Terreno onde será instalada a ZPE de Macaíba

Prefeito Fernando Cunha quando a ZPE de Macaíba sairá do papel? o senhor prometeu em campanha que a cidade iria ter mais de 10 mil empregos com a ZPE instalada e funcionando em nossa cidade.

Veja como Macaíba foi escolhida para ter a zona de processamento de exportação.

O município de Macaíba foi escolhido primeiro pelo Distrito Industrial e pelo Centro Industrial Avançado de Macaíba (CIA), que comportam hoje empresas do setor de alimentos, informática, têxtil e material para produção de produtos.

Além disso, a cidade está localizada próxima tanto do Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, quanto do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que está em construção, e que, junto à ZPE, promete transformar a Região Metropolitana de Natal em um dos principais pólos exportadores do Nordeste.

O projeto da ZPE foi desenhado pela Prefeitura de Macaíba, pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), e pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), que juntamente com os empresários formalizaram um espaço para a implantação da ZPE.

A área escolhida tem mais de 160 hectares e está localizada na Reta Tabajara, rodovia que liga Macaíba a Natal e aos municípios do interior do Estado, pela BR-101.

Apesar de ter como principal finalidade atrair investimentos estrangeiros, as ZPE’s acabam também fortalecendo e muito o mercado interno, já que deixam as empresas nacionais em igualdade de condições com os concorrentes de outros países. O desenvolvimento da economia local acaba vindo naturalmente por uma sucessão de fatores interligados. O incremento de novas tecnologias, o aumento do valor agregado dos produtos e consequentemente o aumento do fluxo de mercado, e a geração de empregos.

Com as sucessivas frustrações de receitas provenientes do Fundo de Participação dos Municípios, alguns prefeitos começam a adotar, no Rio Grande do Norte, medidas para tentar reduzir os gastos com folha de pagamento. Como não podem cortar as despesas com servidores efetivos, a alternativa é exonerar alguns cargos comissionados.

Benes Leocádio afirma que há prefeituras que avaliam cortes para compensar frustração de receitas
Benes Leocádio afirma que há prefeituras que avaliam cortes para compensar frustração de receitas

O prefeito de Touros, Ney Leite, decidiu demitir, e não preencher enquanto não houver recuperação nas receitas, 499 cargos comissionados e contratos que não tenham estabilidade. A economia pode chegar a R$ 439 mil. Ontem, a secretária municipal de Administração, Aparecida do Nascimento, afirmou que não tem estimativa sobre o número de comissionados que vão permanecer nas funções. Ela disse que as exonerações ainda não foram publicadas. Aparecida do Nascimento informou que os salários dos 10 secretários são de R$ 4 mil. Os cargos com remunerações mais baixas em Touros ficam próximos de R$ 700.
O presidente da Femurn, Benes Leocádio, afirmou que há informações de outros municípios no Rio Grande do Norte, nos quais os prefeitos adotaram medidas semelhantes ou avaliam a possibilidade de cortes. Em São Tomé, segundo o presidente da Femurn, também existe a intenção de reduzir a quantidade de funções gratificadas.
Prefeito de Lajes, Benes Leocádio pretende adotar ajustes e entre as medidas em estudo está a exoneração de comissionados. Ele disse que há, atualmente, no município, em torno de 67 cargos de livre nomeação, dos quais 38 ocupados por servidores que não são dos quadros efetivos. Os salários variam de R$ 200 a R$ 3.200. Benes Leocádio ainda não definiu a quantidade de exonerações. Nesta semana, pretende reunir o secretariado para discutir o ajuste. 
As justificativas para a redução são comuns nos casos dos prefeitos que planejam fazer as reduções na folha de pagamento. Ney Leite aponta queda nas estimativas de repasses do Fundo Municipal de Participação dos Municípios (FPM), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) e do Imposto de Circulação de Mercadoria e de Serviços (ICMS). “Se compararmos os meses de janeiro e outubro de 2013, só no FPM, o município teve uma queda de mais de 70%”, lamentou. “Não posso comprometer serviços essenciais, como a Educação e a Saúde”, acrescentou. Ele comentou ainda que os servidores serão recontratados de acordo com a necessidade de cada setor. 
Paralisação
Além dos cortes, as prefeituras do Rio Grande do Norte promoverão nos próximos dias 5 e 6 de novembro (terça e quarta-feira da próxima semana) um protesto coletivo e simbólico contra a crise financeira. A decisão foi tomada nesta terça-feira, 29, em assembleia convocada pela Femurn. No protesto, que faz parte do Movimento SOS Municípios, lançado no último dia 21, as prefeituras terão suas sedes administrativas fechadas e sinalizadas com uma faixa preta e uma mensagem à população. Os serviços públicos essenciais serão preservados.
Os prefeitos também vão a Brasília para pedir que os deputados e senadores votem projetos de lei e emendas constitucionais que recuperem as contas dos municípios. Eles pretendem visitar todos os parlamentares federais do Estado. Os prefeitos querem  solicitar que deputados e senadores se comprometam em votar de acordo com os interesses dos municípios. 
As estratégias estabelecidas pela assembleia extraordinária da Femurn não param por aí. Todos os prefeitos se comprometeram em telefonar para os deputados e senadores para exigir que votem a favor de medidas de socorro às gestões municipais. Os gestores também pretendem procurar os veículos de comunicação locais para prestar esclarecimentos à população e conscientizar a respeito dos problemas decorrentes da falta de recursos financeiros. Uma das medidas solicitadas ao Congresso Nacional é a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 39 que aumenta em 2 por cento a destinação dos recursos arrecadados com o Imposto de Renda e o Imposto sobre Produção Industrial (IPI) para o Fundo de Participação dos Municípios.
O Movimento SOS Municípios vai continuar e ser ampliado. Nos dias 11 e 12 de novembro, a Confederação Nacional dos Municípios promoverá, conjuntamente com as Federações Estaduais, uma grande mobilização junto ao Congresso Nacional dos Municípios. “Temos de agir agora. A hora é essa. Se medidas não forem tomadas agora, os municípios não terão condições de governabilidade em 2014”, afirma o presidente da Femurn.
Matéria Tribuna do Norte

O presidente nacional do PSDB e senador, Aécio Neves (MG), protocolou nesta quarta-feira (30) um projeto de lei, no Senado, para transformar o Programa Bolsa Família em política de Estado. O objetivo é garantir a manutenção do benefício independentemente de quem estiver à frente do governo.

O projeto inclui o programa na Lei Orgânica da Assistência Social (Loas) e estabelece que o benefício continuará sendo pago por seis meses depois que o chefe da família conseguir um emprego com carteira assinada. Dessa forma, a família terá direito a continuar recebendo a bolsa no período de experiência no trabalho, enquanto ainda não estiver fixa.

“Porque o grande temor das famílias que recebem o Bolsa Família para se reintroduzirem no mercado de trabalho é que depois, eventualmente perdendo o emprego, tenham dificuldade para serem recadastradas”, explicou o senador.

O projeto iniciará a tramitação pelo Senado, onde passará pelas comissões permanentes e depois seguirá para a Câmara dos Deputados.

Da Agência Brasil

A abertura dos jogos ocorrerá na próxima sexta-feira (01), a partir das 8h, no Pax Club, de onde sairá um desfile com destino ao ginásio Edílson Albuquerque. Os jogos contarão com 12 modalidades esportivas, entre elas, ciclismo, queimada, xadrez, judô, karatê, capoeira, futsal, entre outras.

As atividades esportivas começarão no domingo (3), a partir das 8h com a realização das competições de ciclismo e atletismo na Avenida Mônica Dantas, em frente à Prefeitura Municipal.

Assessoria de comunicação

Nesta quarta-feira (30), o prefeito Fernando Cunha e presidente da Câmara Municipal, Gelson Lima, estão em visita à Capital Federal. Inclusive, ambos terão uma audiência com a presidenta Dilma Vana Rousseff. O principal objetivo é conseguir novos recursos e investimentos por parte do Governo Federal para o município de Macaíba. As autoridades políticas visitam vários ministérios, incluindo Saúde, Educação, Cidades e Integração Nacional.

Assessoria de comunicação

O clima esquentou na tarde desta quarta-feira (30) na Câmara Municipal do Natal. Vereadores discutiram depois que Amanda Gurgel (PSTU) afirmou que, no Legislativo, há a bancada do Seturn e que a emenda proposta por 12 parlamentares para alterar proposta encaminhada pela Prefeitura do Natal tem o objetivo de defender interesses de empresários. Parlamentares ameaçaram processar a vereadora e a parlamentar reagiu, chegando a chamar um dos vereadores de bandido.

No vídeo, postado na página de Amanda Gurgel no Facebook, a vereadora disse que a “bancada do Seturn” sempre existiu e, agora, foi possível ver quem são os parlamentares que supostamente estariam a serviço dos empresários.

“Com a votação da emenda que garantiria a unificação do bilhete aqui na cidade, os vereadores que assinaram a emenda disseram pelas próprias mãos quem é a bancada do Seturn na CMN. Por coincidência, os mesmos que vetaram o passe livre e que estão nessa relação promíscua que todo mundo sabe que sempre existiu, entre vereadores, Executivo, e os empresários que custeiam as campanhas dos políticos”, disse Amanda Gurgel no vídeo.

Na sessão de hoje, após terem conhecimento sobre o conteúdo do vídeo, vários vereadores foram à tribuna para rebater as acusações de Amanda Gurgel. Os vereadores Aroldo Alves (PSDB) e Eudiane Macedo (Solidariedade) foram os primeiros a rebater as palavras da parlamentar. Segundo o vereador do PSDB, Amanda Gurgel foi leviana e precisa respeitar opiniões divergentes.

“A senhora me respeite. Não fui fabricado. Não aceito que uma pessoa fique denegrindo a minha imagem de vereador. O seu mandato foi fabricado. Não conheço ninguém do Seturn. Vamos entrar com representação contra Amanda Gurgel para receber e respeitar minha opinião. Não vou para minha casa levar desaforo de quem quer que seja”, disse o vereador.

A vereadora Eudiane Macedo também disse que vai processar Amanda Gurgel. Para a vereadora do Solidariedade, a parlamentar do PSTU só poderia fazer as acusações caso tivesse provas.

“Quando fala tem que ter prova e responsabilidade. Agora a vereadora Amanda Gurgel vai ter que provar. Nunca me meti em picaretagem. O vídeo foi distorcido pela vereadora Amanda Gurgel. Jogue a realidade, jogue a realidade, não precisa estar mentindo”, disse Eudiane Macedo.

O vereador Adão Eridan (PR) foi o mais incisivo nas palavras. O parlamentar acusou Amanda Gurgel de não trabalhar enquanto era professora, de apoiar as pessoas que depredaram a CMN e disse que é uma decepção tê-la como companheira de parlamento.

“A senhora dá apoio aos baderneiros da Câmara de Natal. A senhora deveria usar as redes sociais que se elegeu com quase 33 mil votos mentindo dizendo que era professora e nunca foi professora de sala de aula, nunca deu aula. Ficava pastorando uma biblioteca na zona Norte e isso mesmo só dava atestado, nem frequentava a biblioteca. Para doença da senhora é fácil curar a doença, porque é preguiçoso. Decepção para mim ter a senhora como vereadora nesta Casa”, disse.

Amanda Gurgel, que pouco respondia aos parlamentares naquele momento, levantou o tom com Adão Eridan. “Apesar de eu ser vereadora, não faço parte das pessoas que estão aqui com demagogia. Demagogos todos. O maior baderneiro que existe é ele (Adão Eridan). É condenado pela Operação Impacto. E ele vai ter que provar que eu trouxe maconha, bebida e lagosta”, disse Amanda Gurgel.

Os vereadores Sandro Pimentel e Marcos do Psol foram favoráveis à postura de Amanda Gurgel e foram os únicos que saíram em defesa da parlamentar. Enquanto Sandro Pimentel disse que era uma honra participar do mesmo parlamento que a vereadora, Marcos do Psol aproveitou para disparar contra os vereadores que assinaram a emenda.

“Aqui não é a casa do povo. É a casa dos empresários. A bancada do Seturn existe sim e os que assinaram a emenda são dela, ou pertencem por querer votar pela emenda, ou pertencem por outros interesses inconfessáveis”, disse o vereador.

Texto Tribuna do Norte

Foto Denis Máximo

 Foto Denis Máximo

Foto Denis Máximo

A situação não está nada boa para os vereadores da bancada do prefeito Fernando Cunha (PROS) que conta com dez vereadores lhe apoiando no legislativo. A população parece ter se arrependido de ter votado no prefeito e nos vereadores de sua bancada,  enquetes recente em alguns blogs da cidade mostram a  reprovação da gestão, que  chega a 60%, outro fato que está deixando a população bastante irritada é os projetos que a bancada do prefeito vem votando contra, um deles é o projeto de base cidadã que iria trazer a policia para dentro dos bairros.

Ezequiel e a ex-prefeita Marília 

Os juízes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) apreciaram nesta tarde, a Ação de Justificação de Desfiliação Partidária, do deputado Ezequiel Ferreira, que solicitou para sair do PTB. O relator,  juiz Nilson Roberto Cavalcanti Melo já tinha concedido uma liminar, autorizando o deputado Ezequiel a sair da legenda que pertencia, devido ao fim do prazo que foi encerrado no último dia 05 de outubro.

Pois por unanimidade de votos, o plenário do TRE/RN deu procedência à ação, e reconheceu a existência de justa causa para a desfiliação de Ezequiel Galvão Ferreira de Souza do quadro de filiados do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e autorizar o seu desligamento da referida agremiação partidária, sem prejuízo do mandato de Deputado Estadual. Como a Justiça Eleitoral autorizou, Ezequiel assinou a ficha de filiação ao PMDB, desde o dia 04 de outubro passado.

Rodrigo Rafael
Jornalista DRT/RN 1462

O Ministério da Educação divulgou o gabarito oficial da edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As provas foram realizadas no sábado (26) e domingo (27). Os documentos referentes a cada cor de prova estão disponíveis para download no site do Enem.

O resultado individual das provas, que inclui a correção e nota da redação, deve ser divulgado na primeira semana de janeiro de 2014.
Os participantes podem acessar os resultados individuais mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha no site do Enem.

Entusiasta da ex-senadora Marina Silva (PSB-AC), o ator Marcos Palmeira, de 50 anos, filiou-se recentemente ao PSB e passou a ser cotado para disputar o governo do Rio em 2014. Caso lance a candidatura, pode ter como um dos adversários outro novato na política: o treinador de vôlei Bernardinho, que se filiou ao PSDB em agosto. Mas Palmeira nega a intenção de se candidatar.

“A filiação ao partido foi um ato simbólico de apoio à Rede! Não estive com Eduardo Campos (governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB) nem fui convidado a ser candidato a nada, apenas participo das discussões com Marina Silva na Rede por um Brasil novo!”, afirmou Palmeira em nota, famoso por personagens como o Gumercindo, da novela Porto dos Milagres (2001), e Cazuza, de Saramandaia (2013).

“Fui sondado, mas não veio nada através da Marina, e meus passos são dados muito em cima do que eu acordo com a Marina. Teve uma reunião do Campos com alguns artistas, e me ligaram e disseram: se prepara que você vai ser candidato. Achei tudo muito louco, já queriam formar o meu grupo de trabalho, mas não tem a menor condição. Ainda temos de achar esse nome para o Rio”, afirmou o ator ao jornal O Globo, ontem. Palmeira sugeriu o nome do deputado Miro Teixeira (Pros-RJ) para o governo do Rio: “Dos políticos tradicionais, eu acho que ele poderia trazer alguma credibilidade”, afirmou o ator.

Maria da Guia Dantas – repórter

O procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, reagiu às declarações dadas pelo secretário estadual do Planejamento e das Finanças (Seplan), Obery Rodrigues em entrevista à TRIBUNA DO NORTE, na edição do domingo (27). Para Rinaldo Reis, a responsabilidade pela crise financeira do Estado é do Executivo, que “não cumpre o seu papel” e não consegue otimizar a relação entre receitas e despesas do Estado. O chefe do Ministério Público Estadual disse que o governo Rosalba Ciarlini não age com “publicidade e transparência”, daí a necessidade de um inquérito civil que pudesse apurar a crise que atingiu mais recentemente o pagamento do funcionalismo e a redução dos orçamentos dos Poderes.

Rinaldo Reis nega que gastos do Ministério Público tenham crescido mais do que na Saúde
“Identificamos uma anormalidade e precisamos averiguá-la, já que o Governo não esclarece voluntariamente”, frisou o procurador-geral de Justiça. 
Ele observou há uma contradição entre o recorde de receita,  sobretudo no que diz respeito à arrecadação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), e a crise financeira que culminou com o atraso no pagamento da folha, uma vez que parte dos servidores só receberam os salários de setembro no dia 10 de outubro, quando deveriam estar com as remunerações disponíveis até, no máximo, o quinto dia útil do mês seguinte ao trabalhado. 
Para o procurador-geral, esta incoerência ainda não foi explicada. Rinaldo Reis salienta também que o crescimento da arrecadação é pujante e por isso não é aceitável a manutenção do corte mensal de 10,74% nos orçamentos dos Poderes, Ministério Público e Tribunal de Contas.
Apurações
“Esse percentual já deveria ter sido reduzido”, opinou o procurador-geral de Justiça. O inquérito que apura as finanças sob gerencia do Executivo está em fase inicial. Rinaldo Reis destacou que as informações, alvo de análise, foram entregues pessoalmente pela governadora Rosalba Ciarlini, na noite de quinta-feira (24). O estudo terá início hoje. “Como é praxe, o Ministério Público, tão logo tenha suas conclusões, virá a público apresentá-las. O Ministério Público age com publicidade e transparência”, disse, antes de acrescentar: “Atestaremos se os índices (do Governo) estão corretos ou não”.
A investigação do MPE inclui as finanças do Estado como um todo, mas o objetivo principal é averiguar se o índice de 10,74% fixados em decreto governamental está correto. 
O procurador Rinaldo Reis registrou também que o secretário  Obery Rodrigues “não falou a verdade” quando disse que os orçamentos dos Poderes estão acima dos patamares destinados à áreas vitais, como a Saúde. “Só para se ter uma ideia, o orçamento do MPE de 2012 para 2013 cresceu 4%, quando o próprio Governo estimou perto de 20%”, contestou.
O titular da Seplan apontou despesas de quase 20% com os Poderes durante o ano de 2013, enquanto que os gastos com a pasta da Saúde não chegam a 18%. Ele disse também que de 2010 para 2012 os orçamentos do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, MPE e TCE/RN cresceu em média 45%.
Tribuan do Norte

A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, no início da tarde de hoje (29), em entrevista coletiva na Escola de Governo, em Lagoa Nova, como será o pagamento dos salários dos servidores públicos referente ao mês de outubro. De acordo com a governadora, irão receber nos dias 30 e 31 os funcionários que estão lotados nas secretarias de saúde, educação e segurança, além dos que trabalham nos órgãos com arrecadação própria como Detran e Idema.

Os servidores que trabalham nas demais secretarias e órgãos da administração estadual, e que recebem até R$3.000, também vão receber nos dias 30 e 31. Já os funcionários que recebem acima desse valor vão esperar até dia 8 de novembro para que tenham os salários do mês de outubro depositados.
O formato adotado em outubro é o mesmo de setembro. Ainda não há informações sobre os próximos calendários com os meses de novembro e dezembro, além do 13º. Porém, a governadora assegurou que o 13º será pago ainda em 2013. Na solenidade que ocorreu nesta terça-feira (29), a governadora também lançou o programa RN Sustentável.

Tribuna do Norte

Maratona beneficente que o SBT realiza há 16 anos, o Teleton 2013 será lembrado não apenas pelo valor recorde arrecadado, mas também pela inédita parceria entre Silvio Santos e Ivete Sangalo. Juntos por quase duas horas no palco, o apresentador e a cantora deram um show de humor, improviso e diversão.
O Teleton é uma ação em prol da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente), que mobiliza o elenco do SBT, além de convidados, por dois dias em busca de doações. A meta deste ano era de R$ 26 milhões e foi alcançada por volta da 1h da madrugada de domingo.
Na reta final da maratona, Silvio ocupou o palco com a filha Patrícia Abravanel e o neto Tiago. O entretenimento começou mesmo quando Ivete chegou. Reproduzo a seguir alguns momentos memoráveis da noite.
A primeira piada foi de Silvio que, ao convocar a cantora para o palco, a chamou de “Ivete São Galo”. Ela logo retribuiu, ao tentar abraçar o apresentador, que ficou duro como um poste: “Me abraça, Silvio!”, exigiu, ensinando-o como fazer.
Muito à vontade, Ivete prometeu: “Se a gente bater a meta vou dar um selinho em Silvio”. Ao que Patrícia observou: “Dá no Tiago”. E Ivete: “Que Tiago, minha filha. Eu quero é Silvio. Já falei pro meu marido. É em nome de uma boa causa. Se bater na meta, vou tascar um beijo em Silvio.”
Ivete tirou Silvio para dançar, mas acabou pisada e um sapato saiu do pé. Na sequência, a cantora resolveu tirar os dois pés e os ofereceu ao leilão para arrecadar recursos para a AACD. Silvio sugeriu que ela autografasse o calçado, o que ela fez.
“Deixa eu ver como ficou o autógrafo. (olhando o rabisco que ela fez) Isso aqui é ‘Ivete’? É assim que você assina?” E ela, desbocada: “Sou cantora. E pra isso não preciso de faculdade. Não vem exigir caligrafia perfeita”.
A cantora também calou o apresentador quando foi questionada se iria usar playback numa apresentação: “Senta lá e assiste, Silvio”, disse ela. Num momento em que Silvio elogiou Ivete, a cantora foi rápida no gatilho: “Ah, muito obrigada! E se você quiser me dar um programa, estamos aí.” O apresentador mudou de assunto.

A certa altura, Ivete elogiou Patrícia: “Que linda, ela. Magrinha, toda organizada…” Silvio concordou: “Verdade. Fabricação caseira.” Na sequência, a cantora falou: “Ainda bem que Silvio criou uma televisão. Se não tivesse televisão, ele ia fazer mais filhos.”. E ele: “Provavelmente.” Em outro momento, ela disse: “Eu não sou sua neta, mas poderia ser.”
Ivete estava tão à vontade que ajudou a segurar as cartolinas que o apresentador lê, as chamadas dálias, com informações sobre o andamento do programa. Também ajudou Silvio com o nome dos patrocinadores. “Quem é Nívea? Onde ela mora?”, ele perguntou, fazendo o estilo marciano. “Nívea é a marca”, disse a cantora.
Silvio, que a certa altura chamou o neto de “o gordinho ali”, também foi alvo de piada de Tiago. Olhando para o avô, ele cantou: “A pipa do vovô não sobe mais!” Ivete homenageou Silvio reproduzindo momentos do programa do apresentador que ela viu na infância. “Não lembro disso”, ele disse, surpreso.
Todo mundo que viu o show de Silvio e Ivete no Teleton ficou imaginando como seria um programa de televisão apresentado pela dupla. Só faltou mesmo o “selinho” que a cantora prometeu.

Blog Mauricio Stycer

impd-x-iurd

A igreja de Valdemiro Santiago está passando por uma crise financeira e devido a isso deixará as frequências da Rede 21, da qual faz parte do grupo da Bandeirantes.
Os cultos da Igreja Universal do Reino de Deus, principal concorrente da Igreja Mundial, passarão a ser exibidos por todas as emissoras e retransmissoras da Rede 21. Além disso a igreja de Edir Macedo também serão transmitidos pela madrugada na Band, horário este que era ocupado pela Igreja Mundial.
A saída da Igreja Mundial da Rede 21 já está sacramentada. Foi apurado que já foi assinado um contrato entre a IURD e o Grupo Bandeirantes. Técnicos de televisão da IURD estiveram na Bandeirantes na última sexta-feira fazendo ajustes para a troca de sintonia. Falta apenas “virar a chave” para o 21 trocar uma igreja pela outra, o que pode acontecer a qualquer momento ou no máximo em três semanas.
Valdemiro Santiago perderá seu espaço na emissora por falta de pagamento, o valor estimado de débito da Igreja Mundial para Band é entre R$ 13 milhões e R$ 21 milhões. Valdemiro só  ainda não foi despejado pelo 21 porque tem um prazo contratual para isso e porque o Grupo Bandeirantes estaria tentando reduzir o prejuízo de eventual calote.
Santiago anunciou que seus fiéis passarão a vê-lo pelo canal 25, uma retransmissora “educativa” de Suzano, na Grande São Paulo, cujo sinal é muito fraco em regiões importantes de São Paulo, como a zona sul. O próprio Santiago reconhece a fraqueza do canal. “Quem aqui já conseguiu pegar no 25?”, indagou aos fiéis.
Com informações do Notícias da TV.

Leia mais: http://tvfoco.pop.com.br/audiencia#ixzz2j3N8iXkv
Follow us: @tvfoco on Twitter | sitetvfoco on Facebook

O principal centro de pesquisas e desenvolvimento biomédico do Brasil anunciou nesta segunda-feira (28) planos de produzir uma vacina dupla viral para sarampo e rubéola destinada a países em desenvolvimento, sobretudo na África.

A primeira vacina brasileira desenvolvida especificamente para exportação será produzida pela Bio-Manguinhos, uma unidade da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com a Fundação Bill & Melinda Gates.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, fez o anúncio dos planos sobre a vacina em uma conferência de medicina organizada pela Fundação Gates no Rio de Janeiro.

Países como China, Índia e Brasil têm intensificado os investimentos em tecnologia biomédica para fornecer vacinas e remédios a países em desenvolvimento com preços reduzidos em relação aos praticados pela indústria farmacêutica de países desenvolvidos.

O sarampo mata 158 mil pessoas por ano no mundo, a maior parte formada por crianças até cinco anos. A rubéola, virose contagiosa que tem pequenas manchas entre os sintomas, pode causar sérias sequelas em mulheres grávidas e seus bebês.

A Bio-Manguinhos, que possui um largo histórico na produção de vacinas combinadas para sarampo, caxumba e rubéola, vai fabricar 30 milhões de doses por ano da nova vacina dupla viral para suprir países em desenvolvimento na África, Ásia e América Latina.

A produção vai incrementar a disponibilidade da vacina que hoje é feita por apenas um fabricante, o Instituto Serum, da Índia.

A Fundação Gates afirmou que vai destinar 1,1 milhão de dólares para apoiar os testes clínicos e pode contribuir para fundos adicionais em fases subsequentes do projeto.

Bio-Manguinhos tem produzido a vacina multiviral para sarampo, caxumba e rubéola desde 2003 sob um acordo de transferência de tecnologia com a GlaxoSmithKline. Essa vacina tripla é usada no programa de imunização brasileiro, mas ainda não foi adotada em outros países em desenvolvimento devido ao custo e à limitada presença epidemiológica de caxumba em muitos desses países.

A nova vacina bivalente será destinada a esse grupo de nações e deve chegar ao mercado até 2017.

(Reportagem de Anthony Boadle)