Área Policial Arquivo

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap/RN) concluiu a série de transferências dos centros de detenção provisórios da Grande Natal, nesta quarta-feira (11), quando removeu 117 internos que estavam no CDP de Macaíba para a Cadeia Pública de Ceará-Mirim.

A transferência recente se soma a outros 134 presos provisórios que estavam no CDP de Parnamirim e mais 71 detidos no CDP Natal Zona Sul, encerrando a atividade com este objetivo nestas unidades prisionais. Esses internos foram removidos para o Presídio Estadual de Parnamirim (PEP) e Cadeia Pública de Ceará-Mirim.

O CDP Natal necessita de obras estruturantes e a ideia é transformar o prédio na Central de Monitoramento Eletrônico, responsável pelas tornozeleiras eletrônicas utilizadas por detentos do regime semi-aberto. Já o prédio onde funcionava o CDP Parnamirim será transformado em Centro de Triagem da Grande Natal e o de Macaíba abrigará uma unidade da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac).

Devido a medida, a Seap/RN está providenciando a relocação dos servidores destas unidades que tiveram as atividades encerradas dentro do próprio sistema prisional, enquanto que a Ouvidoria da Secretaria entrará em contato com os familiares dos detentos removidos.

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba, com apoio de policiais militares do 11º Batalhão de Polícia Militar, prenderam em flagrante delito, na manhã desta quarta-feira (11), Josinaldo de Lima Pontes, 31 anos, e Arthur Henrique Soares Diniz, 20 anos, pela prática dos crimes de tentativa de homicídio, contra os policiais, porte ilegal de arma de fogo e receptação. As prisões aconteceram no bairro Alfredo Mesquita, em Macaíba.

Durante as diligências, foram apreendidos um veículo modelo “Jeep Renegade”, cor preta, dois revólveres calibre .38, com capacidade para seis munições, todas totalmente municiadas, sendo que uma das armas estava com cinco munições deflagradas, a quantia de R$ 1.195,00 reais, além de todo o material levado do mercadinho, em que foi praticado o crime.

Ambos já responderam por crimes perante à justiça. Josinaldo de Lima, inclusive, possui mandado de prisão em aberto. Após a dupla cometer um crime de roubo no município de São Gonçalo do Amarante, os criminosos vieram em direção à cidade de Macaíba, razão pela qual a equipe de policiais civis, lotados na cidade, foi acionada e iniciou as buscas, tendo encontrado os suspeitos no bairro Alfredo Mesquita. Na ocasião, os suspeitos efetuaram disparos contra os policiais e fugiram pelas ruas do bairro. Em fuga, os suspeitos perderam, ainda, o controle do veículo e colidiram com uma casa

Arthur Henrique foi preso no local da colisão do carro. Após um cerco, com apoio dos policiais militares do 11º BPM, Josinaldo Lima também foi preso, portando uma arma de fogo. Todo o material subtraído das vítimas foi recuperado. O veículo “Jeep Renegade” foi roubado nesta terça-feira (10), no município de Parnamirim.

Ler mais…

Dinheiro recuperado e armas apreendidas em Macaíba  — Foto: Polícia Civil do RN

Foto: Polícia Civil do RN

Suspeitos de roubo a bancos morreram na manhã desta quarta (11) em Parnamirim. Houve perseguição e outros quatro acabaram presos em Nísia Floresta. Já em Macaíba, dois ladrões foram presos após assaltarem um mercadinho, destaca o Portal G1 RN.

O confronto em Macaíba aconteceu após os bandidos terem roubado um mercadinho em São Gonçalo do Amarante, também na Grande Natal. Na perseguição, os ladrões atiraram contra os policiais, que revidaram. Contudo, ninguém se feriu e os dois assaltantes acabaram presos. A Polícia Militar também deu apoio.

Com os criminosos foram apreendidas duas armas, além de um carro roubado e mais de R$ 1.000 recuperados.

Rio de Janeiro - Campanha contra homicídios de jovens negros pinta centenas de silhuetas de corpos no chão do Largo da Carioca (Fernando Frazão/Arquivo Agência Brasil)

Fernando Frazão/Arquivo Agência Brasil

Agência Brasil – O Brasil registrou 57.341 mortes violentas intencionais em 2018, redução de 10,43% em relação ao ano anterior, quando o número chegou a 64.021. Os dados fazem parte do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019, divulgado hoje (10) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O total de 2018 é o menor desde 2013 (55.847 casos).

A taxa de homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes chegou a 27,5 no país em 2018, enquanto em 2017 era de 30,8 – uma redução de 10,8%. No recorte por unidades federativas, as maiores taxas estão em Roraima (66,6), no Amapá (57,9), no Rio Grande do Norte (55,4) e no Pará (54,6). Já as menores foram registradas em São Paulo (9,5), Santa Catarina (13,3), Minas Gerais (15,4) e no Distrito Federal (16,6).

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba prendem em flagrante, na manhã desta terça-feira (10), Marcos Antônio Cavalcante, 57 anos, pela prática do crime de receptação qualificada. A prisão aconteceu em um estabelecimento comercial, no loteamento Santa Rosa, no bairro Mangabeira, município de Macaíba.

Durantes as diligências, foram apreendidos: moldes e formas para pré-moldados, uma furadeira, andaimes, cavaletes, telhas de alumínio, tambores e outros materiais usados na construção civil. Segundo registros realizados na delegacia, e confirmados pela vítima, os canteiros de obras mantidos por ela já vinham sendo furtado há mais de três anos. O prejuízo acumulado ultrapassa o montante de R$ 200 mil reais.

A Polícia Civil ainda não conseguiu localizar algumas máquinas de alto valor de mercado, que também foram furtadas. Entretanto, os responsáveis pelos furtos foram identificados e serão responsabilizados pelos crimes.

A empresa, tentando criar obstáculos para impedir a ação dos suspeitos, passou a criar cachorros, mas os animais eram envenenados, supostamente pelos autores dos crimes, para terem acesso ao local e, assim, subtraírem os equipamentos e materiais.

Ele foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

PC/Assecom

Três criminosos morreram e um ficou ferido na manhã desta segunda-feira (9) durante confronto armado com policiais militares em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Os bandidos são membros de uma facção criminosa.

O confronto aconteceu no bairro Santo Antônio, onde os quatro criminosos foram alvejados. Todos foram socorridos ao hospital da cidade, porém três não resistiram aos ferimentos.

Foram apreendidas três armas de fogo, munições, drogas, balanças de precisão, aparelhos celulares, dentre outros materiais utilizados para ilícitos.

Policiais civis da Delegacia Municipal de São José de Campestre, em conjunto com policiais militares, prenderam, na manhã desta segunda-feira (09), Carlos Daniel da Silva Ferreira, 19 anos. A prisão se deu em cumprimento a um mandado de prisão preventiva pelos crimes de receptação, tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse irregular de arma de fogo e munições, além de corrupção de menores.

De acordo com investigações, Carlos Daniel da Silva é suspeito de integrar um grupo criminoso que realizou diversos roubos na Zona Rural de São José de Campestre. Ele estava dando abrigo em sua residência aos suspeitos de praticarem os referidos crimes.

Na última quarta-feira (04), os policiais civis e militares prenderam Patrícia da Silva, 34 anos, e Janimara Soares da Silva, 24 anos, e apreenderam duas adolescentes de 15 e 17 anos, suspeitas de integrarem o mesmo grupo. Durante a realização da diligência Carlos Daniel conseguiu fugir e estava foragido da Justiça desde então.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

PC/Assecom

Na tarde desta segunda-feira (09), policiais militares das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM) detiveram uma mulher suspeita de tráficar drogas no município de São Gonçalo do Amarante.

Por volta das 17h:30, na rua São Sebastião, comunidade dos Barreiros, bairro Regomoleiro, os policiais  efetuaram a prisão da suspeita, de 34 anos de idade. A infratora estava de posse de 24 porções pequenas e uma maior de maconha, uma porção de crack, R$ 71,30 em espécie e aparelho celular.

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR/RN), em ação conjunta com a Delegacia de Roubos e Furtos de Pernambuco (DRF/PE), prenderam, neste domingo (8), dois homens suspeitos de envolvimento no crime de roubo a um carro-forte. Durante o crime, cometido no município de Bom Jesus, na quinta-feira (6), um policial militar que estava de serviço foi atingido por disparos e continua em estado grave na UTI.

Após a ação criminosa, que resultou no roubo de, aproximadamente, R$ 400 mil reais, os envolvidos conseguiram fugir. Na ocasião, se depararam com uma viatura da Polícia Militar e efetuaram vários disparos de fuzil, atingindo um sargento da polícia militar.

Após o crime, policiais civis da DEICOR foram até o local e iniciaram as diligências, que se estenderam até este domingo (8), com a prisão de José Bonifácio Nascimento de Barros, natural de Cuiabá/MT, e Rômulo Silva dos Santos, natural de Salvador/BA, este se passou por outro homem, apresentando documentação de José Carlos Evangelista Gomes, também natural de Salvador/BA.

A prisão aconteceu em uma pousada, no município de Recife, no Estado de Pernambuco. Ambos já estavam com passagens compradas para fugirem para outros estados do país. O grupo vinha sendo investigado há, aproximadamente, dois meses pela DEICOR.

Com eles, foram apreendidos mais de R$ 40 mil reais, inclusive algumas notas queimadas, provenientes do roubo ao carro-forte. Os dois homens foram autuados por lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, associação criminosa entre outros.

As investigações continuam com o objetivo de identificar todos os integrantes desta organização criminosa. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou através número do Disque Denúncia da DEICOR: (84) 3232-2862.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba prenderam em flagrante delito, na manhã desta segunda-feira (9), Wagner Marcelo Gomes dos Santos, 20 anos, e Marcos Gleison Medeiros de Oliveira, 21 Anos. Eles foram autuados pela prática dos crimes de receptação qualificada e adulteração de sinais identificadores de veículo.

As prisões aconteceram na região conhecida como “muvuca” ou “favelinha”, no bairro Bosque das Lucenas, em São Gonçalo do Amarante, divisa com Macaíba. Na ocasião, foi apreendida uma motocicleta modelo “Honda Fan 150”, ano 2015, roubada em 28 de agosto deste ano, no bairro Planalto, na entrada do bairro Guarapes, totalmente desmontada. Esta motocicleta estava com o chassi suprimido, raspado.

Além disso, foram aprendidas uma máquina de lixar, uma máquina de solda, uma máquina de corte, outros equipamentos utilizados para os desmanches, dinheiro fracionado e outras ferramentas. Segundo investigações, no local, que já vinha sendo observado pelos policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba, outros crimes mais graves ocorriam, como posse ilegal de arma de fogo e organização criminosa.

Na manhã desta segunda-feira (9), o trabalho foi reiniciado e, após verificarem a movimentação dos suspeitos no local, a dupla foi abordada dentro do veículo modelo “Pálio”, de cor azul. Em seguida, foi localizada a motocicleta totalmente desmontada.

De acordo com as investigações, os homens demoravam menos de 30 minutos para desmontar a moto por inteira. A numeração do chassi foi suprimida, o que caracteriza mais um crime.

Eles foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

*Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.*

 

“Meu irmão está muito doente, está precisando de ajuda”. Com essas palavras, Gessy Bezerra, irmã do policial militar Hermano Mangabeira, 34 anos, falou com exclusividade para a TV Ponta Negra, emissora do Sistema Opinião, após o irmão ter mantido o filho de seis anos como refém ao lado da Igreja de Nossa Senhora da Conceição em Macaíba, Grande Natal, na quinta-feira (6).

A família ficou chocada quando soube. “Eu fui pega de surpresa… Vinha no ônibus de Mangabeira e uma amiga mandou mensagem perguntando se eu estava sabendo de um homem que estava com o menino na frente da igreja e eu disse que não. Depois quando olhei no meu telefone tinha 22 chamadas. Minha sobrinha me ligou e disse – tia, Hermano tá com o menino fazendo refém na frente da igreja. Não sei o que fez ele tomar essa atitude, porque é uma pessoa calma, tranquila”, afirmou.

O policial militar Hermano Mangabeira, 34 anos, já tinha sido preso por descumprimento de medida protetiva durante 60 dias e estava separado da esposa há mais de dois anos. Gessy Bezerra confirmou que a ex-esposa de Hermano tinha medida protetiva contra ele. Ele está afastado da corporação por problemas psiquiátricos.

“Não sei dizer o motivo dele ter tomado essa atitude drástica. Meu irmão está precisando de um tratamento médico e de carinho. Eu sei que ele vai sofrer muito quando for pagar pelo que fez, ficar internado e não puder ver o filho. O menino é tudo para ele”, ressaltou Gessy.

Do Portal OP9

Foto: Samuel Florêncio/Inter TV Cabugi/Divulgação.

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba prenderam, na manhã desta sexta-feira (6), Hermano Simplício Mangabeira de Araújo, 34 anos. Na noite desta quinta-feira (5), ele manteve o próprio filho de 6 anos como refém, após os policiais realizarem uma abordagem ao suspeito, na cidade de Macaíba, em virtude da prática do crime de descumprimento de Medidas Protetivas de Urgência (MPU), existentes em favor de sua ex-companheira, além de crime de ameaça contra esta.

Inicialmente, a vítima havia procurado a delegacia, em Macaíba, para noticiar a subtração de seu aparelho celular, atribuída ao suspeito, que é policial militar. Após ele se recusar a devolver o objeto, a vítima desistiu de formalizar o procedimento. No entanto, ainda assim, Hermano Simplício ameaçou matar a ex-companheira, razão pela qual os policiais civis diligenciaram, imediatamente, no intuito de prendê-lo. Na ocasião, o suspeito resistiu à prisão, fugindo na condução de um veículo no qual estava seu filho de 6 anos.

Durante a fuga, Hermano Simplício chegou a apontar uma arma de fogo para os policiais e para o próprio filho. Em razão disso, foi realizada a contenção do veículo, nas proximidades da praça José da Penha, em Macaíba, quando se iniciou uma negociação acompanhada por policiais civis e militares, que resultou na rendição do agressor. A criança foi entregue à mãe e o policial foi conduzido ao Hospital da Polícia Militar.

Na manhã desta sexta-feira (6), foi realizada a formalização da prisão em flagrante do suspeito, pelos crimes de ameaça contra a ex-companheira e o filho, sequestro qualificado, receptação (arma de fogo), resistência, porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo em local público, condução perigosa de veículo e descumprimento de medidas protetivas de urgência. Hermano Simplício já havia sido preso anteriormente por descumprir as medidas protetivas existentes em favor da vítima.

PC/Assecom

Resultado de imagem para delegacia de macaiba

Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba, em parceria com o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), com apoio do 11º Batalhão de Polícia Militar e do BPChoque de Natal, deflagram, na manhã desta sexta-feira (06), a 4ª fase da Operação “Parabellum”. A ação resultou nas prisões em flagrante de dois homens: Alcianderson Dantas Máximo e Cláudio Tintim Lopes, conhecido como “Andinho”. Na oportunidade, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, no bairro do Centro, conhecido popularmente como “Baixa”, no município de Macaíba.

Os dois homens foram atuados pela prática dos crimes de porte ilegal de arma de fogo, receptação da arma de fogo e organização criminosa. Durante as diligências, foi apreendido um revólver calibre .38, carregado com seis munições intactas.

O nome da operação remete ao provérbio latim “se vis pacem, parebellum”, que significa “se quer paz, prepare-se para a guerra”. Os dois homens são suspeitos de envolvimento em diversos conflitos ocorridos na cidade de Macaíba, entre duas facções rivais.

Alcianderson Dantas e Cláudio Lopes foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

PC/Assecom