Descrição do autor

Administrador

Jorge Tadeu Mudalen, Gov. Rosalba Ciarlini e Sen. José Agripino Maia

Do senador José Agripino Maia, presidente nacional e estadual do DEM, após tomar conhecimento do afastamento da governadora Rosalba Ciarlini:

“Decisões judiciais tomadas devem ser cumpridas. Mas elas não são infalíveis. Existem instâncias e recursos. O Democratas, no que possa, não faltará a governadora Rosalba Ciarlini em cuja probidade sempre confiou”.

Blog Heitor Gregório

Kívia Soares
Do NE10/Rio Grande do Norte
A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebeu a melhor avaliação dentre as instituições de Ensino Superior das regiões Norte e Nordeste, pelo Índice Geral de Cursos (IGC). O posto antes era ocupado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Em nível nacional, a instituição ocupa o 21º lugar. A reitora, Ângela Maria Paiva Cruz, divulgou nota no final da tarde desta segunda-feira (10) sobre a conquista.

“Quero parabenizar a todos e a todas pelo resultado alcançado, na certeza de que, juntos, enfrentaremos o desafio de manter a nossa universidade sempre entre as melhores do Brasil, intensificando a luta por uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade”, destacou a reitora.

A UFRN, que tinha se classificado em 3º lugar na avaliação anterior, conquista o 1º lugar com o conceito 3,66, equivalente à faixa 4 do Índice. O IGC é um indicador de qualidade de instituições de educação superior, que considera, em sua composição, a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação (Mestrado e Doutorado).No que se refere à graduação, é utilizado o CPC (conceito preliminar de curso) e, no que se refere à pós-graduação, é utilizada a Nota Capes. O resultado final está em valores contínuos (que vão de 0 a 500) e em faixas (de 1 a 5).

Ainda segundo a nota da reitora, “a UFRN mais uma vez obteve posição de destaque entre as melhores universidades brasileiras, na avaliação feita pelo INEP através do IGC de 2012, divulgado nos últimos dias.E tem aproveitado as oportunidades para expandir e melhorar a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão; democratizar o acesso dos jovens à universidade com o aumento das vagas e promovendo a inclusão social, através das políticas de assistência ao estudante; contribuindo, assim, para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e da região Nordeste”, destacou.

Este ano foram avaliados 30 cursos da UFRN no ENADE 2011, o índice considera pontos como professores, desempenho dos estudantes, proposta pedagógica, infraestrutura, entre outros. Ao todo, 11 cursos obtiveram  nota máxima,  nove deles no Campus Central e dois no Centro de Ensino Superior do Seridó(CERES), da cidade de Caicó.

“Essa é uma conquista de todos os integrantes da comunidade acadêmica – gestores, docentes, servidores técnico-administrativos e discentes.Afinal, juntos econtinuamente, fomos capazes de desenvolver e implementar projetos institucionais inovadores, submetidos ao permanente processo de avaliação, na perspectiva de levar a universidade a avançar, cada vez mais, no cumprimento da sua missão institucional e seu compromisso social”, finalizou.

Rio jundiaí
Mesmo a cidade passando por dificuldade principalmente na área de segurança, os macaibenses vem mostrando que querem uma cidade melhor em todos os sentidos, na educação temos uma escola que ficou em quarto lugar no estado entre as escolas públicas no exame nacional do ensino médio (Enem), no esporte temos dois jovens que estão levando o nome da cidade e mostrando suas habilidades e conhecimento no xadrez. Temos que valoriza o que está dando certo e mudar o que está sendo feito de errado. 

CLÁUDIA COLLUCCI
DE SÃO PAULO

Os problemas de acesso e cuidados especializados no SUS têm mais a ver com desorganização e ineficiência do que com falta de dinheiro.

O próprio governo reconhece a desorganização, mas aponta avanços nos últimos anos.

O subfinanciamento é sempre citado por especialistas, gestores e governos como uma das principais causas para as deficiências do SUS.

E o Banco Mundial reforça isso: mais da metade dos gastos com saúde no país se concentra no setor privado, e o gasto público (3,8% do PIB) está abaixo da média de países em desenvolvimento.

Mas o relatório afirma que é possível fazer mais e melhor com o mesmo orçamento.

“Diversas experiências têm demonstrado que o aumento de recursos investidos na saúde, sem que se observe a racionalização de seu uso, pode não gerar impacto significativo na saúde da população”, diz Magnus Lindelow, líder de desenvolvimento humano do banco no Brasil.

Um exemplo citado no relatório é a baixa eficiência da rede hospitalar. Estudos mostram que os hospitais poderiam ter uma produção três vezes superior à atual, com o mesmo nível de insumos.

Mais da metade dos hospitais brasileiros (65%) são pequenas unidades, com menos de 50 leitos -a literatura internacional aponta que, para ser eficiente, é preciso ter acima de cem leitos.
Nessas instituições, leitos e salas cirúrgicas estão subutilizados. A taxa média de ocupação é de 45%; a média internacional é de 70% a 75%.
As salas de cirurgias estão desocupadas em 85% do tempo. Ao mesmo tempo, os poucos grandes hospitais de referência estão superlotados.
“No Brasil, sempre houve grande pressão para não se fechar os hospitais pequenos, o que não ocorre no exterior. O problema não é só ineficiência, mas a falta de segurança desses locais”, diz a médica Ana Maria Malik, do núcleo de saúde da FGV.
Mas a questão hospitalar é só um ponto. Grande parte dos pacientes que vão a emergências hospitalares é de baixo risco e poderia ser atendida em unidades básicas.
Dois estudos citados pelo Banco Mundial estimam que em 30% das internações os pacientes poderiam ter sido atendidos em ambulatórios.
“O Brasil tem alto índice de internações por causas sensíveis à atenção primária, que poderia ser minimizado com melhor organização do fluxo assistencial, gerando, assim, uma menor pressão na rede hospitalar”, diz Lindelow.
Cuidado adequado para hipertensos e diabéticos, rastreamento de câncer de colo de útero e mama, por exemplo, são ações que podem reduzir parte dessas internações e da mortalidade precoce.
Para o médico Milton Arruda Martins, professor da USP, uma razão para a baixa eficiência na atenção básica é o grande número de pacientes por equipe de saúde da família. “É do dobro do que se preconiza. Se cada equipe tivesse um número menor de pessoas para atender, a capacidade resolutiva seria maior.”
Segundo Lindelow, a atenção especializada é outro desafio que não se restringe a equipamentos e insumos. “É essencial investir em capacitação, criação de protocolos e regulação de demanda que permita o acesso a especialistas, exames e cirurgias.”
Na opinião de Milton Martins, a rede secundária também é insuficiente. “Pequenas cirurgias, como catarata e hérnia, podem ser feitas fora de hospitais, em ambulatórios, mas não há especialistas nem estrutura para isso.”

 Reginaldo Rossi canta em baile de Carnaval em Recife, em 2012

O cantor Reginaldo Rossi voltou a ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do  Hospital Memorial São José, no Recife, na noite de domingo (8), após sentir novamente dores no peito.

Hospitalizado desde o dia 27 de novembro, o artista apresentou um quadro de hipertensão e insuficiência renal, mas segue estável. Ele será submetido a exames laboratoriais (sanguíneos) ainda nesta segunda-feira (9).

Conhecido por músicas como “Garçom” e “A Raposa e a Uva”, Reginaldo Rossi sofreu um derrame pleural, caracterizado pelo acúmulo excessivo de líquido no espaço entre a pleura visceral (membrana que recobre o pulmão do lado de fora) e a pleura parietal (superfície interna da parede torácica).

Com o derrame controlado, Reginaldo deixou a UTI dois dias após sua internação, passou por uma cirurgia para a retirada de um nódulo na axila direita e aguardava alta do hospital na semana passada. No domingo (8), no entanto, o cantor voltou a sofrer com pressão alta e dores na região torácica. A assessoria do hospital afirmou que Reginaldo passará por novos exames nesta segunda-feira, sem previsão de alta.

Um dos maiores expoentes da música brega no Brasil, Reginaldo Rossi tem 69 anos, sendo 49 de carreira. De acordo com o hospital, seu estado de saúde estável e fora de perigo. UOL

O site Senadinho e a rádio 87, 9 FM Macaíba encomendará uma pesquisa quantitativa e qualitativa neste município. Serão avaliados vários pontos das administrações: municipal, estadual e federal além de outras perguntas relacionadas às principais dificuldades que os macaibenses passam e quais seriam as prioridades na terra de coité. O resultado será divulgado no final deste mês de dezembro.

Tribuna do Norte
Obra de duplicação da ‘Reta Tabajara’ começa em janeiro

As obras de duplicação do trecho da BR 304 conhecido como Reta Tabajara até o entroncamento em Macaíba serão inciadas em janeiro. A previsão foi dada pelo superintendente do DNIT Walter Fernandes que afimrou ainda que o contrato com a empresa vencedora da licitação a SDS Engenharia será assinado até o final deste mês.

Os serviços envolvem um trecho de 27 quilômetros da BR-304 entre a Reta Tabajara e a rótula no encontro com a BR-226, em Macaíba e estão orçados em R$ 232 milhões. Também será adotado o Regime Diferenciado de Contratações (RDC). A execução das obras será em um prazo de 720 dias.

A obra será executada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e vai trazer mais segurança ao trânsito de veículos no trecho mais perigoso da BR-304, que na Reta Tabajara passa a receber, ainda, o fluxo de veículos que vêm das regiões do Seridó, Trairi e até do Agreste, através da BR-226.

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostram que entre 2011 e 2012 o número de acidentes na Reta Tabajara evoluiu de 734 para 850, um crescimento de 12,0% entre um ano e outro.

A rodovia tem 409 quilômetros de extensão e foi implantada na década de 1960 para ligar Natal aos municípios da região Oeste e do Ceará, o trecho da rodovia BR-304 no Rio Grande do Norte é considerado fundamental para o desenvolvimento da economia do Estado.

Estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental foi conclusivo pela necessidade de duplicação da rodovia.

A empresa ficará responsável pelas obras de adequação da capacidade, restauração e segurança de tráfego e ainda a eliminação de pontos críticos e implantação de vias marginais e construção de obras de artes especiais na Reta Tabajara.

Tribuna do Norte

A governadora Rosalba Ciarlini chamou a atenção da construção da Arena das Dunas para a realização da Copa do Mundo 2014 em Natal. Durante coletiva de imprensa na manhã deste sábado (7), ela destacou que o avanço nas obras foi determinante para os outros serviços de melhoria na cidade. “Sem Arena não teria Copa em Natal”, afirma.

Na entrevista, ela retomou a trajetória histórica desde a escolha de Natal como cidade-sede para a Copa do Mundo até a prévia conclusão da Arena. Ela citou ainda as obras de mobilidade no entorno da Arena das Dunas e o Sanear RN, como benefícios alavancados como legado.

Governadora citou a importância da Arena das Dunas para a Copa

“É uma oportunidade maior que não podia perder essa visibilidade para o turismo. Seremos visto por mais de 180 países, além da mídia espontânea”, ressalta.

Também estavam presentes na coletiva Charles Chagas, presidente da Arena das Dunas e Demétrio Torres, secretário da Secopa. Eles reafirmaram o compromisso de entrega da Arena dia 31 de dezembro, além do jogo entre o ABC e América dia 12 de dezembro, e a entrega de medalhas da competição dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte.

Macaíba

Imagens do Google mapas

A partir do dia 13 deste mês Macaíba vai ganhar um reforço na segurança do município, a policia militar vai realizar a “operação avante ” em conjunto com a força tarefa para tentar diminuir os índices de violência na cidade, a operação vai conta com 20 viaturas afirma o comandante da região metropolitana. Hoje a cidade já conta com 97 homicídios e 2 desaparecimentos que até agora não se tem nenhuma informação do que tenha acontecido.

Enquanto a UPA de Macaíba está sendo mostrada a todo Estado por sua capacidade e qualidade de atendimento, tem pessoas que estão esperando fazer um exame de ressonância magnética desda gestão passada, vamos aqui relatar um caso de um menino que reside no bairro Campo da Santa Cruz e está a espera por este exame há mais de 1 ano e 2 meses, o menino vem sentido nas últimas semanas fortes dores de cabeça e a mãe acredita que seja o problema que o garoto tenha na cabeça já que foi detectado coagulo na cabeça da criança, só que os médicos do Anita Garibaldi afirmam  que só podem fazer algo depois da realização da ressonância magnética e que até agora não saiu. Será que a saúde em Macaíba é muito mais?

 A população vem reclamando da falta de reposta da secretaria de saúde do município de Macaíba, pois a situação que está sendo denunciada é que desde 2012  deixaram suas receitas para realização de uma  RESSONÂNCIA MAGNÉTICA e até hoje não receberem nenhum telefonema da secretaria de saúde informando se vai o exame vai sair ou não. O descaso na saúde  continua!

O QUE É RESSONÂNCIA MAGNÉTICA?

A Ressonância Magnética é um exame que reproduz imagens de grande resolução e clareza de qualquer parte do interior do corpo humano. Este exame é totalmente indolor, não provoca nenhuma alteração e não é prejudicial à saúde. A imagem é reproduzida através de um equipamento de última geração que pode demonstrar com precisão lesões muito pequenas, com qualidade e em menor tempo.

COMO É FEITO O EXAME DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA?

O exame é uma técnica que consiste em posicionar o paciente no interior de um grande tubo aberto em ambas as extremidades, que emitirá sinais que serão captados e transformados em imagens por um computador. O exame dura cerca de 30 a 40 minutos dependendo da região a ser estudada. O único desconforto será o de permanecer deitado imóvel no centro do tubo por um período de tempo, e o exame produz ruído desagradável.
Se você desejar, poderá escutar musica durante o exame. O tecnólogo responsável irá se comunicar com você durante toda a realização do exame.

EXISTE ALGUMA CONTRA-INDICAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DO EXAME?

A Ressonância Magnética não é recomendada caso você tenha algum metal em seu corpo como: marca-passo, implante eletrônico, grampo, fragmentos metálicos e próteses. Por favor, informe-nos se tiver realizado qualquer cirurgia ou possua algum objeto metálico em seu corpo. Em algumas situações especiais, será necessário a autorização prévia e por escrito do seu médico.

Dia 14 de dezembro será a inauguração da previdência social de Macaíba, a informação veio do próprio ministro da previdência Garibaldi Alves Filho, que esteve neste sábado no encontro do PMDB de Macaíba e afirmou em entregar a agência no dia 14. Com a agência em pleno funcionamento dará uma folga no número de pessoas nos INSS de Natal, fazendo assim o atendimento ser mais rápido e menos cansativo para os pensionistas e  aposentados.

Foto: esta quase concluída mais uma Agencia do INSS mais agora na nossa Cidade (Macaíba), Mais um beneficio para a população Macaibence
Foto página Macaíba RN