Política Arquivo

IMG_20151127_102920741[1]

Hoje tomei conhecimento de que ontem houve reuniões em algumas casas na Comunidade da Baixa da Mariana e Loteamento Novo Alecrim 2, com objetivo de tratar de problemas da nossa comunidade – entre as Cidades de Macaíba e Parnamirim – até foi relacionada postes para colocar, troca de lâmpadas e colocação de novas luminárias, etc. como lider comunitária venho registrar que nossa Comunidade está abandonada pelo poder público Municipal de Macaíba, para tanto apoiamos que está área seja repassada para o municipio de Parnamirim como tem apresentado requerimentos o Deputado Carlos Augusto e que mesmo o Deputado José Dias apresentado requerimentos para melhoria da infra-estrutura do CIA, nenhuma ação tem sido tomada por parte da Prefeitura de Macaíba. Frente a inercia e a inerte incapacidade Admisnitrativa Macaibense venho mostrar que na nossa Região não há iluminação, pois dezenas de lâmpada queimadas e quando são repostas é porque são compradas por moradores. Só para que vosssa Senhoria tenha conhecimento há mais ou menos 3 anos, já na gestão Dr. Fernando, fizemos uma relação de problemas e levamos para o Sec. de Infra-estrutura e nada foi providenciado, há mais de 1 ano que o Sr. Lindoarte esteve junto a moradores e prometeu providências e nada foi feito.

E nesse fim de semana mais uma ação foi realizada, mais fica a minha indignação porque só olham para população em ano de eleições.

As Ruas estão esburacadas, invasões constantes de Ruas e Avenidas, postes sem iluminação e sem contar que o Trailer da Saúde não vem há mais de 3 anos.

PELO AMOR DE DEUS!

Sem iluminação as Indústrias fecham as 16h:30min, a Água Cristalina, só esse ano, já foi assaltada mais de 2 vezes, centenas de Funcionários das Industrias foram roubados, vidas foram ceifadas nessa região devido a escuridão; sem contar que a iluminação na BR 304 entre Macaíba e Parnamirim só existe no trecho de Parnamirim porque a Prefeitura de Parnamirim é quem banca- paga; temos ruas esburacadas, o transporte público prometido não tem chegado. Por estas e outras que defendemos que a área seja repassada para a cidade de Parnamirim, se Macaíba não faz pela população que deixe Parnamirim fazer, POLÍTICOS não fique com falsas promessas nem iludindo o povo. DEUS SABE E ESTÁ VENDO OS SEUS REAIS INTERESSES!

Espero que com esse texto haja sensibilidade por parte de V.Sa., para que a demagogia seja retirada dos falsos políticos e os tornem esquecidos!

Sylvana Silva
Cidadão indignada e esperando resposta!

Via Senadinho Macaíba

Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Karine Melo – Repórter da Agência Brasil

O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, senador João Alberto (PMDB-MA), tem cinco dias úteis para dizer se vai acolher ou não uma representação do PDT protocolada nesta terça-feira (24) com objetivo de cassar o mandato do senador Romero Jucá (PMDB-RR).

No documento assinado pelo senador Telmário Mota (RR) e pelo presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, Jucá é acusado de obstrução de Justiça. O pedido foi motivado depois que ontem (24) a Folha de S.Paulo divulgou reportagem com trechos de uma conversa entre Jucá e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

As conversas mostram o senador Jucá sugerindo que uma “mudança” de governo poderia resultar em um pacto com o Supremo Tribunal Federal para frear investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Jucá negou que tenha tentado obstruir as investigações da Operação Lava Jato e criticou a matéria da Folha por publicar “frases soltas dentro de um diálogo”.

Ler mais…

Reprodução/twitter

Um requerimento de autoria do senador da Rede Sustentabilidade Randolfe Rodrigues (AP) aprovado no Senado determinou o retorno da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 65/2012 para a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), onde passará por uma nova análise e votação dos integrantes do colegiado. A proposta que acaba com o processo de licenciamento ambiental já estava pronta para ser apreciada em plenário. Com essa decisão, a tramitação do projeto recua na Casa.

O requerimento foi aprovado nesta quinta-feira, 19 de maio. O documento solicitava que a matéria tramitasse junto com outra proposta, a PEC 153/2015. Os dois projetos alteram o mesmo capítulo da Constituição, sobre o meio ambiente. No entendimento do parlamentar, os dois assuntos devem ser analisados conjuntamente.

Na prática, a iniciativa do senador é fazer com que a tramitação da PEC 65 voltasse atrás no esforço de tentar barrar a aprovação da proposta, que já tinha passado na própria CCJ em abril e estava na lista de pautas a serem analisadas no plenário. O projeto acaba com a exigência de apresentação do licenciamento ambiental feito pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Agora, a CCJ deverá designar um senador para ser relator, que analisará as duas propostas em conjunto. “Essa proposta isso é desrespeito com o nosso meio ambiente. Querem atropelar o processo visando o lucro sem se lembrar dos grandes impactos que podem causar ao meio ambiente”, criticou.

Detalhes da PEC
Além de acabar com a exigência de apresentação do Licenciamento Ambiental (LI) feito pelo IBAMA, a PEC 65 prevê que seria aceito somente um Estudo de Impacto Ambiental (EIA) encaminhado pela construtora para liberar o empreendimento. Hoje, o estudo pelo órgão federal é uma condicional para evitar a devastação de áreas e os impactos ao meio ambiente.

A aprovação da PEC trouxe severas críticas dos ambientalistas pelo fato de praticamente acabar com o licenciamento e permitir que as obras sigam apenas com estudos iniciais. Por outro lado, a PEC 153 estabelece que é função do poder público promover práticas e adotar critérios de sustentabilidade em seus planos, programas, projetos e processos de trabalho.

Com informações da Assessoria de Imprensa do senador Randolfe Rodrigues

Prefeitofernando

Setores da oposição em Macaíba acreditam que se o Prefeito Fernando Cunha (PSD)  atingir rejeição acima de 45% durante a campanha, a capacidade de tirar votos do médico será bem maior, já que hoje a oposição considera satisfatórios os números dos pré-candidatos da oposição.

olimpio_valerio_01

Olímpio, atual vice-prefeito e Valério Mesquita, ex-prefeito de Macaíba

Os dois filhos legítimos de Macaíba, Valério Mesquita (PDT) e Olímpio Maciel (PSDB) desistiram de suas pré-candidaturas ao executivo. Com a saída desses dois nomes, os outros pré-candidatos da oposição pretendem buscar apoio de ambos, logo a oposição sabe que eles dois juntos tem uma parcela de intenções de votos, isso em números a oposição já sabe, através das últimas pesquisas internas que os partidos fizeram.

Continuam pré-candidatos pela oposição, Marília Dias (PMDB), Normando Feitosa e Kátia Sena (PRP).

Pesquisa divulgada pela Rádio Difusora de Mossoró – AM 1.170khz, e produzida pela Perfil mostra que os eleitores da cidade de Mossoró reprovam em maioria o Governandor Robinson e a Presidente Afastada Dilma Rousseff.

A pesquisa de número RN-07755/2016, registrada no TRE, que ouviu 704 eleitores entre os dias 06 e 08 de maio.

Veja os números

Avaliação da administração do governador Robinson Faria (PSD):
Desaprova – 63,07%
Aprova – 15,48%
Não sabe – 21,45%

Avaliação da administração da presidenta afastada Dilma Rousseff (PT):
Desaprova – 61,94%
Aprova – 30,82%
Não sabe – 7,24%

Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ivan Richard – Repórter da Agência Brasil

O ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB), disse agora que vai se licenciar do cargo a partir de amanhã (24) até o Ministério Público Federal se manifestar sobre as denúncias contra ele.

“Vamos aguardar a manifestação do Ministério Público com toda a tranquilidade, porque estou consciente que não cometi nenhuma irregularidade e muito menos qualquer ato contra a apuração da Lava Jato, apoiei a Lava Jato”, disse em entrevista no Congresso Nacional, após o presidente interino Michel Temer entregar a proposta de meta fiscal revisada. “Enquanto o MP não se manifestar, aguardo fora do ministério. Depois disso, caberá ao presidente Temer me reconvidar ou não, ele vai discutir o que vai fazer”, afirmou.

O jornal Folha de S.Paulo publicou reportagem hoje (23) que diz que em conversas, gravadas em março, o atual ministro do Planejamento, Romero Jucá, sugeriu ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado um pacto para impedir o avanço da Operação Lava Jato sobre o PMDB, partido do ministro.

Jucá disse que vai protocolar hoje um pedido na Procuradoria-Geral da República (PGR) para que o órgão avalie se há alguma ilegalidade na gravação que comprometa a permanência dele no ministério. No período da licença, Jucá reassumirá o mandato de senador e permanecerá na presidência do PMDB. O Ministério do Planejamento ficará sob comando do secretário-executivo, Dyogo de Oliveira.

Romero Jucá disse que a decisão de se licenciar foi pessoal. Segundo ele, o presidente interino Michel Temer deu um voto de confiança, mas preferiu se licenciar para não ser usado “como massa de manobra” e “evitar que qualquer manipulação mal intencionada possa comprometer o governo.”

No momento em que Jucá concedia entrevista para informar sobre o pedido de licença, grupo protestava, com cartazes e faixas, contra o ministro por causa da reportagem e comparando a situação dele à do ex-senador Delcídio do Amaral, acusado de ter obstruído as investigações da Lava Jato.

Olimpio

O vice-prefeito de Macaíba, Olímpio Maciel (PSDB), desistiu de disputar a Prefeitura. Olímpio havia lançado sua pré-candidatura logo após romper com o prefeito Fernando Cunha (PSD). O Macaíba no Ar já havia afirmado que tanto Valério quanto Olímpio iriam desistir do pleito.

Agência Senado

Sobre o outro lado da moeda suja do Governo Federal – com enormes semelhanças Dilma/Temer – e como é importante ter autonomia e honestidade intelectual para analisar os fatos, como é maravilhoso não ter medo de enfrentar maiorias setoriais, como é essencial não ter a vergonhosa ética seletiva (que ataca nos outros o mesmo comportamento que defende nos da sua corriola) e como sempre aprendemos com as voltas que o mundo dá!

 Lembrando mais uma vez que nossa proposta é por NOVA ELEIÇÃO via julgamento do processo de anulação da chapa Dilma/Temer no TSE (cujo financiamento de campanha foi contaminado pelo propinódromo investigado e que já está na fase de produção de provas pelo Supremo – informações da Justiça com as tabelas detalhadas das propinas recebidas em cada contrato da Petrobrás, relatórios da PF, perícias contábeis solicitadas pelo STF, etc) com os fatos investigados pela Operação Lava Jato. Sobre a conversa fiada de golpe já tratamos em várias postagens aqui da questão. Assim sendo, tratemos das repugnantes semelhanças diante do que é alardeado, inclusive por quem tinha esquecido os caminhos das mobilizações de rua como protecionismo governamental:

 (1). HAVERÁ REFORMA DA PREVIDÊNCIA e retirada dos direitos dos trabalhadores… nós estaremos lutando contra essa farsa do Temer da mesma forma que lutamos contra a mesma farsa do Lula que fez a mesma coisa, retirando direitos dos trabalhadores na farsa de reforma da previdência e enchendo a pança do capital das seguradoras privadas. Estaremos lutando da mesma forma que lutamos contra o PLC 257/2016 – pacote de maldade da Dilma – que retira direitos dos servidores públicos.

(2). HAVERÁ PRIVATIZAÇÕES de setores estratégicos… estaremos lutando da mesma forma que fizemos contra as privatizações de FHC (covardemente respaldadas pelo Lula) e privatizações de Lula e Dilma nos setores de hidrelétricas (além do crime ambiental de Belo Monte e sua propina de 150 milhões), rodovias, linhas de transmissão de energia, aeroportos, além da vergonhosa privatização dos Hospitais Universitários e vários setores da saúde, etc.

 (3) HAVERÁ BENEFICIAMENTO DO GRANDE CAPITAL… lutaremos da mesma forma que o fizemos no FHC e Lula (que aliás escolheu o mesmo banqueiro Henrique Meireles escolhido pelo Temer pra condução da política econômica) privilegiando o servilismo ao grande capital (financeiro, agrário, industrial especialmente via juros e bancos públicos).

(4). HAVERÁ TENTATIVAS DE PARALIZAÇÃO DA LAVA JATO… lutaremos na mesma forma contra os apaniguados do Temer, da Dilma (condutora do esquema como presidente do Conselho Administrativo da Petrobrás e associada com Lula – que segundo a PGR sem ele a organização criminosa não existiria – Temer e Cia de senadores, deputados e outros mais) e parabenizamos a coragem do Juiz Moro, do MPF, da PF que conseguiram implodir uma parte dos esquemas sujos da grande oligarquia empresarial e política – à direita e à “esquerda”. Outras vergonhosas semelhanças mais continuaremos depois, pois o texto já está grande demais! Firmes e Avante!! Apelamos ao TSE pela agilidade no julgamento da chapa Dilma/Temer e convocação de Nova Eleição! JulgaTSE

Texto extraído de sua página no facebook.

Neste último sábado (21), a pré-candidatada a vereadora Ceyça Lima, visitou a feira livre de Macaíba e foi muito bem recebida por feirantes e comerciantes da cidade.

A “Repórter do Povo”, como ela é mais conhecida nas redes sociais e pela  sua prestação de serviços, assumiu recentemente através da mídia local  a sua pré-candidatura ao legislativo pelo  Partido Republicano Brasileiro (PRB).

Na sua caminhada Ceyça Lima se emocionou ao reencontrar com alguns feirantes que fizeram parte de sua luta por uma vida mais digna, “Por muita das vezes eu, meus irmãos e minha mãe, passamos necessidades, a falta de alimento me levou a pedir na feira de Macaíba, e ao reencontrar uma amiga chamada Sandra filha do saudoso “Zozó” mim emocionei, Sandra era uma mulher usada por Deus, sempre nos ajudou e ate hoje mim recordo disso”. Afirmou Ceyça Lima.

A ‘Repórter do Povo” disse ainda que usará o meio de comunicação da cidade para cobrar as autoridades competentes melhorias. Por exemplo;  tendas novas para os comerciantes da feirinha da carne, policiais para que possam realizarem ronda a pé e uma delegacia móvel para atender ocorrências efetuadas na feira-livre.

Divulgação

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), por meio do Relator da ação penal nº 2015.001627-4, Desembargador Vivaldo Pinheiro, colocou em pauta para a sessão da próxima quarta-feira (25) o julgamento sobre o recebimento de denúncia oferecida à Justiça pelo Ministério Público Estadual em desfavor do presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza, por participação no esquema descortinado pela operação Sinal Fechado, que identificou um esquema fraudulento relativo à implantação do programa de inspeção ambiental veicular na frota de veículos em circulação no Estado do Rio Grande do Norte.
O MPRN ofereceu denúncia contra o parlamentar a partir das informações prestadas pelo colaborador George Anderson Olímpio Silveira, que é réu na ação penal resultante da Sinal Fechado que tramita na primeira instância. George Olímpio confirmou ter ajustado o pagamento da quantia de R$ 300 mil reais com o Deputado Ezequiel Ferreira, a fim de que este votasse favoravelmente e intercedesse junto aos demais deputados na Assembleia Legislativa pela aprovação célere do projeto de Lei nº 213/09 (Programa de Inspeção e Manutenção de Veículos do Estado do Rio Grande do Norte).
Com a denúncia, o Ministério Público Estadual pede a condenação de Ezequiel Ferreira por corrupção passiva e consequente perda do cargo, mandato eletivo ou função pública, além da suspensão dos direitos políticos como efeitos da condenação.
MPRN

Assim que as pesquisas começarem a serem divulgadas para população, setores da oposição em Macaíba pretende mostrar que o atual prefeito perdeu no seu terceiro mandato a imagem de imbátivel e não conseguiu fazer o que prometeu na campanha de 2012 . Segundo um interlocutor, reunião aconteceu  em uma  granja próximo da BR 304.

Pesquisa divulgada pela Rádio Difusora de Mossoró – AM 1.170khz, e produzida pela Perfil mostra que os eleitores da cidade de Mossoró reprova com consistência o Prefeito José Silveira, o Governandor Robinson e a Presidente Afastada Dilma Rousseff.

Veja os números

A reprovação ao prefeito e governador supera a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), segundo a pesquisa de número RN-07755/2016, registrada no TRE, que ouviu 704 eleitores entre os dias 06 e 08 de maio.

Avaliação da administração do prefeito Francisco José Júnior (PSD):
Desaprova – 80,82%
Não sabe – 9,80%
Aprova – 9,38%

Avaliação da administração do governador Robinson Faria (PSD):
Desaprova – 63,07%
Aprova – 15,48%
Não sabe – 21,45%

Avaliação da administração da presidenta afastada Dilma Rousseff (PT):
Desaprova – 61,94%
Aprova – 30,82%
Não sabe – 7,24%

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Karine Melo – Repórter da Agência Brasil

A segunda etapa do processo contra a presidenta afastada Dilma Rousseff no Senado começa nesta terça-feira (24) com a apresentação do plano de trabalho do relator da Comissão Especial do Impeachment, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Até agora, já foi dado prazo de 20 dias, que terminam no dia 31 de maio, para que a presidenta afastada apresente uma nova defesa por escrito. Chamada de pronúncia, é nesta fase que também são juntadas ao processo todas as provas consideradas importantes por acusação e defesa. Pode haver ainda audiência de testemunhas, diligências e debates entre a acusação e a defesa.

A partir daí, um novo relatório será elaborado por Anastasia, votado na comissão e depois no plenário da Casa. Assim como na fase de admissibilidade, de novo, em ambas as votações (na comissão e no plenário), será exigida maioria simples, ou seja, metade mais um dos senadores presentes a sessão. Se aprovado o relatório no plenário, após 48 horas, será marcado o último julgamento que pode tirar definitivamente a presidenta Dilma do cargo.

 

A Comissão Especial do Impeachment continua a ser presidida pelo senador Raimundo Lira (PMDB-PB), mas caberá ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, atuar como presidente dos dois julgamentos que ainda podem ocorrer no plenário do Senado sobre o caso. Lewandowski também dará a palavra final sobre questões de ordem apresentadas na comissão, mas que forem objeto de recurso no plenário da Casa.

 

Ler mais…

convenio

A Prefeitura de Macaíba renovou o convênio com o Grupo de Escoteiro Augusto Severo. Segundo o boletim oficial do município, o convênio tem como objetivo promover atividade de lazer ligadas ao escotismo, viabilizando a ampliação do turismo cultural, ecológico e sustentável. O valor do convênio está em quase R$ 90 mil reais, com vigência de março  até dezembro deste ano.