MPF quer impedir remanejamento de verba para pagamento de salário de servidores

O MPF vê ilegalidade na decisão da justiça do Rio Grande do Norte para que o Governo do Estado faça um remanejamento de R$225 milhões para o pagamento de salários dos servidores públicos. O motivo é que a verba foi destinada para o uso na área de saúde.

Veja Ofício abaixo:

Administrador