Educação Arquivo

Foto: Macaíba no Ar

Foto: Macaíba no Ar

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) está com inscrições abertas para processo seletivo para o ingresso nos cursos técnicos subsequentes até o dia 28 deste mês. São 100 vagas disponíveis em Agroindústria, Agropecuária e Aquicultura.

Os candidatos devem preencher o formulário de acordo com as instruções constantes no edital e efetuar a entrega na Direção da EAJ ou nas sedes dos Sindicatos Rurais dos municípios.  Não há taxa de inscrição.

As provas de redação, português e matemática serão aplicadas no dia 1º de julho, na própria EAJ. Para visualizar o conteúdo, basta consultar o edital, por meio deste link.

Os cursos têm duração de dois anos. Além destes, a Escola Agrícola de Jundiaí também oferta cursos de formação inicial com o Pronatec, ensino a distância e cursos de graduação de pós-graduação.

O Programa de Pós-graduação em Matemática Aplicada e Estatística (PPgMAE) continua com inscrições abertas, até o dia 22 de junho, para a seleção do curso de mestrado referente ao período letivo de 2016.2.

O Programa oferece seis vagas, distribuídas nas áreas de concentração de Modelagem Matemática (três) e de Probabilidade e Estatística (três). As inscrições são realizadas via Sigaa.

O processo terá três etapas: avaliação dos documentos requeridos e do currículo (eliminatória); prova escrita (eliminatória e classificatória) e distribuição das vagas de acordo com a disponibilidade.

Pelo calendário do Programa, o resultado da primeira etapa da seleção será anunciado no dia 29 de junho, e a realização das provas do exame teórico será no dia 11 de julho. O resultado final do processo seletivo está previsto para o dia 18 de julho, e o início das aulas é no dia 1º de agosto de 2016.

Mais informações no site do Programa de Pós-graduação em Matemática Aplicada e Estatística ou no Edital disponível neste  link. Contato com a coordenação, pelos telefones (84) 3215-3809 e 991-936-404, ou pelo e-mail: ppgmae@ccet.ufrn.br.

ufrn4

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) teve duas propostas para novos cursos de pós-graduação aprovadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A primeira aprovação é referente ao mestrado acadêmico em Ciências da Reabilitação, vinculado ao Programa de Pós-graduação homônimo do Campus de Santa Cruz, com duas linhas de pesquisa e dez professores em seu corpo docente. A proposta de resolução deste programa foi aprovada em julho de 2015.

Na ocasião, o diretor da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa) na época, Ênio Walker Azevedo Cacho, salientou que a proposição favorece a questão da interdisciplinaridade e transdisciplinaridade. “A ideia incorpora ações acadêmicas diretas em quatro profissões: Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Educação Física e Fisioterapia. Além disso, pesquisadores das áreas de Medicina, Psicologia e Enfermagem, por exemplo, também podem integrar seus estudos ao Programa”. A princípio, o programa engloba duas linhas de pesquisa: Fisioterapia na saúde da mulher, da criança e do adolescente, e Processos básicos neuromusculares, exercício Físico e Desempenho Motor.

A segunda proposta aprovada pela Capes é o Mestrado Profissional em Educação, Trabalho e Inovação em Medicina, que será oferecido pela Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte (EMCM), cuja sede fica em Caicó. A pós-gradução também foi aprovada em julho de 2015 e se desdobrará em duas linhas de pesquisa: Determinação do processo saúde-doença e Educação médica e gestão da clínica e do cuidado.

“Este é mais um dos passos da nossa gestão para fortalecer a interiorização, por meio do fortalecimento e do apoio aos grupos de pesquisa, pois assim também entendemos que a gente avança na produção científica”, analisou a reitora da UFRN, Angela Maria Paiva Cruz.

A aprovação das duas propostas foram divulgadas na última quinta-feira, 9, e são resultado da avaliação pelas respectivas áreas feitas durante a 164ª Reunião do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES), realizada no período de 30 de maio, a 3 de junho de 2016, em Brasília.

Com essas novas aprovações, a UFRN passa a contar com 59 cursos de mestrado acadêmico, 41 cursos de doutorado e 21 cursos de mestrado profissional recomendados ou reconhecidos pela Capes. Somados, os números representam um aumento superior a 60% na oferta de pós-graduação stricto sensu quando comparados aos 74 cursos existentes nesta modalidade no ano de 2009.

Clique para ampliar a imagem

Foto: Wallacy Medeiros

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Instituto Metrópole Digital (IMD,) está com inscrições abertas até o próximo dia 21 de junho, para o Programa de Especialização em Big Data.

O processo seletivo é aberto aos portadores de certificado de conclusão do curso de nível superior na área de Tecnologia da Informação (TI), Engenharias, Ciências Biológicas e Geo Ciências com certificação devidamente reconhecida pelo Ministério das Educação (MEC).

O programa oferece 29 vagas para a turma de 2016, sendo 27 para demanda pública e duas destinadas aos servidores da UFRN, como determinado pela Resolução 197/2013  do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

A especialização em big data é um curso de Pós­-graduação lato sensu, criado com o objetivo de qualificar profissionais capacitados para atuarem na área de análise de dados, com particular habilidade em tratar de problemas que envolvam grande quantidade de dados (Big Data).

O investimento necessário para realização do curso por participante é de R$ 5.600. Na assinatura do termo de convênio com a UFRN, poderá ser negociado o parcelamento deste valor em até 14 parcelas de R$ 400, com vencimento no dia 10 de cada mês.

As inscrições são realizadas via Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas  (Sigaa). A divulgação do resultado do processo seletivo será no dia 23 de junho, no site do IMD. As aulas começam no dia 1º de julho.

Na manhã desta  última quarta-feira (08), o prefeito Fernando Cunha e a secretária municipal de Educação, Márcia Portela participaram da entrega simbólica do equipamento para instalação de pontos de acesso à internet nas escolas municipais de Macaíba, na sala de reuniões do Palácio Auta de Souza.

Diretoras de algumas das escolas beneficiadas pela ação estiveram presentes. A Prefeitura de Macaíba e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, por intermédio do Instituto Metrópole Digital estão instalando os pontos de acesso nas unidades de ensino.

Quinze escolas da rede municipal macaibense estão recebendo o serviço, sendo 13 na zona urbana e duas na zona rural da cidade, a Escola Santa Isabel e o Educandário Venera Dantas, em Mangabeira. Toda a comunidade escolar terá acesso à internet de alta velocidade por sinal Wi-Fi em uma distância de até 300 metros das escolas. A implantação dos pontos de acesso poderá ser expandida para outras escolas do município.

prouni2

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) começam hoje (7) e vão até as 23h59 de sexta-feira (10), no site do programa. Ao todo, serão ofertadas 125.442 bolsas em 22.967 cursos de 901 instituições de ensino superior. Neste segundo semestre vão ser oferecidas 57.092 bolsas integrais e 68.350 parciais.

As bolsas estão disponíveis para consulta. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 13 deste mês. Os cursos de administração, com 12.500 vagas, direito, 8.561, e pedagogia, 7.139, são os que oferecem mais vagas. Além disso, os cursos de engenharia somados têm 14.410 vagas.

O número de bolsas é 8,1% naior em relação às 116 mil ofertadas no segundo semestre do ano passado. No entanto, é a primeira vez desde 2008 que o número de bolsas parciais supera as bolsas integrais.

Ler mais…

UFRN

A Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Esufrn) está com duas vagas abertas para bolsistas de apoio técnico no Núcleo de Comunicação da Unidade Acadêmica.

Os requisitos para a candidatura das vagas são noções de photoshop, fotografia, diagramação com o programa InDesign ou similares, além de  redação para mídias digitais. A carga horária é de 20 horas semanais, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h ou intermediário das 16h às 20h.

Os interessados devem inscrever-se no Cadastro Único do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa) e procurar até o dia 15 de junho, o setor de Comunicação da Esufrn, localizado na Biblioteca Setorial (térreo da escola), portando em mãos o currículo ou portfólio para entrevista pessoal. O horário para atendimento é das 8h às 12h e 14h às 17h.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 3215-3669 ou pelo e-mail: comunicacao@es.ufrn.br.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) lançou nesta última quinta-feira  (2) os editais dos processos seletivos para cursos técnicos subsequentes (Edital 13/2016) e ProEJA (Edital 14/2016). São ofertadas 1288 vagas para os cursos técnicos subsequentes de 17 campi do Instituto e 40 vagas para o curso técnico integrado ProEJA em Edificações do Campus Mossoró.

Os interessados devem se inscrever no período de 6 de junho, a partir das 14h, a 20 de junho, no portal do candidato. A inscrição exige o pagamento de uma taxa de inscrição de R$ 20, que deve ser feita até o dia 21 de junho, em qualquer agência bancária. Estudantes com renda familiar baixa que comprovem inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) podem solicitar a isenção do pagamento da taxa no período de 6 a 9 de junho, através do portal do candidato.

O processo seletivo para os cursos técnicos subsequentes e ProEJA é composto por uma prova objetiva de Português e Matemática e uma redação. A avaliação será aplicada no dia 17 de julho, das 8h às 12h. O local será informado através do cartão de inscrição, que deve ser acessado a partir do dia 8 julho, no portal do candidato.

TÉCNICO SUBSEQUENTE

Curso profissionalizante ofertado para estudantes que já tenham concluído o ensino médio. Em geral, tem 2 anos de duração. No Edital 13/2016, são ofertadas vagas para os seguintes campi:

Apodi – Química – Noturno

Caicó – Eletrotécnica – Noturno | Vestuário – Noturno

Canguaretama – Mecânica – Noturno

Ceará Mirim – Equipamentos Biomédicos – Noturno | Manutenção e Suporte em Informática – Noturno

Ipanguaçu – Manutenção e Suporte em Informática – Noturno

Lajes – Administração – Matutino | Informática – Vespertino

Macau – Química – Noturno

Mossoró – Eletrotécnica – Matutino | Mecânica – Matutino | Petróleo e Gás – Noturno | Saneamento – Matutino

Natal-Central – Geologia – Vespertino | Mineração – Matutino | Segurança do Trabalho – Noturno | Edificações – Vespertino e Noturno | Estradas – Vespertino | Eletrotécnica – Vespertino | Mecânica – Noturno | Petróleo e Gás – Matutino

Natal-Cidade Alta – Eventos – Noturno | Guia de Turismo – Vespertino

Natal-Zona Norte – Manutenção e Suporte em Informática – Noturno

Parelhas – Mineração – Matutino

Parnamirim – Mecatrônica – Noturno | Rede de computadores – Noturno

Santa Cruz – Manutenção e Suporte em Informática – Noturno

São Gonçalo do Amarante – Edificações – Matutino

São Paulo do Potengi – Edificações

INTEGRADO PROEJA

Curso profissionalizante ofertado ao mesmo tempo em que o ensino médio para estudantes com 18 anos ou mais. Possui 4 anos de duração.

O Edital 14/2016 oferta 40 vagas para o Curso Técnico Integrado ProEJA em Edificações do Campus Mossoró

Foto: Macaíba no Ar

Foto: Macaíba no Ar

A Escola Agrícola de Jundiaí promoveu ontem, 3, a I Feira de Ciências da Aquicultura no Ginásio Poliesportivo Juvenal Lamartine e na Estação de Aquicultura da EAJ. O encontro teve como objetivo promover a integração e a divulgação do curso técnico em Aquicultura e foi aberto para alunos da rede pública de ensino e comunidade externa.

De acordo com o Diretor da Escola Agrícola de Jundiaí, professor Júlio César de Andrade Neto, a realização do evento é uma importante forma de valorizar o conhecimento adquirido pelos alunos. “A Escola Agrícola de Jundiaí atua há 67 anos formando norte-rio-grandenses para atuar nas Ciências Agrárias valorizando e fortalecendo o nosso estado. Através de eventos como este, os participantes podem mostrar à comunidade o que aprenderam ao longo dos cursos e fortalecer assim sua formação”.

O evento conta com a participação de alunos do curso técnico em Aquicultura da Instituição, que apresentam aos visitantes banners, maquetes e equipamentos utilizados na larvicultura, piscicultura, construções aquícolas, estudo da água, processamento, manejo de répteis e anfíbios, maricultura e carcinicultura. Durante o evento, foram também são apresentados os projetos de extensão desenvolvidos na EAJ.

Segundo a coordenadora do curso de Aquicultura e coordenadora da feira, professora Fabiana Rodrigues de Arruda Câmara, o evento permite ao visitante conhecer um pouco mais sobre a atuação do técnico em Aquicultura. “Além de integrar o conhecimento técnico com as disciplinas do ensino médio, a Feira de Aquicultura permite que os jovens que visitam o evento possam esclarecer as suas dúvidas sobre o curso técnico em Aquicultura e conheçam os projetos de extensão desenvolvidos pela EAJ”.

Clique para ampliar a imagem

Foto: Cícero Oliveira

O Instituto Internacional de Física da UFRN realiza, entre os dias 6 e 18 de junho, o workshop Fenômenos Quânticos Fora do Equilíbrio, evento internacional de pós-graduação que vai debater as mais recentes descobertas relacionadas a pesquisas na área. O público-alvo do workshop são pesquisadores de pós-graduação do Brasil e do exterior.


Na programação constam três palestras especiais gratuitas, apresentadas pelos professores Randall Hulet (Universidade Rice, EUA); David Weiss (Universidade Estadual da Pennsylvania, EUA) e Giuseppe Mussardo (SISSA, Itália), líderes da comunidade científica internacional em temas da física teórica, como Condensado de Bose-Einstein e Simetria.

Os participantes das palestras especiais (Special Talks) devem se inscrever no local do evento. Por se tratar de um evento internacional, todas as apresentações serão realizadas em inglês e acontecem no auditório do IIF.

A programação completa está disponível no site do IIF (www.iip.ufrn.br/events). Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail events@iip.ufrn.br.

Programação das palestras especiais:

07/06, das 15h às 16h – Special Talk: Bose-Einstein Condensation with Attraction: From the Early Days to Matter-Wave Solitons, com o professor Randall Hulet (Universidade Rice, EUA);

09/06, das 15h às 16h – Special Talk com o professor David Weiss (Universidade Estadual da Pennsylvania, EUA);

14/06, das 15h às 16h – Special Talk: The Great Game. The Fascinating Language of Symmetry, com o professor Giuseppe Mussardo (SISSA, Itália).

ufrn4

Portal UFRN – Estão abertas, até o dia 29 de Junho, as inscrições para o processo seletivo do curso de mestrado ofertado pelo Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Serão ofertadas 11 vagas, sendo uma destinada para servidores da Universidade.

Os interessados devem realizar inscrição online por meio deste link,em que será necessário inserir dados pessoais e a documentação comprobatória de forma digitalizada descrita no edital, que posteriormente deverá ser apresentada no ato da matrícula.

O processo seletivo está previsto para os dias 5 e 8 de julho em duas etapas: prova escrita e objetiva de conhecimentos básicos, e análise do desempenho acadêmico e do currículo. O resultado final está previsto para o dia 8 de julho.

Outras informações sobre o processo seletivo podem ser conferidas no site do Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, no edital de seleção, ou pelo telefone: (84) 3342-2284.

sisu-DESTAQUE
Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) pretende lançar em julho deste ano o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para vagas remanescentes, segundo a secretária Executiva da pasta, Maria Helena Guimarães de Castro.

A ideia, anunciada pelo ex-ministro Aloizio Mercadante, é preencher as vagas em instituições públicas de ensino superior que são ofertadas no Sisu e não foram preenchidas.

De acordo com Maria Helena, apenas cerca de 3 mil vagas das 120 mil remanescentes ofertadas foram preenchidas. “Foi menos que o esperado. Estamos procurando os reitores para saber o motivo”, informou a secretaria durante entrevista coletiva.

A intenção é que as vagas possam ser aproveitadas também por estudantes que querem tranferí-las de uma instituição para outra e por aqueles que querem mudar de curso, para áreas afins.

“Isso foi considerado muito positivo. Ter aberto o sistema obviamente demonstrou uma intenção interessante de favorecer alunos que estão em uma instiução e querem ir para outra. A proposta do governo foi postiva, mas a abertura das vagas remanescentes não está sendo preenchida e não sabemos quais os motivos”, acrescentou.

A secretária executiva informou que pediu que fossem enviados questionários às instituições de ensino tratando do assunto.

O Sisu seleciona estudantes para vagas no ensino superior público com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para participar, o estudante não pode ter tirado zero na redação.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrou 8.627.194 inscrições confirmadas até hoje (30), de acordo com balanço divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). O número representa um aumento de 11,3% em relação às 7,7 milhões de inscrições confirmadas no ano passado.

Aproximadamente 9,3 milhões se inscreveram no exame deste ano, mas alguns deixaram de pagar a taxa de inscrição. As inscrições confirmadas representam o número de estudantes isentos e aqueles que pagaram a taxa de R$ 68. São isentos da taxa os estudantes concluintes do ensino médio em escolas públicas e os candidatos de baixa renda.

O prazo para pagamento da taxa de R$ 68 terminou no último dia 25, às vésperas do feriado de Corpus Christi. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, o feriado pode ter atrasado o processamento de alguns pagamentos. A expectativa é que o número de inscrições confirmadas chegue a 8,8 milhões nas próximas 48 horas.

Ler mais…

sisu-DESTAQUE

Agência Brasil – Os candidatos a entrar no ensino superior público já podem consultar as vagas disponíveis no portal do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A consulta pode ser feita por instituição, por cidade ou por curso no site do Sisu.  Nesta edição, são ofertadas 56.422 vagas em 65 instituições públicas de ensino superior para o segundo semestre deste ano.

As inscrições poderão de hoje (30) a 2 de junho. O número de vagas aumentou 1,5% em relação às cerca de 55,6 mil ofertadas no segundo semestre do ano passado. Podem participar do Sisu os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 e não tiraram zero na redação.

O resultado será divulgado no dia 6 de junho e a matrícula deverá ser feita entre os dias 10 e 14. Aqueles que não forem selecionados poderão participar da lista de espera, entre 6 e 17 de junho.  Os candidatos na lista começarão a ser convocados a partir do dia 23 de junho.

Ao efetuar a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. O candidato também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência, a vagas reservadas a ações afirmativas.  Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

Uma vez por dia é divulgada a nota de corte de cada curso, com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse no último dia  23, que manterá portaria normativa que institui prazo para instituições federais apresentarem propostas de políticas afirmativas na pós-graduação. “Não só as cotas na pós-graduação, mas as cotas no sentido mais amplo, não tenho nenhuma intenção, não há nenhuma discussão no Ministério da Educação pretendendo rediscutir qualquer que seja o projeto de cotas”, disse em coletiva de imprensa.

Um dia antes do afastamento da presidenta Dilma Rousseff, o ex-ministro de Educação Aloizio Mercadante assinou portaria que estipula que universidades e institutos federais terão 90 dias para apresentar proposta de uma política de inclusão de negros, indígenas e pessoas com deficiência nos programas de pós-graduação. A medida foi publicada no dia 12 no Diário Oficial da União.

“Tenho sido vítima e, posso dizer, que o ministério também, de muitas interpretações equivocadas e algumas maliciosas com relação a temas polêmicos. Eu quero afirmar que a nossa posição é de não alterarmos nenhuma política de cotas”, diz.

Ler mais…