Acontecimentos que movimentaram a política macaibense

União e a vitória  

Era 25 do mês de agosto quando terminamos de entrevistar o então pré-candidato a prefeito Emídio Júnior e logo em seguida conversamos sobre o cenário político. Conversa vai e conversa vem, questionamos Emídio sobre seu vice, naquele momento Emídio ainda não tinha o companheiro de chapa definido, mas sinalizou que queria Netinho França para formar a chapa.

Em um dado momento Emídio afirmou “Netinho sendo o vice, não tem pra ninguém”. O que Emídio disse naquela noite do dia 25 se concretizou.

A união dos dois vereadores resultou na maior votação política da história de Macaíba.

Retorno ao legislativo

Os ex-vereadores Luizinho e Aluízio Silvio foram eleitos e estarão a partir de 2021 com assento na Câmara Municipal. Luizinho voltou por cima, com a maior votação entre os candidatos e Aluízio após passar oito anos longe do legislativo foi o candidato do PSDB mais bem votado.

Suplentes

Os ex-candidatos Sérgio Lima (PL), Lula Canuto (MDB), Edma Maia (PSB), Jota Júnior (Cidadania), Ivanildo Cajazeiras (PSDB) e Ceyça Lima (PSC) não venceram o pleito, mas ficaram como os primeiros suplentes de seus respectivos partidos.

Destaque do pleito

Os vereadores eleitos Aroldo da Saúde (Cidadania) e Cacau (MDB) surpreenderam nas urnas. No meio político o nome de Aroldo não era cogitado entre os que fossem mais votado, mas ao término da apuração Aroldo surpreendeu como o candidato mais votado do Cidadania. Já Cacau, ex-assessor do eterno Gelson Lima, se tinha uma grande expectativa, mas todos sabiam que a disputa para Cacau não seria nada fácil, pois, ele disputava dentro do MDB com dois vereadores de mandato.

Outro vereador eleito que também se destacou foi Jailson Brito. O policial militar obteve 436 votos e através do coeficiente eleitoral do PSC, o mesmo conseguiu se eleger.

O empresário Jota Júnior foi um dos candidatos ao legislativo que também surpreendeu nas urnas. Filiado ao Cidadania, Jota teve 1.029 votos, por 51 votos, o suplente ficou de fora do legislativo.

O partido Cidadania foi uma das siglas com mais votos no pleito, mesmo tendo apenas um vereador de mandato.

Parabéns, vereadora Edma Maia! | Informativo Atitude

Não renovou o mandato

A vereadora Edma Maia foi a única entre os vereadores que disputaram à reeleição que não conseguiu renovar o mandato. Nas eleições de 2016, Edma teve 1.415 votos, neste domingo a vereadora viu sua votação cair para 670 votos.

Administrador