Política Arquivo

O prefeito Fernando Cunha e o deputado estadual, Coronel Azevedo, se encontraram no final da tarde desta terça-feira (30), na sede da prefeitura de Macaíba. O encontro foi diplomático, com assuntos referentes à administração municipal. O Secretário de Integração da Região Metropolitana, Sérgio Cunha, também esteve presente no encontro.

Além de assuntos referentes às áreas de saúde, esporte e educação, foi abordado também temas relacionados ao campo da infraestrutura, sobretudo da região de Bela Vista, Bosque Brasil, entre outros. A gestão macaibense sempre tem buscado manter contato com os deputados estaduais, federais e senadores a fim de buscar parcerias para desenvolver ainda mais a região de Macaíba.

Informativo Atitude

João Gilberto / ALRN

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) decidiu cassar, por 5 votos a 2, o mandato do deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL). O parlamentar é acusado pelo Ministério Público de irregularidades na arrecadação de recursos durante a campanha eleitoral em 2018.

Os juízes concordaram, contudo, em manter Sandro Pimentel no mandato até que os recursos sejam esgotados. Ele pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Agora RN apura se a decisão do TRE anula os votos de Sandro Pimentel. Se isso acontecer, haverá recontagem de votos para deputado estadual, o que pode mudar os assentos na Assembleia Legislativa. Se não ocorrer recontagem e o mandato de Sandro for efetivamente cassado, o primeiro suplente do PSOL assumiria: no caso, o professor universitário Robério Paulino.

Do Agora RN

Foto: João Gilberto

O deputado estadual Souza Neto vai se filiar ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), presidido no Rio Grande do Norte pelo deputado federal Rafael Motta. Souza foi eleito em 2018 pelo PHS.

O advogado eleitoral Fábio Holanda considera que Andréa Ramalho, mulher do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves, está impedida de ser candidata à prefeitura de Parnamirim nas eleições de 2020. Ele explica que o Supremo Tribunal Federal (STF), em 2012, definiu que o político que já exerceu dois mandatos consecutivos na chefia de executivo municipal, mesmo que pleiteie candidatura em município diferente, está impedido de buscar o terceiro mandato. A decisão também recai para os cônjuges, como é o caso da ex-primeira-dama de Natal.

Carlos Eduardo foi eleito prefeito de Natal em 2012 e reeleito em 2016, tendo renunciado no ano passado para disputar o Governo do Estado – ele ficou em 2º lugar.

“O Tribunal Superior Eleitoral acatava, até 2012, a figura do ‘prefeito itinerante’. Era o prefeito que passava um período em um município, depois ia para outro, mas sempre estava prefeito. E, quando não poderia se eleger, colocava a mulher no cargo”, resgata Fábio Hollanda, que detalhou o caso no programa “A Hora é Agora”, da rádio Agora FM (97,9).

Do Agora RN

Reunidos em Salvador, capital do estado da Bahia nesta segunda-feira, 29, os governadores do Nordeste anunciaram a formalização do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Nordeste e as propostas do plano de trabalho. A reunião aconteceu no auditório do Centro de Operações e Inteligência (COI), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

As propostas contemplam ações em várias áreas da administração, como a execução de um programa para oferta de médicos para o serviço de atenção primária com a finalidade de ampliar o atendimento de saúde nas áreas mais carentes. Os governadores apoiam a proposta do Ministério da Saúde de criar um programa de médicos para o Brasil e desejam contribuir. Para isso o Consórcio vai solicitar audiência ao Ministro da Saúde.

Outra proposta é a definição de um processo único para compras pelos estados visando reduzir custos de equipamentos e matérias nas diversas áreas da administração. Ficou definido que o primeiro registro de preços será publicado neste mês de agosto.

Integrar dados de todos os estados para organizar indicadores alinhando o planejamento e as ações do consórcio foi outra medida definida.

Os governadores trataram sobre a elaboração de uma agenda internacional em busca de parcerias institucionais e financiamentos para projetos. A primeira agenda vai contatar países da Europa, em novembro próximo.

Ainda na reunião em Salvador os governadores do Nordeste também decidiram somar esforços para melhorar a segurança pública. As prioridades são a implementação das ações prevista no Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), através de ações conjuntas no combate ao crime e à violência. Os governadores querem que o Governo Federal libere os recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública que hoje tem retido R$ 1,1 bilhão.

Na Carta de Salvador, documento que registra as suas propostas, os governadores ratificam a defesa do pacto federativo a aprovação imediata das regras do Novo Fundeb e os pontos já relacionados na Carta de São Luís.

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Jair Bolsonaro disse hoje a jornalistas que “um dia” contará ao presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, como o pai do advogado desapareceu na ditadura militar.

“Um dia se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, eu conto para ele. Ele não vai querer ouvir a verdade. Eu conto para ele.”

Com informações do O Antagonista

Resultado de imagem para netinho frança

Dentro do Partido dos Trabalhadores (PT) é dado como certo que o vereador Netinho França vai integrar a sigla a partir de 2020. Nas redes sociais alguns filiados já declaram que o vereador será o nome do partido que vai disputar o Palácio Auta de Souza.

Netinho França evita falar oficialmente que é pré-candidato a prefeito, mas nos bastidores não nega a possibilidade de disputar a Prefeitura que já foi administrada pelo seu pai, o ex-prefeito Luizinho.

É destaque do “O Antagonista

Como dissemos mais cedo, um helicóptero da Presidência foi utilizado para transportar convidados para o casamento de Eduardo Bolsonaro, em maio.

Assista abaixo ao vídeo dos convidados embarcando na aeronave, divulgado nas redes sociais por um dos sobrinhos de Jair Bolsonaro e posteriormente apagado:

 

Resultado de imagem para jose agripino you tube

O Ministério Público Federal (MPF) ratificou a denúncia contra o ex-senador José Agripino Maia, e outras duas pessoas, por associação criminosa e peculato. A ação penal original havia sido apresentada pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF), no fim do ano passado, quando ele ainda exercia o mandato no Senado. Agora, que não é mais parlamentar, o processo tramitará na Justiça Federal de primeira instância, no Rio Grande do Norte.

José Agripino é acusado de nomear e manter como secretário de seu gabinete em Brasília – entre março de 2009 e março de 2016 – o “funcionário fantasma” Victor Neves Wanderley (conhecido como Victor Souza), que era gerente de farmácia em Natal e, desde 2017, é presidente da Câmara de Vereadores do Município de Campo Redondo. Ele não prestava serviços e repassava a remuneração recebida do Senado a Raimundo Alves Maia Júnior (conhecido como Júnior Maia, primo de Agripino e que declarou ser sogro de Victor).

O esquema ilegal foi montado já que Júnior Maia, que prestava os serviços em Brasília, era servidor da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e, assim, não poderia assumir oficialmente a função no Congresso. O ex-senador promoveu então a nomeação fictícia de Victor Souza e, durante os sete anos, a irregularidade custou quase R$ 600 mil aos cofres públicos.

A denúncia do MPF – ratificada agora em primeira instância pelo procurador da República Fernando Rocha -, além de pedir o ressarcimento do valor com correção e juros, requer indenização por danos morais coletivos em quantia equivalente ao dobro da desviada, bem como a perda do “cargo ou emprego público ou mandato eletivo” que eventualmente os envolvidos estejam ocupando. O processo tramitará na Justiça Federal do Rio Grande do Norte sob o número 0807805-48.2019.4.05.8400.

Gerente – A ação penal destaca que o ex-parlamentar mantinha forte vínculo de amizade e parentesco com Júnior Maia. Entre 2012 e 2014, foram identificadas 905 ligações telefônicas entre os dois. A informação é resultado de quebra de sigilo telefônico autorizada pelo STF. No mesmo período, não foi identificado nenhum contato entre o então senador e Victor Souza, embora ele ocupasse formalmente o cargo de secretário parlamentar.

As investigações revelaram que o funcionário fantasma era, na época, gerente de uma farmácia localizada em Natal e que não costumava ir a Brasília, onde fica o gabinete do senador. As companhias aéreas questionadas durante a investigação não encontraram registros de viagens em nome de Victor, cujo endereço residencial também é na capital potiguar. A análise da frequência nas folhas de ponto revelou simulação no preenchimento, o que reforçou a certeza de que ele não cumpria o expediente de 40 horas semanais no Congresso.

Na ação original, a PGR ressaltou a informação de que Victor Souza confessou ter recebido durante três anos remuneração estadual mensal de mais de R$ 2 mil sem nunca ter trabalhado na Assembleia Legislativa. Os indícios referentes a essa ilegalidade ainda deverão ser encaminhados ao Ministério Público do Estado (MP/RN). Outros fatos relacionados ao esquema, e que possam vir a resultar em novas denúncias, serão avaliados pelo MPF no Rio Grande do Norte.

Resultado de imagem para marina e bolsonaro rede tv

A ex-senadora Marina Silva rebateu através das redes sociais o presidente Jair Bolsonaro. Em Manaus, Bolsonaro prometeu nessa quinta-feira (25) asfaltar uma rodovia federal e ironizou  “imagina se eu tivesse comigo o Zequinha Sarney (PV) ou a Marina Silva (Rede) como ministro? Nunca vocês iam ver essa BR asfaltada”.

A ex-candidata a presidente rebateu Bolsonaro, leia o que disse Marina:

O presidente precisa saber que não estamos mais nos idos dos anos 70, quando o governo militar incentivou a ocupação desordenada da região amazônica sem gerar benefícios econômicos significativos para o país ou para a própria região. Sempre é bom relembrá-lo, apesar do seu governo ser acometido por uma amnésia ideológica e obsessão anti-ambiental crônica. De fato, eu jamais construiria uma rodovia sem ter todos os cuidados e garantias legais em relação à preservação da floresta e à proteção dos direitos das comunidades locais que lá vivem há décadas, correndo o risco irresponsável de estimular a grilagem e o desmatamento desenfreado da Amazônia.

Um bom exemplo é a BR 163, que liga Cuiabá a Santarém. Também diziam que eu nunca iria asfaltar, porque é uma estrada que corta o arco do desmatamento e era objeto de desejo de 10 entre 10 grileiros e madeireiros. O interesse não era só ter a estrada, havia grupos interessados em ter acesso livre às terras públicas para grilagem. Na minha gestão, o IBAMA deu a licença ambiental para o asfaltamento da BR 163, mas com planejamento e controle ambiental. Até hoje a estrada não foi asfaltada por falta de investimento. O problema não é o asfalto, é o desmatamento. Dá para asfaltar sem desmatar, mas não é isso o que querem. 

Bolsonaro faz promessa no Amazonas e ironiza Marina: “ela não asfaltaria”

O ex-vice-prefeito de Macaíba, Olímpio Maciel, está internado em um hospital particular em Natal. Segundo informações, Dr. Olímpio sofreu uma parada cardíaca e foi levado às pressas para o hospital.

Dr. Olímpio Maciel é médico e participou da campanha vitoriosa de 2012, saindo como vice-prefeito de uma chapa encabeçada pelo atual prefeito Dr. Fernando.

Do Informativo Atitude

Resultado de imagem para marina e bolsonaro rede tv

O presidente Jair Bolsonaro esteve nesta quinta-feira (25) em Manaus, e prometeu pavimentar a rodovia BR-319, que liga Manaus a Porto Velho. Conhecido por sair do protocolo, Bolsonaro aproveitou o momento para ironizar adversários políticos que defende o meio ambiente.

De acordo com o Portal UOL, Bolsonaro disse “imagina se eu tivesse comigo o Zequinha Sarney (PV) ou a Marina Silva (Rede) como ministro? Nunca vocês iam ver essa BR asfaltada”.

O Presidente Jair Bolsonaro vai à Câmara dos Deputados para participar de culto religioso e sessão solene em homenagem aos 42 anos da Igreja Universal do Reino de Deus.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Agência Brasil – O telefone celular do presidente da República, Jair Bolsonaro, foi alvo da ação do grupo suspeito de invadir ao menos mil linhas telefônicas, incluindo a de várias autoridades públicas, como o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Em nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que a Polícia Federal (PF) comunicou que aparelhos celulares utilizados pelo presidente foram alvos de ataques pelo grupo de que fazem parte os quatro suspeitos presos nesta terça-feira (23).

De acordo com o ministério, o fato está sendo tratado como uma questão de segurança nacional e Bolsonaro foi imediatamente comunicado.

Na terça-feira, a PF deflagrou a chamada Operação Spoofing, que apura a suspeita de crimes cibernéticos. Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e sete de busca e apreensão autorizados pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara Federal de Brasília, que afirmou haver, nas informações iniciais apresentadas pela PF, “fortes indícios de que os investigados integram organização criminosa”.

O cumprimento dos mandados resultou na prisão de Danilo Cristiano Marques, Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Priscila de Oliveira e Walter Delgatti Neto. Ao pedir a detenção dos quatro, a PF apresentou “um histórico de possíveis crimes” que os investigados teriam praticado em conjunto” para “violar o sigilo telefônico de diversas autoridades públicas brasileiras via invasão do aplicativo Telegram”.

Ao autorizar as prisões temporárias, a realização de busca e apreensões em endereços ligados aos investigados, bem como a quebra do sigilo fiscal e de comunicações e o bloqueio de bens dos suspeitos, o juiz Vallisney de Souza Oliveira afirmou que as prisões temporárias dos investigados pelo prazo de cinco dias são essenciais para a obtenção de provas.

Ontem, a PF informou à imprensa que ao menos mil diferentes números telefônicos podem ter sido alvo dos suspeitos de hackear o aplicativo de mensagens Telegram do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades, entre elas o ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Aparentemente, mil números telefônicos diferentes foram alvo desse mesmo modus operandi dessa quadrilha. Há possibilidade, ainda não temos uma identificação e nem começamos a fazer isso, mas há possibilidade de um número muito grande de possíveis vítimas desse mesmo tipo ataque que está sendo investigado agora”, disse o coordenador geral de Inteligência da PF, João Vianey Xavier Filho, explicando que os números telefônicos supostamente atacados ainda serão identificados para que os investigadores possam aferir a extensão exata dos ataques.

Ainda hoje, a PF deve encaminhar um ofício para o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando uma reunião para buscar formas de sanar as fragilidades encontradas na investigação.

De acordo com a PF, a investigação é conduzida desde o mês de abril, quando procuradores da Força Tarefa da Lava Jato passaram a relatar algumas ligações recebidas em seus aparelhos originadas do próprio número. Em junho, Moro e outras autoridades informaram ocorrência semelhante.

Parte das conversas que o ministro Sergio Moro manteve com procuradores da Força Tarefa Lava Jato quando ainda era juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável por julgar as denúncias apresentadas no âmbito da Lava Jato, foi repassada ao site de notícias The Intercept Brasil, que decidiu tornar público as informações que considera ser de interesse público. Segundo os sites, os arquivos foram entregues a jornalistas do veículo por uma fonte anônima. A Constituição brasileira assegura aos jornalistas o direito de não revelar suas fontes.

Ontem, pouco antes de seu cliente, Gustavo Henrique Elias Santos, prestar depoimento, em Brasília, o advogado Ariovaldo Moreira revelou a jornalistas que Santos confirmou ter recebido de outro dos suspeitos presos, Walter Delgatti Neto, pelas redes sociais, imagens de uma suposta mensagem enviada pelo então juiz federal Sergio Moro a outras autoridades públicas.

“Segundo Gustavo, Walter mostrou a ele algumas interceptações de uma autoridade há algum tempo. Essa autoridade era o hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, mas Gustavo negou qualquer envolvimento com a interceptação dessas mensagens. E, inclusive, chegou a alertar Walter que aquilo lhe causaria problemas”, declarou o advogado, acrescentando que Gustavo não se recorda da data exata em que Walter lhe enviou cópia das mensagens.

Matéria alterada às 10h39 para acréscimo de informações.

O Senac Macaíba está com matrículas abertas para os cursos de inglês. Com o início das aulas previsto para o dia 12 de agosto, a instituição está oferecendo um desconto especial de 10% (para pagamentos à vista) aos alunos que se matricularem até o próximo dia 31 de julho.

Há 20 anos oferecendo cursos de idiomas no RN, o Senac conta com uma carga horária diferenciada e instrutores certificados internacionalmente, que  aplicam a metodologia da Abordagem Comunicativa, privilegiando a compreensão e expressão oral e escrita em um contexto real. Na unidade de Macaíba, a instituição dispõe dos cursos English for Teens (a partir de 10 anos), com turmas para manhã e tarde e o Beginners (a partir de 16 anos), com turmas para os períodos da manhã e noite.

Para quem já possui algum conhecimento no idioma, o Senac Macaíba dispõe de cursos em diversos níveis, desde o básico ao avançado, para diferentes perfis: adolescentes, estudantes universitários, empresários, dentre outros. Os interessados em se matricular devem se dirigir até a unidade localizada no Largo Cônego Estevan Dantas, S/N – Centro, para realizar o teste de nivelamento.

Coordenadora de Idiomas do Senac, Cynthia Rossana destaca a atual necessidade da fluência no Inglês, como um requisito para alcançar excelência em diversas profissões. ” O Senac entende essa realidade de que ter um segundo idioma deixou de ser um diferencial para ser um pré-requisito. Diante disso usamos uma metodologia que favorece a interação entre alunos e material didático, sem deixar de lado nenhuma das competências para conquistar a fluência: ouvir, compreender, falar, ler e escrever”.

Informações detalhadas sobre os níveis ofertados e descontos podem ser obtidos pelo telefone (84) 4005.1000.

Já circula nas rodas de conversa que um edil teria colocado seu nome a disposição  para compor em uma chapa na eleição do próximo ano. O mandatário entraria como vice em uma chapa encabeçada por outro vereador.