Saúde Arquivo

Diante de boatos que circulam nas redes sociais a respeito da ocorrência de uma superbactéria denominada Aeromonas na Lagoa de Alcaçuz, que supostamente contaminou uma criança, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece que não há confirmação quanto ao diagnóstico pela bactéria, tampouco do vínculo dessa infecção à lagoa de Alcaçuz.

Segundo a Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (SUVAM) da Sesap, as bactérias Aeromonas são extremamente comuns no ambiente, especialmente no meio aquático, onde já foram encontradas em rios, lagoas, poços e até mesmo em águas tratadas com cloro. Também podem ser encontradas no solo e em intestinos de animais como peixes e répteis, por exemplo. Por isso, é esperado que na lagoa de Alcaçuz, assim como em outras lagoas e rios, esse e outros microorganismos existam naturalmente.

O adoecimento de indivíduos por microorganismos comuns no meio ambiente depende de uma combinação de fatores individuais. No caso da Aeromonas, casos graves não são comuns. A infecção pode ocorrer principalmente em pessoas com a imunidade comprometida, como gestantes e idosos.

Em contato com o Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), a Sesap foi informada de que o órgão realizará uma análise da potabilidade da água na lagoa de Alcaçuz.

A Sesap, por meio das Vigilâncias Epidemiológica e Ambiental, está acompanhando e investigando o caso. Nos próximos dias também será realizada coleta de água para investigação no LACEN.

Assim, qualquer associação entre o suposto caso de contaminação à lagoa de Alcaçuz é muito precoce.

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, aderiu ao Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O programa tem o objetivo de avaliar continuamente os níveis de resíduos de agrotóxicos nos alimentos de origem vegetal (legumes, frutas e verduras) que chegam à mesa do consumidor.

Em Macaíba, as coletas estão sendo realizadas nos principais supermercados do município e a primeira foi feita no dia 6 de novembro. O PARA é de suma importância para a prevenção de doenças. O programa é uma ação do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), coordenado pela Anvisa em conjunto com os órgãos estaduais e municipais de vigilância sanitária e laboratórios estaduais de saúde pública.

Assecom

Nesta quarta-feira, 1º de novembro, véspera de feriado, a Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, irá realizar na Praça Antônio Siqueira, popularmente conhecida como “Praça da Maré”, uma ação de saúde alusiva ao Dia Nacional de Combate à Sífilis.

Na oportunidade, haverá testagem rápida para detecção de sífilis, HIV, assim como hepatites B e C. Além disso, os profissionais de saúde envolvidos na ação irão orientar a população acerca das ISTs – infecções sexualmente transmissíveis no que respeita à sua prevenção, transmissão e tratamento.

Também serão ofertados ao público alguns materiais educativos e insumos de prevenção. A ação está prevista para começar às 8h e terminar às 12h.

Assecom

Mais um grupo de pacientes foi encaminhado pela Prefeitura para realizar cirurgias de catarata na tarde desta quarta-feira (25) na sede da Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba.

Os encaminhamentos vêm ocorrendo desde o mês de abril do corrente ano, sendo que mais de 200 pacientes já foram beneficiados e realizaram suas cirurgias. Antes de serem encaminhados, os pacientes recebem orientações sobre os procedimentos cirúrgicos. As cirurgias são realizadas em clínicas particulares conveniadas com a Prefeitura.

O senhor Antônio Herculano, de 51 anos de idade, residente no bairro Vilar, foi um dos pacientes que recebeu o encaminhamento para realizar em breve a sua cirurgia e opinou com gratidão: “Agradeço primeiramente a Deus e depois à Secretaria por estar oferendo esse serviço tão importante para quem necessita”.

“A catarata praticamente me fez perder a minha visão, mas agora, com a cirurgia encaminhada, minha esperança de renova”, finalizou Herculano.

Assecom

Você já ouviu falar em bexiga neurogênica? Trata-se da incapacidade de controlar o ato de urinar devido a uma alteração na função da bexiga, geralmente ocasionada por doenças do sistema nervoso periférico e/ou central. Essa variação pode acarretar inúmeras complicações associadas, exigindo uma atenção multiprofissional à saúde dessas pessoas, assim como um aprofundamento das pesquisas para melhor adequar os tratamentos disponíveis.

Com o intuito de estabelecer parcerias científicas e desenvolver protocolos de pesquisas multicêntricas, o Instituto Santos Dumont (ISD) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) promoveram nos dias 6 e 7 de outubro a Jornada – Intervenção Multiprofissional na Bexiga Neurogênica.

Cerca de 70 profissionais, pesquisadores, alunos, pais e pacientes estiveram presentes no evento realizado no Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS), em Macaíba-RN. Palestras proferidas por médicos, fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiros e nutricionistas abordaram temáticas associadas à detecção precoce e à assistência multiprofissional a pessoas com bexiga neurogênica.

Coordenadora da Jornada Bexiga Neurogênica, Lilian Lisboa

 

Segundo a Coordenadora da Jornada e das Atividades de Ensino em Saúde do CEPS/ISD, Lilian Lisboa, há muita carência no Rio Grande do Norte na assistência global aos pacientes com esse distúrbio. “Profissionais de diversas especialidades desenvolvem pesquisas, estudam a literatura científica e executam abordagens terapêuticas em consultórios públicos ou privados, isoladamente. O diferencial do nosso evento foi reunir e integrar esses especialistas para discutir e viabilizar parcerias municipais e interestaduais que resultem em um manejo efetivo da Bexiga Neurogênica”, informa Lisboa.

 

Um dos principais palestrantes do evento, o urologista da Universidade de Pernambuco Adriano Almeida Calado, explicou que um grande desafio de quem trabalha no cuidado a pessoas com Bexiga Neurogênica é reabilitar a função vesical do paciente, fazendo-o urinar o mais próximo possível do hábito miccional normal. “Tratamentos convencionais buscam reinserir o paciente na vida em sociedade, mas não atacam o verdadeiro problema que é fazer a bexiga voltar a operar. Linhas de pesquisa como neuromodulação e interface cérebro-máquina talvez tragam de fato, as respostas que precisamos”, explica Calado. Ambas as linhas são estudadas no Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), do ISD.

Saiba mais no ISD

3922A82B-ED4E-4E05-881F-22262ED04E2A

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, está revitalizando a Unidade de Pronto Atendimento – UPA com uma série de procedimentos que farão com que uma das unidades de saúde mais movimentadas da Grande Natal e uma das mais conceituadas do Rio Grande do Norte fique literalmente de “cara nova”.

Essa ação da Secretaria de Infraestrutura na UPA soma-se às demais que integram o cronograma de reformas das unidades de saúde do município, que inclui, entre outros serviços, renovação de instalações elétricas e hidráulicas, pintura, acabamento, implantação ou reposição de forros de PVC, retelhamento e adequações nos ambientes de atendimento.

Assecom

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou o Dia D da campanha de vacinação contra a raiva na Zona Urbana do município, no último sábado (7). A vacinação aconteceu em vários pontos da região.

Os  cães e gatos que não participaram da ação podem ser levados pelos seus donos para serem vacinados até o próximo dia 18 de outubro, na sede do Centro de Vigilância Sanitária, que fica na Rua Jessé Pinto Freire, número 101 (próximo à passarela do Vilar). O local funciona de segunda a sexta, das 8h às 16h. Mais informações sobre a vacinação podem ser obtidas pelo número de telefone do Centro, 3271-6574.

Assecom

O governador Robinson Faria autorizou a contratação temporária de profissionais da Saúde para atender em hospitais públicos de Natal e região metropolitana. A contratação se dará mediante processo seletivo simplificado, e tem por intuito reduzir o déficit na área de assistência possibilitando a continuidade dos serviços essenciais da rede pública. A autorização será publicada no Diário Oficial (DOE) desta quarta-feira, 11.

Serão contratados 553 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas e técnicos de raio-x e de laboratório. O secretário de Saúde, George Antunes, explicou que esta medida foi tomada diante da urgência em ampliar o quadro de funcionários. “Estas mesmas vagas serão substituídas posteriormente através de concurso público, também já autorizado”, afirmou.

O edital do processo seletivo simplificado deverá ser publicado até o final de outubro. Ele se dará, explicou o secretário, por meio de análise de currículo. A estimativa é de que todos estes profissionais já estejam atuando até o final deste ano.

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A abertura da campanha Outubro Rosa em Macaíba foi realizada na tarde desta quinta-feira (5), na Praça Paulo Holanda Paz.

Na ocasião foram feitas verificações de pressão arterial, solicitações de mamografia, roda de conversas, aula de dança entre outras ações.

Durante todo o mês de outubro serão realizadas atividades referentes a campanha nas unidades de saúde de Macaíba.

Assecom

Daniel Vitor/EGRN

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelas mulheres no diagnóstico do câncer de mama é o acesso à mamografia – exame de imagem que auxilia na identificação da doença. Diante disso e por ocasião do Outubro Rosa, o Governo do Rio Grande do Norte, por meio do Programa Estadual de Qualidade de Vida e Saúde no Trabalho, firmou parceria com o Grupo Reviver para a realização de mamografias gratuitas em sua unidade móvel.

Os atendimentos acontecerão no estacionamento da Escola de Governo, no Centro Administrativo, nos dias 26 e 27 de outubro, das 7h às 17h. A ação integra também as comemorações do Mês do Servidor.

O público-alvo são prioritariamente mulheres a partir de 50 anos. É necessário trazer no dia do exame cópias legíveis do documento de identificação com foto, CPF, cartão do SUS e comprovante de residência. Mulheres com menos de 50, desde que apresentem também requisição médica, poderão ser atendidas.

A unidade móvel tem a capacidade de realizar até 70 exames por dia. Os atendimentos serão feitos por ordem de chegada e mediante agendamento no site www.qualidadedevida.rn.gov.br a partir do dia 16 de outubro. Serão atendidas prioritariamente as mulheres que agendarem a mamografia previamente. O exame leva entre 10 e 15 minutos para ser concluído. Os resultados serão entregues na Escola de Governo cerca de 20 dias após sua realização.

Grupo Reviver

Instituição sem fins lucrativos que surgiu em outubro de 2012, com o objetivo de auxiliar na prevenção do câncer em mulheres com baixo nível de informações sobre a doença e acesso restrito à saúde pública. Atualmente, o grupo leva, além da estrutura necessária, conforto, carinho e amor para quem enfrenta a doença.

O Reviver tem como meta atender à população da Região Metropolitana e Central da cidade do Natal e algumas regiões do interior do Estado. O grupo se mantém através de doações financeiras de pessoas físicas e jurídicas, bem como, de parcerias com o poder público.

Os delegados do Conselho Municipal de Saúde de Macaíba participaram da 1ª Conferência Regional de Vigilância em Saúde, que foi realizada na última terça-feira (26), em Natal. O evento segue com a proposta de estabelecer diretrizes para a Política Nacional de Vigilância em Saúde e fortalecer as ações de promoção e proteção à saúde, efetivando o controle social no Sistema Único de Saúde (SUS).

A Conferência contou com a presença de trabalhadores, representantes governamentais e usuários da rede pública de saúde de todos os municípios que compõem a 7ª Região de Saúde do Estado, sendo eles, Natal, Macaíba, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Extremoz. As delegações de cada município apresentaram propostas, que foram discutidas, analisadas e escolhidas para serem debatidas na Conferência Estadual de Saúde, que acontecerá em outubro.

Assecom

Arquivo/ Ministério da Saúde

No Dia Nacional de Combate e Prevenção à Trombose, lembrado neste sábado (16), especialistas alertam para os principais fatores de risco e seus sintomas. A doença é causada pela coagulação do sangue no interior das veias, mais comumente as dos membros inferiores.

Além da predisposição genética, a obesidade, a insuficiência cardíaca, o tabagismo, o uso de anticoncepcionais, e até mesmo a desidratação ou ter mais de 60 anos são fatores de risco para a doença. Permanecer sentado por muito tempo, ao dirigir ou viajar de avião, por exemplo, também é uma ameaça.

Entre os sintomas, a dor nas pernas, principalmente nas panturrilhas, além da sensação de queimação na região afetada, mudanças na cor da pele e inchaço são os mais relatados.

Para o angiologista Daniel Alexandrino, é essencial procurar o médico ao primeiro suspeita de trombose. “Uma vez levantada a suspeita, é fundamental solicitar ultrassom doppler colorido venoso dos membros para avaliar o território das pernas. Nesse momento procura-se o coágulo, que é o ‘trombo’ na veia. Qualquer médico que faça o primeiro contato, seja na rede pública ou privada, precisa saber que deve-se iniciar o tratamento”, ressaltou o especialista.

Atendimento

De acordo com o Ministério da Saúde foram registrados no Sistema Único de Saúde (SUS) 35.598 tratamentos clínicos em decorrência da trombose. somente em 2016

Já entre janeiro e julho de 2017, foram registrados 16.923 tratamentos clínicos. Também foram realizados 485.443 procedimentos de assistência de fisioterapia, sendo 330.142 ano passado e 155.301 neste ano.

Com relação a internações, foram registradas 900.641 em 2016 e 523.104 neste ano.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Resultado de imagem para escola desaú de da ufrn

A Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve), lançou edital de seleção para cursos de Técnico em Enfermagem, Técnico em Registros e Informações em Saúde, Técnico em Agente Comunitário de Saúde e Técnico em Massoterapia. As inscrições devem ser realizadas de 25 de setembro a 23 de outubro no site da Comperve.

O processo seletivo, para ingresso no ano de 2018 oferta 220 vagas, distribuídas de acordo com as normas previstas no edital, disponível para acesso por meio deste link. A inscrição será realizada via internet, a partir das 8h do dia 25 de setembro e até às 23h59 do dia 23 de outubro. A taxa de inscrição é de R$ 30,00.

As provas serão aplicadas no dia 19 de novembro, no município de Natal. No site da Comperve é possível encontrar a agenda do candidato, onde estão todas as datas referentes ao processo seletivo.