Educação Arquivo

A Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN divulgou hoje (29) o resultado final dos pedidos de isenção da taxa de inscrição do Exame de Seleção 2019, conforme o Edital 29/2018. É possível consultá-lo na Área do Candidato, no Portal do Candidato.

Em caso de indeferimento do pedido, para terem suas inscrições confirmadas no referido processo seletivo, é necessário que os candidatos gerem e paguem o boleto bancário uma taxa de R$ 30, referente ao valor da inscrição, até o dia 4 de setembro. As inscrições continuam abertas até o dia 3 de setembro.

Prova e resultados

As provas do Exame de Seleção serão aplicadas no dia 14 de outubro de 2018. No dia da prova, os participantes devem comparecer ao local definido portando documento oficial com foto, cartão de inscrição impresso e com uma caneta esferográfica transparente preta. O resultado final está previsto para ser publicado no dia 04 de dezembro de 2018. Os candidatos aprovados devem realizar as pré-matrículas entre 07 e 09 de janeiro de 2019, no campus selecionado para ingresso.

Acesse:

Portal do Candidato

Página do Processo Seletivo

Ministério da Educação nega vínculo com livro citado em vídeo

Foto: Portal Brasil

Em janeiro de 2016, o Ministério da Educação desmentiu o boato que estaria distribuindo o livro conhecido popularmente como “kit gay“.

Leia a nota na íntegra

Ministério da Educação (MEC) informa, em nota, que não produziu e nem adquiriu ou distribuiu o livro “Aparelho Sexual e Cia”, que, segundo vídeo que circula em redes sociais, seria inadequado para crianças e jovens brasileiros. O MEC afirma ainda que não há qualquer vinculação entre o ministério e o livro, já que a obra tampouco consta nos programas de distribuição de materiais didáticos levados a cabo pela pasta.

O vídeo que circula nas redes sociais sustenta que o governo distribuiu e, assim, estaria “estimulando precocemente as crianças a se interessarem por sexo”.

O Ministério da Educação informa que o livro em questão é uma publicação da editora Cia das Letras e que a empresa responsável pelo título informa, em seu catálogo, que a obra já vendeu 1,5 milhão de exemplares em todo o mundo e foi publicada em 10 idiomas.

As informações equivocadas presentes no vídeo, inclusive, repetem questão que tinha sido esclarecida anos atrás. Em 2013, o Ministério da Educação já havia respondido oficialmente à imprensa que “a informação sobre a suposta recomendação é equivocada e que o livro não consta no Programa Nacional do Livro Didático/PNLD e no Programa Nacional Biblioteca da Escola/PNBE”.

O ministério também disse que a revista Nova Escola, edição 279, de fevereiro de 2015, que traz a matéria “Educação sexual: Precisamos falar sobre Romeo…”, uma  reportagem sobre sexo, sexualidade e gênero, dirigida a professores, “não é uma publicação do MEC, e sim da Editora Abril”.

“O vídeo que apresenta as obras como sendo do MEC, em nenhum momento, comprova a vinculação do Ministério aos materiais citados, justamente porque essa vinculação não existe”, enfatiza a nota, divulgada pelo ministério.

Fonte: MEC

IFRN é terceiro lugar do país na Olimpíada Nacional de História do Brasil

Do Portal IFRN – O Rio Grande do Norte foi um dos 11 estados que conquistou medalhas de ouro, prata ou bronze na grande final da 10ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB). O IFRN, terceiro lugar do país, ganhou 10 das 13 medalhas do estado: foram seis de bronze, três de prata e uma de ouro. Realizada entre 18 e 19 de agosto, na Universidade de Campinas-SP, a ONHB reuniu 311 equipes em sua final.

 

Medalhistas

Dos campi do IFRN que participaram da final dessa edição, quatro foram medalhistas, conforme tabela abaixo:

Campus Equipe Medalha
Natal Central Goteira Urbana Ouro
Nova Cruz Millennium Prata
Mossoró Mosqueteiros Prata
Mossoró Villas Boas Prata
Natal Central Filhos do Potengi Bronze
Natal Central Fora da sala de jantar Bronze
Natal Central Roda Viva Bronze
Santa Cruz Amélias Bronze
Mossoró Até Quando Bronze
Mossoró Três Potências Bronze

 

Campus Nova Cruz do IFRN teve nove equipes inscritas na ONHB. Delas, a Millennium, formada por Josué Basílio de Lima Junior, Karinne Grazielle Oliveira Silva e André Souza de Lima, alunos dos cursos de Administração e Química do Campus Nova Cruz, sob orientação da professora Patrícia Oliveira, conquistou uma medalha de prata. Pelo Campus Santa Cruz foram medalhistas as estudantes Déborah Karine Silva de Lima, Hévilla Daynara do Nascimento Gusmão e Maria Clara da Costa Medeiros, do curso de Mecânica, orientadoras por Paulo Rikardo Pereira Fonseca da Cunha. Integrando a equipe Amélias, as meninas ficaram com um dos bronzes.

Já o Campus Mossoró conquistou duas medalhas de bronze (Três Potências e Até Quando) e duas de prata (Mosqueteiros e Villas Boas), além das de Honra ao Mérito para as equipes Almodóvar, Triplex, Triuno e The Olympians. Os estudantes que compuseram as oito equipes finalistas do Campus foram acompanhados pelo professor Gerardo Júnior.

Das equipes inscritas pelo Campus Natal Central, nove viajaram a Campinas, para a finalíssima da ONHB. Lá conquistaram quatro medalhas: três de bronze e uma de ouro. Representando a unidade, “a primeira de bronze foi de uma equipe orientada pelo professor Sérgio Trindade. A segunda, foi de uma equipe orientada pelo professor Reginaldo Carlos e a terceira medalha de bronze foi de uma equipe sob a minha orientação. A medalha de ouro foi também de uma equipe orientada por mim”, disse Francisco Carlos. Segundo ele, todas as demais equipes que foram à final receberam medalhas de Honra ao Mérito: “afinal, esse conjunto de equipes finalistas concorreram com mais de 14 mil equipes de todo o Brasil”, finalizou.

ONHB 

Para a coordenadora da Olimpíada, Cristina Meneguello, a 10ª edição foi um sucesso e conseguiu atrair novos participantes: “Tivemos algumas surpresas nas medalhas e uma distribuição interessante pelos estados. Estamos satisfeitos com um projeto que já tem uma estrutura e tende a crescer cada vez mais”, disse. A Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) é um projeto realizado pelo Departamento de História da Unicamp. Participam alunos matriculados nos 8º e 9º anos do ensino Fundamental e todos os anos do Ensino Médio. O projeto tem apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTic), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Programa de Pós-Graduação em História da Unicamp.

Com informações da Assessoria da 10ª ONHB

Macaíba no Ar

A Instalação do Parque Tecnológico do Rio Grande do Norte (Potypark), no campus de Macaíba da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), foi o tema de reunião na manhã desta segunda-feira, 20, envolvendo a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, o secretário Extraordinário para Gestão de Projetos no RN, Vagner Araújo, o prefeito de Macaíba, Fernando Cunha, o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (Fapern), João Maria de Lima, o vice-reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo, além de membros da bancada federal do estado.

Planejado para desenvolvimento de polos de inovação e empreendedorismo nas áreas de energia eólica, solar, mineração, aquicultura, pesca, têxtil, fruticultura, turismo e serviços avançados, o Potypark está inserido dentro do contexto do Projeto Integrado de Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Norte (RN Sustentável), financiado com recursos do Banco Mundial. O objetivo implícito que circunda a iniciativa é conquistar empresas e gerar empregos com base tecnológica.

Ângela Paiva explicou que a UFRN tem capacidade de infraestrutura, conhecimento científico e logística para dar suporte ao funcionamento do Parque Tecnológico do Estado. O secretário estadual também ressaltou que a opção pela instalação do Potypark dentro dos limites do campus da UFRN, em Macaíba, recebe aval e endosso dos técnicos do Banco Mundial, e que, na situação proposta, a universidade passa a liderar a concepção de inovação acadêmica e científica que está entrelaçada à ideia de instalação do Parque Tecnológico. O gestor estadual comprometeu-se a enviar os projetos de viabilidade para a UFRN, a qual analisará a pertinência, fazendo os encaminhamentos institucionais.

As inscrições para o I Encontro de Práticas Educativas Digitais (e-PED) continuam abertas até o dia 31 de agosto. O evento, que acontece entre os dias 10 e 12  de setembro, no Centro de Educação, é realizado pelo Laboratório de Tecnologia Educacional (LTE), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O e-PED vai discutir sobre a onipresença das tecnologias digitais na vida cotidiana e na prática docente, repensando as dimensões do processo educativo – currículo, ensino, aprendizagem, avaliação e inclusão – na perspectiva de uma educação sobre as mídias. Interessados em submeter trabalhos têm até o dia 19 de agosto para realizar o envio.

O evento do LTE e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Meios de Comunicação e Educação (Combase) do CE conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação e é aberto a alunos das licenciaturas e profissionais da Educação Básica. Mais informações sobre a programação estão disponíveis no site.

Os Processos seletivos para nível Técnico Subsequente e modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA), referentes aos editais 31 e 32/2018, respectivamente, estão abertas a partir das 14h de hoje (16), e ficarão disponíveis até às 18h do dia 03 de setembro. O ingresso é para o primeiro semestre letivo de 2019, conforme o número de vagas e cursos relacionados no quadro do Anexo I dos editais.

As  inscrições deverão ser realizadas pelo Portal do Candidato, e para gerar o boleto de pagamento, o candidato deverá fazer o seu login no Portal, fornecendo o CPF e senha cadastrados durante o processo de criação de sua conta. Em seguida, acessar o menu “Minhas Inscrições“, escolher o processo desejado e selecionar o botão “Gerar Boleto“. O candidato deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30,00 (trinta reais) até o dia 04 de setembro.

As provas serão realizadas no dia 21 de outubro das 08 às 12h nas cidades onde os candidatos, se aprovados, serão matriculados e frequentarão os cursos. O resultado preliminar será divulgado a partir do dia 03 de dezembro; em ambos os casos, no Portal do Candidato do Sistema Gestor de Concursos (SGC), do IFRN.

Confira os editais:

Edital 31/2018 PROEN/ IFRN

Edital 32/2018 PROEN/IFRN

Agência Brasil – O presidente Michel Temer sancionou agora à noite a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019, aprovada no mês passado pelo Congresso Nacional. O texto sancionado tem 17 vetos, mas Temer decidiu manter a emenda proposta pelo Legislativo que previa a correção do orçamento da educação pela inflação deste ano. A sanção, com os vetos e justificativas, será publicada na edição desta quarta-feira (15) do Diário Oficial da União.

Com a sanção da LDO, resta agora ao governo apresentar ao Congresso Nacional o Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa), que vai detalhar o volume de recursos disponíveis para todas as áreas ao longo do ano que vem. O prazo para envio da Ploa vai até o próximo dia 31.

Antes da sanção presidencial, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão chegou a informar que a correção do orçamento da educação pela inflação seria vetada na LDO. Em entrevista no início da noite, o ministro do Planejamento, Esteves Colnago, justificou que o governo trabalharia para apresentar um volume de recursos para a educação maior do que o que a LDO previa. “Nesse sentido, há uma desnecessidade da emenda. A manutenção criaria um engessamento do texto. A gente vetou, mas vamos garantir mais recursos do que aquilo que foi garantido pelo texto proposto”, disse o ministro, antes de Temer desistir do veto.

Temer, no entanto, aceitou a recomendação do Planejamento de vetar o dispositivo que atrelava a destinação de recursos para o Ministério da Saúde da mesma forma, isto é, mantendo no Orçamento de 2019 os mesmos recursos do ano anterior corrigido pela inflação. A maioria dos vetos apresentados retira a obrigação de aplicação de recursos em determinadas áreas, além de criar o que o ministro chamou de “sub-tetos” para proteger recursos de outras áreas.

Regra de ouro

Michel Temer também decidiu vetar o item que obrigava o próximo presidente da República a enviar uma proposta de emenda constitucional (PEC) alterando a chamada regra de ouro. Introduzida pelo Artigo 167 da Constituição de 1988, a regra de ouro estabelece que o governo só pode se endividar para fazer investimentos (como obras públicas e compra de equipamentos) ou para refinanciar a dívida pública. Gastos correntes do governo federal, como salários de servidores, serviços, passagens e diárias, não podem ser financiados pela dívida pública.

Também foi retirada a obrigação de o governo apresentar, até 31 de março do ano que vem, um plano para reduzir os gastos com benefícios tributários, dos atuais 4% do Produto Interno Bruto (PIB) para 2%, no período de 10 anos. No anexo da LDO, o governo retirou as 112 prioridades e metas que haviam sido incluídas por meio de emendas do Legislativo. Com isso, foram mantidas apenas as 23 metas propostas no projeto enviado pelo Executivo.

Outro item vetado foi o dispositivo que limitava a realização de concursos público apenas para cinco áreas, como educação, saúde e segurança. Com a exclusão desse dispositivo, o governo alega que poderá haver concursos para outras áreas.

Reajuste dos servidores

Com relação ao reajuste de servidores públicos em 2019, o governo informou que a LDO sancionada não traz impacto para os aumentos salariais já estabelecidos em lei. “É preciso distinguir novos aumentos daqueles aumentos que foram concedidos há 3 ou 4 anos atrás. Aquilo que foi concedido, há uma lei que já garante esses aumentos”, afirmou Colnago. O ministro do Planejamento explicou, no entanto, que a LDO foi aprovada sem o dispositivo que autoriza novos reajustes salariais, como determina o artigo 169 da Constituição Federal. “[Esse artigo] exige que haja, sim, dentro da LDO, uma autorização específica para concessão de [novos] aumentos. Esse texto hoje não existe na LDO, precisaria ter um projeto de lei orçamentária alterando a LDO. Isso é uma coisa que está em discussão dentro do governo”, apontou.

Sobre o reajuste dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), aprovado na semana passada, e que pode gerar impactos de até R$ 4 bilhões, o secretário de Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, George Soares, afirmou que cada Poder tem autonomia para propor reajuste e ele deverá constar no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa), que será apresentado em 15 dias. “Se o Poder Judiciário colocar [o aumento] na proposta dele [para o Ploa 2019], vai com o recurso [previsto]”.

A Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN publicou ontem (14), o Resultado Final do processo seletivo para vagas remanescentes de Cursos Superiores de Pós-Graduação Lato Sensu em nível de Especialização, de acordo com o Edital Nº 26/2018. As atividades dos alunos aprovados terão início ainda em 2018.2.

O Extrato de Desempenho dos candidatos ficará disponível no Portal do Candidato a partir das 14h. A lista de aprovados pode ser conferida clicando aqui. As matrículas ocorrerão nos dias 15 e 16 de agosto nos campi ofertantes, de acordo com horário estabelecido no Anexo I do Edital 26/2018.

No dia 24 de agosto , a Gestarc – Consultoria Júnior em Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realiza o I Encontro Regional de Proteção Animal e Ambiental do Litoral Sul.

Promovido em parceria com o Instituto de Proteção Animal e Ambiental (IPAARN), o tema central do evento é “O Desenvolvimento Sustentável em Áreas de Vulnerabilidade Socioambiental”, e se propõe a ser um momento de discussão sobre como desenvolver as potencialidades regionais do Litoral Sul, explorando os recursos naturais com responsabilidade e respeito ao meio ambiente.

O evento acontece no Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), campus Canguaretama, e contará com a presença membros da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal, entre outras instituições e projetos de relacionados com a temática proposta. A programação completa pode ser conferida aqui.

Divulgação

A Undime realizará, de 14 a 17 deste mês, o 7º Fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação, em Recife, com o tema “O direito à educação e a garantia ao acesso, à permanência e à aprendizagem”.

O secretário de Educação de Macaíba, Domingos Sávio, participará do Fórum juntamente com mais 570 dirigentes municipais, ao qual a Undime firmou termo de fomento com o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) a fim de garantir o financiamento de passagens aéreas para cidades consideradas prioritárias. Domingos Sávio é secretário de Relações Institucionais da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação no Rio Grande do Norte.

A expectativa é que o Fórum reúna aproximadamente 1.500 participantes, entre dirigentes municipais de educação e educadores de todo o país. A proposta do Fórum é pautar assuntos relacionados ao financiamento da educação; implementação da Base Comum Curricular; papel do professor no processo de ensino e aprendizagem; políticas e programas para garantir o direito à educação, além de questões ligadas ao acesso, à permanência e à aprendizagem, entre outros.

Ao todo, serão quatro dias de atividades, divididas entre conferências, palestras, mesas redondas, oficinas temáticas e visitas às salas de atendimento governamental (FNDE, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep, Secretaria de Articulação com os Sistemas e Ensino – Sase e entre outros).

IFRN divulga edital de seleção para Mestrado em Educação Profissional

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional (PPGEP), do IFRN divulgou nesta quinta-feira (09), o edital 02/2018 referente à abertura do processo seletivo para a turma de mestrado Acadêmico em Educação Profissional 2019.1.

O programa oferece, para ingresso no primeiro semestre letivo, 20 vagas distribuídas nas seguintes linhas de pesquisas: Políticas e Práxis em Educação Profissional; e Formação Docente e Práticas Pedagógicas. São aceitas as inscrições de candidatos portadores de diploma de curso superior de graduação ou equivalente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

O processo seletivo é constituído por três etapas. Na primeira, prevista para acontecer no dia 21 de outubro de 2018, os candidatos participam de uma prova escrita; seguido da 2º etapa, que consiste na análise do projeto de pesquisa, e na última fase, os(as) candidatos(as) aprovados nas etapas 1 e 2, serão entrevistados.

Inscrições

As inscrições acontecem no período de 01 a 28 de setembro, através do portal do candidato, sendo necessário possuir cadastro. O resultado final do processo de seleção será divulgado no dia 12 de dezembro 2018 pelo portal do IFRN, e estará disponível também, a partir dessa data, na área do candidato.

Acesse:

Edital 02/2018 – PPGEP

Publicado Edital para Técnico Subsequente e PROEJA

A Pró-Reitoria de Ensino divulgou ontem (10) os editais nº 31/2018 e 32/2018 – PROEN/ IFRN referente a inscrições para os Processo Seletivo dos cursos técnicos de nível médio subsequente e na forma integrada na modalidade Educação de Jovens e Adultos (PROEJA), respectivamente, ofertados pelo IFRN. O ingresso é para o primeiro semestre letivo de 2019, conforme o número de vagas e cursos relacionados no quadro do Anexo I dos documentos.

As  inscrições deverão ser realizadas pelo Portal do Candidato, a partir das 14h do dia 16 de agosto, até às 18h do dia 3 de setembro. Para gerar o boleto de pagamento, o candidato deverá fazer o seu login no Portal, fornecendo o CPF e senha cadastrados durante o processo de criação de sua conta. Em seguida, acessar o menu “Minhas Inscrições”, escolher o processo desejado e selecionar o botão “Gerar Boleto”. O candidato deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30,00 (trinta reais) até o dia 04 de setembro.

Candidatos com direito a isenção (conforme item 15 dos Editais) deverão preencher formulário disponível no Portal, a partir do dia 16, até às 22h do dia 22 de agosto. O resultado preliminar da isenção será divulgado no dia 27 de agosto. E o final, após o prazo de interposição e análise de recursos, no dia 30 do mesmo mês.

As provas do Processo Seletivo serão realizadas no dia 21 de outubro das 08h às 12h nas cidades onde os candidatos, se aprovados, serão matriculados e frequentarão os cursos. O resultado preliminar será divulgado a partir do dia 03 de dezembro; ambos no Portal do Candidato no Sistema Gestor de Concursos (SGC), do IFRN.

Para todas as informações sobre os certames acesse:

Edital 31/2018 – PROEN/IFRN

Edital 32/2018 – PROEN/ IFRN

O Exame de Seleção 2019, realizado através de processo seletivo, dará acesso a 3.148 vagas distribuídas em 82 cursos técnicos integrados ao ensino médio em 20 campi espalhados pelo Rio Grande do Norte. As vagas são voltadas a estudantes que estejam concluindo ou já concluíram o ensino fundamental.

O período de inscrições terá início às 14h de hoje (10), e se estenderá até o dia 03 de setembro. Para efetuar a inscrição, é necessário acessar o Portal do Candidato, e seguir as orientações conforme do item 9 do Edital 29/2018 PROEN/IFRN.

O pagamento da taxa de inscrição (no valor de R$ 30,00) deverá ser efetuado até o dia 04 de setembro, e o acesso ao Boleto de Pagamento estará disponível em 14 de agosto, no menu “minhas inscrições > processo seletivo > gerar boleto”, no Portal do Candidato. Após a finalização do período de inscrições, não será permitida a troca de curso, turno, campus e/ou listas de concorrência, pelo candidato. A divulgação do cartão de inscrição, que é necessário para realização da prova, está prevista para o dia 28 de setembro.

 Confira mais informações acessando o documento abaixo:

Edital 29/2018 PROEN IFRN

A Escola de Música da UFRN apresenta uma proposta alternativa para o aprendizado do canto: o projeto de extensão Soltando a Voz. O curso aborda o uso da voz de forma terapêutica, por meio de práticas vivenciais voltadas para o bem-estar do participante, demonstrando o quanto uma boa cantoria proporciona momentos de alegria, desenvolvimentos cognitivos e aprendizados musicais, além do compartilhamento de experiências de vida.

O objetivo do trabalho é que todos os participantes aprendam os conhecimentos básicos da voz para o canto, através de práticas de consciência corporal, exercícios respiratórios e vocais. Ao longo do semestre será contemplado um repertório livre e popular, com práticas de conjunto e, também, com o desenvolvimento das potencialidades de cada um. As vivências serão supervisionadas por profissional psicoterapeuta e professor de canto.

As inscrições estão abertas até esta sexta-feira, 10 de agosto. As aulas ocorrem todas as segundas-feiras, das 19h30 às 21h, e a idade mínima para participar é 15 anos. O valor semestral do curso é de R$ 600, podendo ser parcelado em duas vezes (primeira no ato da matrícula).

Outras informações por meio do telefone (84) 3342-2229 (ramal 102).

A União dos Dirigentes Municipais de Educação do Rio Grande do Norte (UNDIME/RN) vem por meio desta nota esclarecer a respeito de um áudio, o qual o dirigente do Sinte/RN o senhor José Teixeira refere-se apoio da instituição a projetos que buscam retrocessos aos direitos de educadores(as), bem como os(as) trabalhadores(as) potiguares, além de milhões de brasileiros. Para tanto, faz-se necessário esclarecer:

  1. A Undime-RN tem trabalhado conjuntamente para construção de políticas públicas e ações que estejam de acordo com a pluralidade, diversidade e com respeito as ideias de uma educação pública com qualidade social. Deixando sempre claro, acima de tudo, que os direitos e o futuro da educação não estão em negociação a interesses escusos. Educação é questão de Estado, e não de governo;
  1. Há 32 anos a Undime no Rio Grande do Norte cumpre seu papel, colaborando com a educação pública nos 167 municípios e não seria agora, que apoiaríamos qualquer política que intervenha de forma negativa na vida dos nossos alunos e professores;
  1. O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) está programado para o fim em 2020, e é com preocupação e atenção que a Undime tem acompanhado de perto a manutenção e aperfeiçoamento do fundo, porque mais que ninguém são as nossas cidades/Secretarias de Educação que sabem o impacto e importância do fundo para o aperfeiçoamento e melhoria da educação no território potiguar. A Undime e seus dirigentes não apoiam o fim do Fundeb e tem se mantido vigilante quanto a isso;
  2. Esclarecemos ainda que, a professora e dirigente municipal Justina Iva de Araújo Silva, por anos esteve à frente da Undime e ao longo desse tempo vem contribuindo com a educação do RN. Portanto é necessário ressaltar que repudiamos veementemente as palavras infundadas pelo dirigente do SINTE/RN contra a professora e a nossa instituição. Temos o pleno conhecimento a cerca da importância do Fundeb e tantos outros programas, e é por isso que continuaremos na luta, vigilantes para que nossas ideias não sejam esmagadas pela ignorância ou interesses que não sejam acima do bem comum. Ocuparemos todos os espaços destinados a Undime-RN para que as vozes dos dirigentes e educadores sejam ouvidas em qualquer parte desse país;
  3.  Por fim, reiteramos que estamos caminhando e construindo ao lado do povo potiguar uma educação que respeite e dialogue com as classes, sejam elas das periferias, dos centros urbanos ou rurais – das grandes e pequenas cidades. Estamos ao lado da educação!

Jeane Dantas dos Santos Bezerra
Presidente da Undime-RN
DME – Ipanguaçu/RN

Alexandre Soares Gomes
Vice-presidente da Undime-RN
DME – Monte Alegre/RN