Saúde Arquivo

O distrito de Traíras recebeu a 1ª Ação Macaíba Saúde Cidadã, promovida pela Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nesta sexta-feira (14), na Estratégia de Saúde da Família (ESF) local. O prefeito Fernando Cunha prestigiou a ação e conversou com populares durante o evento, que contou com uma série de ações oferecidas para a população. Centena de atendimentos e testes rápidos foram realizados.

Os moradores de Traíras tiveram à disposição gratuitamente atendimento médico, orientações com nutricionistas, auriculoterapia (técnica de medicina alternativa), atendimento psicológico, testes rápidos para detecção do vírus HIV, sífilis e hepatites B e C, vacinação, aferição de pressão arterial e de glicose e atendimento odontológico.

Corte de cabelo e serviços de manicure também foram oferecidos em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtas). Outras edições da ação serão realizadas nos bairros, comunidades e distritos do município.

O Governo do Estado reuniu nesta segunda-feira, 10, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, o secretário adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli, e técnicos da pasta, e tomou a decisão de manter as atividades do Hospital Ruy Pereira. Ficou definido que será renovado o contrato de aluguel pelo período que for necessário e serão realizados novos laudos de avaliação das condições estruturais para o funcionamento no prédio onde está instalada a unidade de saúde.

Também ficou definido que as medidas a serem tomadas serão discutidas previamente com a sociedade e com órgãos de fiscalização e controle. O objetivo do Governo do Estado é, além de manter as atividades do Hospital Ruy Pereira, melhorar e ampliar os serviços prestados com ganho de qualidade e quantidade.

Resultado de imagem para hospital ruy pereira

Durante audiência judicial realizada na manhã dessa sexta-feira (7), na 2ª vara da Fazenda Pública de Natal, a Justiça potiguar deferiu o pedido formulado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) para inserir ao processo uma petição para que, em caráter de urgência, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) suspenda a produção de novos atos administrativos que tenham a finalidade de fechar a Unidade Hospitalar Ruy Pereira, que é referência estadual ao atendimento vascular-cirúrgico do Sistema Único de Saúde (SUS).

Antes de apreciar de fato o pedido do MPRN, o juiz estabeleceu o prazo de três dias úteis para que o Governo do Estado apresente informações quanto ao funcionamento ou desativação do Hospital Ruy Pereira. Esses elementos serão analisados pelo Juízo para fundamentar a decisão quanto à suspensão dos atos administrativos ou do processo que se encontra em curso.

Segundo o MPRN, não existe na rede hospitalar estadual outra unidade com capacidade instalada para receber a alta demanda de pacientes hoje referenciada para esse tipo de cuidado no RN.

Macaíba alcançou a cobertura de 96,55% da população vacinada na Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 2019, coordenada no município pela Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). De acordo com o Ministério da Saúde a meta era imunizar no mínimo 90% do público-alvo da ação.

O período de vacinação foi encerrado na última sexta-feira (31) sendo a campanha realizada tanto na zona urbana como na rural de Macaíba em todas as Estratégias de Saúde da Família (ESFs) do município.

O grupo de vacinação contra o vírus Influenza era composto prioritariamente por crianças com idade entre um e seis anos de idade; grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; povos indígenas; idosos; professores de escolas públicas e privadas; pessoas com condições clínicas especiais; jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

 

Nessa terça-feira (04), a equipe dos profissionais da unidade de saúde da Eloy de Souza realizou uma gincana com o objetivo de conscientizar os alunos da escola municipal Pedro Gomes sobre o combate ao mosquito Aedes Aegypti. As atividades foram criadas de forma temática a fim de mostrar aos alunos os cuidados para evitar a proliferação da dengue, transmissor de doenças como a dengue, Chikungunia e Zika Vírus e Febre Amarela.

O trabalho de combate ao mosquito que aterroriza anualmente a população acontece em praticamente todas as escolas de rede pública de Macaíba. No Pedro Gomes, outras atividades além da gincana já foram desenvolvidas como, por exemplo, palestras, mutirão de limpeza, dentre outros. Os grupos de discentes participantes desta última ação responderam cruzadas com temáticas relacionadas ao mosquito e também produziram cartazes com mensagens de prevenção ao mosquito.

Este mês de maio, a Prefeitura realizou a entrega de 72 novos encaminhamentos para cirurgias de catarata. Até o final do mês de julho deste ano, mais de 200 encaminhamentos serão entregues pela Prefeitura.

O prefeito Fernando Cunha esteve presente na entrega dos encaminhamentos da quinta-feira (23/05), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Na ocasião e o prefeito orientou, ao lado da equipe da SMS, os procedimentos que devem ser realizados por cada paciente para realizar as cirurgias, que serão realizadas ainda nesta semana.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) já repassou aos 167 municípios do Rio Grande do Norte a contrapartida estadual do Componente Básico da Assistência Farmacêutica. O valor total destinado é de R$ 1.367.724,24 referentes aos dois primeiros meses do ano de 2019 e os recursos são integralmente do Orçamento Geral do Estado (OGE).

“Trata-se, portanto, de um compromisso de Governo e de campanha da Governadora Fátima Bezerra com o SUS, reestabelecendo o repasse de recursos entre as três esferas – União, Estados e municípios – devolvendo assim o pacto com a parte federativa e as parcerias com os municípios”, afirmou o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia.

A utilização dos recursos por parte dos municípios é regulamentada por meio das portarias nº 1.555 de 30 de julho de 2013 e portaria 2.001 de 03 de agosto de 2017 do Ministério da Saúde. O valor repassado para cada município é calculado com base na população estimada, seguindo os critérios do Censo da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A ação é de suma importância para a manutenção dos serviços de saúde nos municípios, já que garante a aquisição de medicamentos e insumos, incluindo-se aqueles relacionados a agravos e programas de saúde, como os usuários insulinodependentes, no âmbito da Atenção Básica à Saúde.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com processo seletivo aberto para o curso de especialização Dermatologia em Enfermagem. As inscrições podem ser realizadas até o dia 24, através deste link. O valor da inscrição é de R$100,00 e a mensalidade RS 310,00.

Serão disponibilizadas 51 (cinquenta e uma) vagas para pessoas graduadas em Enfermagem, sendo 46 para demanda aberta e cinco para demanda interna de servidores técnico-administrativos e docentes do quadro ativo permanente da UFRN.

O curso tem o objetivo de formar enfermeiros especialistas na área de Dermatologia em Enfermagem sob os fundamentos da ética, conhecimentos técnico-científicos e responsabilidade social, além de capacitar o profissional para atuar no Sistema Único de Saúde (SUS) nos cenários de atenção e promoção da saúde, onde a assistência na área pode ser utilizada como recurso para garantir equilíbrio e bem-estar.

Resultado de imagem para alerta

Pelo menos 18 casos de raiva foram confirmados em morcegos no Rio Grande do Norte em 2019.

O número preocupa o Programa de Controle da Raiva da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), já que a doença – quando transmitida do animal para o homem – resulta em morte em quase 100% dos casos.

O número de animais com diagnóstico laboratorial de raiva em 2019 já está três vezes maior do que os três primeiros meses de 2018. Durante todo o ano de 2018, foram registrados 35 morcegos positivos para raiva no RN e, somente nos três primeiros meses de 2019 e nos 10 dias iniciais de abril, já são 18 morcegos com raiva no estado e 1 caso em bovino.

“Os morcegos identificados com raiva no RN são sobretudo de áreas urbanas. Fato que aumenta ainda mais a nossa preocupação em decorrência da densidade populacional nas cidades. Das espécies identificadas predomina o Molossus molossus, morcego que tem o hábito de se alimentar de insetos. Segundo a literatura, esses animais estão muito bem adaptados ao meio urbano”, explicou Alene Castro, veterinária da equipe do Programa de Controle da Raiva da Sesap.

Os casos registrados em morcegos no ano de 2019 são dos municípios de Parnamirim (4), Mossoró (4), Caicó (4), Macaíba (3), Santo Antônio (2) e Nova Cruz (1). O município de João Câmara registrou caso de raiva em um bovino.

Ler mais…

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou a entrega de 50 novos encaminhamentos para cirurgias de catarata para a população macaibense, na tarde desta segunda-feira (22), no auditório da SMS. Até o final do mês de julho, mais de 200 encaminhamentos serão entregues pela Prefeitura.

O prefeito Fernando Cunha esteve presente na ocasião e orientou, ao lado da equipe da Secretaria de Saúde, os procedimentos que devem ser realizados por cada paciente para realizar as cirurgias, que serão realizadas ainda nesta semana. O senhor Antônio Alves, 52 anos de idade, morador do Campo da Santa Cruz é um dos pacientes beneficiados com a cirurgia.

Antônio fez uma primeira cirurgia no olho esquerdo e se diz muito agradecido pela ação, pois está enxergando bem. De volta à SMS, ele solicitou uma cirurgia desta vez para o olho direito. “Já fiz a cirurgia de um olho e vim aqui para fazer a cirurgia do outro com esse documento aqui, amanhã às 5h. A Saúde está ótima, a gente agradece a todo mundo por fazer isso pela gente”, afirmou.

Imagem relacionada

O Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS) seleciona professores pesquisadores nas áreas de processamento de sinais e de eletrofisiologia/comportamento para trabalhar em Macaíba. Vaga extensiva a pessoas com deficiência (PcD). ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Envio de currículos até 17/05/2019.

 Informações sobre os perfis e detalhes sobre as vagas:
http://www.institutosantosdumont.org.br/oportunidades-carreira/

Entre os dias 06 e 10 de maio de 2019, mulheres a partir de 40 anos poderão realizar a mamografia gratuitamente no Centro Administrativo, em Natal. Isso porque o consultório móvel equipado para a realização do exame do Grupo Reviver estará atendendo no estacionamento da Escola de Governo nesse período. As interessadas precisam apresentar no dia do exame documento de identificação com foto, CPF, cartão do SUS e comprovante de residência. Pacientes entre 40 e 49 anos devem apresentar também requisição médica emitida pela rede pública ou particular.

Serão realizados até 60 atendimentos por dia, das 8h às 17h. Os atendimentos poderão ser feitos mediante demanda espontânea, por ordem de chegada no dia do exame; ou agendamento prévio na recepção da Escola de Governo, respeitando o limite diário destinado aos atendimentos marcados. As mulheres que agendarem o exame terão prioridade no atendimento.

A iniciativa de trazer a unidade móvel do Reviver para o Centro Administrativo é da Comissão Estadual do Programa de Qualidade de Vida e Saúde no Trabalho do Rio Grande do Norte, a fim de facilitar o atendimento às servidoras públicas. “A realização da mamografia é de extrema importância para a prevenção do câncer de mama, por isso firmamos parceria com o Grupo para propiciar mais comodidade às servidoras estaduais, trazendo assim esse atendimento para mais perto do seu ambiente de trabalho”, pontua Ricardo Amaral, presidente da Comissão.

Contudo, vale ressaltar que qualquer mulher que queira realizar o procedimento poderá ser atendida, independentemente de ser servidora do Governo do Estado. O exame leva entre 10 e 15 minutos para ser concluído. Os resultados serão entregues na Escola de Governo cerca de 30 dias após sua realização.

Sobre o Reviver

O Grupo Reviver foi fundado em 2012 por mulheres natalenses que enfrentaram o câncer de mama ou ainda fazem tratamento, juntamente com amigas e apoiadoras da causa que vivenciaram e vivem essa situação em família.  De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que o Rio Grande do Norte terá 8.470 novos casos de cânceres no biênio 2018/2019. Isso representa um aumento de 13,38% em relação à projeção feita para o biênio anterior. Hoje o câncer de mama é o segundo que mais acomete as mulheres.

Lançamento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, durante cerimônia em Porto Alegre.

Erasmo Salomao/Ministério da Saúde

Agência Brasil – A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em nova etapa hoje (22) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir da próxima segunda-feira (29), o Ministério da Saúde abrirá ao restante do público-alvo.

A partir desta segunda, também podem receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, com a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

A doença

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.

No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas. No caso específico do Amazonas, a circulação, de acordo com o ministério, segue o período sazonal da doença potencializado pelas chuvas e enchentes e consequente aglomeração de pessoas.

Até o fim de março, antes do lançamento da campanha, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O Amazonas foi o estado com mais casos registrados: 118 casos e 33 mortes. Por isso, a campanha foi antecipada no estado.

fotos: Ariane Mondo / Ascom

Derivada do Latim innovatio o sentido da palavra inovação vem sendo cada vez mais utilizado em tempos nos quais criações verdadeiramente genuínas são demandadas. Para falar sobre o tema “Inovação na Saúde”, o Instituto Santos Dumont (ISD) recebeu em 15 de abril, Emmeline Lucena, Gerente Regional no Brasil da Techstars, empresa norte-americana aceleradora de projetos em estágios iniciais.

A iniciativa foi organizada em Macaíba (RN) pelos Programas de Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência e de Pós-graduação em Neuroengenharia do ISD com o objetivo de criar um ambiente propício ao surgimento de ideias que possam ser transformadas em realidade.

Durante o evento, profissionais de saúde, pesquisadores, mestrandos em neuroengenharia, residentes multiprofissionais do ISD, além do público externo que se inscreveu, puderam interagir e pensar em ideias que melhorem alguns contextos na área da saúde, especialmente no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Emmeline parabenizou a iniciativa do ISD e disse acreditar que futuramente podem surgir frutos desse momento: “Acho que é muito importante proporcionar isso para pessoas que de alguma forma já quiseram desenvolver ideias, mas não tiveram também o ambiente ou estímulo seguro pra isso”, comentou.

No workshop, Emmeline deu exemplos e alguns passos para identificar problemas e propor soluções inovadoras no intuito de facilitar processos e lançar produtos que atendam a demandas de públicos específicos. Pensando na área da saúde, ela disse que ações simples como criar espaços propícios para discussão de problemas, em interação com todos ao agentes inseridos nesse contexto, podem resultar em ações concretas: “A partir do momento que surja um projeto, que venha para o mercado e que tenha sido validado com os usuários, há fundos de empresas privadas no Brasil que podem acelerar esse negócio”, explicou.

Após o workshop, Emmeline conheceu o trabalho do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS) e do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS). Agora, resta aliar a tão conhecida criatividade brasileira ao desejo de inovar e criar uma realidade mais justa, humana e sustentável a partir do nordeste brasileiro.

Já somam 18 os casos de raiva confirmados em morcegos no Rio Grande do Norte em 2019. O número preocupa o Programa de Controle da Raiva da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), já que a doença – quando transmitida do animal para o homem – resulta em morte em quase 100% dos casos.

O número de animais com diagnóstico laboratorial de raiva em 2019 já está três vezes maior do que os três primeiros meses de 2018. Durante todo o ano de 2018, foram registrados 35 morcegos positivos para raiva no RN e, somente nos três primeiros meses de 2019 e nos 10 dias iniciais de abril, já são 18 morcegos com raiva no estado e 1 caso em bovino.

“Os morcegos identificados com raiva no RN são sobretudo de áreas urbanas. Fato que aumenta ainda mais a nossa preocupação em decorrência da densidade populacional nas cidades. Das espécies identificadas predomina o Molossus molossus, morcego que tem o hábito de se alimentar de insetos. Segundo a literatura, esses animais estão muito bem adaptados ao meio urbano”, explicou Alene Castro, veterinária da equipe do Programa de Controle da Raiva da Sesap.

Os casos registrados em morcegos no ano de 2019 são dos municípios de Parnamirim (4), Mossoró (4), Caicó (4), Macaíba (3), Santo Antônio (2) e Nova Cruz (1). O município de João Câmara registrou caso de raiva em um bovino.

A Sesap solicita aos municípios que, através da integração entre os profissionais de saúde da assistência e os profissionais das vigilâncias, a investigação na área de ocorrência de acidentes envolvendo morcego seja realizada mais prontamente e que aumente o número de envio de amostras de quirópteros suspeitos de raiva. Além disso, a Secretaria sugere que o tema “Raiva e a prevenção dessa doença” seja incluído nas ações do Programa Saúde nas Escolas, para conscientização das crianças quanto às formas de prevenção.

A doença é transmitida pela saliva do animal infectado – principalmente, cão e gato, ou de animais silvestres, como morcego e sagui – através da pele ou mucosas, seja por mordedura, arranhadura ou lambedura. A principal forma de prevenção é a vacinação de animais domésticos e de pessoas que foram expostas ao risco.

A orientação da Sesap é para que as vítimas de mordeduras lavem o local com água corrente e sabão e procurem imediatamente a unidade de saúde mais próxima. O vírus rábico é muito sensível a agentes externos e ao lavar o ferimento com água corrente e sabão, ou outro detergente, isso diminui, comprovadamente, o risco de infecção.

É fácil identificar um morcego suspeito de raiva. Se observar um morcego voando ou alimentando-se durante o dia, pousado em local desprotegido ou encontrá-lo caído ou morto no chão, entre em contato com o Controle de Endemias ou com o Centro de Controle de Zoonoses da sua cidade e solicite a remoção do animal. Em Natal os telefones são: 3232-8235 e 3232-8237. Não toque no animal, afaste pessoas e animais do local e tente colocar uma caixa, balde ou pano em cima do morcego. Em caso de dúvidas se o morcego entrou no local ou não e se ocorreu contato, também é preciso buscar assistência médica.

O ano de 2010 foi o que teve o mais alto número de registro de raiva em morcegos no Rio Grande do Norte (64), ocasião em que foi registrado um caso de raiva humana, transmitido por morcego.

Recomendações:

Em todo caso de mordedura e/ou arranhadura com animal que pode transmitir raiva, lave a lesão com água corrente e sabão e procure assistência médica imediatamente.

Na situação em que morcego adentrou um local e existe dúvida se ocorreu contato com o animal, também é preciso buscar assistência médica.

Caso encontre morcego durante o dia (vivo ou morto), não toque no animal, coloque algo cobrindo-o e informe à Secretaria Municipal de Saúde para que seja feito recolhimento do morcego.

Cães ou gatos que forem encontrados com morcegos devem ficar em isolamento por 180 dias e devem receber duas ou três doses de vacina antirrábica dependendo do estado imunológico do animal.

A vacinação anual contra raiva em cães, gatos, bois, cavalos, porcos, bodes, carneiros e asnos é uma das principais medidas para prevenção da raiva.