Política Arquivo

Nesta última quarta-feira (14) foi realizada a primeira blitz da juventude 55. Os simpatizantes e correligionários do Prefeito Fernando Cunha (PSD) estiveram nos semáforos do centro de Macaíba, distribuindo o material de campanha do candidato à reeleição.

Ex-presidente Lula participa da  5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Daniel Isaia – Correspondente da Agência Brasil

O procurador da República Deltan Dallagnol afirmou ontem  (14) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era o “comandante máximo do esquema de corrupção identificado na [Operação] Lava Jato”. Dallagnol fez a declaração durante entrevista coletiva em que a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) responsável pela operação, detalhou a denúncia que envolve Lula, a esposa dele, Marisa Letícia, e mais seis pessoas.

O ex-presidente foi denunciado à Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, crimes cujas penas, somadas, podem chegar a 32 anos e seis meses de prisão.

Segundo os procuradores, Lula recebeu vantagens indevidas das empresas envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras, como a compra de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral paulista, a reforma e decoração do imóvel, além de contratos milionários para armazenamento de bens pessoais. Essas vantagens, somadas, totalizariam mais de R$ 3,7 milhões.

Dallagnol ressaltou que a corrupção identificada nas investigações é sistêmica e envolve diversos governos e partidos. De acordo com o procurador, existe uma “propinocracia” em curso no Brasil, no qual os poderes Executivo e Legislativo trocam favores, nomeações políticas e cargos, para obter “governabilidade corrompida, perpetuação criminosa no poder e enriquecimento ilícito”.

Para Dallagnhol, o sistema é bancado por cartéis de empresas que se aproveitam do esquema para garantir a assinatura de contratos milionários com o Poder Público.

Segundo a denúncia do MPF, existem 14 evidências de que Lula é o chefe do esquema de corrupção. O trabalho da força-tarefa remete a outros escândalos de corrupção, como o do mensalão, esquema de pagamento de propina a parlamentares em troca de apoio ao governo, no primeiro mandato de Lula na Presidência da República.

Lula comandava esquema de corrupção identificado na Lava Jato, segundo o MPF

“Mesmo depois da saída de José Dirceu [ministro-chefe da Casa Civil na época, 2005] e com a troca de tesoureiros no Partido dos Trabalhadores, o esquema prosseguiu através do petrolão. Isso demonstra que havia um vértice em comum, e esse vértice é o Lula”, afirmou Dallagnol.

É a primeira vez que o ex-presidente é denunciado à Justiça Federal no âmbito da Lava Jato.

Três focos

De acordo com Dallagnol, a denúncia apresentada nesta quarta-feira segue três focos de investigação, todos  envolvendo o ex-presidente Lula. O primeiro diz respeito a três contratos assinados entre a OAS e a Petrobras, referentes às refinarias Repar e Renest, entre 2006 e 2012. Segundo o procurador, a empreiteira venceu a licitação mediante cartelização, com o pagamento de propinas pagas a diversos beneficiários, inclusive Lula. Nessa etapa dos trabalhos, o MPF denuncia Lula por corrupção passiva e Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e o ex-executivo da empreiteira Agenor Medeiros, por corrupção ativa.

A segunda parte da denúncia trata da aquisição, reforma e decoração do tríplex de Guarujá. O MPF apresentou evidências de que o apartamento foi adquirido por Lula e Marisa por intermédio da OAS, que também foi responsável pela reforma e decoração. Conforme a denúncia, o total em benefícios indevidos é superior a R$ 2,4 milhões. Além do ex-presidente e da esposa, deLéo Pinheiro e dos ex-executivos Paulo Gordilho e Fábio Yonamine foram denunciados nessa etapa por lavagem de dinheiro.

No último foco, os procuradores informam que a OAS manteve, durante cinco anos, bens pessoais de Lula em contratos de armazenagem. De acordo com os procuradores, a empreiteira fez pagamentos sucessivos, entre 2011 e 2016, em benefício de Lula, que chegam a R$ 1,3 milhão. Nessa etapa, além do ex-presidente são denunciados o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e Léo Pinheiro também pelo crime de lavagem de dinheiro.

A denúncia segue agora para a 13ª Vara Federal de Curitiba, para apreciação do juiz Sérgio Moro. Caso seja acatada pelo juiz, Lula, Marisa e os outros denunciados se tornarão réus na operação.

marília15

Marília Dias (PMDB), obteve o deferimento da sua candidatura, segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral. Marília Dias já foi prefeita de macaíba entre 2009 a 2012 e busca nesta eleição voltar administrar o Palácio Auta de Souza. A ex-gestora tem como candidato a vice-prefeito, o ex-vereador Aluisio Silvio também do PMDB.

Bastidores

Após o Portal Agora RN ter divulgado sábado passado (10) pesquisa com intenções de voto da disputa a Prefeitura de Macaíba e Câmara Municipal, uma pesquisa para consumo interno foi realizada neste final de semana. A cidade tem três candidatos disputando a Prefeitura e teve 88 pedidos de candidatura para vereador.

prefeito1

O Prefeito Fernando Cunha (PSD), candidato à reeleição, obteve o deferimento do seu registro de candidatura, segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Fernando Cunha concorre ao quarto mandato no executivo tendo como candidato a vice de chapa o ex-vice prefeito Auri Simplicio (DEM).

Assim como Fernando Cunha, a candidata Kátia Sena (PRP) também já obteve o deferimento do seu registro, ainda aguarda o  julgamento a candidata Marília Dias do PMDB.

candidatos

Cada um dos candidatos a Prefeitura de Macaíba elaboraram seus planos de governos. Neles constam alguns pilares que o governo deve seguir para administrar uma das maiores cidade do estado. Entre os temas estão saúde, educação, meio ambiente e até segurança pública.

Fernando Cunha (PSD) / Coligação União e Trabalho

Acesse aqui

Kátia Sena (PRP)/ Coligação Mudar Para Avançar

Acesse aqui

Marília Dias (PMDB)/ Coligação Pra Cuidar Da Gente

Acesse aqui

 

Eleições 2016

TRE-RN – Até as 10h de ontem  (12), apenas 20% dos candidatos haviam enviado a prestação de contas parcial de campanha. Termina nesta terça-feira (13), às 23h59, o prazo para que candidatos, partidos políticos e coligações remetam à Justiça Eleitoral relatórios discriminados das transferências do Fundo Partidário, dos recursos em dinheiro e dos estimáveis em dinheiro que tenham recebido para financiamento de campanha eleitoral e dos gastos realizados, abrangendo o período do início da campanha (16 de agosto) até o dia 8 de setembro.
Para o chefe da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa) do TSE, Eron Pessoa, a situação preocupa. “É importante que candidatos e partidos não deixem para enviar a prestação de contas nas últimas horas do prazo a fim de evitar uma sobrecarga dos sistemas”, orientou.

O último boletim gerado pelo Sistema de Prestação de Contas Eleitorais 2016 mostra que apenas 20,92% dos candidatos enviaram as informações à Justiça Eleitoral, ou seja, do total de 478.887 candidatos, 100.203 apresentaram os dados.

A análise do boletim por cargo revela um percentual ainda menor de entrega: apenas 2.719 candidatos a prefeito enviaram a prestação de contas parcial, de um total esperado de 16.465 envios, o que equivale a 16,51%. Dos candidatos que disputam o cargo de vereador, 97.484 enviaram as informações até as 10h de hoje, o que equivale a 21,08% do total esperado de 462.422. Partidos também devem observar o prazo, mas até agora chegaram ao TSE apenas 7,37% prestações parciais das legendas, de um total esperado de 101.080 envios, o que abrange informações dos diretórios nacionais, estaduais e municipais dos 35 partidos com registro no TSE.

A prestação de contas parcial será divulgada no Portal do TSE na próxima quinta-feira (15). Com a Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165), partidos, coligações e candidatos passaram a ser obrigados a informar à Justiça Eleitoral o recebimento de doações em dinheiro em até 72 horas contadas do seu recebimento. Já os relatórios discriminando as transferências do Fundo Partidário, os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados, devem ser enviados em dois momentos: até 13 de setembro (prestação parcial) e 30 dias após o pleito (prestação final).

Marina Silva Divulgação

A ministra Cármen Lúcia toma posse hoje na Presidência do Supremo Tribunal Federal, uma instituição que carrega a grande responsabilidade de zelar pela nossa Constituição, principalmente nesse período de crise política que atravessamos. Sua competência e conduta como ministra a qualifica para esse desafio, e sua sensibilidade social certamente ajudará na tomada de suas decisões. É a segunda mulher a exercer essa importante função. A primeira foi a ministra Ellen Gracie.

Estamos assistindo à tentativa de desarticular a Lava-Jato por parte daqueles que se sentem ameaçados por terem suas ações criminosas desnudadas. Não podemos deixar que isso prospere. O STF tem uma grande responsabilidade em punir os culpados, bem como inocentar quem foi envolvido injustamente. Sabemos das dificuldades que o Supremo enfrenta nos processos criminais por sua natureza de corte constitucional, mas o trabalho do ministro Teori Zavascki e dos demais ministros na análise e julgamento dos inúmeros recursos às decisões de primeira instância têm balizado o processo e dado respaldo às investigações. Como disse a ministra, não se pode confundir imunidade com impunidade. Sem dúvida, a sociedade vê a posse de Cármen Lúcia com sentimento de confiança e esperança.

Texto publicado por Marina Silva

dsc_7963

Informativo Atitude – O tempo chuvoso e a distância não impediram uma imensa multidão de acompanhar o prefeito Fernando Cunha em mais uma movimentação política neste domingo (11), na comunidade rural de Lagoa do Sítio I, Riacho do Feijão e Porteiras, distantes cerca de 35 Km do centro urbano. Como em todas as caminhadas realizadas pelo atual prefeito, o povo abriu suas portas e janelas para ver, cumprimentar e dizer sim ao doutor.

Resultado de imagem para carro com corrente

Aposta fechada

Nesta última sexta-feira (09) recebemos a confirmação que o Secretário Lindoarte Lima e o Comerciante Belchior fecharam aposta. A aposta será sobre o resultado da eleição do dia 02 de outubro, onde eles já casaram a aposta, dois veículos, que estão em uma garagem trancados por uma corrente e que só terá o cadiado aberto após o resultado do pleito. Macaíba tem um histórico de apostadores, em 2008 e 2012 comerciantes colocaram seus bens em aposta. São corajosos.

Confirmado!

O que nós haviámos revelado no início do ano sobre o que um governista opositor tinha dito, onde ele iria mostrar de qual lado estaria na campanha, essa semana ele se manifestou a respeito do pleito e deixou bem claro quem ele quer que perca.

Pensando no futuro

Um grupo ligado a um ex-pré- candidato a prefeito já articulam passos políticos pensando no futuro. Segundo a uma alta fonte, o líder maior quer chegar grande em número de partidos na próxima eleição que ele vai disputar.

É um vício?

Não é difícil ver alguns candidatos que nunca ocuparam uma vaga na Câmara Municipal falar sobre a quantidade de pedidos de eleitores atrás de “ajuda”. Esses novos políticos estão fazendo duas campanhas, uma é a deles pedindo voto e mostrando suas propostas, a outra é da conscientização para que o eleitor veja que a política não seja tratada como mercadoria. Uma nova política se faz assim, combatendo as velhas práticas.

O pardal está ao seu alcance

O cidadão pode fazer denúncia contra abuso, práticas ilegais no que diz respeito às eleições. O aplicativo é fácil de instalar, todas as denúncias serão apuradas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). Precisamos banir da política quem joga sujo.

Resultado de imagem para tse criar pardal

 

Neste último domingo (11), Marília Dias, candidata à prefeita de Macaíba, realizou o arrastão jovem. A ex-prefeita e seu candidato a vice, Aluísio Silvio, desceram da praça da Morada da  Fé até o centro de Macaíba arrastando centenas de simpatizantes da campanha da pemedebista.

A passeata contou com a presença dos candidatos a vereadores, além do deputado estadual Hermano Morais (PMDB), que chegou quando Marília Dias já discursava em frente do Supermercado N1.

Neste último domingo (11), o Governador Robinson Faria esteve presente em Nova Parnamirim cumprindo agenda de campanha com o candidato a prefeito, Carlos Augusto (PSD). Robinson Faria não vem participando ativamente das campanhas de seus aliados, devido a crise ao qual passa o governo do estado em relação a questão financeira. Mesmo assim em alguns dias da semana ele vai em alguma cidade da Região Metropolitana ou interior participar da agenda de candidatos do seu partido.

A primeira dama  de Mossoró, esposa do prefeito José Francisco Silveira, usou a rede social do marido, para fazer uma transmissão ao vivo, dizendo que romperá com o Governador Robinson Faria.

kátia sena

A vereadora Kátia Sena (PRP), candidata a Prefeitura de Macaíba, obteve o deferimento do registro de sua candidatura, segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os candidatos Fernando Cunha e Marília Dias  aguardam o julgamento de seus registros de candidatua.

candidatos

Fernando Cunha (PSD), candidato à reeleição, cumpre agenda neste domingo (11) na zona rural de Macaíba. A partir das 16hs o atual prefeito da cidade irá realizar caminhada em Lagoa do Sítio I e Riacho do Feijão. Pela manhã, a partir das 8hs, a equipe do médico fará um passeio ciclístico com simpatizantes,  saída da praça Augusto Severo.

Marília Dias (PMDB) irá realizar passeata pelas principais ruas da cidade, com saída da praça do bairro Morada da Fé, a partir das 15:15hs. A ex-prefeita estará acompanhada dos candidatos a vereadores da coligação Pra Cuidar da Gente.

Não fomos informado da agenda da candidata Kátia Sena (PRP), assim como também não encontramos nenhuma publicação em sua rede social sobre onde fará campanha neste domingo.