Educação Arquivo

UFRN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lançou nesta quarta-feira, 24, o edital de cadastramento dos alunos selecionados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). No documento é possível obter informações sobre as datas e os locais do cadastramento, além dos documentos necessários para verificação de conformidade com as exigências para ingresso na instituição.

As datas e locais de cadastramento possuem uma variação de acordo com o campus ao qual a vaga do aluno é destinada. Nos campi Natal ou Macaíba, a primeira chamada será nos dias 5, 6, 7 e 8 de fevereiro e a segunda chamada ocorre em 21, 22, 23 e 24 do mesmo mês, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) da UFRN, localizada no Campus Central.

Em 6, 7 e 8 de fevereiro, os alunos aprovados na primeira chamada para o Campus de Caicó e para o curso multicampi de Medicina devem realizar o cadastramento no Centro Regional de Ensino Superior do Seridó (CERES) da UFRN, Campus Caicó, já a segunda chamada será de 21 a 23 de fevereiro, no mesmo local.

No caso dos alunos selecionados nos campi de Currais Novos ou Santa Cruz, as matrículas da primeira chamada acontecem nos dias 7 e 8 de fevereiro e da segunda chamada nos dias 22 e 23 de fevereiro. Os aprovados no Campus Currais Novos devem efetuar o cadastro no CERES-Currais Novos e os aprovados no Campus Santa Cruz devem se dirigir à Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (FACISA), em Santa Cruz/RN.

O horário de realização do cadastramento para todos os aprovados na primeira e na segunda chamada é o mesmo em todos os campi, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h (horário local). Os candidatos não convocados para a primeira chamada devem ficar atentos ao prazo para manifestar interesse na lista de espera no site do Sisu, de 29 de janeiro a 7 de fevereiro.

Para conferir o edital da UFRN na íntegra, basta acessar o link www.sisu.ufrn.br ou o site da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), no www.prograd.ufrn.br, escolhendo os menus “Acadêmico” e “Sisu”.

Foto: Macaíba no Ar

A Secretaria Municipal de Macaíba apresenta em relatório ações da pasta desenvolvidas no ano de 2017. Além de passar por uma reorganização interna, a pasta que desde março de 2017 tem como Secretário o Professor Domingos Sávio, realizou ações importantes, uma delas é o criação do sistema próprio de avaliação.

Segue parte das ações desenvolvidas pela pasta em 2017.

Formação Continuada dos Professores e gestores

Foi iniciado o ano letivo com uma Jornada Pedagógica para todos professores da rede e no decorrer do ano foram ofertadas formações continuadas para os professores específicas para cada Etapa de Ensino. A Educação Infantil contou com 04 formações, sendo cada uma delas com duração de uma semana, e foram complementadas com o III Seminário de Educação Infantil e Inclusão Escolar, onde foram contemplados todos os professores, certificados pela presença em cada formação realizada. Os professores do Ensino Fundamental I participaram do Seminário do Ensino Fundamental I e Inclusão Escolar, certificados pela presença em cada formação realizada. Além disso, os professores da Educação Infantil ao Ensino Fundamental I participaram da Formação ofertada pelo MEC, o PNAIC.

Resultado de imagem para educa macaíba

Valorização Profissional

Mesmo diante da crise enfrentada pelos Municípios de todo o país, Macaíba através da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Educação tem concedido promoções horizontais aos professores da rede. Em 2017, 93 professores tiveram suas mudanças de letra concedidas, 15 mudaram de nível e concedemos 79 licenças prêmio. Com isso, buscamos conceder todas as promoções pendentes para deixar os professores da Rede com suas respectivas letras.

Contratação de professores temporários e estagiários

 A contratação de professores temporários para suprir a necessidade da Rede foi de 195. Esses professores assumiam as funções de professores em licença prêmio, com atestados médicos e de vagas existentes por aposentadoria concedida aos professores, este último será extinto com a realização de um concurso no ano de 2018.

Para suprir a necessidade de auxílio para o trabalho com alunos especiais e crianças do Nível II ao Nível V, o Município contratou 63 estagiários para garantir a qualidade do ensino da Rede.

Construção do Sistema Próprio de Avaliação

A Rede Municipal de Educação de Macaíba é sistema desde 1997, porém estava seguindo todas as orientações feitas pela Secretaria Estadual de Educação do Estado do Rio Grande do Norte. Desta forma, algumas especificidades encontradas na nossa rede não eram levadas em consideração por se tratarem de questões que o Estado não  interfere devido a não ofertar determinadas etapas de ensino, como por exemplo a Educação Infantil. Partindo da nossa realidade, foi construído um Sistema de Avaliação próprio com a participação de uma representação de professores, diretores e coordenadores, além de ter sido aprovado pelo Conselho Municipal de Educação do Município. A Portaria que regulamenta o Sistema de Avaliação entrará em vigor no ano de 2018.

Resultado de imagem para creche damiana frança

Infraestrutura

No ano corrente , foram realizadas algumas ações para melhor atender os alunos da Rede Municipal. Seguem abaixo:

  • Entrega da Creche Damiana França em Cana Brava, ampliando a oferta de vagas para a Educação Infantil.
  • Visando melhorar o atendimento dos alunos da Escola Municipal Fabrício Pedrosa, foi realizada uma reforma em toda a estrutura da escola.
  • Disponibilizamos recursos para revisão elétrica e hidráulica e pintura de 22 escolas para execução em fevereiro 2018.
  • Obras de mais três novas creches em andamento com mais de 80% de obra concluída com previsão de entrega para o segundo semestre de 2018.

 Resultado de imagem para reforma da escola fabricio gomes em macaíba

Aquisições da Agricultura Familiar

A Lei nº 11.947/2009, determina a utilização de, no mínimo, 30% dos recursos repassados pelo FNDE para alimentação escolar, na compra de produtos da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural ou de suas organizações, priorizando os assentamentos de reforma agrária, as comunidades tradicionais indígenas e comunidades quilombolas (de acordo com o Artigo 14 da mencionada lei).

Os produtos comprados pelos agricultores são enviados diretamente para as escolas, ou seja, o próprio agricultor leva seu produto para a escola, enriquecendo o cardápio da merenda escolar, incluindo uma diversidade de frutas, verduras, legumes e raízes, de acordo com a produção de cada agricultor, atingindo assim, o percentual necessário para o cumprimento da Lei.

Resultado de imagem para eleição para gestores macaiba

Eleição para gestores

No ano de 2017 foram realizadas eleições para gestores de 20 escolas municipais conforme a lei municipal nº1.831/2016. O processo envolveu toda comunidade escolar. Os novos gestores tomaram posse no dia 03/01/2018.

Normatização da hora-aula do Município

Alteração na lei 1.466/2009 adequando a jornada de trabalho no exercício da docência a Lei nº 11.738/2008 que regulamenta o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica, garantindo 20 horas de exercício da docência e 1/3 de hora atividade considerando-se a uma hora da jornada equivalente a 60 minutos.

Desenvolvimento de Sistemas

A atividade de desenvolvimento de sistemas congrega a criação da plataforma de cursos “Educa Macaíba”, que tem como objetivos principais proporcionar cursos de capacitação para os profissionais da educação de nosso município.

Ofertamos nesse período os cursos de:

  • Curso para Gestores Municipais atendendo a 56 cursistas.
  • Cursos do PNAIC 2017/2018 atendendo a 203 cursistas.

 

Pró-Reitoria lança edital para vagas remanescentes

A Coordenação de Acesso Discente, setor da Pró-Reitoria de Ensino do IFRN, divulgou na tarde desta quarta-feira, 24/1, seu Edital nº 1/2018, que trata do processo seletivo para os cursos técnicos de Nível Médio na forma integrada na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) – vagas remanescentes ao Edital nº. 47/2016-Proen/IFRN. As inscrições estarão abertas entre 29 de janeiro e 2 de fevereiro de 2018.

O processo seletivo, que tem como objetivo atender à política pública da EJA, oferta educação profissional na perspectiva da formação integral, buscando a elevação do nível de escolaridade do trabalhador. “Com base nessa política, o processo seletivo é exclusivo aos portadores de, no máximo, certificado de conclusão do Ensino Fundamental (ou de curso equivalente), que tenham, até o último dia de matrícula do processo, 18 anos completos”, disse o pró-reitor de Ensino, Agamenon Tavares.

Vagas e cursos

Divididas em de Ampla concorrência e listas específicas, as 77 vagas apresentadas no edital estão distribuídas entre três campi do Instituto, conforme tabela abaixo:

Campus Curso Turno Total de vagas
Ipanguaçu Agroecologia Matutino 26
Natal-Zona Norte Comércio Noturno 32
Santa Cruz Manutenção e Suporte em Informática Noturno 19

Inscrições e matrícula

A inscrição do candidato será realizada exclusivamente pelo Portal do Candidato, entre às 14h de 29 de janeiro até 18h do dia 2 de fevereiro de 2018, horário local. A classificação para preenchimento das vagas será organizada pela inscrição dos candidatos: “o Sistema Gestor de Concursos do IFRN atribui número em ordem crescente aos candidatos que realizam integralmente o procedimento de inscrição, descrito no item 10.1 do Edital”, disse Agamenon. Serão considerados aprovados os candidatos que, ordenados, totalizarem o número de vagas a cada curso/campus; segundo informações do Edital, os demais candidatos, a cada curso/campus, serão considerados habilitados e poderão vir a ocupar possíveis vagas remanescentes.

Os candidatos aprovados e classificados dentro das vagas disponíveis por campus/curso/turno deverão realizar sua pré-matrícula na Diretoria Acadêmica responsável pelo curso, nos dias 8 e 9 de fevereiro de 2018, nos horários estabelecidos em um dos anexos do Edital.

Acesse:

Edital n° 1/2018 — Modalidade Educação de Jovens e Adultos – Vagas Remanescentes

Portal do Candidato

Foto: Cícero Oliveira

Os serviços acadêmicos e administrativos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) ganham reforço de 75 novos servidores técnico-administrativos, que tomaram posse em cerimônia coletiva nesta quarta-feira, 24, no auditório da Reitoria. Os profissionais serão distribuídos em diversos setores do campus central, em Natal, e nos demais campi da instituição em Macaíba, Santa Cruz, Currais Novos e Caicó.

As mensagens de boas-vindas aos ingressantes foram marcadas por reflexões acerca do papel de servir à sociedade com empenho e dedicação, para também promover o contínuo desenvolvimento da universidade. “Em 2018 comemoramos 60 anos de intenso trabalho, e esperamos que vocês igualmente possam contribuir com competência técnica, compromisso ético, respeito à diversidade e qualificação permanente”, destacou a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz.

A pró-reitora de Gestão de Pessoas, Mirian Dantas dos Santos, convidou cada servidor a se apaixonar pela UFRN e dar o melhor de si no desempenho das atividades individuais, com vistas ao cumprimento da missão institucional de produção do conhecimento e qualidade acadêmica. Para o aprofundamento de conhecimentos sobre a universidade, Mirian Dantas lembrou a importância da participação no Seminário de Integração, no qual os técnico-administrativos aprendem sobre a estrutura da UFRN, as legislações pertinentes aos servidores e as políticas institucionais.

O momento de posse foi compartilhado pelos familiares dos novos servidores, além de gestores, professores e técnico-administrativos da UFRN. Também estiveram presentes o vice-reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo, e representantes do Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Educação do Ensino Superior (Sintest) e da Associação dos Técnicos em Nível Superior (Atens).

Começa hoje (23), e vai até a próxima sexta-feira, o prazo para os estudantes que realizaram as provas do último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se inscreverem no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2018.

Das 239 mil vagas disponíveis do sistema, 11.710 vagas estão distribuídas no estado nas Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (2.404 vagas em 67 cursos), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (6.923 vagas em 107 cursos), Universidade Federal Rural do Semiárido (1.415 vagas em 26 cursos) e no Instituto Federal do Rio Grande do Norte (968 vagas em 22 cursos).

Para realizar a inscrição, o interessado deve acessar o site do sistema portando o número de inscrição no Enem 2017 e a senha cadastrada no site do exame. Esses dados serão os mesmos que valerão para todos os acessos ao Sisu.

Em todo o processo, o aluno poderá se inscrever, por ordem de preferência, em até duas opções de curso dentro das vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. O candidato, durante o período de inscrição, poderá alterar os cursos desejados, no entanto valerá a última inscrição feita pelo estudante no momento em que o sistema encerrar as inscrições na sexta-feira (26).

Os estudantes que tiraram nota zero na redação do Enem não poderão concorrer às vagas oferecidas pelo Sisu.

O coordenador do Projeto #QueroAprender, o professor João Maria de Lima, explica que, durante os dias em que o Sisu acolhe os inscritos, é necessário ter uma visão analítica das notas de corte e cursos. “Boas notas de redação são importantes, mas é fundamental que os alunos entendam o “jogo” do Sisu. Notas boas se perdem se não houver uma boa estratégia”, disse o professor.

Como estratégias, João Maria  aponta olhar qual o argumento do ano anterior, observar qual é a menor nota de corte, compreender a dinâmica das notas de corte “Um dia a nota de corte pode ser 700 e o aluno só ter 690 e no dia seguinte essa nota cair e ele entra no grupo de candidatos dentro da nota de corte. Ser atento aos cursos que ele deseja e observar como se comporta as notas ao longo do período de inscrição”, disse.

 

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN), por meio da Companhia Livre de Teatro Musical (CLTM), grupo artístico permanente da UFRN, promove, a partir do mês de março, o Curso Livre de Teatro Musical. A iniciativa é uma ação de extensão da Universidade que busca desenvolver a prática artística interdisciplinar do teatro musical através de aulas de canto, dança e interpretação teatral.

O curso é direcionado para crianças e adolescentes entre 6 e 13 anos de idade, bem como para estudantes dos cursos de música, teatro e dança que tenham interesse em desenvolver a prática artística de maneira interligada. Durante o curso, essas três linguagens artísticas serão trabalhadas separadamente e também em suas especificidades, através de atividades de musicalização, técnica vocal, preparação corporal e jogos teatrais.

No decorrer do curso também será desenvolvido um repertório cantado e dançado, com texto teatral, para a realização de aulas abertas, apresentações públicas em eventos culturais e um espetáculo que, ao fim do ano letivo, será apresentado no auditório da Escola de Música da UFRN. Serão disponibilizadas ao todo 80 vagas, divididas em quatro turmas, duas formadas com público entre 6 e 9 anos, e duas com estudantes entre 10 e 13 anos. Os encontros acontecerão duas vezes por semana na Escola de Música.

As inscrições são abertas para o público interno e externo da UFRN e elas poderão ser realizadas entre os dias 19 de fevereiro e 2 de março no portal do Sigaa ou, presencialmente, na secretaria de extensão da EMUFRN. As aulas têm início no dia 7 de março. Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail meldias6@hotmail.com.

Foto: Macaíba no Ar

Foto: Macaíba no Ar/ Arquivo

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) está com inscrições abertas para seleção de professores de cursos técnicos para atuarem em vários municípios do Rio Grande do Norte.

As inscrições estão abertas até o dia 2 de fevereiro de 2018 e devem ser feitas no Setor Pedagógico da Coordenação Geral do e-Tec, localizada no antigo prédio da direção da EAJ, em Macaíba, da 8 às 11 horas e das 14 às 16 horas.

Os requisitos mínimos para participação no processo seletivo são diploma de nível técnico ou superior na área do curso e comprovante de experiência de, no mínimo, um ano de docência.

As vagas são para os cursos técnicos em Administração, Agroindústria, Agronegócio, Contabilidade, Cooperativismo, Finanças, Logística, Manutenção e Suporte em Informática, Qualidade, Química e Redes de Computadores.

Os candidatos serão selecionados por região para atuação nos polos de Acari, Apodi, Caraúbas, Areia Branca, Assú, Caicó, Ceará-Mirim, Ceará-Mirim (Assentamento Rosário), Currais Novos, Goianinha, Ipanguaçu, Itajá, Jaçanã, João Câmara, Lajes, Macaíba, Macau, Martins, Monte Alegre, Mossoró, Natal, Nova Cruz, Parelhas, Parnamirim, Santa Cruz, São Gonçalo do Amarante, São João do Sabugi, São José de Mipibu, São Paulo do Potengi, Touros e Vera Cruz.

Mais informações aqui na seção Processos Seletivos, edital 003/2018.

O Ministério da Educação antecipou o prazo de inscrição para o Sistema de Seleção Unificada, o SiSU. A partir desta terça-feira (23), os candidatos poderão utilizar a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – para concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior. O prazo se estende até a próxima sexta-feira, 26. O Instituto Federal do Rio Grande do Norte divulgou nesta segunda-feira (22) a segunda retificação do Edital 62/2018que rege vagas para ingresso no primeiro semestre de 2018.

Há 376 vagas para os cursos superiores de Licenciatura em Química, Física, Informática, Biologia, Geografia, Matemática; 592 vagas para os cursos superiores de tecnologia em Design de Moda, Gestão de Turismo, Alimentos, Sistemas para Internet, Agroecologia, Energias Renováveis, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão Pública, Redes de Computadores, Comércio Exterior, Construção de Edifícios, Gestão Ambiental, Produção Cultural, Marketing, Processos Químicos e Logística; além disso, há 40 vagas para o curso superior de Engenharia de Energias. Os cursos são oferecidos nos campi Apodi, Caicó, Canguaretama, Currais Novos, João Câmara, Ipanguaçu, Macau, Natal-Central, Natal-Cidade Alta, Natal-Zona Norte, Nova Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz e São Gonçalo do Amarante.

Todas as informações podem ser conferidas no edital.

Resultado de imagem para sigeduc

Desenvolvido para aumentar a acessibilidade e dar mais comodidade na hora da realização da matrícula de novos alunos, a Secretaria de Educação e Cultura do RN lança hoje, para alunos e responsáveis, o aplicativo Matrícula Escolar RN.

Para realizar a matrícula, o estudante ou responsável deve escolher em qual tipo de ensino deseja solicitar a vaga – tendo a partir de hoje como opções o ensino médio regular e o integral –, selecionar as opções apresentadas como o turno a ser cursado, e incluir as informações pessoais solicitadas. Não é necessário criar login e senha para ter acesso às funções do aplicativo.

 “A tecnologia está cada vez mais avançada e a educação precisa acompanhá-la” afirma Ana Paula Flor, coordenadora da Central de Matrículas da Secretaria.

Após a solicitação concluída, é preciso imprimir o comprovante e aguardar o processamento da matrícula. Após o deferimento, o estudante tem um prazo de 5 dias corridos para comparecer à escola com os documentos solicitados no comprovante para efetivar a matrícula.

O aplicativo traz mais uma opção para a solicitação da matrícula, que podia ser realizada online, através do site sigeduc.rn.gov.br. Caso o estudante ou responsável não consiga solicitar a matrícula por essas plataformas, há também a possibilidade de se dirigir à própria escola, à Diretoria Regional de Educação e Cultura (DIREC) responsável ou à Central de Matrículas, localizada no andar térreo da Secretaria de Educação.

Mais novidades

Em termos de tecnologia, está agendado também, ainda para o próximo mês, o lançamento de um módulo para a Escola Presidente Kennedy no SigEduc, que deve contar com as mesmas funções do aplicativo desenvolvidas exclusivamente para alunos da instituição de ensino.

Escola Estadual Alfredo Mesquita Filho passa ser de ensino de tempo integral

Nesta próxima quarta-feira (24), haverá uma reunião da Secretaria Estadual de Educação para tratar da educação de tempo integral. A reunião acontecerá no Pax Clube, a partir das 8hs. A Escola Estadual Alfredo Mesquita Filho passa a partir deste ano a oferecer o ensino neste modalidade.

A reunião vai contar com a participação de técnicos da Secretaria de Educação e dos diretores das escolas estaduais de Macaíba.

( Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Agência Brasil – A Superintendência da Polícia Federal (PF) na Bahia cumpriu nesta sexta-feira (19), em Salvador, mandado de busca e apreensão na casa de um estudante para apurar denúncia de fraude no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O candidato cometeu um plágio, copiando um trecho de um livro relacionado ao tema escolhido neste ano para a redação. O rapaz confessou o crime.

O candidato reproduziu a sinopse do livro Redação de Surdos: uma Jornada em Busca da Avaliação Escrita, de Maria do Carmo Ribeiro, lançado pela editora Prismas em 2015. O tema da redação do Enem deste ano foi Desafios para a Formação Educacional de Surdos.

A PF começou a apurar o caso após receber informações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação responsável pelo Enem, sobre a ocorrência de um plágio em uma prova aplicada em Salvador.

De acordo com a delegada responsável pelo inquérito, Suzana Jacobina, o candidato confessou que usou um telefone celular para ter acesso ao conteúdo na redação, sem que tenha sido visto pela equipe de fiscalização da prova.

A PF continuará a investigação, mas, em uma avaliação preliminar, considerou o caso foi isolado, envolvendo apenas um estudante. A delegada descarta, no momento, que haja risco de alguém ter vazado o coneteúdo da prova neste caso, o que poderia comprometer a validade do Exame como um todo.

“Com as provas até então colhidas, a linha de investigação mostra que o caso foi isolado. A princípio, o Enem está real, não tem risco de ser suspenso. Mas tudo ainda precisa ser confirmado”, afirmou a delegada Suzana Jacobina.

SEEC/ASSECOM

Em cerimônia realizada na manhã de ontem (17), no Palácio do Planalto em Brasília, o ministro da Educação, Mendonça Filho, assinou a liberação de R$ 21,7 milhões para fortalecimento e ampliação das vagas nas escolas estaduais de ensino médio em tempo integral do RN. A secretária de Educação, professora Cláudia Santa Rosa, participou da cerimônia.

Para 2018, a Secretaria de Educação do RN ofertará 12 mil vagas para o ensino médio em tempo integral em 29 escolas. Para a titular da pasta, os recursos do MEC contribuem para a concretização das metas do Plano Estadual de Educação. “É um fomento importante para o RN avançar, tendo em vista cumprir a meta do Plano Estadual de Educação, que é atingir 50% das suas escolas em tempo integral, até o ano de 2025”, declarou Cláudia Santa Rosa.

A secretária ainda destacou que esta modalidade de ensino contribui para os projetos de vida dos estudantes. “O tempo integral possibilita a implantação de um projeto pedagógico que fortalece a formação dos jovens”, frisou Santa Rosa.

Os recursos destinados pelo Ministério da Educação ao RN fazem parte das ações do Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, lançado pelo Governo Federal em 2016.

Investimentos

Em contrapartida ao investimento do MEC, o Governo do RN tem investido R$ 14 milhões de reais nas escolas estaduais de ensino médio em tempo integral. “Em obras, até o final deste ano, serão utilizados R$7,2 milhões, entre pequenos reparos e reformas. Um compromisso que elevou o RN para um patamar de confiança junto ao MEC”, explicou o consultor João Faria, membro da equipe de implementação do Ensino Médio em Tempo Integral.

Neste ano, a Secretaria de Educação do RN ampliará essa rede em 11 unidades de ensino. As escolas de ensino médio Francisco Ivo Cavalcanti (Natal), Alfredo Mesquita Filho (Macaíba), Antônio de Souza (Parnamirm), Rosa Pignataro (Nova Cruz), Aida Ramalho (Mossoró), Clara Teteo (Macau), o Colégio Atheneu Norte-Riograndense (Natal) e os Centros Estaduais de Educação Profissional Antunes Pereira (Ceará Mirim), Ruy Pereira dos Santos (São Gonçalo do Amarante) e Francisco Pedroza (Mossoró) ingressarão no tempo integral.

Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil

 O Ministério de Educação divulgou hoje (18) os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. Das 4.725.330 redações corrigidas, 309.157 tiveram nota zero e apenas 53 registraram nota 1.000. Na edição anterior, foram 291.806 notas zero e 77 notas mil entre 6.034.672 redações corrigidas.

Os resultados da prova foram liberados pouco antes das 12h no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e só podem ser consultados individualmente. Os candidatos devem acessar a Página do Participante e fazer login por meio do CPF e senha anteriormente cadastrada.

“Recomendo calma, cautela e controle da ansiedade. Sei que é um momento importante para milhões de jovens de todo o Brasil, mas é preciso ter a clareza de que o exame é seguro, as notas estarão disponíveis e cada um terá a oportunidade de acessar justamente a informação relativa à sua nota”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho.

Pela primeira vez, de acordo com o Inep, a divulgação das notas considerou a proficiência média geral e a proficiência média dos concluintes, além das proficiências médias dos treineiros, dos egressos e das pessoas privadas de liberdade.

A previsão do instituto é que o resultado dos treineiros seja divulgado no dia 19 de março, assim como as vistas pedagógicas dos espelhos da redação. O Enem 2017 foi aplicado pelo Inep em 5 e 12 de novembro. Confira abaixo os resultados por área de conhecimento:

Linguagens, códigos e suas tecnologias

Proficiência Mínima – 299,6

Proficiência Máxima – 788,8

Proficiência Média Geral – 510,2

Proficiência Média Concluintes – 506,5

Proficiência Média Egressos – 513,84

Proficiência Média Treineiros – 516,86

Proficiência Média dos Participantes Privados de Liberdade – 427,4

Redação

Redações Nota Zero – 309.157

Redações Nota Mil – 53

Proficiência Média Geral – 558,0

Proficiência Média Concluintes – 560,6

Proficiência Média Egressos – 556,9

Proficiência Média Treineiros – 570,6

Proficiência Média Participantes Privados de Liberdade – 423,0

Apenas 6,5% das redações receberam nota zero. Os motivos foram fuga ao tema (5,01%), prova em branco (0,80%), texto insuficiente (0,33%), parte desconectada (0,17%), não atendimento ao tipo textual (0,11%), cópia do texto motivador (0,09%) e outros motivos (0,03%).

Ciências Humanas e suas tecnologias

Proficiência Mínima – 307,7

Proficiência Máxima – 868,3

Proficiência Média Geral – 519,3

Proficiência Média Concluintes – 517,4

Proficiência Média Egressos – 522,24

Proficiência Média Treineiros – 526,68

Proficiência Média Participantes Privados de Liberdade – 433,7

Matemática e suas tecnologias

Proficiência Mínima – 310,4

Proficiência Máxima – 993,9

Proficiência Média Geral – 518,5

Proficiência Média Concluintes – 522,3

Proficiência Média Egressos – 516,62

Proficiência Média Treineiros – 538,77

Proficiência Média Participantes Privados de Liberdade – 447,4

Ciências da Natureza e suas tecnologias

Proficiência Mínima – 298,0

Proficiência Máxima – 885,6

Proficiência Média Geral – 510,6

Proficiência Média Concluintes – 508,4

Proficiência Média Egressos – 512,48

Proficiência Média Treineiros – 519,36

Proficiência Média Participantes Privados de Liberdade – 436,9

Foto: Macaíba no Ar

Foto: Macaíba no Ar/ Arquivo

Agência Brasil – O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 deve ser divulgado amanhã (18), às 11h, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no mesmo horário da entrevista coletiva com o ministro da Educação. O resultado individual estará disponível na internet, na Página do Participante.

Inicialmente, a divulgação estava prevista para o dia 19, mas, no início da semana, o Ministério da Educação anunciou a antecipação da data.

Para acessar o resultado, será necessário informar o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição no Enem. Quem não se lembra da senha pode recuperá-la na Página do Participante. É com ela que o estudante também terá acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.

Os resultados dos participantes com menos de 18 anos, chamados de treineiros, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular. O mesmo prazo vale para os espelhos de correção das redações.

A edição de 2017 do Enem tem novidades. As provas foram aplicadas em dois domingos consecutivos, com a redação no primeiro dia.

No dia 5 de novembro, os candidatos fizeram as provas de linguagem, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias, além da redação. Em 12 de novembro, foram aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

Os estudantes podem usar o resultado das provas do Enem em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sisu, para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Resultado de imagem para metropole digital

O Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza nesta segunda-feira, 15, o cadastramento de candidatos aprovados para a segunda chamada das turmas de 2018 de cursos de formação técnica do Instituto. Os selecionados devem se dirigir aos locais indicados no edital, disponível aqui.

O processo seletivo, realizado pelo Núcleo Permanente de Concursos (Comperve), é referente a formação das turmas de 2018 para os cursos técnicos do IMD em Automação Industrial, Eletrônica, Informática para Internet, Programação de Jogos Digitais e Redes de Computadores que serão oferecidos em cinco polos: Natal, Mossoró, Angicos, Caicó e Pau dos Ferros.

A relação com os nomes dos candidatos aptos a fazerem o cadastramento da segunda chamada foi divulgado na última quinta-feira, 11, no site da Comperve, e pode ser acessado por este link. Os convocados devem comparecer aos locais indicados no edital com a documentação solicitada.

Outras informações podem ser conferidas no site da Comperve.