Descrição do autor

Administrador

                         

Acaba de sair o maior acordo politico do estado, Henrique Alves é lançado oficialmente candidato a governador do RN, com ele estará Ricardo Motta ( presidente da assembleia  legislativa), João Maia (Deputado Federal) cotado para ser vice de Henrique, Wilma de Farias( vice-prefeita de Natal) pré candidata ao senado, já do outro lado está Robson Farias atual vice governador que tem o sonho de ser realmente governador, junto a ele vem Fátima Bezerra (Deputada Federal) pré candidata ao senado, esse será o quadro eleitoral do RN, um acordão e a mesmice de sempre, estamos perdidos e sem opção de renovação!!!

União, mudança e esperança foram palavras-chave no programa partidário do PSB que foi ao ar na noite de ontem  em cadeia nacional de rádio e TV. Como previsto, o pré-candidato à Presidência da República da legenda, o governador de Pernambuco Eduardo Campos, buscou unir sua imagem à da ex-senadora Marina Silva. A peça apostou em um formato em que Campos e Marina ficaram sentados frente a frente, em um ambiente montado como uma sala de estar. Os dois completaram as ideias e frases um do outro ao longo do programa, que durou dez minutos.

Desde o início, ficou clara a estratégia de ligar os dois. “Marina, você sabe que você e eu somos filhos da esperança” – foi a primeira frase de Campos, na abertura, e repetida no início do bate-papo entre eles. O programa alinhou as histórias pessoais, de Marina no Acre e de Campos em Pernambuco, e buscou aproximar os discursos que podem parecer antagônicos: o dela pela sustentabilidade e o dele pelo desenvolvimentismo.

O pessebista reverenciou a provável futura companheira de chapa, destacando que ela recebeu mais de 20 milhões de votos na última eleição presidencial e abrindo espaço para ela falar da sua legenda Rede Sustentabilidade. A união entre Campos e Marina foi anunciada em outubro, surpreendendo até analistas políticos. Apesar de já passados cinco meses, a parceria é ainda pouco conhecida da população. Basta ver que na última pesquisa Ibope, de intenções de voto para Presidência, Marina ainda aparecia com 2% na pesquisa espontânea, apenas um ponto porcentual a menos que Campos. No mesmo levantamento espontâneo, a presidente Dilma Rousseff apareceu com 23% das intenções de voto, o ex-presidente Lula com 7%, Aécio Neves e José Serra (ambos do PSDB) com 6% e 2%, respectivamente.

Outro ponto central do programa partidário foi trazer críticas diretas ao governo Dilma Rousseff. Campos afirmou que o País “vinha melhorando” desde o governo Itamar Franco, que o governo Lula “cuidou de preservar” os avanços econômicos, mas que “de 2011 para cá, começamos a ver as coisas não darem certo”.

“Governante que não ouve, dá as costas para o povo”, complementou Marina em uma alusão direta ao perfil centralizador de Dilma e às críticas de pouco diálogo da presidente com políticos e com o mercado. O programa fez menção ao descontrole da inflação e à questão energética, aproveitando para dar espaço ao discurso de sustentabilidade de Marina. Ela e Campos criticaram a importação de óleo diesel para acionar termelétricas, sendo o Brasil “a região com maior insolação do planeta”.

“Ela poderia ter feito pelo Brasil aquilo que se comprometeu a fazer, seguir melhorando o Brasil, não desmanchar o que foi feito”, disse Campos. E Marina completou, dizendo que eles pretendem manter as conquistas dos governos anteriores, sem a “complacência com os erros (da presidenta  Dilma Rousseff)”.

Tribuna do Norte

                                 http://blog.tribunadonorte.com.br/panoramapolitico/files/2014/03/20140328-170536.jpg

No palanque do PMDB, a vice-prefeita Wilma de Faria enalteceu a candidatura de Eduardo Campos. “Ele é um homem sério, que merece todo nosso respeito”, disse.

Ao falar sobre o Estado, Wilma disse: “estamos unidos para salvar o Rio Grande do Norte. Unidos não é para me beneficiar, é para beneficiar o nosso Estado. Henrique, com certeza, que se coloca como pré-candidato, poderia muito bem fica onde estar, terceira autoridade do país. Um homem que realiza, sobre os aplausos de todos os brasileiros, um grande trabalho. Ele vem para lutar pelo povo do Rio Grande do Norte”, comentou.

Panorama Político

                           O ex-governador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM

O MP (Ministério Público) do Rio Grande Norte informou, nesta sexta-feira (28), que ingressou com uma ação civil pública para que os ex-governadores Lavoisier Maia Sobrinho e José Agripino Maia deixem de receber pensão vitalícia, no valor de R$ 11.000 mensais, paga pelo Governo do Estado.

José Agripino Maia é senador pelo Rio Grande do Norte e presidente nacional do DEM. Ele foi governador por duas vezes: entre 1983 e 1986 e entre 1991 e 1994. Já Lavoisier Maia Sobrinho se afastou da política, após ser governador entre 1979 e 1983.

Ambos teriam direito ao benefício – com base em uma norma estadual criada à época da ditadura– por governarem o Estado, mesmo durante períodos curtos.

“A norma estadual que fundamenta a concessão dessa ‘monárquica’ benesse aos ex-detentores do mandato de Governador de Estado está estampada no art. 175, da revogada Constituição Estadual de 1974 (editada sobre os auspícios da Ditadura Militar)”, traz a ação, assinada pelos promotores Emanuel Dhayan de Almeida, Paulo Batista Lopes Neto, Keiviany Silva de Sena e Hellen de Macedo Maciel.

Sem processo
Na ação, os promotores alegam que não houve processo para fundamentar o pagamento da pensão, o que aponta para benefício automático e vitalício, o que seria ilegal. “Não publicado o ato, bem como inexistindo forma, a denominada ‘pensão eletiva’ não existe juridicamente”, diz a ação.

Os promotores afirmam ainda que, com a Constituição de 1988, o uso de recursos públicos para pensões vitalícias teria sido proibido.

“É subversivo à noção de República a perpetuação de um gasto público a uma determinada pessoa, simplesmente pelo fato de ter exercido uma determinada função pública. Como já pontuado, a noção de república é refratária à instituição de privilégios vitalícios”, pontua a ação.

Outro lado
Em contato com o UOL, a assessoria do senador José Agripino Maia disse que o benefício recebido por ele não é ilegal e tem como base cargo assumido antes da Constituição de 1988. “É principio geral do Direito: os atos jurídicos são regidos pelas leis vigentes à sua época, à época dos fatos. Recebo essa pensão desde 1986, garantida pela constituição vigente à época em que fui governador. Qualquer interpretação em contrário, afronta a legislação que me assegurou esse direito. A exemplo do que ocorreu com governadores que me antecederam, a concessão do beneficio se dava automaticamente”, diz o senador em nota.

A reportagem não conseguiu localizar o ex-governador Lavoisier Maia Sobrinho para que ele comentasse a acusação.

Do UOL

Mudanças políticas fazem apoios de  2012 se desfazerem, tudo porque Henrique Alves resolveu se lançar candidato a governador, na campanha de 2012 o vice governador Robson Farias apoiou a então prefeita Marília Dias (PMDB), pensando ele em ter nas eleições deste ano o apoio dela como retribuição, mais como Henrique Alves é o presidente do PMDB no estado, não tem como Marília  o apoia-lo.

Já o prefeito Fernando Cunha (PROS) pode como de costume seguir o mesmo caminho de Ricardo Motta, e apoiar Henrique para governador,  sendo assim poderemos ver Marília Dias e Fernando Cunha no mesmo palanque.

Wilma_Faria_missa_UFRN_foto_Laurivan_Sousa_06

O apoio para o senado vai ser diferente entre Marília e Fernando Cunha, tudo porque o atual prefeito vem tendo uma aproximação com a Deputada Federal Fátima Bezerra pré candidata ao senado, Marília por sua vez pode vir com Wilma de Farias junto na chapa do PMDB.

O apoio do ex-prefeito Luizinho (PSB), é o único que não tem clareza, para governador ainda é uma incógnita saber quem o vereador e ex-prefeito Luizinho irá acompanhar em Macaíba, em 2010 ele apoiou Rosalba e não à Iberê candidato  a governador por seu partido, até agora só se sabe  que ele irá apoiar a candidata de seu partido Wilma de Farias para o senado.
Foto: Rodrigo Sena
“E esse discurso de falta de estrutura é desculpa para não trabalhar”, diz Baltazar

         
O Blog do Marcos Dantas conversou nesta sexta-feira (28) com o experiente Juiz de Direito, Henrique Baltazar Vilar dos Santos. Com a visão de quem já trabalhou em Caicó por vários anos, o juiz destacou três, das muitas providências que se tomadas, reduziria os índices de violência em Caicó.

“Polícia Civil eficiente, melhor policiamento ostensivo e criação da Guarda Municipal. Poucas vezes a Polícia Civil funcionou bem em Caicó. Esse discurso de falta de estrutura é desculpa para não trabalhar. Claro que é fato, mas não justifica. Basta apurar quantos inquéritos são feitos por mês e resultam em denúncias pelo Ministério Público”, disse o juiz.

O CTGás está interessado em implantar Instituto de Inovação em Energias Renováveis nas dependências da Escola Agrícola de Jundiaí, em Macaíba.

A intenção foi levada à reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Paiva, na quinta-feira (20), por representantes do Centro de Tecnologia do Gás e Energias Renováveis (CTGás). A Escola Agrícola de Jundiaí é uma instituição vinculada a UFRN.

A diretora executiva do CTGás, Cândida Amália Aragão de Lima, analisou a parceria como uma grande chance de unir duas instituições respeitadas pela sociedade. “Entendemos a preocupação da Universidade em especificarmos os objetivos e acreditamos que surge, aqui, uma oportunidade de unir a pesquisa básica à pesquisa aplicada”, opinou.

Para o pró-reitor de Pesquisa Valter José Fernandes Júnior, o projeto do Instituto de Inovação tem afinidade com a Escola Agrícola de Jundiaí por integrar pesquisas de fertilizantes com o uso de biomassas.

Da Folha Macaíba

                                 

Atual campeão dos galos do UFC, Renan Barão teve confirmada, nesta quinta-feira, sua segunda defesa do cinturão da categoria como campeão linear. Antes, Barão já havia defendido o cinturão como campeão interino.  Agora , o brasileiro vai enfrentar TJ Dillashaw no evento principal do UFC 173, no dia 24 de maio, em Las Vegas.

A informação foi divulgada pelo presidente do UFC, Dana White, em entrevista ao jornal norte-americano USA Today. Inicialmente, o UFC 173 teria Chris Weidman x Lyoto Machida como evento principal, mas uma lesão no joelho no campeão dos médios forçou o adiamento da luta para julho, no UFC 175.

Invicto há 32 lutas, Renan Barão vêm de vitória sobre Urijah Faber, quando fez sua primeira defesa como campeão de fato da categoria peso galo – faria uma unificação do título interino contra Dominick Cruz, mas o americano sofreu uma lesão e o brasileiro foi confirmado como dono do cinturão linear. Antes, já tinha defendido o título interino contra e venceu Michael McDonald e Eddie Wineland.

Já TJ Dillashaw vêm de vitória por decisão unânime sobre Mike Easton no UFC: Rockhold x Philippou, em janeiro deste ano.

A escolha de TJ chega a ser surpreendente, já que tudo indicava que o próximo adversário de Barão será o também brasileiro Raphael Assunção. Mas de acordo com o presidente do Ultimate, ele não pode aceitar o combate com tão pouco tempo de aviso, pois ele ainda se recupera de algumas lesões sofridas em sua última vitória sobre Pedro Munoz, no UFC 170.

O próprio Assunção já venceu Dillashaw em uma polêmica decisão dividida por pontos, no UFC Barueri.

UOL

                            

A Prefeitura de São Paulo decidiu abrir caminho para que os ônibus municipais tenham equipamentos como alto-falantes que informam paradas e aparelhos de internet sem-fio.

Essas e outras novidades estão sendo testadas em alguns veículos desde o ano passado, mas agora serão criadas regras para que as viações interessadas possam comprar e instalar os equipamentos.

A SPTrans, empresa responsável pelo transporte municipal, vai apresentar nesta sexta-feira (28) os requisitos básicos exigidos desses aparelhos e colher sugestões de fornecedores.

Depois, vai elaborar especificação técnica que todas as empresas terão que cumprir. Antes de poder ser vendido e instalado nos ônibus, cada modelo terá que ser homologado pela prefeitura.

Segundo a SPTrans, por enquanto estão sendo considerados os seguintes aparelhos: sistemas de localização por GPS, comunicadores, câmeras internas, roteadores de internet sem-fio, contadores de passageiros, sistemas de telemetria, painéis internos e externos e unidades de processamento de informações (computador de bordo).

Folha de São Paulo

Será realizado nos dias 28,29 e 30 de abril a 3º Semana Acadêmica de Ciências Agrárias no campus Macaíba EAJ, nos três dias ocorrerão Palestras, minicursos, artesanatos, cultura e arte, a semagrária já entrou para o calendário da Escola Agrícola e vem sendo um sucesso.

                            

Na tarde desta quinta-feira (27), alunos das escolas municipais Augusto Severo e Tereza Brito assistiram ao filme “A Turma da Mônica salvando o planeta”.  A exibição ocorreu no auditório do Centro de Convivência Pax Club, em alusão à Semana da Água, iniciada na terça-feira (25).

A Semana da Água está sendo organizada através de ações conjuntas das secretarias de Educação (SME) e de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB).

De acordo com Bruno César Silveira, coordenador da área de ciências da SME, o evento tem chamado a atenção dos estudantes para a questão de preservação do meio ambiente, em especial da água. “Tenho notado a empolgação dos alunos, principalmente os da faixa etária de 5 a 10 anos”, comentou Bruno César. As comemorações da Semana da Água serão encerradas amanhã (28), pela manhã, também no Pax Club.

Assecom PMM

                    

Em enquanto uns tentam mudar o desgaste que vem sofrendo na cidade do Coité, outros mantém aliados próximos para uma pré  2016 nas eleições desta ano, segundo informações que tenho  indicam que a campanha deste ano servirá de base  para ver a real situação que se encontra a popularidade do opositor junto ao eleitor macaibense, a rejeição após vitória dará aos opositores gás para 2016.

Jailton Silva

Envie sua crítica,sugestão ou opinião para nosso E-mail macaiba@outlook.com ou via página do blog no facebook click aqui

O presidente da Câmara de Vereadores, Lobão Filho (PMDB), preocupado com o aumento da violência na cidade de Caicó, deu entrada na sessão ordinária do legislativo desta quarta-feira (26), com requerimento solicitando que seja constituída uma comissão entre os vereadores para se reunir com o juiz criminal da comarca de Caicó, Luiz Cândido de Andrade Villaça e com o novo Delegado-Geral da Polícia Civil, Adson Kepler Maia.

Nas reuniões, o Lobão irá, juntamente com a comissão discutir sobre as reivindicações da segurança pública no Município de Caicó. Após essa reunião, deve ser agendada outra com o novo secretário de segurança General Eliezer Girão Monteiro Filho, para tratar do assunto em pauta.

Marcos Dantas

             RN Sustentável Lajes_Demis Roussos (4)

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) engrossou o discurso nesta quinta-feira (27) durante lançamento do RN Sustentável em Lajes. Quando discursava foi interrompida por um professor aposentado sobre seus projetos para melhorar a educação do Estado. Foi aí que Rosalba aumentou o tom da voz e passou a fazer uma espécie de desabafo, em tom de provocações. Até para o Sindicato dos Trabalhadores em Educação sobrou.

“Pegue seu contracheque e veja quanto era seu salário em 2010, quando assumi o governo e quanto é agora. Fizemos muito pela educação, mas muitos não querem aceitar. Essa greve recente foi sem motivo. Tem coisas que o povo precisa saber. Enquanto falta professor em algumas escolas, tem uns 40 a disposição dos sindicatos“, disse.

Marcos Dantas

                               

O presidente da Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que “não há mais o que fazer” sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobrás. “Evidentemente que uma CPI em ano eleitoral mais atrapalha do que facilita a vida do Brasil. Mas agora não há mais o que fazer, porque temos o requerimento, o fato determinado, o pedido, o número de membros da própria comissão. Vamos marcar a data, fazer a conferência dos nomes e instalar a CPI”, disse.

Estadão