sobre os salários de salário mínimo, mas muitos pediram aumentos salariais e recentemente abatido ferramentas em protesto.

No edifício do governo local de Natal, a poucos passos do chão, há buracos de bala na porta de um assalto na semana anterior. Ninguém se preocupou em corrigir os danos ainda. Um seguro vazio fica arrebitado no corredor.

Natal, uma vez desfrutou de uma reputação de ser uma das cidades mais seguras do Brasil. Mas, como o resto do país, o rápido crescimento econômico da região nos últimos 10 anos tem parado recentemente e criminalidade tem vindo a subir.

Rogério Marinho, secretário econômico para a região, diz-me em torno de R $ 400 milhões (£ 105 milhões) foram gastos até agora na construção de estádio de Natal.

Comparado com Wembley, que não é uma soma enorme – mas Natal é uma cidade de menos de 1 milhão de pessoas e é curta de cerca de 40.000 casas. Há uma necessidade desesperada de lugares acessíveis para viver. As pessoas muitas vezes vivem 10 a uma casa.

Estatísticas como aqueles conduzidos a 30.000 manifestantes acumulando para as ruas de Natal durante o verão para protestar sobre os serviços públicos pobres num momento em que tanto dinheiro está sendo gasto em um estádio para sediar apenas quatro jogos da Copa. Protestos semelhantes ocorreram em mais de 100 cidades de todo o Brasil.

“Quando a Copa do Mundo veio para Natal, nos sentimos como se tivéssemos ganhado um grande prêmio”, diz Marinho. “O governo federal tinha um plano específico para cada cidade. Nós estávamos indo para obter melhores ruas, melhor transporte público, todos os tipos de benefícios.”

Ele admite: “A maioria desses projetos não estará pronto a tempo.”

Turismo Copa do Mundo-alimentada é uma das grandes esperanças; Fifa já recebeu mais de 6 milhões de pedidos de ingressos. Mas, na última Copa do Mundo, na África do Sul, apenas 300 mil torcedores estrangeiros visitaram – cerca de um terço a menos do que o esperado.

Outra esperança para Natal é o novo aeroporto que está sendo rapidamente concluído. Marinho espera que seja um impulso para a economia local, dada a ambição de tornar-se o maior aeroporto da América Latina – e um dos maiores do mundo.

Eles esperam que ele vai se tornar um mega hub como Atlanta, nos Estados Unidos, um lugar que milhões de pessoas passam, mas poucos ficar dentro

Essa transitoriedade, talvez, resume o destino do novo estádio da Copa do Mundo do Natal também.

THE GUARDIAN