Nossa reportagem flagrou uma tubulação da CAERN que se rompeu na madrugada desta quinta-feira(12) em Macaíba na rua nova m próximo ao CAIC , Pelo que presenciamos a cena e segundo os moradores e o dono do carro, A água começou a escorrer na quarta-feira(11) fizeram varias reclamações a caern e sem providências terem sido tomadas para o bairro. Esperamos que pelo menos na manhã deste quinta-feira o problema seja solucionado.
Patrulha Macaíba site parceiro do Macaíba no Ar

http://natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/3b5426f7ade3bf98d5f06203fff8951f.jpg

Um dos maiores ídolos da comunicação brasileira, Silvio Santos completa nesta quinta-feira (12) 83 anos. A idade é alcançada após vários altos e baixos na vida, porém exercendo plenamente as funções de empresário e apresentador, as quais o consagraram perante o Brasil inteiro.

Silvio é acionista principal de grandes empresas, como a Jequiti Cosméticos e o SBT, uma das emissoras mais queridas de todo o Brasil. Para chegar ao império de hoje, que vale aproximadamente R$ 3 bilhões, Silvio Santos começou cedo na vida empreendedora.

Carioca do bairro da Lapa, um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro, ainda aos 14 anos, Silvio Santos já trabalhava com o irmão Leon Abravanel nas ruas da cidade. Entre os serviços e produtos vendidos estavam desde uma capa protetora para títulos eleitorais até canetas compradas em atacado e que lhe garantia lucro na revenda.

Em um dos dias em que trabalhava, o dono do SBT foi pego por um fiscal da prefeitura e teve toda sua mercadoria apreendida. Seria apenas mais uma apreensão, como aquelas que ocorrem até hoje nas regiões de comércio popular, porém naquele dia, percebendo o potencial da voz de Silvio, o fiscal lhe entregou um cartão de uma rádio carioca para que pudesse fazer um teste.

Após pouco tempo na Rádio Guanabara – hoje Rádio Bandeirantes – Silvio Santos voltou às ruas, pois seu faturamento era maior por lá. Em uma de suas ideias, pensou em investir em um sistema de alto-falantes nas barcas que levavam trabalhadores do Rio a Niterói. O projeto foi a frente e o dono do Baú aproveitou para lucrar com o anúncio de produtos nos intervalos das músicas e também com um bar.

Hoje (11), as 9 horas da manhã esteve presente na prefeitura municipal de Macaíba à mãe do garoto Gabriel que precisava de um exame de ressonância magnética. Ela foi recebida pelo secretário de assuntos de governo ( Lindoarte Lima) que conversou com a mãe da criança e explicou o motivo pelo qual a demora na não liberação do exame por parte da secretaria de saúde.

Pois o médico não pedia urgência na realização do exame e  por tratar de uma criança o garoto vai ter que ser anestesiado para poder realizar a ressonância magnética e ficou então acertado o compromisso do secretário Lindoarte Lima de liberar junto a secretária de saúde o exame até o dia 19 deste mês.

Maria Edineide mãe do menino Gabriel saiu da prefeitura de Macaíba satisfeita pela conversa que teve com o secretário Lindoarte e agradeceu o Blog Macaíba No Ar por está prestando este serviço a cidade.

Sábado (14)  acontece em Macaíba a inauguração da agência da previdência social, que fica localizada por trás do fórum, no conjunto Monte Líbano em frente à Escola M. Auta de Souza. A agência vai beneficiar Macaíba reduzindo o número de aposentados e pensionista nas agências de Natal e de Parnamirim.

À frente do Ministério da Previdência Social há quase três anos, o ministro Garibaldi Alves Filho participou da entrega de 70 das 297 agências do Plano de Expansão da Rede de Atendimento (PEX) inauguradas no período.

Rosalba reage as críticas de Wilma. Foto: Internet/Ilustração

 A governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, foi afastada de seu cargo por abuso de poder econômico e político após uma decisão publicada nesta terça-feira hoje pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A justiça eleitoral identificou irregularidades no uso de um avião oficial do governo estadual durante a campanha eleitoral de 2012.

Segundo o TRE, Ciarlini, do DEM, usou a aeronave para se deslocar até a cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, onde apoiou a candidata a prefeita Cláudia Regina, do mesmo partido.

O TRE seguiu o critério do Ministério Público Eleitoral, que em comunicado publicado hoje especificou que o avião oficial “foi utilizado ativamente na campanha eleitoral dos candidatos apoiados por Rosalba Ciarlini, sobre o pretexto do comparecimento da governadora em eventos oficiais”.

Ainda cabe recurso da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Você já ouviu o ditado “Fulano é igual a cururu de banheiro, quanto mais se empurra, mais ele volta”?

POIS BEM: Pensando nisso, não posso fazer outra comparação com essa legislação eleitoral vigente! Incrível, no RN, nos últimos dias, a lei eleitoral tem se comportando como esse animalzinho teimoso!

Político acorda cassado e dorme à noite no cargo, ou vive-versa! A vassoura da lei vai de encontro, os cururus incham e voltam por cima da carne seca! Afinal, que lei é esta?

Enquanto isso, o Congresso diz que aprovou uma minirreforma política, que não passa de algumas “normazinhas” de fachada, para proibir cartazes e outdoors nas campanhas, carros-de-som nas ruas, uso de camisetas, etc…

Não mexeu no problema! Protegeram-se os próprios legisladores, que aliciam eleitores, cometem uso de poder econômico e político, desviam verbas, cometem fraudes, corrompem-se e corrompem descaradamente, dentre tantas mazelas!

MAS CONTINUAM SOLTOS, RINDO DE NOSSA CARA, OU APELANDO PARA A LEI, PARA CUMPRIREM PENAS AMENAS OU ENCLAUSURADOS EM SUAS PRÓPRIAS MANSÕES!

NOSSA PACIÊNCIA TEM LIMITE!

Fonte: Espedito Cardoso Professor de língua portuguesa

299b53c75ad67cda736f6a8aa22e9ce1.jpg

Do NE10

O cantor pernambucano Reginaldo Rossi está com câncer no pulmão. A informação foi confirmada à Rádio Jornal nesta quarta-feira (11), pelo médico responsável pelo seu tratamento, Jorge Pinho. O tratamento de quimioterapia deve começa ainda nesta tarde.

Reginaldo Rossi é fumante e está internado desde a noite do último dia 27. Ele procurou o hospital ao sentir fortes dores no peito. No fim da tarde do domingo, o cantor voltou a ter os mesmos sintomas e retornou à Unidade de Terapia Intensiva, de onde havia saído na sexta-feira. Nessa segunda, passou por um procedimento de retirada de líquido do pulmão direito.

Recifense, o artista  é autor de sucessos como A Raposa e as Uvas, Leviana, Garçom e Tô Doidão. Conhecido nacionalmente como o Rei do Brega, Rossi realizou no mês passado seus últimos dois shows na capital pernambucana.

O Corinthians, enfim, anunciou Mano Menezes, no início da tarde desta quarta-feira. O novo treinador, no entanto, não estava presente e só vai ser apresentado no dia 3 de janeiro de 2014, quando o contrato começa a valer – o acordo vai até o próximo 31 de dezembro. Enquanto isso, o técnico já trabalha na formação do elenco da próxima temporada, sugerindo nomes para contratação.

A notícia foi divulgada em coletiva de imprensa no CT Joaquim Grava, no Parque Ecológico do Tietê, em curto pronunciamento pelo diretor de Futebol, Roberto de Andrade, que está de saída do clube, como falou em entrevista ao ESPN.com.br, na terça-feira. Provável candidato para a sucessão do atual presidente Mario Gobbi, o cartola quer descansar e tocar projetos pessoais até o início da campanha, ainda não oficializada.

Antes de sair, no entanto, Andrade vai ajudar na formação do time para o ano que vem. Durante a entrevista, ele ainda falou de reforços e descartou Marcelo, do Atlético-PR, e Elias, do Flamengo, por causa dos altos valores exigidos.

“O mercado está muito difícil. Não está fácil para nenhum clube contratar. Os números estão fora da realidade. A gente está tentando ver. O Marcelo já digo para você que é uma contratação inviável para o futebol brasileiro. Sobre o Rafinha, do Bayern, estamos vendo, sim, mas não há nada certo ainda”, afirmou.

“O Elias todo mundo sabe o potencial, mas já digo que não vamos trazer. Os números são inviáveis. Não vamos fazer loucura, nem por Elias, nem por ninguém”, completou o dirigente.

Roberto de Andrade também disse que há interesse no lateral-esquerdo da Ponte Preta Uendel. O dirigente ainda garantiu que nenhum jogador será dispensado antes do fim dos contratos. Apesar disso, se houver proposta, qualquer um do elenco poderá sair, se satisfizer as duas partes, do clube e do atleta.

“Para sair, precisa ter interessados. Até agora não tivemos nada. Nenhum jogador do Corinthians me procurou para falar que quer sair. O único que tem o contrato que vai acabar agora no final do ano é o Maldonado e nós não vamos renovar”, explicou o diretor do Futebol do Parque São Jorge.

Embora seja difícil anunciar alguma contratação ainda neste ano, a diretoria corintiana sentará com o novo treinador na próxima semana.

“A gente sentou uma vez com o Mano para acertar contrato. Depois disso, falamos por telefone e por e-mail. Já estamos falando de algumas peças para o ano que vem, mas não tivemos outros encontro. O próximo será na semana que vem”, afirmou o dirigente.

Mano volta ao Corinthians para tentar dar continuidade ao trabalho que começou em 2008 e foi interrompido no meio de 2010, com a convocação para comandar a seleção brasileira. Durante essa passagem, o time conquistou dois títulos, o da Copa do Brasil e da Série B do Brasileirão.

Até agora, o contrato com o novo técnico não chegou no departamento jurídicio do Corinthians, mas os acertos comerciais já estão fechados desde antes do anúncio da não renovação de Tite para 2014, no meio do mês de novembro. MSN Esportes

Legalizar a maconha é assumir que o Estado Uruguaio é incompetente e frágil a uma guerra que apenas começou. Macaíba No Ar

Após um longo dia de debate no plenário, o Senado do Uruguai aprovou na noite desta terça-feira (10), por 16 votos a favor e 13 contra, um projeto de lei que legaliza a produção e o comércio de maconha no país. A proposta, considerada única no mundo, foi impulsionada pelo governo, que tem maioria na Casa.

O projeto já havia sido aprovado na Câmara dos Deputados, e o presidente José Mujica tem agora dez dias para sancionar a proposta. Após essa etapa, os congressistas terão 120 dias para regulamentar a lei, e então começará a produção e a venda de maconha de forma controlada pelo Estado, que criará um registro de consumidores e distribuirá a substância em farmácias e casas especializadas.

Segundo o governo, o objetivo da lei é tirar poder do narcotráfico e reduzir a dependência dos uruguaios de drogas mais pesadas. Em uma entrevista, o presidente Mujica se referiu ao projeto como uma decisão política que “não é bonita”, mas que foi tomada para não “presentear pessoas ao narcotráfico”.

Uma agência estatal, o IRCCA (Instituto de Regulação e Controle de Cannabis ), ligado ao Ministério da Saúde Pública, será responsável, por sua vez, por emitir licenças e controlar produção, distribuição e compra e venda da droga.

Todos os residentes no país maiores de 18 anos que tenham se registrado como consumidores para o uso recreativo ou medicinal da maconha poderão comprar a erva nas farmácias autorizadas. O cultivo de maconha também estará liberado em casa.

Os residentes maiores de 18 anos poderão cultivar até seis plantas, ter acesso à droga em clubes de usuários ou comprar até 40 gramas por mês nas farmácias.

No Uruguai, consumir drogas não era penalizado, apenas comercializá-las. O consumo de maconha é o mais estendido entre as drogas ilegais e duplicou nos últimos 10 anos.

Segundo as autoridades, há 128.000 consumidores de maconha, embora as associações de consumidores calculem que este número alcance os 200.000. Portal UOL

Jorge Tadeu Mudalen, Gov. Rosalba Ciarlini e Sen. José Agripino Maia

Do senador José Agripino Maia, presidente nacional e estadual do DEM, após tomar conhecimento do afastamento da governadora Rosalba Ciarlini:

“Decisões judiciais tomadas devem ser cumpridas. Mas elas não são infalíveis. Existem instâncias e recursos. O Democratas, no que possa, não faltará a governadora Rosalba Ciarlini em cuja probidade sempre confiou”.

Blog Heitor Gregório

Kívia Soares
Do NE10/Rio Grande do Norte
A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebeu a melhor avaliação dentre as instituições de Ensino Superior das regiões Norte e Nordeste, pelo Índice Geral de Cursos (IGC). O posto antes era ocupado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Em nível nacional, a instituição ocupa o 21º lugar. A reitora, Ângela Maria Paiva Cruz, divulgou nota no final da tarde desta segunda-feira (10) sobre a conquista.

“Quero parabenizar a todos e a todas pelo resultado alcançado, na certeza de que, juntos, enfrentaremos o desafio de manter a nossa universidade sempre entre as melhores do Brasil, intensificando a luta por uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade”, destacou a reitora.

A UFRN, que tinha se classificado em 3º lugar na avaliação anterior, conquista o 1º lugar com o conceito 3,66, equivalente à faixa 4 do Índice. O IGC é um indicador de qualidade de instituições de educação superior, que considera, em sua composição, a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação (Mestrado e Doutorado).No que se refere à graduação, é utilizado o CPC (conceito preliminar de curso) e, no que se refere à pós-graduação, é utilizada a Nota Capes. O resultado final está em valores contínuos (que vão de 0 a 500) e em faixas (de 1 a 5).

Ainda segundo a nota da reitora, “a UFRN mais uma vez obteve posição de destaque entre as melhores universidades brasileiras, na avaliação feita pelo INEP através do IGC de 2012, divulgado nos últimos dias.E tem aproveitado as oportunidades para expandir e melhorar a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão; democratizar o acesso dos jovens à universidade com o aumento das vagas e promovendo a inclusão social, através das políticas de assistência ao estudante; contribuindo, assim, para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e da região Nordeste”, destacou.

Este ano foram avaliados 30 cursos da UFRN no ENADE 2011, o índice considera pontos como professores, desempenho dos estudantes, proposta pedagógica, infraestrutura, entre outros. Ao todo, 11 cursos obtiveram  nota máxima,  nove deles no Campus Central e dois no Centro de Ensino Superior do Seridó(CERES), da cidade de Caicó.

“Essa é uma conquista de todos os integrantes da comunidade acadêmica – gestores, docentes, servidores técnico-administrativos e discentes.Afinal, juntos econtinuamente, fomos capazes de desenvolver e implementar projetos institucionais inovadores, submetidos ao permanente processo de avaliação, na perspectiva de levar a universidade a avançar, cada vez mais, no cumprimento da sua missão institucional e seu compromisso social”, finalizou.

Rio jundiaí
Mesmo a cidade passando por dificuldade principalmente na área de segurança, os macaibenses vem mostrando que querem uma cidade melhor em todos os sentidos, na educação temos uma escola que ficou em quarto lugar no estado entre as escolas públicas no exame nacional do ensino médio (Enem), no esporte temos dois jovens que estão levando o nome da cidade e mostrando suas habilidades e conhecimento no xadrez. Temos que valoriza o que está dando certo e mudar o que está sendo feito de errado. 

CLÁUDIA COLLUCCI
DE SÃO PAULO

Os problemas de acesso e cuidados especializados no SUS têm mais a ver com desorganização e ineficiência do que com falta de dinheiro.

O próprio governo reconhece a desorganização, mas aponta avanços nos últimos anos.

O subfinanciamento é sempre citado por especialistas, gestores e governos como uma das principais causas para as deficiências do SUS.

E o Banco Mundial reforça isso: mais da metade dos gastos com saúde no país se concentra no setor privado, e o gasto público (3,8% do PIB) está abaixo da média de países em desenvolvimento.

Mas o relatório afirma que é possível fazer mais e melhor com o mesmo orçamento.

“Diversas experiências têm demonstrado que o aumento de recursos investidos na saúde, sem que se observe a racionalização de seu uso, pode não gerar impacto significativo na saúde da população”, diz Magnus Lindelow, líder de desenvolvimento humano do banco no Brasil.

Um exemplo citado no relatório é a baixa eficiência da rede hospitalar. Estudos mostram que os hospitais poderiam ter uma produção três vezes superior à atual, com o mesmo nível de insumos.

Mais da metade dos hospitais brasileiros (65%) são pequenas unidades, com menos de 50 leitos -a literatura internacional aponta que, para ser eficiente, é preciso ter acima de cem leitos.
Nessas instituições, leitos e salas cirúrgicas estão subutilizados. A taxa média de ocupação é de 45%; a média internacional é de 70% a 75%.
As salas de cirurgias estão desocupadas em 85% do tempo. Ao mesmo tempo, os poucos grandes hospitais de referência estão superlotados.
“No Brasil, sempre houve grande pressão para não se fechar os hospitais pequenos, o que não ocorre no exterior. O problema não é só ineficiência, mas a falta de segurança desses locais”, diz a médica Ana Maria Malik, do núcleo de saúde da FGV.
Mas a questão hospitalar é só um ponto. Grande parte dos pacientes que vão a emergências hospitalares é de baixo risco e poderia ser atendida em unidades básicas.
Dois estudos citados pelo Banco Mundial estimam que em 30% das internações os pacientes poderiam ter sido atendidos em ambulatórios.
“O Brasil tem alto índice de internações por causas sensíveis à atenção primária, que poderia ser minimizado com melhor organização do fluxo assistencial, gerando, assim, uma menor pressão na rede hospitalar”, diz Lindelow.
Cuidado adequado para hipertensos e diabéticos, rastreamento de câncer de colo de útero e mama, por exemplo, são ações que podem reduzir parte dessas internações e da mortalidade precoce.
Para o médico Milton Arruda Martins, professor da USP, uma razão para a baixa eficiência na atenção básica é o grande número de pacientes por equipe de saúde da família. “É do dobro do que se preconiza. Se cada equipe tivesse um número menor de pessoas para atender, a capacidade resolutiva seria maior.”
Segundo Lindelow, a atenção especializada é outro desafio que não se restringe a equipamentos e insumos. “É essencial investir em capacitação, criação de protocolos e regulação de demanda que permita o acesso a especialistas, exames e cirurgias.”
Na opinião de Milton Martins, a rede secundária também é insuficiente. “Pequenas cirurgias, como catarata e hérnia, podem ser feitas fora de hospitais, em ambulatórios, mas não há especialistas nem estrutura para isso.”