Educação Arquivo

Rio de Janeiro - Candidatos chegam à Universidade Veiga de Almeida, no Maracanã, para primeiro dia de provas do Enem 2017 (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Tomaz Silva/Agência Brasil

Agência Brasil – No segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontece amanhã (12), os horários de abertura e fechamento dos portões serão os mesmos do primeiro dia de prova. Todos os portões serão abertos às 12h e fechados impreterivelmente às 13h, conforme horário de Brasília. As provas começam 30 minutos após o fechamento dos portões.

A atenção deve ser redobrada em estados que tenham fuso horário diferente ou que, ao contrário de Brasília, não estejam no Horário Brasileiro de Verão. Os candidatos devem chegar com antecedência, pois em locais grandes ou muito movimentados o tempo para achar a sala de prova pode ser maior que o esperado. Como o Enem está marcado para o fim de semana, os estudantes devem lembrar que nesses dias o número de linhas de metrô, trem e ônibus circulando costuma ser menor.

Por causa do fuso horário no Brasil, no Acre os portões fecham às 10h (horário local). Já nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima os candidatos só poderão entrar no local da prova até as 11h (horário local). Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins fecharão os portões às 12h (horário local). No Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, o horário final é 13h (horário local).

Amanhã serão aplicadas as provas de matemática e ciências da natureza, com 4h30 de duração. O candidato que sair da sala em até duas horas após o início da prova terá sua nota zerada.

Horários do Enem

Portal da UFRN – A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lança novo concurso público de provas e títulos para preenchimento de 76 vagas para o cargo de professor do magistério superior nas classes Adjunto A, Assistente A e Auxiliar para atuação em atividades de ensino, pesquisa, extensão e atividades administrativas.

As inscrições iniciam no dia 1º de dezembro e seguem até o dia 29 do mesmo mês, via Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH). As provas serão aplicadas de 19 de março a 12 de maio de 2018. As datas são divididas por Centros Acadêmicos e Unidades Acadêmicas Especializadas dos campi de Natal, Macaíba, Santa Cruz, Caicó e Currais Novos conforme quadro disposto no edital.

São parte do processo seletivo a Prova escrita (caráter eliminatório e classificatório); a Prova Didática (fase eliminatória e classificatória); a Defesa de Memorial e Projeto de Atuação Profissional (fase eliminatória e classificatória); e a Prova de Títulos (fase classificatória).
A remuneração varia de R$ 2.654,37 à 10.043,67 de acordo com o cargo e titulação dos aprovados: Especialização, Mestrado e Doutorado. Mais informações sobre o concurso público da UFRN, como áreas de conhecimento, unidades de lotação e outros detalhes constam no edital elaborado pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp).

Resultado de imagem para francisco alexandre da costa macaíba

O professor Francisco Alexandre, conhecido popularmente como “Xico Macaíba”, solicitou transferência da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Campus Central)  para o Campus Macaíba (Escola Agrícola de Jundiaí). Doutor em física pela Universidade de São Paulo (USP), Francisco Alexandre passará a integrar o corpo docente da EAJ, na UFRN vai continuar seu trabalho na pós-graduação, em Macaíba estará mais voltado ao ensino.

Em seu perfil no Facebook, os internautas comentaram a decisão do professor e o parabenizaram pelos 25 anos de trabalho na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

 

O Núcleo Permanente de Concursos (Comperve) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulgou nesta quarta-feira, 8, os locais onde serão realizadas as provas referentes ao processo seletivo de cursos técnicos da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ).

As informações estão disponíveis no site da Comperve. Para realizar a consulta, o candidato deve fornecer o número do seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) e data de nascimento. As provas da seleção serão realizadas no dia 19 de novembro e são ofertadas vagas para dez cursos técnicos da EAJ.

O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 11 de janeiro. Outras informações podem ser consultadas no edital da seleção, disponível aqui.

Resultado de imagem para escola de saúde da ufrn

Divulgação

A Escola de Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (ESUFRN) está com inscrições abertas até o dia 17 de novembro para seleção simplificada de contratação de profissionais para atuarem como professores mediadores do curso técnico de Gerência de Saúde, por meio do sistema Rede e-Tec Brasil/Mediotec EAD. Os selecionados formarão cadastro de reserva.

O curso é ofertado na modalidade a distância com encontros presenciais nos polos de Assú, Currais Novos, João Câmara, Mossoró, Natal, Pau dos Ferros, Santa Cruz e São José do Mipibu.

Estão sendo ofertadas vagas em dois blocos de componentes curriculares. Para o primeiro bloco é exigido curso de formação superior na área de administração ou gestão hospitalar; além de experiência comprovada de ensino na área da saúde ou de atuação profissional em serviços de saúde.

Para o segundo bloco, é exigido curso de formação superior na área da saúde, com pós-graduação em saúde coletiva, saúde pública, gestão em saúde, epidemiologia ou saúde da família; além de experiência comprovada de ensino na área da saúde ou de atuação profissional em serviços de saúde.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizas pelo o e-mailgerenciaetec@gmail.com. A Comissão de Seleção confirmará a inscrição em até 24h. Mais informações sobre o processo seletivo podem ser adquiridas no edital.

Resultado de imagem para josé alcantara macaiba

Nota de esclarecimento sobre a alteração do nosso PCCS lei 1466/09.

O que aconteceu foi uma adequação em conformidade a lei federal a 11.738/08 onde fala da hora atividade extra classe que diz: “ Art. 2º § 4o Na composição da jornada de trabalho, observar-se o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educandos”.

Neste caso nós professores de Macaíba temos 1/3 para atividades extra classe (Sem o aluno) como a gente tem 30 horas semanas, fica 20 horas que é igual a 2/3 com os educandos e 10 horas para atividades extra classe. Só que no nosso PCCS a lei 1466/09, no Art. 24 que falava da nossa carga horária dizia que a gente tinha 25% da nossa jornada de trabalho que é de 30 horas, para atividades extra classe, neste sentido, estava errado, pois 25% é igual a 1/4 que é menor que 1/3 como define a lei federal, neste caso, foi uma adequação, ficando 20 horas com os educandos e 10 horas para atividades extra classe, sendo que os professores não podem ultrapassarem de 20 aulas semana, outra questão, é que a gente tem que trabalhar com os alunos 4 horas diárias, para saber quantos minutos vai ter uma aula, é só dividir 4 horas por 5 aulas que é igual a 240 minutos às 4 horas, dividido por 5 aulas dar 48 minutos, neste caso fica em 45 minutos cada aula, por motivo do intervalo de 15 minutos. 


Neste sentido, o Sinsemac Macaíba Sindicato dos Servidores Públicos Municipais vem afirmar que não tivemos perda nenhuma na nossa carga horária perante a lei federal.

 

A Escola Agrícola de Jundiaí, Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), está com edital aberto para contratação temporária de professores e auxiliares administrativos. São oferecidas 52 vagas, sendo 48 destinadas a professores, e quatro vagas para auxiliares administrativos. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas online.

Os interessados em participar da seleção devem realizar suas inscrições preenchendo o formulário eletrônico disponível aqui até o dia 16 de novembro. É preciso inserir documentações comprobatórias da formação acadêmica e experiências profissionais. Cada candidato pode se inscrever em até duas vagas.

Os profissionais selecionados atuarão nos cursos de formação inicial e continuada (FIC), ofertados através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), nos municípios de Canguaretama, Luís Gomes, Major Sales, Natal, Parelhas, Pau dos Ferros, Rafael Fernandes, Riacho de Santana, Santana do Seridó, Serra de São Bento, Serra Negra do Norte, Serrinha, Serrinha dos Pintos, Umarizal e Vera Cruz.

Aws4 request&x amz signedheaders=host&x amz signature=229c0972dcec05be2325715de6f1e7d32b0da1b093a2f3d1bb2f691654196943

Em evento realizado na última quarta-feira (1), supervisores e representantes de prefeituras participaram do Encontro de Integração Institucional para discutir a oferta de cursos do Pronatec, modalidade Educação de Jovens e Adultos(EJA) na Escola Agrícola de Jundiaí. 

Durante a abertura, o diretor da Escola Agrícola de Jundiaí destacou a importância da atuação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no RN. “A Escola Agrícola de Jundiaí iniciou a oferta de cursos do Pronatec com apenas cinco cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) em 2011, hoje estamos presentes em mais de 130 municípios com cursos FIC e técnicos. É muito bom ver o programa com novas ofertas promovendo acesso à educação e cidadania. Diante disso, precisamos realizar encontros internos formativos para orientar a atuação dos colaboradores e melhorar ainda mais o atendimento ao aluno”. 

Na oportunidade, os representantes das prefeituras de 15 municípios do RN contemplados pela oferta de cursos de formação inicial e continuada (FIC) receberam orientações sobre o perfil dos alunos beneficiados, matrícula e apoio pedagógico. 

Para Coordenador Geral do Pronatec- Escola Agrícola de Jundiaí, Prof. João Inácio da Silva Filho, a oferta de cursos para jovens e adultos ajudará a promover a cidadania e a inserção socioprofissional para o público atendido. “Com Pronatec EJA, novos cursos serão ofertados e mais norteriograndenses vão ter a oportunidade de retomar os estudos e receber formação profissional voltada para atender as demandas do mercado de trabalho, alavancando assim o o desenvolvimento econômico, cultural, social e educacional dos municípios localizados áreas mais remotas do nosso estado”. 

Do Portal do Pronatec EAJ UFRN

Arquivo

A Secretaria Municipal de Macaíba definiu quais escolas que irão realizar eleição direta para escolha dos diretores e vice-diretores. Ao todo serão quinze escolas que terão eleição direta e democrática, professores, funcionários e alunos irão decidir quem serão os próximos gestores  escolar. Segue abaixo a relação de escolas que vão realizar o processo de eleição direta.

A comissão eleitoral que vai organizar as eleições já foi definida, o professor José Monteiro irá presidir a comissão, para saber quem são os outros   membros basta acessar o boletim oficial da última quarta-feira (01). Clique aqui!

I- Esc. Mun. Auta de Souza
II- Esc. Mun. Alfredo Lira
III- Esc. Mun. Anita Alves Maciel
IV- Esc. Mun. Câmara Cascudo
V- Esc. Mun. Dayse Hall
VI- Creche Profª Marliete Freire
VII- Esc. Mum. Fabrício Gomes Pedroza
VIII- Esc. Mun. Elviro Xavier
IX- Esc. Mun. Luiz Gabriel da Costa
X- Esc. Mun. José Mesquita
XI- Esc. Mun. Luiz Cúrcio Marinho
XII- Esc. Mun. Marliete Freire
XIII- Esc. Mun. Santa Luzia Capoeiras
XIV- Esc. Mun. Manoel Simplício
XV- Esc. Mun. Manoel Luiz de Araújo
XVI- Esc. Mun. Maria do Carmo
XVII- Esc. Mun. Padre João Maria
XVIII- Esc. Mun. Profº João Faustino
XIX- Esc. Mun. Rodolfo Helinsk
XX- Esc. Mun. Santa Luzia Cajazeiras

As informações  sobre o processo das eleições segue neste link, clique aqui!

Brasília - Alunos chegam no Uniceub, para prova do Enem (Valter Campanato/Agência Brasil)

Valter Campanato/Agência Brasil

Agência Brasil – As primeiras provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano foram bastante focadas na interpretação de textos, gráficos, mapas e imagens. Hoje (5), os alunos fizeram provas de redação, linguagens e ciências humanas.

Segundo o professor de geografia Cláudio Hansen, gerente pedagógico do curso onlineDescomplica, nas provas de hoje, a necessidade interpretativa ficou bastante evidente. “Foi uma prova que valorizou aquele aluno que fez muitos exercícios, que conhecia o Enem, que fez os exames anteriores, que se esforçou e tinha toda essa bagagem”, disse.

Um dos destaques da prova, segundo o professor, foi a cobrança sobre a estrutura política brasileira e os Três Poderes. “Mais do que nunca, foi cobrado sobre a noção de Executivo, Legislativo e Judiciário e principalmente como eles se relacionam na estrutura brasileira”, ressaltou. Uma das questões falava sobre as interferências do Poder Judiciário no Legislativo e outra, sobre o baixo número de mulheres em cargos públicos.

Alguns assuntos mais esperados para atualidade não foram cobrados, como a geopolítica atual envolvendo Síria, Venezuela, Coreia do Norte e refugiados. Mas o exame manteve a clássica cobrança sobre a geopolítica dos Estados Unidos, principalmente sua presença militar.

Também foi abordado o reconhecimento da Palestina como Estado observador da Organização das Nações Unidas (ONU). Na parte de sociologia, apareceram filósofos clássicos como Aristóteles e Kant, mas alguns como Platão e Marx não foram cobrados.

O professor ficou surpreso com a baixa cobrança de questões ambientais, que é uma marca do Enem, e o fortalecimento da cobrança sobre geografia física. “Foram questões que exigiram o conhecimento de geografia física. Isso vai dar um destaque muito grande para os alunos que estudaram”. A construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte foi abordada em uma questão interpretativa, na qual os alunos tinham que ler um gráfico e responder sobre a geração de energia e os impactos no meio ambiente.

Em história, foram abordados assuntos clássicos como escravidão, nazismo e campos de concentração, assim como a Inconfidência Mineira. “Ao meu ver, exigindo não só conhecimento, mas um grau de interpretação. As questões de história ganharam uma complexidade não necessariamente no tema, mas no formato da questão”, disse Hansen.

A prova de linguagens valorizou questões literárias. “Cobrou coisas muito clássicas e esperadas como gênero textual, funções da linguagem e questões muito interpretativas, como é esperado da prova de linguagem, como questões de propagandas e interpretação de textos clássicos”, acrescentou o professor.

TV Brasil transmite hoje à noite o programa Caiu no Enem, em que professores comentarão, ao vivo, as questões do primeiro dia de provas do Enem.

Foto: Arquivo

Agência Brasil – O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano é Desafios para Formação Educacional de Surdos no Brasil.

A informação foi divulgada agora há pouco pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em sua conta no Twitter.

Pela primeira vez, o Enem terá videoprovas em Linguagem Brasileira de Sinais (Libras).

Hoje (5) é o primeiro dia de prova do exame, e também terá provas de linguagens e ciências humanas. Os candidatos têm cinco horas e 30 minutos para concluir a prova. O exame começou a ser aplicado às 13h30, no horário de Brasília, para cerca de 6,7 milhões de candidatos em todo o país.

O tema deste ano segue a tendência das últimas edições do Enem, que costuma abordar temas sociais. No ano passado, o tema foi Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil. Violência contra a mulher, publicidade infantil, lei seca e movimento imigratório também foram abordados nos últimos anos.

Portal IFRN – Coordenado pelos professores Plácido Neto (IFRN Campus Natal – Central) e Genoveva Vargas-Solar (CNRS – França), o Campus Natal-Central do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, em parceria com o Laboratoire d’Informatique de Grenoble (França), realiza a 2ª Escola Franco-Brasileira de Big Data e Cidades Inteligentes. O evento acontece entre os dias 8 e 10 de novembro, com o objetivo de reunir especialistas que trabalham em cidades inteligentes e tópicos relacionados, como internet das coisas, Big Data e computação em nuvem, que permitam a construção de infraestruturas necessárias capazes de incorporar inteligência a esses ecossistemas.

Com palestrantes de diversas instituições brasileiras e francesas, como o Instituto Federal de São Paulo (Brasil), Universidade Federal de Pernambuco (Brasil), CNRS (França), Universidade de Paris (França) e Universidade de Toulouse (França). Além disso, participarão da programação profissionais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Brasil), do Laboratório Franco-Mexicano de Informática e Sistemas de Controle – LAFMIA (França/México) e do Barcelona Supercomputing Center – BSC (Espanha), o encontro tem o intuito de discutir tópicos relevantes no que diz respeito à análise de Big Data e ao desenvolvimento de cidades inteligentes.

Assim, o comitê de organização da Escola Franco-Brasileira de Big Data e Cidades Inteligentes 2017 convida cientistas, jovens e seniores interessados em Cidades Inteligentes a participar da 2ª edição da escola. O evento ocorrerá em língua inglesa e não haverá tradução simultânea. Para se inscrever, acesse o site.

Sobre o evento:

Cidades Inteligentes é uma iniciativa mundial que leva a explorar melhor os recursos em uma cidade para oferecer serviços de nível superior às pessoas. As cidades inteligentes estão relacionadas a detectar o status da cidade e atuar de novas formas inteligentes em diferentes níveis: pessoas, governo, carros, transportes, comunicações, energia, edifícios, bairros, armazenamento de recursos, etc.

Serviço:

O que: 2ª Escola Franco-Brasileira de Big Data e Cidades Inteligentes

Quando: 8 a 10 de novembro

Onde: Miniauditório do Campus Natal-Central do IFRN

Acesse:

Site do evento

Link para inscrição

Portal da UFRN – Entre os dias 6 e 10 de novembro, a Universidade Federal Rio Grande do Norte (UFRN) realiza a IX Semana de Engenharia de Alimentos destacando o tema A Indústria Sustentável. O evento conta em sua programação com visitas técnicas, minicursos e um ciclo de palestras.

De acordo com a organização, a proposta é promover a discussão de pesquisas desenvolvidas na área de alimentos, aproximar as empresas do estado dos futuros profissionais e propiciar um intercâmbio de conhecimento entre entidades, empresas, parceiros e a Universidade.
Mais informações podem ser conferidas na página da IX Semana de Engenharia de Alimentos no Facebook .

Resultado de imagem para ufrn

Portal da UFRN – O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), aprovou a criação de novos programas de pós-graduação em sessão extraordinária na última terça-feira, 31 de outubro. Um deles é destinado ao Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), para implantação do mestrado acadêmico em História.

Também foram aprovados os mestrados profissionais em Produção de Petróleo e Gás, vinculado ao Centro de Tecnologia (CT), e Segurança Pública, vinculado ao Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). Já a pós-graduação em Ciências Odontológicas, nas modalidades mestrado e doutorado acadêmico, se dá a partir da fusão dos programas em Patologia Oral e Saúde Coletiva.

A consolidação dos programas ficará condicionada à aprovação da proposta pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC).

Brasília - Candidatos participam da segunda aplicação do Enem 2016

Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo Agência Brasil

Agência Brasil – Depois da preparação para as provas, o desafio dos candidatos que vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é se organizar para não chegar atrasado no dia da prova. Todos os portões serão abertos às 12h e fechados impreterivelmente às 13h, conforme o horário de Brasília. As provas começam 30 minutos após o fechamento dos portões.

A atenção deve ser redobrada em estados que tenham fuso horário diferente, ou que, ao contrário de Brasília, não estejam no Horário Brasileiro de Verão. Os candidatos devem chegar com antecedência, pois em locais grandes ou muito movimentados o tempo para achar a sala onde farão a prova pode ser maior que o esperado.

No Acre, os portões fecham às 10h (horário local). Já nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima os candidatos só poderão entrar no local da prova até as 11h (horário local). Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins fecharão os portões às 12h (horário local). No Distrito Federal, Espírito Santo, em Goiás, Minas Gerais, no Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa em Catarina e São Paulo, o horário final é 13h (horário local).

Neste ano, o Enem será realizado em dois domingos: nos dias 5 e 12 de novembro. No primeiro domingo (5) serão aplicadas as provas de linguagens, ciências humanas e redação, com 5 horas e 30 minutos de duração. No segundo domingo (12), vão ser realizadas as provas de matemática e ciências da natureza, com 4 horas e 30 minutos de duração. Nos dois dias, o candidato que sair da sala em até duas horas após o início da prova terá sua nota zerada.

Como o Enem está marcado para o fim de semana, os estudantes devem lembrar que nesses dias o número de linhas de metrô, trem e ônibus circulando costuma ser menor. Uma dica é, antes do dia do exame, fazer o percurso até o local da prova para conhecer com antecedência o trajeto e ter noção do tempo gasto.

O que levar

No dia do exame é obrigatória a apresentação de um documento oficial de identificação com foto. Pode ser a carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, carteira de reservista ou passaporte. Não serão aceitas cópias, nem mesmo as autenticadas. Carteira de estudante não é considerado documento oficial. Se o candidato perdeu o documento ou teve o documento roubado, deverá apresentar um Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação.

Outro item obrigatório é caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. O cartão de comprovação de inscrição, que deve ser impresso na página do Enem, não é obrigatório, mas é recomendável levar para ter acesso mais fácil a dados como o local e a sala da prova.