UPA Nova Esperança, em Parnamirim, amanheceu fechada — Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Esperança, no município de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal, amanheceu com as portas fechadas neste domingo (31) por conta da superlotação. Um aviso na porta trancada da unidade alertava aos que chegavam que “devido à alta demanda, a UPA se encontra impossibilitada de receber novos pacientes”.

De acordo o diretor da UPA de Nova Esperança, Henrique Costa, atualmente 26 pessoas estão internadas no local – a unidade tem capacidade para atender 19. Desse total de internados, 22 são casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus.

“Nesse momento nós tivemos que restringir o atendimento à população tendo em vista nós estarmos acima da nossa capacidade instalada. Nós temos capacidade instalada para atendermos aproximadamente 19 pacientes e hoje nós estamos com 26 internados”, disse o diretor.

De acordo com o Henrique Costa, os únicos casos que serão recebidos neste domingo na unidade são os de pediatria. Os demais pacientes que procuraram a UPA de Nova Esperança nesta manhã foram orientados a se dirigirem para o Hospital Márcio Marinho, em Pirangi do Norte, e para a UPA Nova Parnamirim.

Segundo o diretor, no entanto, a UPA de Nova Esperança deve ser reaberta para novos atendimentos já na manhã desta segunda-feira (1). Isso porque o Hospital de Campanha de Parnamirim será inaugurado e os pacientes de enfermaria da UPA serão transferidos para lá, abrindo novos leitos.

G1 RN

 

Através de uma compra do Consórcio do Nordeste, o Governo do Estado comprou respiradores por R$ 5 milhões. O pagamento foi feito de forma antecipada, porém, a compra não deu certo, pois a empresa responsável pela perícia nos equipamentos que viriam da China, detectou falha nas válvulas dos respiradores. A empresa contratada ofereceu outro tipo de respirador, mas o Consórcio do Nordeste que efetuou a compra no valor de R$ 48,7 milhões não aceitou a proposta.

Como não recebeu os respiradores requisitados, o Consórcio do Nordeste entrou com uma ação para receber da empresa HempShare a devolução dos R$ 48,7 milhões.

. Praça dos 3 Poderes (3):

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Sunday, May 31, 2020

 

Após sobrevoar de helicóptero a Praça dos Três Poderes, o presidente Jair Bolsonaro pousou no Palácio do Planalto e cumprimentou apoiadores.

Manifestantes pró-Bolsonaro exibiam faixas em apoio ao presidente e também com críticas ao STF, em razão de operações realizadas na última semana e contestadas pelo chefe do Executivo.

 

compactador de solo sapo toyama ttr80z-xp gasolina 4t 4,0hp

Um dos equipamentos roubado

Na noite deste sábado (30), três criminosos roubaram material e equipamentos de uma obra no loteamento Esperança, em Macaíba. Um funcionário que estava no local da obra foi feito refém por oito horas. Foram roubados 1 compactador, 3 ares-condicionados, 3 motores de betoneiras e uma grande quantidade de material elétrico.

O proprietário oferece recompensa para quem souber onde encontrar esses equipamentos, falar com José Medeiros através do cel: 84 98816-1311.

Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Agência Brasil – A partir de hoje (30), as mães com menos de 18 anos podem pedir o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras). A novidade está disponível na 16ª versão do aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, que está sendo liberada hoje pela Caixa Econômica Federal.

Incluída pelo Congresso durante a tramitação da medida provisória que instituiu o benefício, a extensão do auxílio emergencial para mães menores de idade havia sido sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 15. O cadastro no auxílio emergencial pode ser pedido até 3 de junho.

A vice-presidente de Tecnologia da Caixa, Tatiana Thomé, explicou como funcionará a novidade em entrevista coletiva hoje à tarde. A mãe menor de idade precisa cadastrar pelo menos dois membros da família (ela própria mais um filho, no mínimo). Caso a adolescente pertença a uma família maior, com algum membro que tenha se cadastrado no auxílio emergencial, precisará fazer o cadastro compatível com o do outro membro da família.

Mães grávidas não poderão fazer o cadastro porque o aplicativo pedirá o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do filho. O processo se dará de forma igual ao dos demais cadastramentos. Ao entrar no aplicativo, a mãe digitará nome completo, número do CPF, nome da mãe e data de nascimento, conforme constam nos cadastros da Receita Federal. O aplicativo oferece a opção “mãe desconhecida”, caso a requerente não conheça a mãe.

Finalizado o cadastro, os dados serão enviados à Dataprev, empresa estatal de tecnologia, que comparará as informações prestadas com as 17 bases de dados disponíveis para ver se o requerente cumpre as condições da lei para receber o auxílio emergencial. A usuária poderá acompanhar, no próprio aplicativo, se o benefício foi aprovado, negado ou se o cadastro foi considerado inconclusivo (quando as informações prestadas não conferem com os bancos de dados do governo).

Pai de um mototaxista se encontra na Unidade de Pronto Atendimento de Macaíba aguardando por um leito de UTI. A situação da UPA assim como outras unidades de saúde é grave, pois os leitos estão se esgotando e o número de pacientes dando entrada nos hospitais e UPA’s com covid-19 tem só aumentado.

Neste momento que a saúde no Rio Grande do Norte está abeira do colapso, resta nós sociedade entender que o único jeito de sair dessa situação é redobrar o cuidado com a higiene e usar máscara, pois o vírus tem proliferado rapidamente e o sistema de saúde não tem capacidade para uma demanda tão alta como vem acontecendo.

Agência PRF

A Polícia Rodoviária Federal aprendeu, nesta sexta-feira (29), quatro veículos adulterados, em ocorrências distintas. A ação de combate à criminalidade faz parte da Operação Tamoio, que acontece em todo o Brasil.

Em São José de Mipibu/RN, no km 118 da BR 101, por volta das 13h40, foi apreendido um automóvel Virtus, que transitava portando as placas de um Renegade. O condutor foi preso e a ocorrência encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, Plantão Zona Sul, em Natal.

Em Natal/RN, no km 0 da BR 226, às 14h45, foi apreendida uma motocicleta, com sinais de identificação adulterados. Ocorrência encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, Plantão Zona Sul, em Natal.

Em Mossoró/RN, no km 60 da BR 110, às 15h30, foi apreendida uma caminhonete L200 que transitava com sinais de identificação veicular adulterados, motor e chassi. Ocorrência encaminhada à Delegacia de Polícia Civil local.

Em Assú/RN, no km 114 da BR 304, às 21h30, foi preso um homem com 31 anos, condutor de um veículo HB20S, com placas clonadas e registro de roubo em 06/12/2019 em Parnamirim. O condutor ainda apresentou um documento falso (CRLV). Ocorrência encaminhada à Polícia Federal em Mossoró/RN.

Seguindo as recomendações do Comitê Governamental de Gestão da Emergência em Saúde Pública decorrente da pandemia gerada pelo novo coronavírus (Covid-19) e considerando a necessidade de intensificação do cumprimento das medidas de enfrentamento ao vírus, o Governo do Rio Grande do Norte publicou, neste sábado (30), o Decreto Estadual nº 29.725  que prorroga o prazo de suspensão das atividades escolares presenciais nas unidades da rede pública e privada de ensino do Rio Grande do Norte até o dia 6 de julho de 2020.

A governadora professora Fátima Bezerra ressalta que a prorrogação da suspensão das aulas visa mitigar o contágio pelo coronavírus e salvar vidas. “Diante dos números de contágio pela Covid-19 que, ainda, estão muito altos em nosso Estado, não há possibilidade de retomarmos as aulas. O ambiente escolar tem muita circulação de pessoas. E nesse momento nossa prioridade é diminuir a curva de contágio. Como eu tenho dito, a economia pode esperar, o comércio pode esperar e as aulas também podem esperar. À frente de tudo isso está nosso compromisso em cuidar, preservar e salvar a vidas das pessoas”.

O novo decreto prorroga a suspensão das aulas no âmbito do ensino infantil, fundamental, médio, superior, técnico e profissionalizante. O documento também autoriza a Secretaria Estadual da Educação, da Cultura e do Lazer (SEEC) a antecipar o recesso escolar (compreendido no período de 24 de junho a 6 de julho), mediante diálogo com o Conselho Estadual de Educação (CEE).

“Ouvindo diversos segmentos do ensino público e privado do RN, chegamos à conclusão que ainda não é o momento de voltarmos às atividades presenciais em nossas escolas. Vamos seguir com as atividades não presenciais para garantir que a aprendizagem não pare e continuemos a manter alunos e escolas em permanente interação.  Seguiremos observando as orientações da Governadora e da Secretaria de Saúde do RN, esperando uma melhora no quadro que estamos enfrentando”, explicou Getúlio Marques, titular da SEEC.

Desde o início da Pandemia, o Governo do RN vem tomando várias medidas de saúde para o enfrentamento do novo coronavírus com o objetivo de diminuir a curva de contágio, evitar o colapso da rede estadual de saúde e preservar a vida da população potiguar.

Covid 19 e violência doméstica: pandemia dupla para as mulheres ...

Agência Brasil – Dados da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos parecem confirmar o que diversas autoridades, incluindo a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, já vinham apontando: a necessidade das pessoas permanecerem mais tempo em casa devido à pandemia da covid-19 pode estar contribuindo para o aumento da violência doméstica contra mulheres.

Segundo a ouvidoria, na comparação com janeiro de 2019, o número de denúncias registradas por meio do Ligue 180 diminuíram 4,5% em janeiro deste ano. Já em fevereiro, houve um aumento de 15,6% das notificações quando comparado ao mesmo mês do ano passado. A tendência se manteve em março, quando o novo coronavírus chegou ao país e algumas unidades da federação começaram a adotar medidas para isolar a população e, assim, tentar conter a disseminação da doença.

Comparativamente, o número de denúncias registradas pelo Ligue 180 em março deste ano foi 15% superior ao de março de 2019. Segundo o ouvidor nacional de Direitos Humanos, Fernando César Pereira Ferreira, considerando o que acontecera em países atingidos pela doença antes do Brasil, os resultados de janeiro a março já eram, de certa forma, esperados. Mesmo assim, o desempenho registrado em abril surpreendeu negativamente: as denúncias de violações aos direitos e à integridade das mulheres aumentaram 36% se comparado a abril de 2019.

“Em janeiro, o número de denúncias estava praticamente estabilizado, com uma queda de 4,5%. Em fevereiro houve um crescimento [que se repetiu em março], e que já era esperado. Inclusive, porque também houve uma melhoria significativa no atendimento e, com isto, as pessoas passam a ligar mais”, disse Ferreira, hoje (29), ao divulgar o balanço geral dos atendimentos do Ligue 180 em 2019.

“Mas a partir de março, com o fenômeno da covid-19 e [adoção de] medidas que passaram a impactar seriamente no número de denúncias, o número de casos disparou. Provavelmente, por causa do confinamento”, acrescentou Ferreira, referindo-se ao fato de mulheres vítimas de agressão doméstica se verem forçadas a passar mais tempo junto a seus agressores. Os dados da Ouvidoria apontam que, em geral, as denúncias recebidas pelo Ligue 180 tratam, na maioria das vezes, de casos de violência doméstica e familiar (em 2019, elas somaram 79% do total de notificações).

Gráfico aponta escalada de violência contra mulheres durante isolamento social.

A ministra Damares Alves frisou que, a partir da experiência internacional, o ministério e o governo federal se anteciparam, reorganizando serviços para manter o atendimento durante à crise sanitária; orientando a rede de acolhimento e proteção à mulher e realizando campanhas para estimular as mulheres em situação de violência a procurarem ajuda e denunciarem seus agressores. Um dos receios é que, mesmo considerando a maior procura aos serviços de orientação e proteção, a situação torne ainda mais difícil para as vítimas de violência se desvencilharem e buscarem apoio.

“Estamos atuando de forma efetiva. Nossa ação de contingenciamento e de combate à pandemia, especificamente na ações de prevenção à violência doméstica [conta com] inúmeras ações que já estão sendo feitas”, disse a ministra, lamentando que, conforme indicam os dados de 2019, para além da pandemia, “o dia a dia vem demonstrando para todo mundo que a violência contra as mulheres é crescente no Brasil.”

Foto: Demis Roussos

O secretário da Saúde, Cipriano Maia, afirmou em coletiva neste sábado (30) que o retorno à ‘normalidade’ no Rio Grande do Norte está planejado pelo Governo do Estado mas é necessário alcançar algumas metas estipuladas.

Uma das metas é que a ocupação de leitos fique abaixo de 70%. Atualmente, a taxa de ocupação é de 97% em Natal e em Mossoró, de 75% em Pau dos Ferros e de 40% no Seridó.

O declínio do número de casos e de óbitos diários e redução da taxa de contágio também estão entre as metas a serem atingidas, de acordo com Cipriano.

“Quem está em casa e usa máscara quando precisa sair está contribuindo para a retomada da vida normal. Por isso repito aqui o mantra: ‘fiquem em casa, usem máscara’ e encerro na perspectiva de que esse fim de semana seja bem utilizado para reflexão de toda a população sobre a necessidade do isolamento social”, afirmou.

Nessa quinta-feira (28), a direção do PSDB através de uma nota assinada por Edi do Posto da Maré, presidente municipal da sigla, afirmou que não aceitará interferência externa no partido, principalmente do senhor Lindoarte Lima, um dos articuladores da formação da nominata.

Através do seu blog Informativo Atitude, Lindoarte Lima se manifestou: Leia na íntegra

Após a nota do PSDB

O PSDB é um grupo formado por pessoas, que dependem uma das outras para coexistir. Acho que os membros da diretoria do partido não se atentaram a isso, pois o que deixa a sigla forte é a união de pessoas que existem no entorno dela.

Faltou bom senso

O diretório do PSDB está certo em mostrar sua autonomia e seu gigantesco poder de articulação. Só faltou mesmo um pouco de bom senso em tentar mostrar algo que eu já sei, ou talvez essa autoafirmação seja apenas para tentar suprimir articulações que existem nos bastidores.

Sem punição

Não existirá punição para quem não rezar a cartilha da direção do partido, pois como eu falei na nota acima, o partido precisa dos seus filiados, em especial dos seus pré-candidatos, sob o risco de não eleger seu principal elenco.

Interferência no PSDB

E quando foi que eu disse que podia interferir no partido? (Risos)… Essa narrativa é totalmente incoerente e sem sentido. Lindoarte Lima não tem nenhum cargo na legenda PSDB, mas o partido é dividido em quatro blocos: Eu, Uendel, Edi e Doutor João. Embora eu não faça parte do partido, muitos amigos meus fazem e estão no partido por indicação minha. Como são meus amigos, permaneço sempre em contato com todos.

Poder de articulação 

Vence no PSDB quem tiver maior poder de articulação e convencimento. Não adiantar vender ilusões ou achismo. Ou a direção está certa ou quem articula fora dela está.

Por fim

Não existe briga ou intrigas, mas existe uma divergência de ideias e pensamentos que fazem parte do espírito democrático. Mas em meio a essa guerra de incertezas, que prevaleça o bom senso, e o que for melhor para a cidade.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou com vetos a lei que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus para estados, Distrito Federal e municípios. O plano prevê a negociação de empréstimos, a suspensão do pagamentos de dívidas contratadas com a União (estimadas em R$ 65 bilhões) e a entrega de R$ 60 bilhões para os governos locais aplicarem em ações de enfrentamento à pandemia. Bolsonaro vetou o dispositivo que permitia a concessão de reajuste a servidores públicos até 2021. A Lei Complementar 173, de 2020, foi publicada nesta quinta-feira (28) no Diário Oficial da União.

O auxílio financeiro de R$ 60 bilhões será dividido em quatro parcelas iguais ao longo deste ano. Estados, Distrito Federal e municípios deverão aplicar R$ 10 bilhões para ações de saúde e assistência social. Deste total, os governadores ficam com R$ 7 bilhões. Essa fatia deve ser usada para o pagamento de profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) e no Sistema Único de Assistência Social (Suas). O rateio vai obedecer dois critérios: a taxa de incidência do coronavírus divulgada pelo Ministério da Saúde e o tamanho da população.

A diferença de R$ 3 bilhões fica com os prefeitos. O dinheiro também pode ser usado para o pagamento dos profissionais que atuam no SUS e no Suas e será distribuído de acordo com a população de cada cidade.

Dos R$ 50 bilhões restantes, Estados e Distrito Federal ficam com R$ 30 bilhões (confira abaixo o valor destinado a cada um deles). Os municípios dividem a diferença de R$ 20 bilhões, de acordo com o tamanho da população.

Segundo a lei, produtos e serviços adquiridos com o dinheiro do programa devem ser contratados preferencialmente junto a microempresas e empresas de pequeno porte. Fica de fora do rateio o ente da Federação que tenha entrado na Justiça contra a União após o dia 20 de março por conta da pandemia de coronavírus.

Do Blog Macaíba no Ar – A lei foi sancionada nesta quinta-feira (28), até o momento nenhum município ou estado recebeu recursos desse auxílio financeiro. Uma parcela dos recursos são exclusivos para gastos com a saúde e uma outra parcela maior será para compensar a queda de receitas devido a crise provocada pelo covid-19 na economia.

Com informações da Agência Senado

Ler mais…

O governo Fátima Bezerra adora brincar com a população norte-rio-grandense. Dessa vez ela atua contra os moradores da cidade de Macaíba e região, que dependem de atendimento em saúde no hospital regional Alfredo Mesquita.

Quem precisa de um leito de UTI na cidade não sabe a quem recorrer, já que desde o início da sua administração, até agora, a Secretaria Estadual de Saúde comandada por Cipriano Maia não abriu os 10 leitos existentes no hospital.

Pelo contrário, chegou até a mandar retirar as camas da UTI, alegando que era para a reestruturação dos leitos de Covid-19. Em suas falácias prometeu contratar uma empresa por seis meses para ativar a unidade, mas até agora, não saiu do papel.

A inoperância do governo Fátima Bezerra é aterrorizante. Parece que Macaíba saiu do mapa do RN.

Por sorte, a população possui a UPA de Macaíba, administrada pela prefeitura, que tem sido o anjo da guarda na cidade com seu atendimento de excelência. O problema é que apesar do excelente trabalho e atendimento no local, devido a inoperância do governo Fátima, que não abre os leitos do hospital regional, a UPA está quase entrando em um colapso total.

Blog do Gustavo Negreiros 

A Câmara Municipal de Natal após devolver para o Poder Executivo R$ 6 milhões nos últimos meses, voltará a devolver recursos. Desta vez, o presidente da Câmara Paulinho Freire informou que devolverá R$ 1 milhão para ajudar no combate ao covid-19. Os recursos são frutos da redução de gastos no legislativo natalense.

Uma decisão certa por parte do presidente Paulinho.