Descrição do autor

Administrador

Entrevista do governador do Ceará, Camilo Santana, após encontro com o  ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Wilson Dias/Agência Brasil

Agência Brasil – O governador do Ceará, Camilo Santana, pediu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o reforço do apoio dado pelo governo federal no combate aos ataques promovidos por facções desde o início do mês no estado. A ofensiva teria começado em reação à nomeação do secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, e às medidas anunciadas como a não separação de presos em presídios por facção.

Santana solicitou mais 90 agentes penitenciários para as ações nos presídios do estado, além da manutenção da Força Nacional e dos agentes enviados pelo governo federal. No dia 4 de janeiro, o ministro da Justiça enviou inicialmente 300 homens, efetivo que foi acrescido de outros 106 dois dias depois.

“A gente foi fazer um diagnóstico da situação e solicitações de reforço de agentes penitenciários para as unidades prisionais do Ceará e a necessidade de manter, mesmo com a queda significativa das ações, o estado de alerta e monitoramento tanto das forças do estado quanto como também a presença da Força Nacional”, informou o governador do Ceará, após encontro com Moro.

Quanto ao prazo da presença da Força Nacional no estado, Santana disse que não houve acerto para a prorrogação. A permanência inicial definida foi de 30 dias, cujo encerramento seria no início de fevereiro. De acordo com o governador, a situação será avaliada até o fim desse período para ver se haverá necessidade de prorrogação.

Imagem relacionada

O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), pediu ao Supremo Tribunal Federal a suspensão da investigação criminal do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro contra o seu ex-assessor Fabrício Queiroz. O pedido foi analisado pelo ministro Luz Fux e foi atendido.

No STF, Flávio Bolsonaro alegou ter foro privilegiado e solicitou a anulação das provas recolhidas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). De acordo com o pedido, as informações colhidas pelo órgão estariam protegidas pelo sigilo bancário e só poderiam ser obtidas pelo MP com base  em decisão judicial.

 

PM/ASSECOM

Na manhã dessa quarta-feira (16), a Polícia Militar, através do 3º Batalhão, 4º Batalhão e do Batalhão de Policiamento de Choque – BPChoque, logrou êxito ao recuperar o veículo e a carga que haviam sido roubados de uma empresa especializada em entregas.

O Roubo aconteceu em Parnamirim, na Grande Natal, e a empresa vítima do roubo informou ao CIOSP que a carga possuía rastreamento. Em contato com as viaturas, foi indicado o local onde possivelmente estaria o material subtraído. As viaturas se deslocaram até a Travessa Campos Sales no conjunto Pajuçara, na zona Norte de Natal e ao chegarem ao local foram recebidas por disparos de arma de fogo por parte dos suspeitos. Os policiais revidaram a injusta agressão e no confronto Judson Dantas Francelino foi alvejado, vindo a óbito no Hospital Santa Catarina após ser socorrido, e Carlos Eduardo de Souza foi detido.

No Local, além do veículo tipo Kombi da empresa de entregas e da carga que nele se encontrava, os militares encontraram um Revólver da marca Taurus, cal.38 com 05 munições (02 deflagradas e 03 intactas), um veículo tipo Celta e uma motocicleta Honda CG150 (possivelmente usados na realização do assalto).

A guarnição fez a condução do suspeito detido e de todo material apreendido à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Parnamirim para realização dos procedimentos cabíveis.

O “Alô Idema” sistema criado para receber denúncias ambientais do estado está com novo número. A partir desta quarta-feira, 06/07, a população poderá entrar em contato pelo 3232-7004 para fazer denúncias ou tirar dúvidas relacionadas ao meio ambiente.

O sistema foi criado em 2008 e tornou-se um forte aliado do órgão. Por meio dele, a população denuncia crimes ambientais e contribui com o trabalho do instituto, auxiliando na atuação dos técnicos responsáveis pela fiscalização no estado.

O “Alô Idema” faz em média 150 atendimentos por mês, entre recebimento de denúncias, dúvidas e outras informações solicitadas pela população. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 7h00 às 18h00. Através dele, as denúncias recebidas são encaminhadas para os técnicos que atuam na Coordenação de Fiscalização do Idema. O  órgão conta com o apoio da Companhia Independente de Policiamento Ambiental (CIPAM).

“Essa ferramenta é de grande importância no combate aos crimes ambientais. O meio ambiente é responsabilidade de todos e por meio do Alô Idema a população torna-se parceira do Instituto e consequentemente do estado do Rio Grande do Norte”, ressaltou Rondinelle Oliveira, Diretor-geral do IDEMA.

Carteira de trabalho

Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil

Agência Brasil – Cerca de 3,4 milhões de trabalhadores começaram a receber o pagamento do sétimo lote do abono salarial dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) 2018-2019, ano-base 2017. Podem receber o benefício os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em janeiro e fevereiro e os servidores públicos com final de inscrição 5. A estimativa da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia, é que mais de R$ 2,8 bilhões sejam pagos.

A partir de hoje (17), trabalhadores da iniciativa privada podem procurar a Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-726 02 07. Para servidores públicos, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729 00 01.

Os correntistas da Caixa Econômica Federal, instituição bancária responsável pelo pagamento do PIS (iniciativa privada), tiveram os valores depositados em suas contas nessa terça-feira (15).

Tem direito ao abono salarial ano-base 2017 quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2017, teve remuneração mensal média de até 2 salários mínimos e seus dados foram informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do benefício é proporcional ao tempo trabalhado formalmente em 2017. Assim, quem esteve empregado o ano todo recebe o valor cheio, equivalente a um salário mínimo (R$ 998). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é de R$ 84 – ou 1/12 do salário mínimo –, e assim sucessivamente.

Para os trabalhadores nascidos entre julho e dezembro, o Abono Salarial ano-base 2017 começou a ser pago em 2018. Os nascidos de janeiro a junho realizam o saque em 2019. O prazo final de recebimento para todos os trabalhadores favorecidos pelo programa é 28 de junho de 2019.

Reprodução/Redes sociais

Uma colisão frontal envolvendo um caminhão-baú e um Renault Duster na BR-304 matou três pessoas e uma ficou ferida na manhã desta quinta-feira, 17.

O acidente aconteceu nas proximidades da cidade de Lajes, na região Central potiguar. No local, morreram os três homens ocupantes do automóvel enquanto no caminhão estavam duas pessoas, o motorista ficou ileso e o passageiro com lesões leves.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu por volta das 6h30, no Km 205. As vítimas ainda não foram identificadas.

Do Agora RN

Mais dois alunos da Rede Municipal de Ensino de Macaíba foram aprovados no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, unidade São Gonçalo do Amarante. João Pedro Alves foi aprovado em terceiro lugar no curso de Edificações e Maria Clara da Costa também em terceiro lugar no curso de Logística.

Ambos concluíram o ensino fundamental na Escola Municipal José Arinaldo, localizada no loteamento Esperança.

Alunos da Escola Municipal José Arinaldo são aprovados em 1º lugar no exame de seleção do IFRN

Resultado de imagem para marcia maia e fatima bezerra

A deputada estadual Márcia Maia (PSDB) vai fazer parte do governo Fátima Bezerra. Márcia que não conseguiu se reeleger, a partir  de fevereiro não estará mais na Assembleia Legislativa e irá assumir a presidência da  Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN).

Foto: Arquivo

Na noite desta última terça-feira (15), um funcionário de uma empresa terceirizada teve sua motocicleta roubada quando trafegava pela RN-160, próximo da Unidade de Pronto Atendimento de Macaíba. O trecho entre a UPA e a comunidade do Araçá vem registrando muitos roubos de motos, os moradores da região reivindicam ronda ostensiva da Polícia Militar e ações da Polícia Rodoviária Estadual.

 

O Governo do Estado conclui nesta quarta-feira (16), ao longo do dia, o pagamento antecipado do salário do mês de janeiro dos servidores que ganham até R$ 3 mil (valor bruto) e o salário integral de todos os servidores da segurança pública. O montante repassado aos servidores é de R$ 109,2 milhões. No último dia 11 já foi pago, antecipadamente, 30% do salário bruto para todas as faixas salariais.

A folha de janeiro será concluída no dia 31, com o pagamento dos 70% restantes dos servidores que recebem acima de R$ 3 mil, os da Educação e dos órgãos com arrecadação própria.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SEARH), somou esforços colocando servidores em três turnos de trabalho para dar conta da elaboração de duas folhas salariais seguidas, com um curto intervalo de apenas 4 dias. A antecipação salarial conseguida pelo Governo é uma forma de movimentar a economia do Rio Grande do Norte e valorizar o papel do servidor público.

Agência Brasil – Nesta sexta-feira (18), mais de 4,1 milhões de estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado terão acesso às notas das provas. O resultado será divulgado na internet, na Página do Participante, e no aplicativo oficial do Enem.

Os participantes terão acesso a quanto obtiveram em cada uma das provas: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação. A nota dos treineiros, aqueles que ainda não concluíram o ensino médio e fizeram a prova apenas para testar os conhecimentos, será divulgada apenas em março, 60 dias depois dos demais participantes.

A nota do Enem é calculada usando a chamada teoria de resposta ao item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada questão. O valor varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item.

Assim, se a questão tiver grande número de acertos será considerada fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar um item com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por ele.

O Enem foi aplicado nos dias 4 e 11 de novembro de 2018. Desde o dia 14 de novembro, estão disponíveis as provas e os gabaritos oficiais. Também estão disponíveis vídeos com os enunciados e as opções de respostas da videoprova em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgará ainda, em data a ser definida, o espelho da redação, ou seja, detalhes da correção dessa prova. Isso é feito após os processos seletivos dos programas federais. A correção tem função apenas pedagógica e não é possível interpor recurso.

O que fazer com as notas?

Com os resultados, os estudantes poderão concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O primeiro processo que terá as inscrições abertas é o Sisu. Para participar é preciso fazer a inscrição online no período de 22 a 25 de janeiro. Os estudantes já podem consultar, na página do programa, as vagas disponíveis. São mais de 235,4 mil vagas distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país.

Além dos programas nacionais, os estudantes podem usar as notas para cursar o ensino superior em Portugal. O Inep tem convênio com 37 instituições portuguesas. A lista está disponível na página da autarquia. Segundo o Inep, atualmente mais de 1,2 mil brasileiros usaram o Enem para ingressar nessas instituições.

IFRN publica Edital de vagas remanescentes para Pós-Graduação EaD

O Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN, publicou hoje (15) o Edital nº 01/2019, referente às vagas residuais para a Especialização em Práticas Assertivas da Educação Profissional Integrada à Educação de Jovens e Adultos, provenientes do Edital nº 35/2018. A Pós-Graduação é oferecida na modalidade de ensino à distância, e, ao todo, existem seis vagas disponíveis.

Inscrições

Os interessados podem se inscrever a partir de 1º de fevereiro, às 14h, até o dia 12, às 17h, por meio do sítio do Sistema Gestor de Concursos (SGC) do IFRN.

Os candidatos dos Polos especificados no edital, que participaram do processo seletivo regido pelo Edital 35/2018 e realizaram seu pagamento, mas não anexaram documentação comprobatória no período da inscrição, poderão participar deste novo processo, com isenção da taxa de inscrição a partir dos procedimentos descritos no Edital 01/2019.

Acesse:

EDITAL Nº 01/2019 – PROCESSO SELETIVO PARA ESPECIALIZAÇÃO EM PRÁTICAS ASSERTIVAS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL INTEGRADA À EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam, na tarde desta terça-feira (15), Fernanda Daniely de Oliveira Rocha, de 27 anos. Ela é suspeita de matar o próprio pai, José Evangelista da Rocha, de 60 anos, por envenenamento. O crime ocorreu na Unidade de Tratamento Intenso (UTI) do Hospital Giselda Trigueiro, em Natal.

Em depoimento à DHPP, Fernanda Daniely contou que o pai era portador do vírus HIV e sofria de tuberculose, alegando que não aguentava mais vê-lo naquela situação de sofrimento. Ela matou José utilizando um veneno conhecido como Barrage, que serve para matar carrapatos, sendo inclusive orientada pelo vendedor de uma loja de rações a tomar cuidado com a presença de crianças na hora da aplicação do produto.

Fernanda foi autuada pelo crime de homicídio e permanecerá à disposição da justiça.

Informações da Polícia Civil

 

Duas figuras públicas de Macaíba têm interesse em presidir o PSL em Macaíba. A sigla ao qual o presidente Bolsonaro foi eleito já atrai os olhares de duas figuras conhecidas em Macaíba, um interessado hoje está filiado ao PR de João Maia e o segundo no DEM de José Agripino.

 

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte emitiu, nesta terça-feira (15), um comunicado acerca da suspensão do concurso da Prefeitura de Macaíba. O concurso foi suspenso através de portaria administrativa devido a uma série de irregularidades constatadas. O comunicado convoca os candidatos inscritos para uma audiência pública a ser realizada na sexta-feira (18), às 9h, no Pax Clube, em Macaíba. Confira a íntegra do comunicado em anexo.

Mesmo com a suspensão do Edital, a Defensoria informa que todas as reclamações relativas ao certame podem ser direcionadas ao e-mail macaiba@dpe.rn.def.br (com a indicação do nome completo, CPF/MF, RG e número de inscrição). Os defensores irão agora buscar junto ao Município de Macaíba/RN maiores informações sobre a contratação de uma nova banca ou sobre a data de prosseguimento do certame, a fim de evitar qualquer prejuízo aos candidatos inscritos.

O concurso havia sido alvo de um Procedimento Preparatório de Ação Coletiva aberto pela Defensoria Pública em dezembro de 2018, um mês após a publicação do edital que previa provimento de 236 cargos de nível médio e superior no quadro de pessoal do município. Entre as irregularidades contatadas a época, estava o descumprimento de normas previstas na Lei Brasileira de Inclusão, no Decreto de nº 3298/99, alterado pelo Decreto de nº 9508/2018.

Por meio de ofícios direcionados à empresa CONSULPAM e ao município de Macaíba/RN, foram solicitadas as adequações de diversos pontos do Edital. As alterações foram efetivadas parcialmente por meio de publicação de aditivos. Durante o transcorrer do cronograma do concurso, foram constatadas falhas na emissão de boletos; indeferimentos equivocados de pedidos de isenção para os candidatos que comprovaram, por meio de declaração da Justiça Eleitoral, a participação nos pleitos eleitoral, na forma da Lei Municipal n. 1770/2015; irregularidades na operacionalização dos recursos nas etapas do concurso; divulgação de resultados com ausência de nomes de candidatos, entre outros.