Área Policial Arquivo

190 RN – Na noite deste último domingo (29), policiais militares do 9º BPM, pertencentes ao Ronda Cidadã da Área Integrada de Segurança Pública – AISP 11, efetuaram a apreensão de uma arma de fogo na zona Oeste de Natal.

Os policiais receberam a informação de que uma pessoa em um veículo tipo Ford Ka teria efetuado disparos de arma de fogo contra um homem de 31 anos. Os militares realizaram o patrulhamento no local no intuito de prender o suspeito, e, durante as diligências, os policiais receberam a informação de que a arma estaria na residência de Leonardo Moisés da Silva, suspeito dos disparos.

A informação foi repassada pelo irmão de Leonardo Moisés que achou a arma de fogo em sua residência que teria sido utilizada pelo mesmo para efetuar a tentativa de homicídio.

O irmão do suspeito realizou a entrega aos policiais militares que, por sua vez, o conduziram, juntamente com a arma apreendida, para a confecção do Auto de Exibição e Apreensão de Arma de Fogo.

Sim, a voz em um áudio vazado e “recortado” que circula em grupos de WhtasApp é a minha. O áudio é uma conversa com uma cidadã indignada, após a mesma postar uma mensagem na minha página pessoal no Facebook. Admito toda minha intempestividade ao generalizar a minha insatisfação a todos os policiais civis, mais específico aos delegados civis.

Reconheço a minha explosão emotiva por buscar um serviço público melhor, e por isso, aos policiais civis que de fato trabalham e honram o cargo, minhas sinceras desculpas por ter colocado os senhores nos rol dos funcionários públicos preguiçosos, dos parasitas, e que todos sabem que existem. Aos delegados que me acompanharam durante inúmeras operações da Lei Seca, queria lembrar nome de todos, mas infelizmento só me recordo, no momento, dos competentes delegados Daniel e Montanha, seus agentes e escrivães. Aos outros profissionais delegados e agentes, que sempre nos atenderam, não por amizade, nem por aliança corporativista, mas sim pelo profissionalismo em cumprir sua função de maneira exemplar, o meu respeitoso perdão. Generalizar foi meu grande erro.

Também peço desculpas a todos pela forma grosseira de como me referi ao meu País.

Mas, não retiro uma vírgula sequer sobre o que falei sobre alguns funcionários públicos, que recebem, alguns muito bem, e nada fazem pelo cidadão, muito pelo contrário, apenas apontam o dedo para quem tenta trabalhar por um país melhor.

Atenciosamente,

Capitão PM Styvenson Valentim.

Rio de Janeiro - Chefe de Polícia Civil do Rio, Fernando Veloso, e a delegada da Criança e Adolescente Vítima, Cristiana Bento, falam sobre o estupro coletivo da adolescente de 16 anos (Tomaz Silva/Agência Brasil)

Tomaz Silva/Agência Brasil

Vinícius Lisboa – Repórter da Agência Brasil

O chefe de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Fernando Veloso, e a titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima, Cristiana Bento, disseram hoje (30) à imprensa que já há elementos que permitem afirmar que a adolescente de 16 anos, que teve um vídeo em que aparece nua e desacordada divulgado nas redes sociais, foi vítima de estupro coletivo.

“A gente não tem mais o que falar sobre isso. Essa menina foi vítima de violência sexual, ela foi vítima, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, da divulgação das imagens e está sendo vitimizada pela população, que fica julgando o que ela foi ou deixou de ser. Essa menina precisa de proteção, de cuidado”, disse a delegada. “Houve estupro, sim. Agora, o que pretendo fazer é descobrir a extensão desse estupro, quantas pessoas estupraram essa jovem”, acrescentou Cristiana.

Segundo a Polícia Civil, o vídeo que circulou nas redes sociais já é prova suficiente de estupro coletivo. Nas imagens, um homem manipula o corpo da jovem, aparentemente desacordada, na presença de mais duas pessoas. “Se um abusa, e o outro está olhando, ele é partícipe e vai responder pelo mesmo crime”, disse a delegada.

Ler mais…

Agora RN – Titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, o delegado Fábio Rogério afirma que ficou “estarrecido” com o áudio que circula pelas redes sociais no qual o capitão da Polícia Militar Styvenson Valentim afirma que os policiais civis, sobretudo, os delegados, ganham muito e trabalham pouco.

Em vídeo postado no seu perfil no Facebook, o delegado Fábio Rogério afirma afirma que as palavras de Styvenson se traduzem em “falta de respeito e sensibilidade”. “Como policial, não poderia silenciar diante de áudio cheio de arrogância prepotência e discriminação. Não se pode e nem se deve generalizar, dizendo que não fazemos nada”, declarou Rogério.

Endereçado ao capitão Styvenson, o vídeo produzido pelo delegado da Polícia Civil ainda destaca que a “vaidade é inimiga do espírito de equipe”.

Reprodução

Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou nota no início da noite deste domingo (29) informando que a titular da Delegacia da Criança e do Adolescente, Cristiana Bento, assumiu a investigação do estupro coletivo sofrido por uma adolescente de 16 anos, há uma semana, na zona oeste da capital fluminense.

Segundo a nota, a medida visa “evidenciar o caráter protetivo à menor vítima na condução da investigação, bem como afastar futuros questionamentos de parcialidade no trabalho”. A decisão foi tomada depois de críticas à conduta do delegado Alessandro Thiers, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática.

Segundo a nota, a delegada Cristiana Bento está analisando as provas colhidas até o momento, incluindo depoimentos e outras diligências feitas pela Polícia Civil, “para definir os próximos passos da investigação”.

Com a decisão da Polícia Civil, as investigações sobre o estupro serão desmembradas como queriam as advogadas da vítima. O delegado Alessandro Thiers cuidará das investigações relativas ao vazamento do vídeo divulgado na internet, detalhando o estupro da jovem por 33 homens da favela do Morro São José Operário.

No início da manhã, sob o título de Vitória das Mulheres, uma das advogadas da adolescente, Eloisa Samy, chegou a comemorar a troca da coordenação das investigações na internet.

“O delegado Alessandro Thiers não é mais o encarregado da investigação do estupro coletivo”, escreveu a advogada em uma rede social.  Segundo Eloísa, a decisão foi tomada pela juíza do plantão noturno do Tribunal de Justiça, que determinou o desmembramento do inquérito para que as investigações sejam, daqui por diante, conduzidas pela Delegacia da Criança Vítima.

Tal informação foi desmentida no início da tarde pelo Tribunal de Justiça do Rio. O pedido da advogada para afastamento do delegado será analisado nesta segunda-feira (30).

190 RN – Um crime de homicídio foi registrado na noite desta última sexta-feira (27) na Rua Doroti Moura, no bairro de Santos Reis, em Parnamirim. Um homem conhecido por “Ferro Velho” foi assassinado a tiros.

De acordo com a PM, a vítima já tinha sido alvo de uma tentativa de homicídio na semana passada e ontem acabou não resistindo. Os atiradores conseguiram se evadir sem serem identificados.

A Polícia Civil irá investigar o caso.

Connect TV – Um homem por nome de Junho, foi alvejado por disparo de arma neste último sábado, 28, na zona rural de Macaíba.

O fato ocorreu no conjunto Manoel Dias, em Magabeira. Haja em vista que até o momento ainda não se sabe quem seria o atirador ou o que teria motivado este atendado.

A vítima mesmo ferido ainda conseguiu correr até a comunidade aonde mora conhecida por “Xingu”, e de lá foi socorrido até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Macaíba.

O crime será investigado pela a delegacia do município.

Na tarde desta última sexta-feira (27), a Polícia Civil da delegacia de Macaíba, através do delegado Normando Feitosa e do chefe de investigação, Luciano Silva, localizaram e prenderam João Paulo Edvanderson, no conjunto Aliança. João paulo, conhecido mas por apelido de “Nandinho”, foi preso após mandato de prisão. A prisão de João paulo veio ocorrer após investigação da delegacia de Macaíba, iniciada no final do ano passado, com objetivo de combater o tráfico de drogas.

Contra João Paulo existe as acusações de tráfico de drogas e também porcrime de  homicídio. O acusado foi entregue ao sistema penintenciário para os cuidados da justiça.

 

 

PM apreende arma após ação preventiva no distrito industrial de Macaíba

Políciais militares da 1º companhia de Polícia de Macaíba através de ações preventivas  obtiveram êxito ao abordar um homem em atitude suspeita no distrito industrial.  Segundo a Connect TV, durante a revista foi encontrado com o suspeito um revólver calibre 38. Por não possuir porte de arma, o homem identificado por Ronaldo, foi conduzido pelos policiais até a delegacia de Polícia Civil para os procedimentos previstos em lei.

Homem é revistado e PM encontra maconha, suspeito foi levado para delegacia de Macaíba

Foi preso na manhã de hoje (25), o senhor Edicleiton Costa, de 32 anos, cidadão que estava com atitude suspeita no centro de Macaíba. Uma viatura da PM revolveu então fazer abordagem no mesmo e constatou que com ele havia algumas gramas de droga, tipo maconha. Segundo a Connect TV, Edicleiton foi levado para delegacia de Polícia Civil com a substância apreendida.

Suspeito de furtos é assassinado a tiros em Macaíba

Connect TV – O Centro Integrado de Segurança Pública (CIOSP), registrou nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 24, um encontro de cadáver na cidade Macaíba, região metropolitana de Natal.

O corpo foi encontrado estendido sobre o solo de um campo de futebol no bairro Morada da Fé. Moradores da localidade informaram a CONNECTTV, que a vítima identificada até o momento pelo o apelido de “babay”, de aproximadamente 50 anos e residia na comunidade “Cidade de Deus”, estava realizando alguns furtos no bairro e já teve passagem pela polícia. Algumas pessoas que preferiram não se identificarem, relataram que ouviram alguns disparos de arma de fogo na noite anterior.

PM realizada operação e apreende drogas em Macaíba e São Gonçalo

A Policia Militar do 11º Batalhão realizou durante este final de semana nos municípios de Macaíba e São Gonçalo do Amarante, a operação “Comunidade Segura”, que teve como objetivo levar mais segurança nas comunidades destas cidades.

O tenente coronel Marlon de Gois, comandante da policia militar do 11º Batalhão, informou a CONNECTTV, que mais de 400 pessoas foram abordadas e vários matérias apreendidos. São eles; 1 espigada de fabricação caseira, 17 trouxinhas de cocaína e 9 porções de maconha.

O comandante ainda informou que está operação também ocorreram nos encontros de paredões, as margens da BR-304, em Macaíba, no intuito de recuperar veículos roubados ou outro tipo de irregularidade.

Jovem é preso pela Polícia Civil com objetos furtados dentro de casa em Macaíba

Equipe da Polícia Civil prendeu na manhã desta segunda-feira, 23, um jovem de 19 anos e identificado por Diego Casusa da Silva. O mesmo foi preso em sua residência com objetos fruto de um furto.

Os agentes receberam uma informação que alguns objetos tinham sido furtados de dentro de uma granja na comunidade do Pé do Galo durante está madrugada, e após uma denúncia anônima, policiais descobriram que Diego Casusa guardava o material furtado, no qual recebeu de um outro homem onde o seu nome permanece em sigilo para não atrapalhar as investigações.

Diante do flagrante, o jovem foi conduzido até a delegacia de Macaíba onde ficará a disposição da justiça.

Informações Connect TV

 

Reprodução

Vinícius Lisboa – Repórter da Agência Brasil

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro já sabe o paradeiro de quatro pessoas que estão sendo investigadas no caso de estupro coletivo de uma adolescente no último fim de semana, em Jacarepaguá, zona oeste da cidade. O caso causou indignação após ser divulgado nas redes sociais. Eventuais pedidos de prisão, no entanto, ainda não foram feitos à Justiça, porque, segundo os delegados, as investigações estão em fase inicial e não há elementos que justifiquem a medida.

Os crimes que estão sendo investigados são o estupro de vulnerável, já que a vítima é menor de idade, e a divulgação na internet de material pornográfico envolvendo menores. O titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, Alessandro Thiers, não divulgou o nome dos quatro identificados e ponderou que ainda não é possível afirmar que eles tenham participado do estupro.

“Dessas quatro pessoas, nem todas efetivamente participaram do fato: uma estaria na imagem que está sendo divulgada e outra seria o suposto namorado que teria levado a jovem ao local”, disse o delegado, que pretende ouvir os quatro identificados “o quanto antes”.

Ler mais…

Dois homens foram presos na madrugada de ontem  (27) ao serem flagrados roubando cabos de fibra ótica na cidade de Vera Cruz. Wellington Junior Rodrigo Dos Anjos, 25 anos, e Tasso Luiz Dos Anjos de Oliveira, 27 anos, estavam com mais de 2mil metros de cabos quando foram detidos. Eles não souberam informar para quem ou por qual motiva estariam retirando os cabos e acabaram sendo conduzidos à Delegacia de Polícia Civil e ficaram à disposição da Justiça.ão da Justiça.

190 RN

Reprodução

Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil

O secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, afirmou hoje (27) que as autoridades “não vão descansar até identificar e prender” todos os envolvidos no estupro coletivo de uma jovem de 16 anos, ocorrido no último fim de semana, em Jacarepaguá, zona oeste da capital fluminense.

De acordo com o relato da jovem à polícia, ela teria sido violentada por 33 homens fortemente armados numa casa no alto do Morro São José Operário, na Praça Seca. Os homens seriam ligados ao tráfico de drogas na região.

“Estamos com duas delegacias investigando essa barbárie, para uma rápida resposta à sociedade. Esse episódio mostra como operam as punições das facções criminosas, que ainda tentam impor o silêncio às vítimas e testemunhas. Não vão conseguir. Não vamos descansar até identificar e prender todos”, disse Beltrame em comunicado publicado no Twitter da secretaria.

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal do Rio de Janeiro também se manifestou contra o espisódio e cobrou “rapidez na apuração, identificação dos responsáveis e punição dos envolvidos no crime”. “Trata-se de um ato de barbárie e covardia”, afirmou em nota o presidente da comissão, Jefferson Moura (Rede).

190 RN – Um crime de homicídio foi registrado ontem (25) na Rua Manoel Batista, no bairro de Bela Vista, em Parnamirim. A vítima ainda não identificada foi alvejada dentro de sua residência por criminosos que conseguiram se evadir sem serem identificados.

A PM foi ao local, mas ninguém quis comentar ou passar mais informações sobre a motivação para o crime. O caso será investigado pela Polícia Civil.