Área Policial Arquivo

190 RN

Quatro pessoas foram assassinados nas últimas 48 horas na cidade de Parnamirim. Todas as vítimas tiverem ferimentos por arma de fogo e a Polícia ainda não tem identificação dos suspeitos.

Na tarde do sábado (14), João Maria da Silva, 33 anos, e um homem não identificado, foram encontrados mortos em um matagal nas proximidades da BR101, no bairro de Emaús. Populares encontraram as vítimas naquela localidade e não souberam dar maiores detalhes sobre o fato.

Pela noite, Romário Pinheiro da Silva, 22 anos, foi morto na Rua Prudente de Morais, bairro Santa Tereza. Segundo a PM, populares relataram que os acusados estavam em uma bicicleta, mas não souberam informar o motivo que ocasionou o delito. O pai da vítima relatou que o filho estava sendo testemunha de um crime de homicídio.

Na noite do domingo (15), Daniel Dario da Silva, 29 anos, foi executado a tiros na Rua Abolição, no bairro Liberdade. Segundo a PM, a vítima era usuária de drogas, teria sido surpreendida por indivíduos que passaram num veículo de cor preta e placas não identificadas e efetuaram os disparos.

Informações do 190 RN

image

Segundo a Connect TV, o irmão do jogador de futebol Paulinho Macaíba, identificado por Francisco Hugo Delon de Oliveira, 23 anos, foi encontrado sem vida durante a manhã deste domingo, 15,  na pedreira do bairro Vila São José na cidade de Macaíba.

Francisco Hugo estava desaparecido desde a noite desta última sexta-feira após sair de casa com os amigos para beber, mas não tinha retornado para a casa aonde mora com a família no loteamento Bosque da Lucena. Após várias buscas o jovem foi encontrado sem vida com perfurações de arma de fogo pelo  corpo.

O capitão Styvenson, coordenador da lei seca, anunciou através de uma rede social que as blitzens estarão chegando na cidade de Parnamirim. “Hoje, com a Operação Bairro Limpo. Muito em breve, Lei Seca nas madrugadas”, afirmou.

“Parnamirim, chegamos”, disse ele, numa rede social.

190 RN – Dois corpos foram encontrados na tarde deste Sábado, em um terreno baldio, nas proximidades da BR 101 no Bairro parque Industrial em Parnamirim.

As vítimas são homens e estavam um marca de disparos de arma de fogo na cabeça o que indica uma possível execução.

Os Peritos do ITEP e policiais da Divisão de homicídios, já realizaram a perícia e remoção do corpo para a sede do instituto e as investigações já foram iniciadas para identifica os autores deste crime

Na manhã desta última  sexta-feira, 13, uma moto com queixa de roubo foi encontrada em Macaíba, região da Grande Natal.

Segundo a Connect TV, O veículo foi encontrado abandonado na rua Severino Francisco Pacheco, no bairro das Campinas. O veículo que tem queixa de roubo foi levado até a delegacia do município para identificar o proprietário e em seguida efetuar a entregar da moto.

Quadrilha Macaiba

Um grande trabalho da Policia Civil de Macaíba batizada de “Operação Refreativa”, ocorreu na manhã desta Sexta-feira (13) em diversos bairros do município. A operação tem como objetivo de desarticular uma quadrilha que vinha traficando drogas em diversos bairros da cidade, como o Morada da Fé, Conjunto Alfredo Mesquita, Campo das Mangueiras, Vila são José, Aliança e centro.

O delegado Normando Feitosa, informou durante entrevista, que a quadrilha presa recebia ordens de um presidiário por apelido de “Cego”, que comandava os pontos de vendas de drogas. Através de um intenso trabalho investigativo foram presos; José Geraldo Ferreira de Souza, 18 anos, José Maria Melo do Nascimento, 45 anos, Jean Carlos da Silva Rodrigues, 30 anos, Luíz Wanderson Rodrigues  Gomes, 29 anos, Clodoaldo Barbosa de Souza, 41 anos, Douglas Avelino da Silva, 18 anos, Weverton Araujo de Oliveira, 21 anos, Régis Galdino de Lira, 29 anos, Magno Araujo de Oliveira, 23 anos e Maria Edivania de Souza, 36 anos. Durante a prisão foram apreendidos um revolver, uma balança de precisão, drogas e dinheiro fracionado.

O juiz da vara criminal da comarca de Macaíba determinou a prisão preventiva de todos.

Informações 190 RN

190 RN – Policiais civis da Delegacia de Touros prenderam, nesta última quinta-feira (12) em São Miguel do Gostoso, Jerri Adriano Rodrigues de Souza, 35 anos, por descumprir medida protetiva imposta pela sua mãe, que foi ameaçada pelo mesmo com faca e facão mesmo após o decreto de afastamento. Jerri foi detido em cumprimento de mandado de prisão preventiva, e já respondia pelo crime de lesão corporal, praticado em detrimento de violência doméstica contra a sua ex-companheira, roubo, furto, e por ameaçar o seu irmão. De acordo com a delegada de Touros, Igara Rocha, a prisão de Jerri Adriano foi de extrema importância, já que o mesmo representava uma ameaça ao convívio familiar, como também à população, tendo em vista a prática frequente de furtos na região.

Segundo o Portal 190 RN, dois adolescentes foram pegos na tarde desta última quinta-feira (12) após tentarem praticar um assalto em Salão de Beleza no bairro de Nova Esperança, nas proximidades da nova UPA de Parnamirim.

Segundo populares, a dupla estava em um motocicleta e ao tentar fugir foram surpreendidos pela reação de populares que conseguiram evitar a fuga. Os infratores foram amarrados e linchados pela população até a chegada da Polícia e uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).

190 RN – Segundo testemunhas, a vítima estava bebendo em um bar quando dois homens em uma moto de cor vermelha chegaram, o garupa desceu e encostou a pistola na cabeça do caminhoneiro, e efetuou os disparos. Os dois suspeitos fugiram após o crime em sentido ignorado e não foram identificados.  A Polícia Militar foi acionada e realizou o isolamento do corpo até a chegada do ITEP.

Este foi o Nonagésimo sétimo homicídio do ano de 2016 em Mossoró e será mais um caso para a equipe da DEHOM elucidar.

1

Reprodução Inter TV Cabugi

O capitão PM Styvenson Valentim, coordenador da operação Lei Seca no Rio Grande do Norte, denuncia um suposto esquema de fraudes dentro do Departamento Estadual de Trânsito. Segundo o oficial, o Detran deixou de suspender carteiras de condutores pegos em blitzen por dirigirem embriagados. De acordo com Styvenson, quando o condutor não apresenta defesa, o Detran precisa suspender a carteira nacional de habilitação do motorista.

O capitão apresentou à Inter TV Cabugi o auto de infração de um motorista que foi pego em uma blitz dirigindo embriagado em 15 de agosto de 2015. Ele fez o teste do bafômetro que acusou 0.66 de álcool. Segundo o capitão, não consta nenhuma informação sobre esse auto de infração no sistema do Detran. Sem o auto de infração no sistema, é como se o motorista nunca tivesse sido parado pela blitz da Lei Seca. “Em 2014, quase nenhuma carteira foi suspensa. A lei não está sendo cumprida e isso gera impunidade”, disse. Dos 1.754 autos de infração feitos no ano passado, 72 não estão no sistema do Detran. “Acredito que é corrupção porque é muita coincidência que 72 autos, de pessoas que cometeram até crimes, o Detran não ter acesso”, afirmou.

Sobre a denúncia, o Detran informou em nota que investiu no aumento do efetivo do pessoal operacional da operação Lei Seca, ampliou a quantidade de viaturas e deu maior autonomia e transparência à coordenação da operação. Também disse que, desde dezembro de 2015, a coordenação da Lei Seca passou a ser a responsável pelo lançamento de todos os autos de infração produzidos durante as fiscalizações no sistema do Detran. A direção também afirmou que afastou servidores do setor e abriu sindicância administrativa para investigar e punir, caso haja comprovação de prática de irregularidade por qualquer servidor do órgão.

Com informações do G1/RN

Policiais civis da delegacia de Macaíba encontraram um desmanche de veículos durante o início da tarde de hoje (11), suspeito que estava no local foi preso.

O delegado Normando Feitosa informou a Connect TV, que após intenso trabalho investigativo os agentes descobriram que em uma residência no distrito de Mangabeira, existia um desmanche de veículos.

Confira a matéria na íntegra

 

190 RN – Uma equipe de policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prendeu, na tarde de ontem (10), Leandro Roque do Nascimento, 31 anos, pelo crime de roubo, quando no dia 13 de abril deste ano o mesmo subtraiu uma grande quantia de dinheiro de um caixa eletrônico de um banco ao qual ele trabalhava como vigilante. A ação ocorreu durante uma manutenção do caixa.

A prisão foi realizada em decorrência de um mandado de prisão preventiva, no bairro Bom Pastor, Zona Oeste da capital, quando Leandro estava retirando os seus pertences da empresa em que cometera o roubo. Durante o crime, um colega de trabalho dele ainda tentou impedi-lo de cometer a ação, mas foi ameaçado de morte. O suspeito será encaminhado ao sistema prisional, onde deverá responder pelo crime de roubo impróprio.

Segundo o Portal 190 RN , Leonardo David Oliveira Gomes de Souza, 29 anos, morreu na noite desta última  segunda-feira (9) após ser alvejado por vários disparos de arma de fogo na RN-160, em São Gonçalo do Amarante. A Polícia investiga se Leonardo foi vítima de latrocínio.

De acordo com a PM, três homens armados saíram do matagal e tentaram parar o veiculo modelo Palio conduzido por Leonardo. Possivelmente, Leonardo tentou seguir adiante e acabou sendo alvejado.

Os criminosos conseguiram fugir antes da chegada da PM e sem serem identificados. O corpo da vítima foi conduzido ao Itep para exames de necrópsia.

Madson Anselmo da Silva, 22 anos, Tatiane Costa da Silva, 19 anos, e Dickson Valério Pereira, 27 anos, foram presos na tarde desta segunda-feira (9) após serem flagrados na Avenida Coronel Estevam, no bairro do Alecrim, em Natal, após serem flagrados com um revólver calibre 38.

Segundo a PM ao 190rn, em patrulhamento de rotina a guarnição se deparou com o veículo modelo C4 Pallas em atitude suspeita e durante a abordagem flagrou os três ocupantes de posse do revolver municiado, além de 250g de cocaína.

Diante do flagrante o trio foi conduzido à Delegacia de Plantão da Polícia Civil e ficou à disposição da Justiça.

Informações 190 RN

Flavia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil

O ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, prestou depoimento hoje (9) por cerca de três horas, na sede da superintendência da Polícia Federal, na capital paulista. Ele foi conduzido de forma coercitiva (quando a pessoa é levada para depor e depois é liberada) na nova fase da Operação Zelotes, deflagrada pela Polícia Federal nesta segunda-feira. Mantega entrou e saiu por uma entrada privativa do prédio sem falar com a imprensa.

A Polícia Federal pretende apurar a ligação do ex-ministro com a empresa Cimento Penha, suspeita de comprar decisões do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), ligado ao Ministério da Fazenda. No Carf, são julgadas as ações de empresas que recorrem contra multas aplicadas pela Receita Federal.

Esta etapa da operação foi desenvolvida no Distrito Federal, Pernambuco e São Paulo. A operação Zelotes foi deflagrada em março de 2015, com o alvo principal sendo um esquema de fraudes nos julgamentos do Carf.

De acordo com investigações, conselheiros do Carf participantes do esquema passavam informações privilegiadas para escritórios de assessoria, consultoria ou advocacia, que prometiam a empresas multadas controlar os julgamentos dos recursos.