Nesta quarta-feira (5), o Campus Natal-Central do IFRN divulgou a lista de candidatos convocados para as vagas remanescentes do SiSU 2020.2. Os candidatos devem conferir a convocação e observar todas as informações sobre como proceder. As vagas são para os Cursos Superiores de Tecnologia e os Cursos Superiores de Engenharia. As matrículas serão nos dias 10 e 11 de agosto, podendo ser na forma presencial ou online.

Matrícula presencial

O candidato convocado para realizar matrícula e optar pela modalidade presencial deverá entrar em contato com o Campus Natal-Central (CNAT) e efetuar o prévio agendamento. Essa marcação deve ser feita por meio do link https://docs.google.com/forms/d/1lQ9o88Uf-bvRp0DqUMgj3tp2LfN5NDFxFW4Ptr3N0H8/viewform?edit_requested=true que consta na lista de candidatos convocados, de 05 a 10 de agosto, pelos telefones (84) 4005-9861 / 4005-9864 / 4005-9967), ou por e-mail (seac.cnat@ifrn.edu.br), nos dia 07 e 10 de agosto de 2020. O comparecimento deve acontecer no dia e horário agendados.

Em decorrência da pandemia de Covid-19, só poderão ter acesso ao Campus os candidatos agendados que estiverem usando máscara. O candidato menor de idade ou com deficiência poderá ser acompanhado por apenas um responsável. O acompanhante obrigatoriamente também deverá usar máscara. No ato da matrícula, é preciso respeitar as regras de distanciamento social, para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Matrícula Online

A realização da matrícula online será realizada através do endereço eletrônico https://www.gov.br/pt-br/servicos/matricular-se-em-curso-de-educacao-superior-de-graduacao-licenciatura-tecnologia-e-bacharelado-ifrn . O candidato terá como prazo final, para essa modalidade, até as 11 horas e 59 minutos do dia 11 de agosto. Após o preenchimento dos dados solicitados no cadastro, os convocados deverão fazer o upload da documentação listada.

Nenhuma matrícula online será homologada imediatamente após o envio da documentação, pois o material será ainda avaliado. No caso de homologação ou mesmo de necessidade de ajustes por algum erro na documentação enviada, o candidato receberá uma notificação pelo e-mail cadastrado.

Suplência

Os candidatos convocados, conforme listagem em anexo, e que estão fora das vagas disponíveis deverão preencher o formulário no link https://docs.google.com/forms/d/1iQY6oNvCALZKt89-IAep29Z36lMfKoNO1zZIwFHFRLk/closedform somente no período de matrícula, para assinarem a lista de suplência. A listagem será preenchida das 8h do dia 10/08/2020 até as 16h do dia 11/08/2020. À medida que surgirem novas vagas remanescentes, os candidatos que assinaram a lista de suplência serão convocados para matrícula, obedecendo-se a ordem de classificação.

É necessário acompanhar a divulgação dos documentos através da página do candidato https://portal.ifrn.edu.br/campus/natalcentral/editais/editais-2020/projeto-atividade-fisica-para-adultos/edital-no-2-2020-de-dg-cnat-re-ifrn/

Mais informações pelos telefones (84) 4005-9861 / 4005-9864 / 4005-9967).

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), Gilberto Jales, recomendou que a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) não celebre termo aditivo ao contrato nº 512/2020, firmado para implementação e gestão de leitos de UTI em dois hospitais da rede estadual (João Machado e Alfredo Mesquita), até que sejam esclarecidas inconsistências apontadas no Relatório de Acompanhamento produzido pela comissão técnica da Diretoria de Administração Direta (DAD).

Na peça, os auditores de controle externo apontam que o referido contrato, firmado em 14 de maio de 2020 com o Instituto Jurídico para efetivação da Cidadania e Saúde – Avante Social, não vem sendo cumprido de forma adequada, com indícios de que o Governo do Estado estaria arcando com custos que deveriam ser da contratada. No total, foram contratados 30 leitos de UTI, sendo 20 no hospital João Machado e 10 no Hospital Regional Alfredo Mesquita.

Diante dos apontamentos, o conselheiro notificou a Sesap a fim de oportunizar, no prazo de 72 horas, a manifestação sobre o pedido de medida cautelar no sentido de que não seja celebrado o termo aditivo sem que antes seja demonstrado nos autos do procedimento administrativo, analiticamente, as variações dos componentes dos custos do contrato, realizando, inclusive, alterações que reduzam os valores que serão executados diretamente pelo poder público, conforme previsto no art. 65 da Lei no 8.666/1993. Ele também recomendou a adoção de providências em relação a melhorias na fiscalização do contrato, na catalogação de equipamentos e bens utilizados nos hospitais e que seja dado conhecimento do contrato ao Conselho Estadual de Saúde.

O Instituto Avante Social assinou contrato no valor de R$ 10.504.325,68 após vencer Chamamento Público. De acordo com a auditoria, em meio à prestação do serviço, o instituto propôs aditamento do contrato alegando falhas no edital, no que diz respeito à suposta omissão de itens como realização de exames laboratoriais e de imagem essenciais ao funcionamento dos leitos e a necessidade de realizar obras de adequação nos dois hospitais (sem amparo contratual).

Os auditores contestam a justificativa: “Quanto aos ajustes pleiteados em razão das falhas no edital, causa estranheza o fato de a contratada não ter feito esses apontamentos antes da assinatura do contrato, isso porque a contratada demonstrou por meio do atestado de capacidade técnica (id. 5479053) que já possuía vasta experiência na gestão de leitos hospitalares e, ainda assim, optou por assinar um contrato, aparentemente, repleto de inconsistências para em menos de um mês de execução dos serviços buscar um ajuste contratual”, diz o relatório.

“Além disso, analisando os autos do processo de contratação, verifica-se que alguns itens constantes no contrato, que deveriam ser disponibilizados pela contratada, estão sendo fornecidos pelo poder público; já outras obrigações, como a escala dos médicos, não estão de acordo com o mínimo exigido no contrato. É o que apontam os relatórios elaborados pelo Apoio Técnico do Sistema Estadual de Auditoria da SESAP”, acrescenta.

Gilberto Jales também determinou o encaminhamento do Relatório, em mídia digital, ao Juízo da 4º Vara Federal da Seção Judiciária do Rio Grande do Norte, considerando que a contratação em análise decorreu do acordo celebrado entre o Estado do Rio Grande do Norte, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Norte (CREMERN), o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) e o Ministério Público Federal (MPF), devidamente homologado por decisão judicial, em 17/04/2020, nos autos da Ação Civil Pública nº 0004715-12.2012.4.05.840.

TCE/RN

Dando sequência à sua agenda de visitas de obras de andamento pelos quatro cantos do município de Macaíba, acompanhando pelo secretário municipal de Infraestrutura, Nilton Fontes Barreto, o prefeito Fernando Cunha visitou, nesta terça-feira (04/08), as novas obras referentes à pavimentação em paralelepípedos e drenagem superficial que estão sendo realizadas em Recanto Verde, nas imediações da BR-304.

Essas novas obras constituem a segunda etapa de obras de pavimentação que a Prefeitura realiza no bairro. A primeira aconteceu em 2015, na terceira gestão do prefeito Fernando Cunha. Nesta nova fase, serão calçadas 10 ruas em Recanto Verde, totalizando mais de 9,6 mil metros quadrados.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Na noite desta quinta-feira (06), um grande arrastão foi realizado por criminosos em uma mercearia no distrito de Mangabeira, em Macaíba. De acordo com informações que chegaram na redação do blog, os criminosos levaram tudo que puderam do estabelecimento. A onda de arrastões vem acontecendo com frequência na zona rural de Macaíba e a população só pode clamar por segurança.

Fica o registro para que as providências sejam tomadas.

Deputado Gustavo Carvalho questiona contrato da Sesap-RN para ...

O deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) disse em sessão virtual da Assembleia Legislativa que a omissão do esclarecimento sobre os dados da Covid-19 no Rio Grande do Norte é proposital e política. “Há divergências na divulgação de informações precisas, fato que vem gerando confusão na divulgação pela grande imprensa que aumentou os números. O que foi divulgado não reflete os números e mexe com a economia do Estado”. E arrematou: “Esse vírus no RN tem cor e torcida organizada. Ela é vermelha. E isso é grave. Muito grave…”.

Blog do Robson Pires 

Agência PRF

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na tarde desta quinta-feira (06), no Km 167 da BR 406, em São Gonçalo do Amarante, dez quilos de maconha e prendeu um casal.

Policiais realizavam fiscalização em frente à Unidade Operacional de São Gonçalo do Amarante/RN, quando deu ordem de parada ao condutor de uma Strada de cor vermelha. Ocupava o veículo, um casal que apresentava bastante nervosismo, motivo pelo qual foi realizada fiscalização minuciosa.

Ao ser verificado o compartimento de cargas do automóvel foi localizada um caixa contendo 11 tabletes de maconha, que totalizaram 10 Kg da droga.

Indagados sobre a origem do entorpecente, o casal não revelou onde o teria buscado, somente informou que o destino seria a cidade de Ceará-Mirim/RN e que receberiam um telefonema de uma pessoa desconhecida para realizar a entrega.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, Central de Flagrantes, em Natal.

Envolvido e comprometido com Macaíba – Macaíba Melhor

Chapa puro sangue?

O pré-candidato a prefeito Janssen Motos caminha para disputar o pleito com chapa puro sangue. O vice deverá sair do próprio Podemos. De acordo com uma fonte ligada ao partido, o grupo está preparado para uma composição própria da chapa, caso não seja possível coligar na majoritária.

Fake News

Circulou boatos que o presidente do PSDB de Macaíba, Edi do Posto da Maré, estaria caminhando para uma aliança com a ex-prefeita Marília. Através do Blog Informativo Atitude, Edi do Posto desmentiu o boato e tratou de informar ao público que o PSDB vem dialogando com todos os pré-candidatos a prefeito de Macaíba e até o momento não definiu quem irá apoiar.

Suspeito de matar cabo da PM em Natal é morto em confronto com ...

Incomodando

O pré-candidato a prefeito Delegado Normando tem sido alvo constante de críticas de uma ala radical da esquerda. Pelo fato de ter como principal bandeira a segurança pública, Normando tem causado um incomodo nessa ala que não tem um nome próprio para colocar na disputa.

Além dos criminosos que não querem ver o delegado na disputa, Normando tem incomodado figuras radicais da política local. Ao blog um aliado de Normando disse “ninguém joga pedra em árvore que não dá fruto”.

Novos caminhos para a comunicação - CDI

Definição

Com a neutralidade do governo, muitos servidores da Prefeitura de Macaíba estão tomando partido. Até o momento não se viu preferido entre os cargos, estão indo para todos os lados.

Apoio

O vereador Netinho França segue buscando apoio para sua pré-candidatura a prefeito de Macaíba. Esta semana, Netinho recebeu o apoio da servidora pública Soraya Mesquita. O anuncio foi feita através das redes sociais.

Live

A partir de segunda-feira (10), o Macaíba no Ar dará início ao “bate-papo sobre política” com os pré-candidatos a prefeito de Macaíba. Dos seis pré-candidatos, cinco aceitaram o convite e agradeceram ao blog por promover esse espaço democrático.

O bate-papo sobre política com os pré-candidatos a prefeito será realizado na página do Facebook do Macaíba no Ar.

A partir da próxima semana o Blog Macaíba no Ar promove live com os pré-candidatos a prefeito de Macaíba, dentro do “Bate-papo sobre política”. Apresentado por Mário Victor, o formato de entrevista ao vivo pelas redes sociais do Macaíba no Ar vem fazendo sucesso, já foram entrevistados em nossas lives o senador Styvenson Valentim, o vereador Jefferson Stanley e outros nomes da política local.

A primeira entrevista com os pré-candidatos a prefeito começa a partir da próxima segunda-feira (10), às 20h, pelo Facebook do Macaíba no Ar.

Programação das lives

Delegado Normando (PSC), dia 10/08.

Janssen Motos (Podemos), dia 12/08.

Netinho França (PSB), dia 17/08.

Bolinha da Federal (Rede), dia 19/08.

Emídio Júnior (PL), dia 24/08.

Marília Dias (MDB), Não deu retorno sobre sua participação.

 

Agência PRF

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, no final da noite desta terça-feira (04), nas proximidades do Km 277 da BR 304, dois homens, ambos com 24 anos por realizarem arrombamento e tentarem furtar equipamentos em prédio de telefonia móvel.

Uma equipe PRF realizava rondas ostensivas, quando se deparou com um Punto de cor vermelha abandonado às margens da rodovia, próximo de uma torre de telefonia móvel. Ao averiguarem a localidade, observaram sinais de arrombamento na parede do imóvel e indícios de tentativa de furto no interior do terreno, onde foram encontradas ferramentas como “pé de cabra”, alicate de cortar cadeados e uma maleta abandonada.

As ferramentas e o veículo foram recolhidos. Horas depois, dois homens se apresentaram na Unidade Operacional de Macaíba a procura do carro. Após uma investigação e entrevistas aos homens, foi descoberto pela equipe que se tratavam dos arrombadores.

A dupla foi presa e encaminhada à Central de Flagrantes da Polícia Civil em Natal.

Foto: Anastácia Vaz

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) ampliou o número de bolsas concedidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Segundo a Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq), o aumento de bolsas em chamadas de iniciação científica e tecnológica corresponde a mais que o triplo da média nacional.

No Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), houve uma evolução de 393 para 450 bolsas, o que representa um incremento de 14,5% e corresponde a mais que o triplo da ampliação de bolsas em âmbito nacional (4%). Na perspectiva da pró-reitora adjunta de Pesquisa, Elaine Gavioli, esse resultado premia o trabalho realizado pelo setor e por todos os pesquisadores da instituição nos últimos anos.

No edital do Programa Institucional de Iniciação Científica no Ensino Médio (PIBIC-EM), a UFRN manteve as 80 bolsas; no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas (PIBIC-Af), conseguiu seis bolsas; e no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) está com 20 bolsas.

Programas do CNPq

O PIBIC disponibilizará um total de 26 mil bolsas de iniciação científica (IC). No PIBIC-EM, o apoio será de 5.600 bolsas de iniciação científica júnior (ICJ). O PIBIC-Af ofertará 800 bolsas de iniciação científica (IC) e, no PIBITI, serão 3.100 bolsas. Confira os resultados no portal do CNPq.

José Nelson Ferreira recebe alta após ficar 103 dias internado em hospital de Natal — Foto: Joana Lima

Foto: Joana Lima

Um homem de 56 anos se recuperou da Covid-19 e recebeu alta após ficar 103 dias internado em Natal. José Nelson Ferreira chegou a ficar 90 dias em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Natal (HMN).

Portador de rim único, José Nelson Ferreira chegou no dia 24 de abril ao Hospital Giselda Trigueiro, que na época era a porta de entrada de pacientes com o novo coronavírus. Foi encaminhado para o Hospital Municipal de Natal e lá permaneceu até a tarde desta quarta-feira (5). De acordo com a prefeitura, ele foi o quinto paciente com Covid-19 a dar entrada na unidade e se tornou o com maior tempo de internação.

“Tivemos mais de 180 pacientes enquanto ele esteve internado aqui. Aprendemos como tratar Covid-19 com ele. Todas as complicações que um paciente pode ter, ele teve: diálise, pneumonia, lesão por pressão… Nunca atendi por tanto tempo um paciente numa UTI. Ele lutou muito e hoje volta pra casa. É um paciente que nos surpreendeu, que quis muito viver”, comentou Ana Patrícia Tertuliano, Coordenadora da UTI do Hospital Municipal.

No período de internação, esteve entubado durante 60 dias e há 13 dias apresentou melhora no quadro. Foi transferido para a enfermaria até receber alta. Na saída do hospital, vários profissionais fizeram questão de aplaudir José Nelson.

“Todos os dias a gente recebia notícias no fim da tarde, por telefone. A expectativa era grande, assim como nossa fé. Hoje ele volta pra casa”, comemora Ana Helena, filha de José Nelson.

G1 RN

Taxa de transmissibilidade em 63 municípios do RN é perigosa — Foto: Reprodução/Lais

Foto: Reprodução/Lais

Macaíba é uma das poucas cidades do Rio Grande do Norte que a taxa de transmissão do covid-19 está na zona segura, isso significa que a taxa está abaixo de 1. Em São Gonçalo do Amarante, cidade vizinha, um infectado tem potencial para transmitir o vírus para 5 pessoas. No dia 20 de julho a taxa era de 0.78. O ideal, segundo a Sesap, é que fique abaixo de 1.

Em relação à transmissão da Covid-19, o RN tem 24 municípios em zona segura, quando a taxa de transmissão é menor de 1; dois municípios em zona neutra, com taxa entre 1 e 1,03; 78 municípios em risco, com taxa entre 1,03 e 2; e 63 em zona de perigo, quando a taxa de transmissão é maior que 2.

Mesmo diante de uma zona segura, a população deve manter todos os cuidados na prevenção ao covid-19.

Com informações do G1 RN

O comando de Policiamento Metropolitano (CPM) da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte contabilizou durante o mês de julho de 2020 a apreensão de 74 armas de fogo (entre longas, curtas, artesanais e simulacros). Também foram apreendidos 34Kg de drogas, na capital e grande Natal.

Além das apreensões, a PM ainda conduziu 436 pessoas às delegacias, quer seja em flagrante delito, mandados de prisão e foragidos do sistema penitenciário, os quais foram reconduzidos aos estabelecimentos prisionais para o cumprimento de suas respectivas penas restritivas de liberdade.

A Polícia Militar ainda recuperou 138 veículos que continham registro de roubo ou furto, que foram restituídos aos seus devidos proprietários.

Reunida da noite desta terça-feira, 4, na sua casa (o Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim), a diretoria da Associação Norteriograndense de Criadores (Anorc) debateu as possibilidades relativas à Festa do Boi 2020 diante do cenário de pandemia em virtude da Covid-19. Além disso, os diretores analisaram as recentes notícias veiculadas pela imprensa do estado sobre o assunto. Para evitar distorção de fatos ou ruídos de comunicação, a entidade vem a público esclarecer os seguintes pontos:

1. Há mais de 30 anos tem sido única e exclusivamente da Anorc a coordenação e execução efetiva da Festa do Boi, sempre em parceria com o Governo do Estado que é apoiador e incentivador da mesma;
2. No entendimento da diretoria da Anorc, a realização do evento este ano, nos moldes tradicionais, está totalmente descartada visto que, sem a existência de uma vacina para a Covid-19, tal atitude poderia ser comparada a um genocídio, que colocaria em risco as vidas de milhares de pessoas e, ainda, se traduziria em uma severa ameaça às curvas de redução dos números de infectados e de mortos que felizmente começamos a registrar em nosso estado.
3. Fica claro, portanto, que uma eventual realização presencial da Festa do Boi 2020 iria de encontro, inclusive, à essência do “Pacto Pela Vida” defendido pelo Governo do Estado e que merece o nosso aplauso e respeito.

4. O posicionamento de não realizar o evento presencial é, também, uma atitude de profundo respeito por cada uma das mais de 52 mil pessoas já contaminadas oficialmente pela Covid-19 no estado e, principalmente, por todos os quase 1.900 potiguares que já perderam a vida em consequência da doença. Vale registrar que entre este enorme contingente estão grandes nomes da agropecuária deste estado, aí incluídos diretores, ex-diretores e um ex-presidente da Anorc, que felizmente se recuperou da doença depois de uma duríssima batalha que, por vários dias, o manteve preso a um leito de UTI, em uma comovente luta pela vida que marcou fortemente a todos os que fazem o segmento agropecuário potiguar.

5. A opção de não realizar presencialmente a Festa do Boi 2020 é um posicionamento corroborado pelas entidades parceiras da Anorc na realização do evento todos os anos, como a Ancoc, ANQM e todos os Núcleos de Criadores. Além disso, trata-se de uma decisão responsável, sensata e equilibrada, que se alinha ao que já foi feito em relação aos grandes eventos agropecuários do Brasil este ano como Agrishow (SP), Expozebu (MG), Expogenética (MG) e Expointer (RS). Uma possível realização da Festa do Boi 2020 em formato virtual não está descartada, estando o modelo e seus detalhes ainda em estudo.

6. Por fim, a diretoria esclarece que irá levar seu posicionamento à governadora do Estado, Fátima Bezerra, esperando encontrar na chefe do Executivo potiguar o devido, necessário e desejado apoio.

*ASSOCIAÇÃO NORTERIOGRANDENSE DE CRIADORES*

Portal da UFRN

O Brasil já contabiliza mais de 2,7 milhões de casos de pessoas infectadas com a covid-19. Destes, quase de 95 mil foram a óbito. Ainda sem uma vacina, o tratamento adequado é fundamental para manter a vida dos pacientes. E um dos instrumentos principais, nos casos mais graves, é o ventilador mecânico, que tem com função essencial, auxiliar no fluxo respiratório dos pacientes. No entanto, com a pandemia e a necessidade mundial, o equipamento se tornou um produto raro no mercado internacional.

Diante da necessidade, pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN) criaram um novo modelo de ventilador mecânico, de fácil manutenção e um custo até 80 vezes mais baixo do que o praticado no mercado internacional. O respirador do LAIS tem características próprias, como atender a dois pacientes simultaneamente. Ao mesmo tempo, seu custo está estimado em 3 mil reais, enquanto o valor de um ventilador no mercado atual pode chegar a 240 mil reais, em virtude da alta demanda dos serviços de saúde pelo equipamento.

De acordo com o professor Danilo Nagem, do Departamento de Engenharia Biomédica da UFRN, o projeto do LAIS foi desenvolvido para atender  normas vigentes, de características eletro-mecânicas, de fácil manutenção e controle de preço muito competitivo, além de poder apresentar segurança ao paciente. “Esse ventilador foi projetado para trabalhar principalmente com o modo de volume controlado, onde o paciente recebe um volume de ar indicado pelo profissional de saúde e o pico de pressão que vai variar de acordo com o grau de elasticidade do pulmão e resistência das vias aéreas, mas sempre nos limites de segurança”.

Seu sistema robusto reforça seu uso em centros e unidades de saúde, pois apresenta pouca manutenção, baixo custo de operação e permite atender, de forma inédita, dois pacientes simultâneos com características diferentes. Dessa forma o equipamento pode e deve ser utilizado como um sistema de apoio ao tratamento da covid-19, mas principalmente para o suporte a esses centros que não possuem esse tipo de equipamento.

 “Além da questão dos custos reduzidos, é importante destacar que este protótipo foi pensado e desenvolvimento usando ferramentas já regulamentadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ou seja, parte de tecnologia já existente e aprovada. Do jeito que está hoje, já poderemos iniciar os testes com pequeno animais, como cães e porcos, que é a chamada fase pré-clínica. Mas nossa expectativa é que em três ou quatro meses já possamos disponibilizar o ventilador para as primeiras unidades de saúde”, disse o professor Ângelo Roncalli, do Departamento de Engenharia Mecânica da UFRN.

Ele explicou ainda que para funcionar, o equipamento usa um carregador de celular. “Isso é importante, pois não será necessário mexer na rede elétrica das unidades onde o equipamento for utilizado. Até mesmo em um acendedor de carro o produto pode ser ligado, o que o qualifica para uso em ambulâncias, por exemplo”, afirmou.

Uma primeira versão do equipamento já está em funcionamento e finalizando os ajustes requeridos no projeto, para atender as exigências da Anvisa. Pequenos ajustes para inclusão de alguns poucos alarmes exigidos pela agência em questão, bem como os testes clínicos para sua validação, estarão no foco das próximas etapas já previstas no projeto.

Para o professor Ricardo Valentim, coordenador do LAIS e um dos desenvolvedores do projeto, o caráter de inovação do ventilador mecânico é a possibilidade de aplicá-lo em unidades que não possuem leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Quando a equipe de trabalho começou a pensar neste ventilador mecânico, nossa ideia era que ele contemplasse unidades de urgência e emergência, como as UPAS (unidades de pronto de atendimento, presentes em diversas cidades do país). Este protótipo custou cerca de 3 mil reais, porém, se produzido em larga escala, esse valor cai pela metade, o que o torna acessível até para unidades de saúde menores. Nosso objetivo não é concorrer com equipamentos com custo maior, mas sim oferecer aos serviços de saúde uma opção. Se tivéssemos algo assim nas UPAs no início da pandemia, talvez os números de óbitos pudessem ser menores”, disse.

Equipamento também poderá ter uso veterinário

Segundo o professor William Fernandes, do Departamento de Engenharia Mecânica da UFRN, já está em desenvolvimento também versões menores do ventilador. De acordo com ele, a ideia é que o produto possa ser portátil, facilitando tanto o manuseio quanto o deslocamento de unidades. Ainda de acordo com ele, este diferencial vai permitir que até mesmo clínicas veterinárias possam contar com equipamento.

“A própria questão da testagem é feita com pequenos animais, e como será um produto de custo baixíssimo, essas pequenas clínicas também poderão contar com o equipamento quando ele estiver devidamente validado, com todas as funcionalidades pensadas para o uso em humanos. Esta possibilidade é ter um recurso quase portátil traz versatilidade para o produto”, finalizou.

Formaram a equipe os professores Evans Ferreira, William Fernandes e Ângelo Roncalli, do Departamento de Engenharia Mecânica; Custódio Guerra, Danilo Nagem, Karilany Coutinho e Ricardo Valentim, do LAIS e do Departamento de Engenharia Biomédica, além do servidor João Maria Frazão, do Núcleo de Tecnologia Industrial da UFRN.