Área Policial Arquivo

Neste domingo (12),  a Polícia Rodoviária Federal  recuperou um veículo Pálio na BR-304 em Macaíba, com queixa roubo nos sistemas informatizados, após denúncias de usuários através do tridígito 191. Veículo encaminhado à Polícia Judiciária.

PM/ASSECOM

Na tarde do último sábado (11), policiais militares da Companhia de Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas prenderam quatro suspeitos com celulares roubados e munições no bairro do Alecrim, zona Leste de Natal.

De acordo com informações dos militares, os policiais realizaram uma operação no Mercado da av. 4 e suspeitaram de quatro homens que estavam no local.

Durante a abordagem, os militares encontraram seis aparelhos celulares, dos quais dois deles eram produto de roubo. Também foi encontrado com os suspeitos um simulacro de arma de fogo, além de duas munições de calibre permitido e um veículo tipo Gol roubado.

Os suspeitos e todo material apreendido foram apresentados à autoridade de Polícia Judiciária para a realização dos procedimentos legais.

É destaque no portal Agora RN: Um policial militar foi baleado na noite deste sábado, 11, durante uma tentativa de assalto no bairro do Planalto, zona Oeste de Natal. Segundo informações da PM, durante a ação criminosa, os bandidos tentaram roubar a arma do policial, que reagiu.

O militar da reserva remunerada foi atingido por disparos na região torácica. A vítima foi socorrida por um efetivo da Força Tática, do 9º Batalhão, e levado para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel em estado grave.

Os bandidos fugiram em direção à região Oeste da cidade. Até a publicação desta matéria, não havia informações atualizadas sobre o estado de saúde do militar e, até então, nenhum suspeito tinha sido encontrado.

Motoristas que trafegam entre o loteamento Macaíba Parque e a estrada que vai para Pajuçara devem ter atenção redobrada nessa região, pois nas últimas semanas vários veículos foram tomados de assalto.

De acordo com o que apuramos, os assaltantes ficam circulando de motocicleta dentro do loteamento, quando observam que algum veículo irá para a estrada de acesso a Pajuçara, abordam o condutor e roubam o veículo.

Fica o registro!

Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte confirmou por meio de sua assessoria de imprensa, nesta sexta-feira (9) que deixou de divulgar nomes e fotos de suspeitos e presos. Até a manhã, a Polícia Civil ainda publicava a identidade de suspeitos e divulgava fotos nos casos de pessoas presas ou procuradas com mandado da Justiça. Mas uma possível mudança deve ser analisada em reunião que será realizada ao longo do dia.

As mudanças ocorrem após entrar em vigor a lei de abuso de autoridade, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no final de 2019. Em outros estados do país, desde o dia 3 de janeiro algumas polícias já deixaram de divulgar a identidade de suspeitos.

Segundo a Polícia Militar, a medida já vinha sendo adotada, mas nenhum documento oficializou a mudança na divulgação das informações até esta sexta. “Teremos uma reunião e possivelmente enviaremos uma nota à imprensa informando a respeito”, afirmou o porta-voz da corporação, tenente-coronel Eduardo Franco.

Já de acordo com a delegada Dulcinea Costa, responsável pela comunicação da Polícia Civil, possíveis mudanças serão definidas, mas ainda não houve mudança trabalho da corporação. Ela afirmou que em todos os casos, os presos são identificados como suspeitos e as imagens não são usadas em todas as publicações, apenas naqueles em que há decisão condenatória ou mandado, por exemplo.

A lei, criticada por juristas e magistrados quando foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), em 2019, define cerca de 30 situações que configuram abuso e é alvo de questionamentos de organizações que defendem agentes públicos no Supremo Tribunal Federal (STF).

Agora, passam a ser crimes ações que até então eram consideradas infrações administrativas ou atos ilícitos punidos no âmbito cível. Um exemplo são os atos de constranger o detento a exibir seu corpo “à curiosidade pública” ou de divulgar a imagem ou nome de alguém, apontando-o como culpado”. Agora isso pode levar uma autoridade a ser punida com penas de 1 a 4 anos de detenção e de 6 meses a 2 anos, mais multa, respectivamente.

Não é necessário que a vítima acuse o agente público pelo fato. Os crimes são de ação pública incondicionada, quando é dever do estado investigar e punir.

A exceção para divulgação de nome e fotos ocorre com suspeitos foragidos com mandado de prisão em aberto.

Ler mais…

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba deflagraram, nesta quarta-feira (8) e deram continuidade nesta quinta-feira (9), a 8ª fase da Operação “Espectros”. Durante a ação, foram cumpridos mandados de prisão e um mandado de busca e apreensão por ato infracional. O nome da operação, “Espectros”, faz alusão ao modo de vida adotado pelos suspeitos, que possuíam mandados de prisão em aberto e agiam como “fantasmas” na sociedade. O objetivo era não chamar a atenção da polícia, diante da existência das ordens de prisão em desfavor deles.

Felipe de Souza Morais, 20 anos, foi apreendido pela suspeita da prática de conduta análoga ao crime de Homicídio Qualificado. Em desfavor dele foi cumprido, na quarta-feira (8), em Pium, no município de Parnamirim, um mandado de busca e apreensão para execução de medida sócio-educativa. O homicídio, cometido por Felipe de Souza, foi praticado em 2016, no município de Macaíba. Ainda quando adolescente, o apreendido foi apontado como suspeito pela autoria do homicídio, com a ajuda de outro adolescente e de um homem. O homem suspeito de ter participado do crime está preso e o outro adolescente ainda é procurado.

Em desfavor de Maria das Graças Bernardo da Silva Lima, 48 anos, foram cumpridos dois mandados de prisão, decorrentes de sentenças condenatórias, pela prática do crime de tráfico de drogas. Ela foi presa nesta quinta-feira (9), no bairro Alta da Raiz, no município de Macaíba. O crime aconteceu em 2006, quando Maria das Graças foi flagrada tentando entrar com drogas no Presídio de Parnamirim, sendo processada e condenada a uma pena de seis anos e cinco meses de reclusão. Em seguida, no ano de 2012, ela foi mais uma vez presa, processa e condenada, a uma pena de quatro anos e dois meses, por ter sido flagrada traficando no município de Macaíba.

Em desfavor de Maria Aparecida Dias Pereira, 43 anos, foi cumprido um mandado de prisão, decorrente de sentença condenatória, pela prática do crime de tráfico de drogas. Ela foi presa, também nesta quinta-feira (9), na comunidade Paço da Pátria, na Zona Leste de Natal. O crime foi cometido no ano de 2012, quando Maria Aparecida foi flagrada transportando, em um veículo, 30kg de maconha, sendo presa, processada e condenada a uma pena de seis anos e três meses de prisão. Ela estava foragida da Justiça desde o ano de 2018.

Edilson de Lima da Silva, 54 anos, foi preso em cumprimento a dois mandados de prisão, um decorrente de sentença condenatória, pela prática do crime de roubo e outro, decorrente de sentença preventiva, pela suspeita da prática do crime de furto qualificado. Ele foi preso, nesta quinta-feira (9), na Zona Rural da cidade de Poço Branco. O crime aconteceu ano de 2008, quando ele foi flagrado, na companhia do seu irmão, com animais subtraídos de uma fazenda, sendo autuados em flagrante pelo crime de furto qualificado. O outro mandado, por roubo, expedido pela comarca de Caicó, determina uma sentença penal condenatória definitiva, com pena de seis anos.

A operação continua e a Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

*Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS*

Agência PRF

A Polícia Rodoviária Federal recuperou, no Km 294 da BR 304, em Macaíba/RN, às 15h10 desta quinta-feira (9), uma carreta 25.370, que havia sido furtada em Bom Jesus/PI.

O condutor, um homem de 42 anos, foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Natal/RN, para os esclarecimentos dos fatos.

O veículo havia sido furtado no dia 12 de novembro de 2019, no município de Bom Jesus, estado do Piauí.

Agência PRF

Em Parnamirim/RN, no Km 108 da BR 101, às 13h40 desta quinta-feira (9), a Polícia Rodoviária Federal recuperou uma motocicleta Bros, de cor preta, que havia sida levada do pátio do Posto da PRF, em Macaíba/RN.

O condutor, um homem de 34 anos, foi levado à Polícia Federal para verificação dos fatos, pois o veículo havia sido subtraído da Unidade Operacional no dia 01 de julho de 2019.

Agência PRF

Em Macaíba/RN, no km 294 da BR 304, na madrugada desta quinta-feira (09), a Polícia Rodoviária Federal prendeu um homem de 18 anos, com um veículo roubado.

Durante fiscalização a um Voyage branco, os policiais constataram a ocorrência de roubo do último domingo (05), em Parnamirim.

O condutor informou que havia alugado o veículo por um aplicativo, na internet, e que teria pago a quantia de R$ 1.000,00 para usá-lo por sete dias.

Diante das informações, a ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil.

Agência PRF

Em São José de Mipibu/RN, no km 118 da BR 101, por volta da 10h desta terça-feira (31), foi abordado um ônibus escolar de propriedade da Prefeitura Municipal de Goianinha, oriundo do programa do Governo Federal denominado “Caminhos da Escola”.

O veículo estava sendo utilizado para transportar jogadores de uma equipe de futebol da cidade.

Foi elaborado uma Comunicação de Ocorrência Policial, relatando o desvio de finalidade no uso do patrimônio público, conforme a lei de Improbidade Administrativa.

O veículo foi retido e o documento será encaminhado para o Ministério Público Federal, em Natal.

Um quebra-molas na BR-226 no distrito de Mangabeira, em Macaíba, tem sido ponto preferido dos criminosos para roubar carros e motos. De acordo com relatos que temos recebido de algumas vítimas, o quebra-molas fica localizado no trecho em frente ao Educandário Venera Dantas. De acordo com uma das vítimas que teve sua moto roubada, os criminosos se escondem por trás da placa de sinalização do quebra-molas, quando o condutor reduz a velocidade os criminosos anunciam o assalto.

É comum os criminosos roubarem os veículos e fugirem no sentido Natal. Por se tratar de uma rodovia federal, fica o registro para que a Polícia Rodoviária Federal também fiscalize esse trecho da rodovia.

Ilustrativa

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) divulgou os dados estatísticos que fazem um balanço das ocorrências de Condutas Violentas Letais e Intencionais (CVLIs) em todo o ano de 2019. Considerando o retrospecto do ano anterior, 517 vidas foram poupadas no território estadual.

Baseado em números fornecidos pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análise Criminal (Coine), de janeiro a dezembro de 2019 foram registrados 1.446 CVLIs, um número consideravelmente menor comparado ao mesmo período de 2018, em que foram contabilizados 1.963 CVLIs, uma redução de 26,3%. Em outro aspecto, 2019 foi o ano com o menor índice de homicídios desde 2015. Desde então, o seu maior número ocorreu em 2017, quando houve 2.412 crimes com letalidade.

Entre os tipos criminais com maior redução, é possível destacar o homicídio doloso, com a diminuição de 1.468 ocorrências em 2018, para 1.039 em 2019, uma queda em 29,2% dos casos. Outra conduta reduzida foi a de latrocínio, nesta houve diminuição em 37,6%, saindo de 93 crimes para 58. Lesão Corporal Seguida de Morte foi outro tipo de ocorrência que apresentou diminuição significativa, enquanto em 2019 aconteceram 162 registros, em 2018 houve 19,4% de crimes a mais desta natureza.

Natal tem redução de mais de 40%

Trazendo dados de alguns municípios, o maior destaque fica pela capital potiguar, que apresentou uma redução de 41,4% nas Condutas Violentas Letais Intencionais, passando de 483 em 2018 para 283 em 2019. Parnamirim, com queda de 26,9% (caiu de 108 para 79) e São Gonçalo do Amarante, com -17,6% (saiu de 125 para 103), também tiveram dados positivos.

No primeiro fim de semana da Operação Verão, foram abordados 1.795 veículos na região de Pium e Pirangi, onde acontecem grandes shows com artistas nacionais. Entretanto, apenas 12 condutores foram autuados por se recusarem a realizar o teste de etilômetro.

Segundo o capitão da Polícia Militar Isaac Paiva, coordenador da Operação Lei Seca no RN, os dados são positivos, pois refletem um nível de conscientização crescente entre os frequentadores dos eventos e moradores locais.

Nos anos iniciais da fiscalização, em uma única operação eram autuados 80, 90 ou até mais condutores, para o mesmo número de abordados.

Essa diminuição na incidência de alcoolemia reflete o trabalho contínuo feito na região, que é intensificado nesta época do ano.

Além disso, outros 76 autos por infrações diversas foram lavrados. EsTES autos refletem infrações menos graves, como veículos não licenciados, condutores sem habilitação e excesso de passageiros.

A primeira blitz ocorreu na estrada de Pium, na madrugada do sábado para o domingo, enquanto a segunda ocorreu em frente ao Restaurante Barramares, na madrugada de domingo para esta segunda-feira.

Durante todo o veraneio as operações irão se manter e a Lei Seca estará presente em todos os grandes eventos na região.

A Secretaria de Estado da Administração informa que, após reunião realizada na última sexta-feira, 03, a Comissão Especial do Concurso Público da Polícia Militar do Rio Grande do Norte deliberou os seguintes encaminhamentos a respeito dos 153 candidatos desclassificados do certame em razão de problemas na apresentação de documentos:

1- Haverá prazo até dia 07 de janeiro para as solicitações de revisão de documentos na Secretaria da Administração;

2- Quem foi eliminado somente por certidão de crimes eleitorais e militares serão reintegrados ao processo no dia 07 de janeiro. A lista está publicada no Diário Oficial do último sábado, 04;

3- Os demais casos serão analisados e respondidos até dia 10 de janeiro;

4- No dia 14 de janeiro sairá a lista final com a classificação dos 1.000 candidatos para o Curso de Formação e a lista dos excluídos por inconsistência na reapresentação de documentos. Ainda no dia 14, será divulgada a lista com os nomes dos novos candidatos chamados para as vagas que restarem. Estes terão que apresentar toda documentação, de acordo com o edital, para integrar ao Curso de Formação.

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO

Ailton Arthur Dantas Santos, de 25 anos, foi morto pela companheira em Caicó, RN. Polícia Civil acredita em legítima defesa da mulher — Foto: Reprodução/Redes sociais

Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma jovem de 19 anos foi presa na noite deste sábado (4) em Caicó, na região Seridó potiguar, após matar o companheiro dela a tiros e, em seguida, ligar para a polícia. O caso aconteceu na Zona Norte da cidade. Apesar da detenção, a Polícia Civil trata o caso como legítima defesa.

De acordo com a versão contada pela jovem à polícia, o crime teria sido motivado pela violência do homem contra ela. Segundo a Polícia Civil, Ailton Arthur Dantas Santos, de 25 anos, tinha uma arma de fogo registrada. Durante uma briga, a mulher teria alcançado a pistola e disparado um tiro contra ele.

Após ligar para a polícia, a mulher permaneceu no local e foi levada à delegacia de plantão, onde confessou o crime e permanecia detida na manhã deste domingo (5).

Segundo a Polícia Civil, ela informou que tinha um relacionamento de aproximadamente dois anos com o homem. Eles moraram juntos um tempo, logo no início do namoro, mas haviam se separado, porque o homem a maltratava. Apesar de não agredi-la fisicamente, seria violento nas palavras.

O casal havia retomado o relacionamento há cerca de um mês e voltou a morar junto. Porém o homem teria ficado excessivamente ciumento, chegou a agredi-la fisicamente, inclusive com faca e ameaçá-la com arma de fogo.

Durante uma briga, que envolvia uma dessas ameaças, neste sábado (4), a mulher alcançou a arma que o homem havia soltado e atirou contra ele.

A princípio, a Polícia Civil informou que o caso é considerado legítima defesa, porém a mulher permaneceu detida para o caso também ser avaliado pelo judiciário.

G1 RN