Macaíba é 5º cidade com mais mortes violentas de jovens no RN e 222º no país

Dados apresentados pelo IBGE nesta segunda-feira (30), através da pesquisa Estatísticas de Registro Civil, indicam que o Rio Grande do Norte é o segundo estado do Nordeste que registrou elevação no número de mortes violentas contra jovens do sexo masculino de 20 a 24 anos ao longo da última década. Foram 268 mortes por 100.000 pessoas compreendidas na faixa etária estabelecida pela pesquisa. Há 10 anos atrás, a taxa era de 113,5 no estado. Alagoas é o estado nordestino que possui a maior proporção de mortes violentas entre jovens, 332 a cada 100.000.

No Brasil, essa taxa cresceu 5%. Somente em 2014, 179 de cada 100.000 pessoas de 20 a 24 anos foram vítimas de mortes por causas violentas – homicídios e acidentes de trânsito são as principais.

Os números reforçam uma preocupante constatação em relação aos índices de violência no RN, já endossado por outras pesquisas. Dados referentes à 2014 divulgados pelo 9º Anuário de Segurança Pública, mostram que o estado registrou média de 50 mortes a cada 100.000 habitantes (crescimento de 3,9% em relação à 2013). Somente em Natal, segundo o mesmo anuário, a taxa é de 65,9 a cada grupo de 100.000. Compreende-se como mortes no anuário homicídio doloso, lesão seguida por morte, latrocínio ou confrontos com a polícia.

Já o Mapa da violência divulgado neste ano, com dados referentes a homicídios praticados com arma de fogo entre 2010 e 2012, destaca cinco cidades potiguares dentre as 250 mais violentas do Brasil. São elas:

Mossoró – 54,7 mortes a cada 100.000 habitantes (50º no país)
Natal – 37,2 mortes a cada 100.000 habitantes (154º no país)
Extremoz – 35,5 mortes a cada 100.000 habitantes (173º no país)
São Gonçalo – 34,3 mortes a cada 100.000 habitantes (190º no país)
Macaíba – 31,6 mortes a cada 100.000 habitantes (222º no país)

Homicídios registram queda em 2015

Dados divulgados no último dia 6 pela Câmara Técnica de Mapeamento de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), ligada à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), mostram que, nos últimos 10 meses, os índices de violência no estado têm apresentado redução. No acumulado de 2015, foram registrados 1.338 assassinatos, queda de 9,96% em relação ao mesmo período do ano passado. Somente em outubro deste ano, a redução foi 8,39% em relação à 2014, em que foram registrados 142 mortes ante 155.

Dentre os CLVI’s mais recorrentes, está o homicídio, com 1.174 casos registrados até o último mês. Os crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) registraram queda de 26,92% em relação aos dez primeiros meses do ano passado. Já os crimes de feminicídio passaram de 48 casos em 2014 para 29 até outubro de 2015.

Em Natal, segundo o levantamento, os índices de homicídios apresentaram baixa. De 480 mortes, entre janeiro e outubro de 2014, para 407 no mesmo período, redução de 15,21%. Já em Mossoró, foi registrado redução de 17,90%, passando de 162 no ano passado para 133.

Tribuna do Norte

Administrador