Educação Arquivo

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) ficou em primeiro lugar entre os Institutos do Brasil, conforme o Web Ranking of Universities, e em segundo no que diz respeito às instituições de ensino do RN. O “Webometrics Ranking of World Universities” é uma iniciativa do Laboratório Cybermetrics, um grupo de pesquisa pertencente ao Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), maior corpo de pesquisadores da Espanha. O sistema classifica universidades em todo o mundo, com base em um indicador composto que leva em conta tanto o volume do conteúdo da instituição na web (número de páginas e arquivos), quanto a visibilidade e o impacto destas publicações online, de acordo com o número de inlinks externos (citações do site) que receberam.

A lista tem como objetivo melhorar a presença das universidades e instituições de pesquisa na internet e promover a publicação em acesso aberto dos resultados científicos, sendo publicada desde 2004 e com atualizações a cada janeiro e julho. Atualmente, ela fornece indicadores para mais de 12.000 universidades em todo o planeta.

“O resultado indica que o Instituto, através dos trabalho de estudantes e servidores, produz conteúdo relevante, o que atrai o interesse de pesquisadores e da sociedade em geral”, comemorou o reitor do IFRN, Wyllys Farkatt Tabosa. Abrangendo tanto materiais como artigos científicos, dissertações e teses como páginas de divulgação institucional, o ranking considera o número de acessos ao material como também compartilhamentos e citações. “É uma notícia para todos os nossos pesquisadores, sejam estudantes ou servidores, que produzem conhecimento e o repercute: em livros, artigos, comunicações em eventos, páginas de redes sociais e na mídia como um todo”, completou.

Para a Diretora de Regulação e Avaliação do Ensino, Tarcimária Gomes, a posição no ranking comprova a qualidade do ensino e das ações desempenhadas pela Instituição. A Diretora lembra no final de 2018, o MEC renovou por oito anos o credenciamento para a oferta de cursos técnicos, superiores de graduação e de pós. Ainda sobre ensino superior, foco do ranking, conquistou o maior Índice Geral de Cursos (IGC) entre os Institutos Federais do Nordeste. “Um dos fatores mais avaliados é a comunicação, tanto com a comunidade interna quanto com a externa. A repercussão dos trabalhos que desenvolvemos, como também o acesso a eles mostra que temos uma comunidade de pessoas produzindo pesquisas relevantes e que a Instituição tem respaldo e credibilidade”, enfatizou.

PARA A ESTUDANTE

O reconhecimento não é surpresa para Gabrielly Souza, graduanda da Licenciatura em Física, no Campus Natal-Central do IFRN: “é apenas o retorno de todo amor e competência da instituição”, afirma. Gabrielly conta que, como discente do Instituto, desde o Técnico Integrado, percebe que a formação recebida não é apenas acadêmica, mas também humana: “todo o esforço dos docentes para passar o melhor de si para seus alunos resulta no comprometimento dos alunos com eles e com a instituição”, completa.

PARA O SERVIDOR

“Sempre acreditei no potencial do IFRN, como um todo: desde os servidores aos estudantes, que são nosso alvo. Desde sempre, o Instituto trabalha de forma democrática, para melhorar a tríade do ensino, da pesquisa e extensão”, comenta Cleonilson Mafra, professor integrante da Diretoria de Recursos Naturais (Diaren), do Campus Natal-Central. O docente fala que o reconhecimento dado pelo Web Ranking of Universities o fortalece e motiva a acreditar, realmente, na educação pública de qualidade. “Nossos alunos merecem, nossos pais dos alunos merecem, esse reconhecimento, essa bandeira da educação pública de qualidade. É como eu sempre falo: ser docente, pesquisador e/ou aluno do IFRN faz toda a diferença no mercado de trabalho. Eu sou muito satisfeito em fazer parte do corpo docente, e também ser pesquisador dessa Instituição, onde nós temos condições favoráveis ao trabalho”, conclui.

Arquivo

“A Secretaria Escolar da Escola Agrícola de Jundiaí torna pública a 4ª convocação para vagas remanescentes dos cursos técnicos da EAJ.

As matrículas serão realizadas na Secretaria Escolar exclusivamente no dia 05/02/2019 (TERÇA) das 08h às 11h. Os convocados deverão consultar o edital de matrícula e remanejamento de vagas publicado em 11 de janeiro de 2019 na página de Editais e Manuais deste certame (http://comperve.ufrn.br/conteudo/cursostecnicos/escolaagricola/2019/edital.php) para ter acesso a todas as informações (inclusive documentação necessária para efetuar a matrícula).

O candidato que não comparecer à matrícula será desclassificado e perderá o direito à vaga. Lembramos ainda que para a realização da matrícula de alunos menores de 18 anos se faz necessária a presença do pai ou da mãe.”

Arquivo em anexo: 4° CHAMADA – EDITAL COMPERVE

A Escola Estadual Alfredo Mesquita Filho  em tempo integral teve uma grande aprovação de seus alunos no Sistema de Seleção Unificada. O Sisu é a porta principal através das notas do Enem para entrada no ensino superior. Foram aprovados oito jovens em cursos de várias áreas na primeira chamada. A Escola fica localizada no bairro Alfredo Mesquita em Macaíba e está com as matrículas abertas até o dia 10 de fevereiro.

Lista de aprovados

Andrielle Peixoto – Turismo (UFRN)

Ângela Amanda – História (UERN)

Edson Carlos – Engenharia Florestal (UFRN/EAJ)

Eugênio Gomes – Ciência e Tecnologia (UFRN)

Joice Medeiros – Ciência da Religião (UERN)

Débora Alves – Filosofia (UERN)

Marlon Gabriel – Comunicação Social (UFRN)

Maria Luíza – Estatística (UFRN)

 

 

AGECOM/UERN

Uma universidade com mais representatividade e compromisso social. O Diário Oficial do Estado (DOE) publicou na edição dessa quinta-feira (31) a sanção, pela governadora Fátima Bezerra, da lei 10.480/2019, que institui as cotas étnico-raciais no sistema de cota social da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e institui o Argumento de Inclusão no âmbito da UERN. A lei preserva o percentual da cota social (50% das vagas) e a cota para pessoa com deficiência (5% das vagas).

A proposta da lei foi elaborada pela Administração Central da Universidade e encaminhada ao deputado estadual Fernando Mineiro (PT), que a apresentou na Assembleia Legislativa, onde foi aprovada por unanimidade no dia 19 de dezembro. De lá, seguiu para sanção da governadora.

“A UERN vem adotando ao longo dos anos mecanismos para minimizar as disparidades sociais e assegurar o acesso ao ensino superior. A implantação das cotas étnico-raciais, bem como a regionalização refletem um compromisso da nossa gestão e uma conquista coletiva, principalmente para o movimento estudantil”, afirma o reitor Pedro Fernandes.

A pró-reitora de Ensino de Graduação, Francisca Ramos, acrescenta que toda a proposta para implantação das cotas raciais foi discutida com o DCE (Diretório Central dos Estudantes) que levou o debate para a classe estudantil. “Como resultado dessa articulação, elaboramos a minuta que foi apresentada pelo deputado Fernando Mineiro e sancionada pela governadora Fátima Bezerra, comentou Francisca Ramos.

O subchefe de Gabinete, Esdras Marchezan, ressalta que a proposta visa garantir na UERN o atendimento às políticas de ações afirmativas que são base do projeto de uma universidade socialmente referenciada. “Com a sanção da lei, o novo sistema de cotas já será implantado nos próximos processos seletivos da Universidade. A implementação de políticas de maior acesso à Universidade e garantia de permanência dos alunos faz parte dos compromissos assumidos pela gestão atual, que tem à frente o reitor Pedro Fernandes e a vice-reitora Fátima Raquel”, comentou Marchezan.

Pró-reitor adjunto de Ensino de Graduação, Wendson Dantas explica que o Argumento de Inclusão Regional consiste em um percentual a ser acrescido na pontuação geral obtida pelo candidato no respectivo certame. Terá direito ao Argumento de Inclusão Regional o candidato que tenha cursado integralmente os ensinos fundamental e médio em escolas públicas ou privadas localizadas no Estado do Rio Grande do Norte.

O coordenador-geral do DCE/UERN, Paulo Sérgio, destaca que essa é uma vitória histórica para o movimento estudantil. “Em 2016 promovemos o Encontro de Negros e Negras da UERN, desse evento saiu a carta afirmativa onde um dos pontos era a necessidade das cotas raciais. É uma grande vitória para os estudantes que querem estudar na Universidade, mas não têm tantas oportunidades devido ao racismo estrutural em nosso País. Queremos agora uma política de permanência desses estudantes”, ressaltou Paulo Sérgio.

Em 2018, a discussão sobre a política de cotas raciais na UERN foi alvo de uma pesquisa realizada pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas Públicas (GEPP), da Faculdade de Serviço Social (FASSO). A pesquisa teve como título “Quem são, onde estão e o que dizem de si os estudantes negros do Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)”, da bolsista PIBIC/CNPq/UERN, Thaysa Lobo, e da mestranda do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Direitos Sociais (PPGSSDS) da UERN, Gabriela Soares, orientadas pela Profª. Dra. Ivonete Soares. Os dados apresentados mostraram que pouco mais de 55% dos participantes disseram ser negros, considerando a categoria adotada pelo IBGE para definir os sujeitos que se identificam como pretos ou pardos.

AVANÇOS – As políticas públicas de ações afirmativas voltadas para o negro no Brasil representam um passo fundamental para a inclusão social dessa população. De acordo com dados do IBGE, as chances de ter um diploma de graduação aumentou quase quatro vezes para a população negra nas últimas décadas no Brasil.

O Censo do Ensino Superior, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), também evidencia o aumento do número de matrículas de estudantes negros em cursos de graduação, passando de 11%, em 2011, para 30%, em 2016, ano do último Censo.

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (SME), promoveu o 1º Encontro de Gestores Escolares, no centro de convivência Pax Club, na última terça-feira (29). O encontro foi o primeiro de um ciclo de formações que acontecerá no decorrer de 2019.

O evento contou com a presença da nutricionista Mara Lorena, que falou sobre o novo cardápio da merenda escolar e do secretário municipal de Infraestrutura, Francisco Willian, que falou das obras de instalação de ventiladores e reparos nas unidades escolares. A equipe de Gestão Escolar, sob a coordenação de Juliana Lacerda, abordou durante o encontro alguns pontos relacionados à gestão das escolas.

No encerramento das atividades, a palestra Liderança e Comunicação, ministrada pelo professor Francisco Leandro Pinheiro, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), foi realizada e tratou sobre a importância da boa comunicação para uma liderança eficaz dentro do ambiente escolar.

Assecom

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe até esta sexta-feira, 1º, as inscrições para o concurso de professor substituto. Com 13 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva, a remuneração para as oportunidades pode chegar a R$ 10.043,67, com regime de trabalho de 20h ou 40h.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente via internet e a taxa é de R$ 50,00. A ficha de inscrição on-line, bem como o edital e os programas da seleção, estão disponíveis no endereço eletrônico www.sigrh.ufrn.br (Menu Concursos → Concursos Abertos → Edital 003/2019).

O resultado do Sistema de Seleção Unificada 2019 (Sisu), divulgado nesta última segunda-feira (28), trouxe uma grande alegria para a jovem, Alana Araújo, 20, moradora da Rua da Coité e ex-estudante da Escola Estadual Dr. Severiano, que conseguiu um feito inédito para um cidadão de nossa cidade: a aprovação no curso de Medicina da UFRN/Campus Caicó. Filha de uma comerciante com um funileiro mecânico, e terceira de quatro filhos, Alana falou ao Macaíba News que esse era o seu sonho desde criança e que teve que se desdobrar em duas para conseguir ser aprovada no curso mais concorrido do país, após cinco tentativas.

“Esse era o meu sonho desde criança. As brincadeiras sempre tinham algo de medicina no meio. Eu tinha que me desdobrar em duas, pois, devido ser aluna do Curso de Enfermagem na UFRN, Campus Central, eu tinha que passar o dia todo na universidade, dividindo espaço entre os assuntos da graduação e os assuntos do ensino médio. Então, é algo que não consigo mensurar. Não tenho palavras para descrever a minha alegria e a alegria dos meus familiares. Ainda estou sem acreditar. Como disse, esse era um sonho desde criança, que se tornou realidade depois de cinco tentativas. É uma vitória enorme diante de uma sociedade tão desigual e com tantas falhas na educação pública”, declarou.

Alana é um exemplo para todos os macaibenses que almejam vencer pela Educação. Com sua aprovação no curso mais concorrido do país, ela mostrou aos estudantes de escolas públicas de nossa cidade que eles têm capacidade de passar em qualquer curso, e que para isso são precisos apenas dois requisitos: sonhar e estudar. “Gostaria de agradecer a todos que me acompanharam nessa jornada, especialmente aos meus familiares e amigos que sempre acreditaram na minha capacidade – sobretudo minha mãe, por todo esforço que ela teve para me educar, por todo incentivo e por me tornar o que sou hoje”, finalizou.

Do Macaíba News

A Prefeitura Municipal de Macaíba, através da secretaria municipal de Educação (SME) convoca os candidatos aprovados no processo seletivo simplificado 001/2017, a se fazerem presentes a SME das 08h às 12h e 13h às 17h para assinatura do termo aditivo. O contratado que não atender o prazo de 72hs a partir da data de publicação desta convocação, será considerado (a) desistente.

A convocação foi publicada no Diário Oficial do município nesta segunda-feira (28).

Lista de convocação

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inicia nesta quarta-feira, 30, o cadastramento e matrícula dos convocados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os aprovados nos campi de Natal e Macaíba serão cadastrados nos dias 30, 31, 1º e 4 de fevereiro, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central, em Natal. Para os demais campi, o cadastramento ocorre nos dias 30, 31 e 1º no Centro Regional de Ensino Superior (CERES) de Caicó e entre os dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro nos campi de Currais Novos e Santa Cruz, que recebem os aprovados nos respectivos locais.

O atendimento aos candidatos acontece das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, com divisão por datas e turnos específicos para cada curso da UFRN. Devem comparecer tanto os aprovados para o primeiro quanto para o segundo semestre, que podem realizar o cadastramento por procuração pública com firma reconhecida em cartório. A pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias Vieira Almeida de Sá, ressalta a importância de consultar o edital para conferir os dias de atendimento e os documentos requeridos para verificação de conformidade com as exigências para ingresso na instituição.

O cadastramento deste ano também terá bancas de validação dos candidatos classificados para as vagas reservadas às pessoas com deficiência, incluídas no Sisu pelo segundo ano consecutivo. Na UFRN, os aprovados nesse grupo deverão apresentar os termos, exames e laudos comprobatórios para análise da banca, formada por 15 profissionais das áreas educacional, psicossocial e de saúde, que emitirá um parecer final relativo à deficiência alegada. Caso o cadastramento seja realizado por meio de procurador, o candidato deverá submeter-se à avaliação da banca em data agendada pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd).

Os documentos necessários, horários de cadastramento e outras informações estão disponíveis em edital, que pode ser acessado no endereço  www.sisu.ufrn.br.

Lista de espera

A UFRN oferece 6.933 vagas para ingresso por meio do Sisu, sendo 4.649 para o primeiro semestre e 2.284 para o 2º semestre, distribuídas entre os 107 cursos ofertados pela instituição. Os candidatos que não foram convocados têm até o dia 4 de fevereiro para manifestar no site www.sisu.mec.gov.br o interesse em participar da lista de espera, que será utilizada para preenchimento das vagas remanescentes. Neste ano, o estudante selecionado na primeira chamada regular em uma de suas opções, independentemente de ter feito a matrícula, não pode participar da lista de espera.

O resultado da segunda chamada será divulgado em 11 de fevereiro, já o cadastramento e matrícula ocorrem de 14 a 18 de fevereiro em Natal, 14 a 16 em Caicó e nos dias 14 e 15 em Currais Novos e Santa Cruz.

IFRN publica editais para Especialização em Educação Profissional a distânciaForam publicados nesta última sexta-feira (25), os editais nº 4/2019 e 5/2019, referentes a vagas para curso superior de Pós-Graduação Lato Sensu, em nível de Especialização, em Educação Profissional, na modalidade de Ensino a Distância (EaD). Divulgados pela Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN, o primeiro edital é destinado aos servidores, técnico-administrativos e docentes, da rede pública estadual e servidores que atuam na rede privada. O segundo, é exclusivo para servidores do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, totalizando 70 vagas disponíveis.

Inscrições

Os interessados devem efetuar sua inscrição entre os dias 28 de janeiro, a partir das 14h, e 14 de fevereiro, até 17h, no Portal do Candidato.

Para mais informações, acesse:

Edital 04/2019 – Curso Superior de Pós-Graduação Lato Sensu em nível de Especialização em Educação Profissional – EaD

Edital 05/2019 – Curso Superior de Pós-Graduação Lato Sensu em nível de Especialização em Educação Profissional – EaD (Exclusivo para Servidores do IFRN)

Arquivo

A Secretaria Escolar da Escola Agrícola de Jundiaí torna pública a 2ª convocação para vagas remanescentes para os Cursos Técnicos em Agroindústria e em Agropecuária na modalidade Subsequente de acordo com as condições definidas no Edital N° 07/2018.
As matrículas serão realizadas na Secretaria Escolar exclusivamente nos dias 29 e 30/01/2019 (terça e quarta) das 08h às 11h e das 13h às 16h.
 
DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA
 
§  Certificado e Histórico Escolar do Ensino Médio;
§  Comprovante de residência;
§  1 (uma) foto 3×4 atual;
§  CPF;
§  RG;
§  Reservista (obrigatório, apenas para o sexo masculino, maiores de 18 e menores de 45 anos);
§  Certidão de Nascimento;
§  Carteira de Vacina atualizada;
§  Certidão de Quitação Eleitoral, fornecida pelos órgãos da Justiça Eleitoral (cópia legível) ou obtida através do endereço eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/certidoes/certidao-de-quitacao-eleitoral/. Dispensada para os candidatos estrangeiros, os que completaram 18 anos após o dia 02/10/2016, os maiores de 70 anos e os conscritos que estejam cumprindo o serviço militar obrigatório. A certidão de quitação eleitoral NÃO será substituída pelos comprovantes de votação.
 
Caso as vagas não sejam totalmente preenchidas, teremos uma nova convocação no dia 30/01/2019 a partir das 18h.

Arquivo em anexo: Edital EAJ

 

Agência Brasil – O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (28) o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), pela internet e pelo aplicativo do Sisu. Os estudantes que não foram selecionados podem participar da lista de espera a partir de amanhã (29).

Aqueles que foram selecionados devem fazer a matrícula nas instituições de ensino no período de 30 de janeiro a 4 de fevereiro. Os estudantes devem ficar atentos aos dias, horários e locais de atendimento definidos por cada instituição em seu edital próprio.

Quem não foi selecionado pode ainda participar da lista de espera. A adesão pode ser feita na página do Sisu, a partir desta quarta-feira, até o dia 5 de fevereiro. Esses alunos serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.

A principal novidade deste ano é que os estudantes que forem selecionados em qualquer uma das duas opções feitas na hora da inscrição não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, aqueles que eram selecionados na segunda opção podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

Ao todo, o Sisu oferece, nesta edição, 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país. Puderam se inscrever no programa os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação. Segundo o MEC, 3,5 milhões de estudantes preencheram os requisitos.

Agência Brasil – Termina amanhã (27) o prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os estudantes terão acesso ao sistema até as 23h59, no horário de Brasília. A inscrição é feita pela internet.

O Sisu oferece, nesta edição, 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país. Podem concorrer às vagas os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação. Segundo o MEC, 3,5 milhões de estudantes preenchem os requisitos e podem concorrer às vagas.

Até o fim do período de inscrição, os candidatos podem mudar as opções de curso. Será válida a última opção confirmada.

Nota de corte

Nesta madrugada, à meia-noite, será divulgada a última nota de corte. A nota de corte é uma estimativa com base nos candidatos inscritos até o momento. Embora não seja uma garantia da vaga, é possível usar a informação para orientar a escolha.

Além da nota de corte, o candidato pode consultar, em seu boletim, a classificação parcial na opção de curso escolhido. A classificação parcial é calculada a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção. Trata-se, assim como a nota de corte, de uma referência e não de um garantia de vaga.

Na hora da inscrição, os estudantes podem escolher até duas opções de curso, em ordem de preferência. A principal novidade deste ano é que os estudantes que forem selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, aqueles que eram selecionados na segunda opção podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

Calendário

O resultado será divulgado na segunda-feira (28). A matrícula dos selecionados deve ser feita de 30 de janeiro a 4 de fevereiro.

Do dia 29 de janeiro ao dia 5 de fevereiro, os estudantes que não foram selecionados na chamada regular, em nenhuma das opções, podem manifestar o interesse em participar da lista de espera. Esses alunos serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.

Durante o período de inscrição, o sistema do Sisu registrou sobrecarga, o que causou lentidão e dificultou o acesso dos estudantes. Isso fez com que o MEC adiasse o fim do prazo de inscrição, que terminaria na sexta-feira (25).

Os candidatos podem acompanhar a inscrição pela internet, no site do Sisu, ou pelo aplicativo do sistema de seleção. Pelo app, é possível ter acesso às classificações parciais e notas de corte, ver o resultado final e a lista de aprovados.

Edital 43/2018, da Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN divulgado em 7/12, tornou públicas as inscrições para os cursos superiores de graduação ofertados pelo Instituto. As inscrições podem ser feitas até este domingo (27) às 23h59, de acordo com o horário oficial de Brasília/DF,  exclusivamente no Portal do SiSU. Caso o candidato não tenha acesso à internet, a inscrição poderá ser realizada presencialmente em qualquer um dos campi do IFRN, seguindo os horários pré-estabelecidos no Edital.

O documento traz os detalhes da seleção para as 366 vagas para os cursos de licenciatura (disponíveis em dez dos campi do Instituto), as 626 vagas para cursos de tecnologia (ofertadas em 12 campi), além das 40 vagas para o curso de Engenharia de Energias, no Campus Natal-Central. O edital completo está disponível abaixo.

Nota final

Para efeito de cálculo da nota final do candidato serão utilizadas as notas obtidas nas avaliações de cada uma das áreas de conhecimento do Enem 2018 (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Redação), não sendo atribuídos pesos diferenciados. O candidato que desejar participar da lista de espera deverá obrigatoriamente confirmar no Portal do SiSU o interesse na(s) vaga(s) durante o período especificado pelo Ministério da Educação, no Edital nº 83/2018. O processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2019 será constituído de 1 (uma) única chamada regular, que será divulgada no dia 28 de janeiro de 2019.

 Acesse

Edital Nº 43/2018 – Proen/IFRN

Site do Sisu

Foto: Cícero Oliveira

A reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Maria Paiva Cruz, participou de reuniões na tarde desta quarta-feira, 23, com a governadora do Estado do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, o Prefeito do Município de Natal, Álvaro Dias, e o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, para discutir a realização da edição 2019 do evento na capital potiguar.

O presidente da Campus Party, Francesco Farruggia, reforçou o caráter de desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação do evento. Ele apresentou ainda o alcance da realização em termos de divulgação turística e, consequentemente, no incremento da economia local.

No início da tarde, na reunião realizada no Centro Administrativo do Estado, a governadora do RN, Fátima Bezerra, relatou que o estado está em situação de calamidade financeira, mas que a Campus significa um investimento a médio e longo prazo para o desenvolvimento econômico e social. Dessa forma, a gestão estadual garante a participação, contando com a parceria de instituições públicas e privadas para a realização do evento.

Já no final da tarde, a discussão seguiu junto à Prefeitura Municipal do Natal, ocasião em que o prefeito Álvaro Dias também garantiu a participação da gestão municipal, com o intuito de dar protagonismo a Natal, visto que o evento trará aporte turístico e econômico à cidade durante a Campus Party.

Foto: Cícero Oliveira

Para a reitora Ângela Paiva, a UFRN enxerga no evento uma oportunidade de desenvolvimento para a cidadania potiguar, por meio da ciência, tecnologia e inovação. Dessa forma, o retorno para a cidade e para o estado é incalculável porque traz progresso e qualidade de vida para a população nos próximos anos. “É a oportunidade de o jovem sonhar com os pés no chão, de ter perspectiva de futuro pela educação”.

Como resolução do encontro, ficaram formados grupos para planejar o evento, traçar parcerias para financiamento e, como resultado viabilizar a execução da Campus Party. Participaram das reuniões o senador Jean Paul Prates, o vereador Sueldo Medeiros, representantes das secretarias estaduais de Educação, Planejamento e das Finanças, Desenvolvimento Econômico, Educação e da Cultura, além da Subsecretaria Estadual da Juventude e da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte.