Marina Silva critica fusão do Ministério do Meio Ambiente ao da Agricultura

Foto: Leo Cabral/ Divulgação

Através das redes sociais, a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, criticou a proposta do presidente eleito Bolsonaro de fundir o ministério do Meio Ambiente com ministério da Agricultura. A ex-senadora é uma grande liderança socioambiental do mundo, com grande prestígio internacional.

Leia o que disse Marina:

A decisão de fundir o Ministério do Meio Ambiente ao da Agricultura será um triplo desastre:

1) trará prejuízo à governança ambiental e à proteção do meio ambiente;
2) passará aos consumidores no exterior a ideia de que todo o agronegócio brasileiro, em que pese ter aumentado sua produção por ganho de produtividade, sobrevive graças à destruição das florestas, sobretudo na Amazônia, atraindo a sanha das barreiras não tarifárias em prejuízo de todos;
3) empurrará o movimento ambientalista, a ter que voltar aos velhos tempos da pressão de fora para dentro, algo que há décadas vinha sendo superado, graças aos sucessivos avanços que se foram galgando em diferentes governos, uns mais outros menos.

Estamos inaugurando o tempo trágico da proteção ambiental igual a nada. Nem bem começou o governo Bolsonaro e o retrocesso anunciado é incalculável.

 

Administrador