Saúde Arquivo

Arquivo/ Ministério da Saúde

No Dia Nacional de Combate e Prevenção à Trombose, lembrado neste sábado (16), especialistas alertam para os principais fatores de risco e seus sintomas. A doença é causada pela coagulação do sangue no interior das veias, mais comumente as dos membros inferiores.

Além da predisposição genética, a obesidade, a insuficiência cardíaca, o tabagismo, o uso de anticoncepcionais, e até mesmo a desidratação ou ter mais de 60 anos são fatores de risco para a doença. Permanecer sentado por muito tempo, ao dirigir ou viajar de avião, por exemplo, também é uma ameaça.

Entre os sintomas, a dor nas pernas, principalmente nas panturrilhas, além da sensação de queimação na região afetada, mudanças na cor da pele e inchaço são os mais relatados.

Para o angiologista Daniel Alexandrino, é essencial procurar o médico ao primeiro suspeita de trombose. “Uma vez levantada a suspeita, é fundamental solicitar ultrassom doppler colorido venoso dos membros para avaliar o território das pernas. Nesse momento procura-se o coágulo, que é o ‘trombo’ na veia. Qualquer médico que faça o primeiro contato, seja na rede pública ou privada, precisa saber que deve-se iniciar o tratamento”, ressaltou o especialista.

Atendimento

De acordo com o Ministério da Saúde foram registrados no Sistema Único de Saúde (SUS) 35.598 tratamentos clínicos em decorrência da trombose. somente em 2016

Já entre janeiro e julho de 2017, foram registrados 16.923 tratamentos clínicos. Também foram realizados 485.443 procedimentos de assistência de fisioterapia, sendo 330.142 ano passado e 155.301 neste ano.

Com relação a internações, foram registradas 900.641 em 2016 e 523.104 neste ano.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Resultado de imagem para escola desaú de da ufrn

A Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve), lançou edital de seleção para cursos de Técnico em Enfermagem, Técnico em Registros e Informações em Saúde, Técnico em Agente Comunitário de Saúde e Técnico em Massoterapia. As inscrições devem ser realizadas de 25 de setembro a 23 de outubro no site da Comperve.

O processo seletivo, para ingresso no ano de 2018 oferta 220 vagas, distribuídas de acordo com as normas previstas no edital, disponível para acesso por meio deste link. A inscrição será realizada via internet, a partir das 8h do dia 25 de setembro e até às 23h59 do dia 23 de outubro. A taxa de inscrição é de R$ 30,00.

As provas serão aplicadas no dia 19 de novembro, no município de Natal. No site da Comperve é possível encontrar a agenda do candidato, onde estão todas as datas referentes ao processo seletivo.

O município de Macaíba sediou uma oficina sobre o atendimento na linha de cuidado dos pacientes com sobrepeso e obesidade promovida pela Secretaria Estadual de Saúde, na manhã desta quarta-feira (06), no centro de convivência Pax Club.

O público-alvo do evento foram os profissionais da atenção básica de saúde de Macaíba e dos municípios das 3ª, 5ª e 7ª regiões de saúde do estado. Macaíba faz parte da 3ª região que é composta também por Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Extremoz.

O prefeito Fernando Cunha prestigiou a iniciativa que discutiu o aprimoramento das ações diárias e as experiências realizadas em cada município no tratamento do sobrepeso e da obesidade. Na oportunidade também esteve presente a coordenadora da Atenção Básica de Macaíba, Irlia de Paula.

Assecom

Resultado de imagem para microcefalia

Reprodução

Agência Brasil – O Sistema Único de Saúde (SUS) incorporou a oferta do medicamento Levetiracetam para o tratamento de convulsões em pacientes com microcefalia. O governo publicou na edição de hoje (4) do Diário Oficial da União a portaria que regulamenta a oferta do fármaco na rede pública de saúde.

O prazo máximo para que o medicamento esteja disponível no SUS é de 180 dias, a partir da publicação da portaria.

O governo brasileiro decretou Emergência Nacional em Saúde Pública em novembro de 2015 devido ao vírus Zika e sua associação com microcefalia e outas alterações neurológicas.

Transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o vírus Zika provoca sintomas semelhantes aos da dengue e da febre chikungunya. Em novembro de 2015, o Ministério da Saúde confirmou que, quando gestantes são infectadas pelo vírus, podem gerar crianças com microcefalia, uma malformação irreversível do cérebro, que pode vir associada a danos mentais, visuais e auditivos.

O Levetiracetam também será incorporado ao SUS para o tratamento de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil resistentes à monoterapia, de modo associado ao medicamento já utilizado.

A Promotoria de Justiça da comarca de Portalegre encaminhou recomendação à Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) para que seja disponiblizado o medicamento Herceptin (Trastuzumabe) 440mg a uma paciente residente no município, portadora de câncer em estágio de metástase, e a todos os que dele necessitem, cumprindo assim decisão judicial decorrente de ação transitada em julgado em 2013.

A paciente vem sendo acompanhada pela Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer – instituição hospitalar conveniada ao SUS para procedimentos oncológicos – e, no passado, já havia sido beneficiada com o tratamento. Porém, atualmente, o estoque da Liga não possui o  Herceptin (Trastuzumabe) 440mg. Em seu novo tratamento, a paciente recebeu a prescrição emitida pelo médico para o uso de 17 aplicações no período de um ano.

O medicamento é adquirido pela Sesap e distribuído aos hospitais habilitados em oncologia no Sistema Único de Saúde (SUS). Uma portaria do Ministério da Saúde expedida neste mês de agosto tornou pública a decisão de incorporar o Trastuzumabe ao tratamento de câncer de mama metastático em primeira linha de tratamento no âmbito do SUS.

A Sesap tem o prazo de 10 dias para informar à Promotoria de Justiça sobre as providências tomadas sobre o cumprimento da recomendação.

Confira aqui a recomendação.

Gestantes podem ser acompanhadas pelo pai da criança ou pelo parceiro durante todo o período do trabalho de parto, ao longo do parto e também após o procedimento em todas as instituições do Sistema Único de Saúde (SUS), segundo a Lei do Acompanhante.

O Ministério da Saúde indica que a participação do pai durante o parto garante um melhor atendimento para a parceira. O acompanhamento também traz benefícios como alívio da dor, menor duração do trabalho de parto e diminuição da taxa de depressão pós-parto, além do reforço dos laços afetivos da família.

Segundo o responsável pela Área Técnica de Saúde do Homem do Distrito Federal, enfermeiro Bruno Santos de Assis, a presença traz benefícios inquestionáveis não apenas para a gestante.

A Lei do Acompanhante é valida tanto para parto normal quanto para cesariana, e a presença do acompanhante não pode ser impedida pelo hospital, pelos médicos, enfermeiros ou por qualquer outro membro da equipe.

“A participação do pai em todo o ciclo, desde o teste até o pós-parto, fortalece os vínculos familiares. Esse homem vai conhecer mais os problemas que podem estar relacionados à gravidez, vai buscar mais informações, aprofundar o conhecimento, para dar apoio à esposa e participar com ela dessa fase de mudanças, dúvidas e inseguranças”, afirma o especialista.

Para acompanhar o parto, não pode ser exigida participação em cursos de formação ou outras atividades semelhantes. Caso o direito ao acompanhante seja negado, a família pode procurar a Ouvidoria do Ministério da Saúde, pelo telefone 136.

Amamentação

Neste mês é celebrado o Agosto Dourado, para incentivar a amamentação. O especialista do GDF ressalta que os pais devem oferecer toda a assistência necessária para que o período seja prazeroso para a mãe.

“Ele [o pai] deve ajudar dando apoio à mãe em todas as tarefas do lar. Também pode ajudar segurando a criança, dispondo dos objetos necessários e deixando eles próximos à mãe, impondo limite a visitantes e familiares que podem interferir com palpites e auxiliando caso a mãe possa doar leite”, exemplificou. “Ele tem que entender que não é um momento fácil, é exaustivo e gasta energias da mãe e do bebê.”

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Saúde e do Governo do Distrito Federal (GDF)

Foto: Sesap/Assecom

Ao participar nesta sexta-feira (21) de uma reunião do Parlamento da Região do São Paulo do Potengi, na Câmara Municipal de São Paulo do Potengi, sobre o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) assinado  pelo Governo do Estado, Ministério Público, Ministério Público do Trabalho e Tribunal de Contas do Estado, o secretário estadual de Saúde, George Antunes, foi enfático ao reafimar que não existe proposta de fechamento de hospitais: “a palavra fechamento é proibida dentro da Secretaria de Saúde e o próprio governador Robinson Faria tem dito isto”.

Antunes disse para secretários municipais de Saúde da região e para o prefeito de São Paulo do Potengi, José Leonardo Cassimiro de Araújo (Naldinho), presentes à reunião, que seria irresponsabilidade sua falar em fechamento de hospitais. “O que temos debatido é o reordenamento das unidades hospitalares, conforme o item 3.3 do Termo de Ajustamento de Conduta. Falar em fechamento de hospitais parte de movimentos políticos irresponsáveis para jogar à população contra o governo. Basta que se leia o TAC que se vai perceber que não se fala em fechamento de hospitais”.

O secretário estadual de Saúde ressaltou que o TAC é uma proposta do Ministério Público, Ministério Público do Trabalho e do Tribunal de Contas do Estado e que por este motivo o governo assinou o documento. “Estas instituições exigem a implantação de políticas efetivas voltadas para a segurança do trabalhador e para um serviço de qualidade à população e pra isso invocam os princípios da administração. Nós temos que cumprir sim o nosso papel”, enfatizou.

Para George Antunes não teria sentido nenhum o governo pensar em fechamento de hospitais quando tem investido neles  em reformas e equipamentos. “Portanto, essa discussão passa longe do fechamento de hospitais. Temos que ter velocidade, não dá mais pra gente ficar apenas no debate, temos que partir para ações, governo e municípios. O TAC acendeu a luz vermelha na Saúde. O que nós queremos é manter o mesmo diálogo que já foi iniciado aqui no Parlamento de São Paulo do Potengi. Temos que construir uma solução conjunta para a Saúde”.

Foto: Ascom/Divulgação

Foto: Ascom/Divulgação

A Prefeitura de São Gonçalo Amarante abriu processo seletivo para Secretaria de Saúde,com diversas vagas.  As Inscrições serão realizadas nos dias 25, 26 e 27 de Julho de 2017, das 8h00min às 14h00min, no Auditório do IPREV – Instituto de Previdência do Servidor Municipal, situado na Rua Cícero Hipólito, 23, Santa Terezinha, São Gonçalo do Amarante/RN.

Confira as vagas aqui!

O Hospital Memorial paralisa, a partir de hoje, segunda-feira, 17, o atendimento aos pacientes do SUS de todo o estado do Rio Grande do Norte. O motivo das suspensão do serviços é o atraso nos repasses do pagamento proveniente de contratos firmados com os governos do Estado e do Município. Mesmo com o acúmulo da dívida, cujo pagamento precisa ser constantemente cobrado e renegociado pelo Hospital para ser honrado pelos órgãos públicos, o Memorial vinha atendendo normalmente aos pacientes do SUS.

A dívida atual acumula-se desde janeiro, por parte da Prefeitura. Já o Estado não efetua os repasses há 4 meses, tornando inviável ao Hospital a continuidade dos atendimentos.

A diretoria do hospital lamenta a necessidade de paralisação e reafirma que não é essa a vontade dos profissionais e da administração do Memorial, que têm trabalhado arduamente pela saúde da população do Rio Grande do Norte. O Hospital Memorial foi fundado em 1990 e tornou-se referência em Ortopedia e Traumatologia no Rio Grande do Norte, realiza cerca de 600 cirurgias mensalmente em pacientes do SUS.

Com informações do Blog Heitor Gregório

Nos próximos dias 20 e 21 de julho, quinta e sexta desta semana, a Prefeitura de Macaíba promove o 3º grande mutirão contra o Glaucoma de 2017. A ação ocorre no Pax Club no horário das 8h às 16h. Assim como nas edições anteriores, para participar, a pessoa deverá ter um encaminhamento médico (caso seja a 1ª vez) e apresentar os originais e as cópias de seu RG, CPF, Cartão do SUS de Macaíba e comprovante de residência de Macaíba.

O público-alvo do mutirão é formado por pessoas acima dos 30 anos, com histórico de Glaucoma na família, pressão intraocular (PIO) elevada, diabéticas, com alto grau de miopia, que fazem uso prolongado de esteroides e com histórico de trauma ocular.

O objetivo é combater, através da identificação precoce, essa doença silenciosa capaz de causar cegueira irreversível. O paciente que participar do mutirão será cadastrado com vistas a passar por uma avaliação de seu quadro clínico.

Quando diagnosticada alguma anormalidade relacionada à doença, ele é medicado e passa a receber acompanhamento oftalmológico. A cada três meses, ele será submetido a uma nova consulta, recebendo então nova medicação antiglaucomatosa. Cirurgias também poderão ser feitas em caso de necessidade.

Inicialmente, esse mutirão estava programado para os dias 19 e 20. Todavia, por recomendação do Ministério da Saúde, foi reprogramado para os dias 20 e 21, informou a Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba.

Assecom

 

Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil

A Polícia Rodoviária Federal vai suspender temporariamente alguns serviços devido a contingenciamento orçamentário, informou o órgão, em nota, na manhã de hoje (5). Entre as medidas estão o desativamento de unidades operacionais, a suspensão imediata de resgates e policiamento aéreo e a redução de patrulhamento terrestres.

Além disso, a partir de amanhã (6), serão suspensos os serviços de escolta em rodovias federais. O serviço é prestado, entre outros, a veículos com cargas superdimensionadas. O horário de funcionamento das unidades administrativas será alterado, com prioridade de atendimento ao público das 9h às 13h. As superintendências regionais divulgarão novos horários de funcionamento.

A PRF informou que o cronograma de desativação de unidades operacionais se dará conforme planejamento e adequação regional.

As medidas foram tomadas devido ao contingenciamento estabelecido no Decreto 9.018/2017, que dispõe sobre a programação financeira e orçamentária do Poder Executivo para este ano. O contingenciamento, de acordo com a PRF, resultou em limitação para aquisição de combustível e pagamentos de manutenção e diárias.

Segundo nota divulgada pelo órgão, as medidas foram selecionadas de modo que impactem o mínimo possível as atividades. A PRF vai priorizar o atendimento de acidentes com vítimas, auxílios que sejam de competência exclusiva da PRF e enfrentamento a ilícitos.

A Polícia Rodoviária disse que, em conjunto com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, está “em tratativas com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para que se tenha uma célere recomposição do orçamento e consequente reestabelecimento dos serviços e normalização da atuação da instituição”.

Na semana passada, também devido ao contingenciamento orçamentário, a Polícia Federal suspendeu a emissão de novos passaportes. A medida vale para quem tentou fazer a solicitação depois das 22h do dia 27.

De acordo com a PF, o setor atingiu o limite de gastos previstos na Lei Orçamentária da União. Ontem (5), a Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso aprovou projeto de lei que libera R$ 102,3 milhões para que o órgão possa retomar o serviço. A matéria precisa ainda ser aprovada pelo plenário do Congresso, o que deverá ocorrer ainda nesta semana.

Brasília - O Ministério da Saúde promove o Dia D de Vacinação contra a gripe em postos de todo o país (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

 Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Da Agência Brasil – A partir de hoje (5), a vacina contra a gripe está disponível para toda a população. Com 76,7% do público-alvo vacinado, o Ministério da Saúde orientou estados e municípios a ofertar a vacina para todas as faixas etárias, enquanto durarem os estoques. A medida só é válida neste ano e foi adotada porque ainda há um estoque disponível de 10 milhões de doses. Cada estado ou município tem autonomia para decidir sobre a liberação da vacina.

A campanha vai até sexta-feira (9). A meta é de vacinar 90% do público-alvo, mas, até o momento, nenhum grupo prioritário atingiu o índice, que inclui crianças de 6 meses a menores de 5 anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou outras condições clínicas especiais; e professores.

O ministério alerta sobre a importância do público-alvo ainda se imunizar para evitar a gripe e seus possíveis agravamentos e ressaltou que a ampliação do público nesta última semana da campanha ocorrerá porque ainda há doses disponíveis. O Amapá é o único estado que atingiu a meta até este momento, com 95,6% do público-alvo vacinado.

A vacina disponibilizada pelo Ministério da Saúde desde o dia 17 de abril protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial da Saúde para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Segundo a pasta, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

De acordo com o ministério, é fundamental que as pessoas se vacinem neste momento para estarem protegidas durante o inverno, quando os diversos vírus da influenza começam a circular com maior intensidade. O organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção.

IMG_7581

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que teria seu prazo encerrado nesta sexta-feira (26), foi prorrogada pelo Ministério da Saúde (MS) até o dia 9 de junho. Os grupos prioritários são: crianças de 6 meses e menores de 5 anos (no máximo 4 anos, 11 meses e 29 dias), idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), presidiários e funcionários do sistema prisional, adolescentes de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas e professores das redes pública e privada, além de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Nesse sentido, o município de Macaíba conta atualmente com um dos melhores índices do Rio Grande do Norte. Apesar disso, a Secretaria Municipal de Saúde intensifica seus trabalhos no que diz respeito ao assunto e, neste sábado (27), promove uma ação na feira livre, com um ponto de apoio na Praça Augusto Severo (Praça do M), a partir das 6h30min, principalmente voltada para o público idoso.

A meta do Ministério da Saúde para esta campanha é imunizar, no mínimo, 90% das pessoas pertencentes aos grupos prioritários. A vacina disponibilizada no país protege a população contra três subtipos de vírus causadores da Gripe, quais sejam: A-H1N1, A-H3N2 e Influenza B.

Assecom

IMG_7455

Além das diversas ações que já vêm sendo desenvolvidas no município de Macaíba no que diz respeito à prevenção e ao combate ao mosquito Aedes aegypti desde o início do ano, agora entra em cena o “carro fumacê”. São dois veículos desse tipo que estão percorrendo diversas localidades macaibenses desde o dia 16 deste mês de maio.

Ferreiro Torto, Aliança, Vilar, Gondelo, Barro Vermelho, Lagoa de Santo Antônio, Campo das Mangueiras e Região Central são exemplos de percursos que estão sendo feitos pelos carros fumacês, além dos distritos de Cana Brava e Traíras. A Secretaria Municipal de Saúde orienta aos moradores para que deixem as portas e janelas abertas durante a passagem desses veículos. Os horários estipulados para a pulverização são 4h30min e 16h30min.

É importante ressaltar que a pulverização afeta apenas os mosquitos adultos. Por isso, é importante que a população mantenha os cuidados em suas residências para evitar ambientes favoráveis ao surgimento e crescimento de larvas, principalmente evitando água parada.

Assecom

O trabalho da secretaria de Saúde de Macaíba vem rendendo bons resultados aos munícipes. Um exemplo disso foi a recente marca alcançada de 1º (primeiro) lugar, no RN, na campanha de vacinação contra a gripe. O trabalho da Saúde aliado ao setor de comunicação da Prefeitura rendeu uma boa procura nos postos de saúde no último sábado (13), quando foi realizado o Dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Influenza). O Ministério da Saúde colocou Macaíba com a melhor média entre as cidades da Grande Natal e de todo o estado, com um índice próximo dos 60%, superando a própria capital potiguar.

Vale destacar também que o Rio Grande do Norte é o primeiro colocado entre os estados da Região Nordeste. A vacinação continua até o próximo dia 26 nos postos de Macaíba. Além da excelente marca alcançada, o município macaibense se destaca pela cobertura de mais de 90% da sua rede de atenção básica, o pagamento dos funcionários (auxiliar de enfermagem – técnicos de enfermagem, médicos, dentistas, assistentes sociais) em dia e o bom atendimento aos pacientes de cataratas são exemplos do bom trabalho proporcionado.

Macaíba também se destaca na área odontológica. Além de manter o CEO e o PEA funcionando diariamente, no mês de abril a administração iniciou a implantação de novos consultórios odontológicos. De início, 15 unidades de saúde estão sendo contempladas.