Área Policial Arquivo

“Nós estávamos na praça com os meninos. Os dois chegaram e o mais novo começou a bater neles, enquanto que o mais velho estava com uma faca atrás conversando com a gente. Ele começou a dizer o porquê da gente está ali só com moleques, e que eram para estar com eles que eram homens de verdade”. Esse foi o relato de uma das adolescentes vítima de estupro na noite deste último domingo (20) em Caicó.

A revelação foi feita através de áudio divulgado pelo Blog do Sidney Silva, e conta detalhes do momento de terror vivido pelas duas adolescentes.

As vítimas afirmam terem sido raptadas quando estavam com seus namorados nas mediações do Estádio Municipal Marizão. As adolescentes foram abordadas pelos dois suspeitos, que agrediram os rapazes e as levaram em uma caminhonete de cor preta.

“Eles pediram para a gente entrar dentro do carro dizendo que nos levaria para casa. Depois eles levaram para uma estrada que leva a Jucurutu e entraram em uns sítios que não sem nem onde fica. Depois deram ré no carro, mandou nós descer (sic) do carro e um ficou com minha amiga enquanto o outro ficou comigo”, relevou a adolescente ao blog.

Após serem raptadas, as duas foram obrigadas a fazerem sexo em um matagal. “Eles mandaram a gente tirar a roupa e depois aconteceu. Eu disse a ele que não queria, pois ele tinha dito que não faria nada com a gente, mas ele ficou insistindo que queria”, disse ela.

A garota conta que após o crime, as duas foram libertadas na entrada da cidade. Um dos suspeitos ainda questionou como a vítima relataria o caso à família. “Ele perguntou a minha amiga o que ela ia dizer a mãe dela. Ela, com medo, disse que iria falar apenas que estava na casa de uma colega. Depois ele parou o carro e deixou a gente sair”, conta a jovem.

“Estou tranquilo e tenho fé em Deus que vou sair daqui”, diz suspeito

A dupla suspeita, que foi presa ainda na noite de ontem, foi identificada como Alisson Paulo Rodrigues Pereira, de 31 anos, e Laerte de Melo Lacerda. Eles foram levados até a Delegacia de Polícia Civil, onde foram ouvidos e autuados em flagrante.

Ao blog do Sidney Silva, Alisson Paulo se defendeu e disse que estar tranquilo em relação às acusações contra ele sobre o caso. Ele tratou o caso como boato: “Estou tranquilo, de cabeça erguida e tenho fé em Deus que vou sair daqui. Não aconteceu nada do que está se passando. É apenas boato”, conta.

Paulo alegou que conhecia uma das meninas, e disse que ela morava próximo a um deposito onde trabalha. Ele ainda insistiu que apenas resolveu dar carona as duas após passar pela praça. “Não fiz nada, apenas dei caronas pois conhecia uma delas. Acabaram com minha vida, mas confio em Deus”, contou.

Já Laerte de Melo, se defendeu dizendo que não estava acompanhando de Paulo no momento em que as garotas foram colocadas dentro do veículo. “Apenas fui pegar com Paulo o mecânico que trabalha no deposito. Mas não estava na hora que ele deu a carona as meninas. No momento do acontecido eu estava jogando baralho”, disse.

Após o ocorrido, os dois foram parados por uma guarnição da Polícia Militar e levados até a Delegacia de Polícia. Eles, juntamente com as vítimas, passaram por exames de corpo de delito no ITEP.

Se for confirmada a participação, os dois poderão responder pelos crimes de estupro, sequestro e cárcere privado.

Mossoró Hoje

As críticas da tenente-coronel Margarida Brandão à transferência de policiais militares do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) para outros pelotões espalhados pelo interior do Estado culminaram com a saída da coordenadora geral do Programa. A exoneração foi publicada no Boletim Geral da Polícia Militar desta sexta-feira (18). O documento traz, em substituição, a nomeação do tenente Willame Bruno da Silva Barbosa atual comandante do 1º Pelotão da Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas (Cipred) para o cargo. Ele deverá acumular as duas funções.

A publicação traz ainda a relocação da coronel Margarida Brandão no Centro de Estudos Superiores (CES) da Polícia Militar, que funciona no prédio da Academia da PM, na avenida Alexandrino de Alencar. Ela deverá atuar como subdiretora do órgão.

Por telefone, a tenente-coronel Margarida Brandão contou que ficou sabendo do desligamento por meio de contatos de amigos  para confirmar a publicação no Boletim da PM, e lamentou a postura adotada pelo Governo do Estado em se manter sem diálogo e espaço para a manutenção do programa, com a saída de de 54 praças remanejados por decisão da Secretaria de Segurança e Defesa Social ao longo do ano.

“O governo não tem que mandar recado. É preciso espaço para conversa e para o respeito com os profissionais especializados que atuam no Programa. E não inviabilizar o trabalho de anos”, disse Margarida.

O tom de cobrança adotado pela coordenadora desde julho,  segundo ela, era necessário para  buscar o reforço de policiais militares que vinha perdendo efetivo e comprometendo o trabalho realizado. Ela lembra que, no auge do programa, o efetivo era formado por 100 policiais com atuação em 52 municípios potiguares.

“Como estou à frente tive que adotar uma postura em defesa do programa. É uma grande perda para a sociedade potiguar que um programa de prevenção nas escolas, não seja valorizado, assim como os seus profissionais”, criticou.

A advogada e representante jurídica do Proerd, Katia Nunes, credita o afastamento a “perseguição política”. “Há um total desconhecimento, por opção, do Governo sobre o Proerd e o que se travou foi uma perseguição após as cobranças para evitar o fim do programa”, disse.

Em entrevista à TRIBUNA DO NORTE, publicada dia 3 de dezembro, a tenente-coronel critica “a falta de diálogo e as ações adotadas pela Sesed”. “Mais da metade do efetivo de Natal foi relocada. Como desenvolver um Programa sem efetivo? Não tem como”, lamentou a coordenadora.

Há 13 anos no RN, o Programa Educacional de Resistência às Drogas atende a educação infantil com currículos específicos para alunos do 5º ano do ensino fundamental, para alunos do 7º do fundamental, e para os pais de alunos e responsáveis. Cada currículo tem uma carga horária e metodologia próprias.

Tribuna do Norte

Segundo o 190 RN, durante a noite deste domingo (20), o 3º BPM intensificou o patrulhamento tático nos bairros de Nova Parnamirim, Cidade Verde, Emaús, Centro e Parque Industrial. Ao todo, cerca de 400 pessoas abordadas e 38 ônibus e alternativos revistados. O objetivo da ação é coibir os crimes praticados dentro de transportes públicos e garantir a segurança do usuário.

Segundo o Agora RN, três detentos que estavam custodiados no Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira conseguiram fugir na madrugada de ontem (20), por um buraco em uma das celas da unidade prisional.

No momento da fuga, apenas um policial militar e um agente penitenciário faziam a guarda do Centro de Detenção.

Policiais do 1º Batalhão de polícia Militar (1º BPM) realizaram diligências na tentativa de prender os fugitivos, que ainda não foram encontrados.

O Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) realizou na noite da última  quinta-feira (17) diversas abordagens e barreiras na cidade de Natal, com o objetivo de identificar produtos ilícitos, foragidos da justiça e veículos adulterados ou com queixa de roubo/furto, sendo abordadas 344 pessoas e 181 veículos, com a revista e consulta da documentação veicular e pessoal.

Na zona Norte de Natal, os policiais do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), por meio do Grupo de Policiamento Interativo (GPI), realizou uma barreira fixa na Rua Acaraú, no conjunto Panatis I, no Bairro Potengi, com abordagens a veículos e pedestres que transitavam naquela via. Na ocasião os policiais detiveram Jadson Nicácio e Silva, de 20 anos, que conduzia uma motocicleta adulterada e portava um revólver calibre 38 municiado. O infrator foi encaminhado para a Delegacia de Plantão da zona Norte de Natal para o registro da ocorrência.

Os policiais do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM) intensificaram o policiamento na zona Sul de Natal, onde foram realizadas barreiras na Avenida Engenheiro Roberto Freire e nos Bairros de Lagoa Nova, Candelária, Morro Branco, Nova Descoberta, Neópolis e Ponta Negra, com abordagens a ônibus, automóveis e motocicletas, a revista pessoal e veicular. Na ocasião, os policiais conferiram documentos dos veículos e a identificação dos condutores, com o objetivo de identificar motocicletas e automóveis roubados e foragidos da justiça que porventura transitassem pelo local. Cento e trinta e cinco pessoas e 41 veículos foram revistados.

Já na zona Oeste de Natal, os policiais do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM) realizaram barreiras fixas e o patrulhamento tático móvel, com abordagens em bares, praças, ruas e avenidas do Bairro do Bom Pastor.

Os policiais do 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM) que atuam no Ronda Cidadã da Área Integrada de Segurança Pública 4 (AISP 4) detiveram, na Rua São Paulo, no Bairro de Mãe Luiza, na zona Leste de Natal, cinco pessoas que estavam em atitude suspeitas. Elas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil para melhor apuração dos fatos. O 1º BPM também realizou barreira fixa na Rua Trairí, no trecho que dá acesso ao Bairro de Mãe Luiza, com abordagens a ônibus, automóveis e pedestres que entravam ou saiam da comunidade, não sendo registrada nenhuma ocorrência naquela região.

*Fonte: Assessoria / Sesed

Os moradores  do Pé do Galo em Macaíba, sofreram durante à noite de  ontem (18) a sensação de insegurança após ouvirem vários disparos de arma de fogo.

Segundo o que foi repassado para a redação da Connect TV, dois homens em uma motocicleta atiraram por diversas vezes em via pública. A dupla por várias vezes repetiam o mesmo trajeto passando na mesma rua dando continuidade a sequência dos disparos.

Apesar do susto nenhum morador da região ficou ferido e os moradores cobram segurança ao poder público.

Segundo o 190 RN, a equipe do Centro de Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), por meio da tripulação do helicóptero Potiguar 01, da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), realizou na tarde de ontem (18), o transporte aeromédico de uma paciente, de 69 anos, da cidade de Mossoró para Natal.
A ação necessitou do apoio do Potiguar 01 da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e do Serviço Móvel de Urgência (SAMU 192/RN) tendo em vista a urgência do caso devido a complicações após um princípio de infarto associado a uma insuficiência renal. A idosa foi entregue aos cuidados da equipe médica da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL).

Segundo o 190 RN, policiais do 4º BPM apreenderam uma arma de fogo na noite de ontem  (17) na Rua Acaraú no Conjunto Panatis I, de posse de Jadson Nicácio e Silva, de 20 anos.

 A apreensão ocorreu quando os policais realizavam abordagens a veículos e pedestres naquele local e ao abordar Jadson em uma motocicleta, um revólver calibre 38 foi encontrado e o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Plantão da zona Norte de Natal.

 Na delegacia o suspeitos disse que estava armado porque tinha inimigos, mas a história não convenceu os policiais que acreditam que o infrator pretendia realizar assaltos naquela região da cidade. Ele foi autuado por porte ilegal de arma de fogo.

No final da tarde de hoje, 17 de dezembro, policiais da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas, Rocam, procuravam dois elementos acusados de assaltar uma moça, próximo ao Bar Acapulcos, no Inocoop do Alto de São Manoel e se depararam com eles numa motocicleta fugindo em direção ao Papoco “Várzea”.

Os policiais da Rocam seguiram os dois jovens e pediram apoio A Central de Operações da Policia Militar. Os rapazes abandonaram a motocicleta e entraram numa casa abandonada próximo as margens do Rio Mossoró, onde segundo informações, já existiam outros esperando.

A equipe da Rocam, formada pelo Sgt Renixon e os Sd’s Nogueira e Alan foi recebida a bala pelo grupo. No confronto um deles foi baleado e mesmo sendo socorrido às pressas pela própria polícia, não resistiu aos ferimentos e morreu quando chegava no Tarcísio Maia.

A motocicleta utilizada no assalto e abandonada durante a perseguição, tinha queixa de roubo. Com o jovem que morreu os policiais encontraram um revólver calibre 38 com todas as munições deflagradas e 115 pedras de Crack embaladas e prontas para o consumo.

A polícia recebeu uma informação que o rapaz morto, possivelmente se chama “Leonardo” e estaria envolvido na morte de José Nazareno da Costa Lima 44 anos, irmão do advogado Anchieta Costa Lima no dia 22 de março de 2014, no bairro Belo Horizonte. A informação ainda não foi confirmada.

O cãmara

Os servidores do Instituto Técnico e Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) decidiram na tarde desta última quarta-feira (16) paralisar totalmente as atividades e vão suspender o recolhimento de corpos em locais de crime. A paralisação das atividades será feita, segundo nota emitida pelo sindicato da categoria, até que o governador Robinson Faria receba a categoria.

Com isso, durante esta tarde, os servidores estiveram acampados na frente da Governadoria aguardando que o governador chame o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) para uma reunião.

“O objetivo de encontro é saber do governador Robinson se ele vai enviar para a Assembleia Legislativa uma minuta que exclui cerca de 500 servidores, trazendo um prejuízo sem tamanho para a vida dessas pessoas que ao longo de décadas se doaram para manter o funcionamento do Itep”, disse Paulo César de Macedo, presidente do Sinpol.

Ainda de acordo com ele, a última minuta do Estatuto feita pelo Governo contempla apenas 34 servidores. “Infelizmente, o governador não está cumprindo com sua promessa de campanha de que iria enviar a minuta que ficou pronta em 2013. Até depois de eleito ele deu sua palavra que ia fazer isso. Mas 12 meses se passaram e ao contrário disso outras minutas foram criadas e todas prejudicando os trabalhadores”, completa

Paulo César explica ainda que os servidores estavam cumprindo 30% dos serviços, mas decidiram paralisar 100% pois tiveram a confirmação, através do Gabinete Civil, de que o Governo pretende enviar a minuta que deixa de fora a maioria dos servidores.

G1 RN

Após mais de um ano de um intenso trabalho investigativo, a equipe de policiais da DP Macaíba desarticulou uma quadrilha de traficantes que tinha atuação em Macaíba e ramificações na cidade de São Tomé. A organização era comandada pelo presidiário do Presidio Estadual de Parnamirim (PEP) identificado por Cosme Wendel Rodrigues Gomes, 34 anos, mais conhecido como “Cego”. A quadrilha mantinha um alto grau de organização, cada integrante tinha uma função bem definida. O Cego distribuiu integrantes da quadrilha em vários bairros da cidade, cujo objetivo era comandar o tráfico no município de Macaíba.

Segundo o delegado Normando Feitosa as investigações concluíram que o Cego é o principal suspeito de vários crimes na cidade de Macaíba, entre tráfico de drogas, homicídios e roubos.

Matéria na íntegra Connect TV

190 RN – Duas pessoas foram baleadas na tarde deste último domingo (13) na Rua Santa Luzia, na cidade de Parnamirim. Segundo populares ao 190rn, Gilvano Paulino Barbosa, 34 anos, e Daniel Paulino Barbosa, foram alvejados por homens que estavam em um veículo tipo Gol que após efetuar os disparos fugiram com destino ignorado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu umas das vítimas para o Hospital Deoclécio Marques de Lucena. Já , Gilvano Paulino Barbosa morreu ainda no local.

O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil.

Operação da polícia civil no final da manhã desta terça-feira (15) resultou na prisão de Francisco Givanílson Clementino Duarte, 28 anos, foragido de alcaçuz, onde responde na justiça por tráfico de drogas.

O serviço de inteligência da Polícia Civil descobriu que o foragido estava escondido em uma residência alugada no Loteamento Recando Verde, em Macaíba, região Metropolitana da capital Potiguar. De acordo com informações dos agentes, quando os policiais cercaram a casa onde Francisco Givanílson estava, o mesmo ainda chegou ameaçar em atirar, mais logo em seguida foi preso. Na residência a policia encontrou dois carros roubados, duas balanças de precisão, papel filme que é usado para embrulhar drogas e outros objetos que passaram por uma averiguação.

O recapturado é bastante conhecido pela a polícia como o maior traficante do litoral sul do estado.

Segundo foragido é preso no Bairro Morada da Fé.

Mais um foragido da justiça identificado por Denis Silva de Oliveira, 22 anos, foi preso pela a Polícia Civil no bairro Morada da Fé, em Macaíba.

A prisão ocorreu no inicio da tarde desta terça-feira (15) quando um mandado foi expedido pela  justiça do Estado do Rio Grande do Norte. Denis Silva estava respondendo sua pena  no semiaberto, mais nunca compareceu ao presídio. O mesmo foi preso na casa dos seus pais aonde estava escondido, o mesmo responde por roubo.

Informações da Connect TV.

A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão no apartamento do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB), em Natal, na manhã desta terça-feira (15). Dois carros da PF descaracterizados estavam parados em frente ao prédio localizado em Areia Preta, na Zona Leste da capital potiguar, desde as primeiras horas da manhã. Henrique Alves se disse “surpreso” com a operação, mas falou estar “à disposição para qualquer esclarecimento”.

Por volta das 8h os policiais federais deixaram o local com um malote em mãos. A ação faz parte das investigações da Operação Lava Jato e a ordem das buscas partiu do Supremo Tribunal Federal (STF). Seis policiais federais participaram da busca em Natal.

A assessoria do ministro informou que ele está em Brasília. Às 14h (horário do Rio Grande do Norte, Henrique Alves emitiu nota por meio da assessoria: “Apesar de surpreso, respeito a decisão do Supremo Tribunal Federal. Estou, como sempre, à disposição para prestar qualquer esclarecimento que se fizer necessário”, diz a íntegra da nota.

De acordo com a Polícia Federal, foram expedidos 53 mandados de busca e apreensão, referentes a sete processos da Lava Jato. O principal objetivo da PF é evitar que investigados destruam provas. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência oficial do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília. A PF também cumpriu mandados em endereços do peemedebista no Rio de Janeiro e na Diretoria Geral da Câmara dos Deputados.

A PF também informou que, além das residências de investigados, são realizadas em sedes de empresas, escritórios de advocacia e órgãos públicos.

Os mandados foram cumpridos no Distrito Federal (9), em São Paulo (15), Rio de Janeiro (14), Pará (6), Pernambuco (4), Alagoas (2), Ceará (2) e Rio Grande do Norte (1).

Veja abaixo o nome de quem foi alvo da operação desta terça:

Aldo Guedes, ex-presidente da Copergas e ex-sócio de Eduardo Campos

Alexandre Santos (PMDB-RJ), ex-deputado federal

Altair Alves dos Santos, que, segundo o lobista Fernando Baiano, recebeu RS 1,5 milhão para repassar a Cunha

Aníbal Gomes (PMDB-CE), deputado federal

Áureo Lídio (SD-RJ), deputado federal

Celso Pansera (PMDB-RJ), ministro de Ciência e Tecnologia

Denise Santos, chefe de gabinete do presidente da Câmara

Djalma Rodrigues de Souza, ex-gerente executivo de Gás Natural da Petrobras

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara dos Deputados

Eduardo da Fonte (PP-PE), deputado federral

Edison Lobão (PMDB-MA), senador e ex-ministro de Minas e Energia

Fábio Ferreira Cleto, ex-vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, indicado por Eduardo Cunha para o cargo

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), senador

Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), ministro do Turismo

Lúcio Funaro, doleiro que teria ligações com Eduardo Cunha

Nelson Bornier (PMDB-RJ), prefeito de Nova Iguaçu e ex-deputado

Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro indicado pelo PMDB para o cargo

Informações G1 RN

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ontem  (11) não ter relação com a edição de medidas provisórias investigadas pela Operação Zelotes da Polícia Federal.

Lula foi intimado pela PF a prestar depoimento sobre a atuação da LFT Marketing Esportivo, empresa de um de seus filhos, Luis Cláudio da Silva, que recebeu R$ 1,5 milhão do escritório de lobby Marcondes & Mautoni.

O mesmo escritório foi contratado por empresas do setor automobilístico interessadas na renovação de uma medida provisória que beneficiava o setor.

Nota divulgada pelo Instituto Lula afirma que o ex-presidente “não tem qualquer relação com os fatos investigados”. “A medida provisória em questão foi editada e aprovada pelo Congresso em 2013, quando ele não era mais presidente da República”, informa o texto.

Entre 2013 e 2014, segundo a investigação, o grupo de lobistas atuou para renovar uma medida provisória de 2009, aprovada durante o governo Lula e com prazo de validade de cinco anos. A empreitada, de acordo com a Zelotes, resultou na edição da medida provisória n° 627, de 2013, que foi convertida em lei no ano seguinte.

A Procuradoria da República no DF sustenta que “é muito suspeito que uma empresa de marketing esportivo receba valor tão expressivo de uma empresa especializada em manter contatos com a administração pública”.

Instituto Lula informou ainda que o ex-presidente não foi notificado oficialmente para depor, mas “estará, como sempre esteve, à disposição das autoridades para contribuir com o esclarecimento da verdade”.

Um dos objetivos do delegado é confirmar a informação prestada pelo ex-ministro Gilberto Carvalho no depoimento que prestou à PF. Ele disse que Mauro Marcondes é amigo de Lula. A PF quer saber detalhes da relação entre o lobista e o ex-presidente.

Luis Cláudio afirma que prestou serviços de marketing esportivo ao escritório Marcondes & Mautoni. A PF, porém, aponta que os documentos apresentados para justificar os serviços se baseiam em “meras reproduções de conteúdo disponível” na internet, “em especial no site Wikipédia”.

Folha de São de Paulo/ Via Notícias Agrícolas