EAJ promove campanha de prevenção ao suicídio

Em todo o país, o mês de Setembro é marcado pela campanha do Setembro Amarelo, que visa à conscientização sobre a prevenção do suicídio. A causa debate acerca dos cuidados com a saúde mental e com o acolhimento das pessoas que passam por dificuldades emocionais.

As ações já eram ativas na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e agora a Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) também promove atividades e eventos voltados para o tema. Desde o dia primeiro deste mês, a EAJ realizou atividades pautadas na campanha para conversar com os estudantes sobre suicídio, depressão, ansiedade e questões que envolvem os cuidados com a saúde mental. Foram palestras, apresentações, exibição de documentários e ações com moradores da região.

A iniciativa da campanha da escola contou com o auxílio da Coordenação de Políticas Estudantis (COPE) em parceria com os próprios alunos, setor de saúde, equipe psicológica e pedagógica, professores e demais profissionais que atuam na instituição.

Ações da COPE, projetos e eventos coordenados pelo corpo docente da escola foram destaque.

Começo das atividades

Para dar início as atividades, a Escola promoveu uma abertura onde aconteceu um “abraçasso”, apresentação da Banda de Música da EAJ, além da distribuição de laços amarelos que são a marca da campanha. O objetivo era chamar a atenção dos estudantes e funcionários para o começo das atividades.

Palestra e Cine-debate

A primeira palestra aconteceu na última terça (11) e foi ministrada pela equipe do Centro de Valorização da Vida (CVV). Ativo há 37 anos no Rio Grande do Norte (RN), o CVV faz um trabalho de acolhimento e prevenção do suicídio que tem um número de 12 mil casos registrados por ano. Os representantes falaram sobre o objetivo da campanha, o que ela representa, as ações do Centro, as atividades realizadas e a importância do diálogo. A palestrante e uma das representantes do Centro aqui no RN, Rosilda Maria Silva de Lima, apresentou ainda como funciona o trabalho exercido pelos voluntários, o preparo destes e deu mais informações sobre a importância do acolhimento, do debate acerca dos assuntos e da quebra de estigmas dentro da sociedade.

Além disso, o projeto Cine-debate que promove a exibição de filmes e debates, apresentou o documentário “Not alone” que envolvem questões relacionadas com a depressão na adolescência.

Ações com moradores

A COPE realizou ação com os moradores próximos à EAJ com o objetivo de informar, conscientizar e sensibilizá-los quanto ao tema do Setembro Amarelo.

Apresentação teatral

Coordenado pelo professor Aldair Rodrigues da Silva, o projeto de teatro integra a disciplina de artes e fez parte da programação da causa. A apresentação foi totalmente criada e encenada pelos alunos dos cursos integrados.

Encontro Literário

O projeto coordenado por Julianne Pereira dos Santos promove encontros literários que acontecem semanalmente e nesta semana também teve como pauta da causa do mês. Realizado na última quarta (11), o encontro foi temático alusivo ao Setembro Amarelo. Os textos enviados pelos alunos levaram uma mensagem positiva sobre a superação das dificuldades e muito foi debatido sobre a importância da preocupação com a saúde mental. O encerramento aconteceu com a música “Amarelo”, do rapper Emicida, que emocionou a todos.

A perspectiva é que a EAJ realize ações e atividades sobre a campanha não só no mês de Setembro, mas ao longo de todo o ano, dialogando com os estudantes, professores e servidores.

Por Matheus Henrique dos Santos – com supervisão da Comunicação EAJ

Administrador