Arquivo Mensal:: abril 2021

Morre o cantor Dedim Gouveia, vítima de covid-19

A covid-19 fez mais uma vítima no mundo artístico. Morreu na noite desta segunda-feira (19) o cantor José da Silva Gouveia, o Dedim Gouveia. Cearense, natural de Redenção, ele tinha 61 anos e estava internado desde o último dia 11 de abril, no Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, na Messejana. 

Conhecido por muitos como “Rei do xote”, Dedim Gouveia trilhou uma carreira de mais de 30 anos dedicados ao forró. Com seu estilo alegre, de letras irreverentes, fez sucesso nos palcos do Nordeste, com sua companheira inseparável nos palcos: a sanfona.

Leia também | Quantas vezes se pode pegar Covid?

A morte do cantor deixou fãs, amigos e colegas de profissão abatidos. Uma das primeiras a lamentar a perda foi a cantora de forró Taty Girl.

GCMAIS

Em Macaíba, 6.965 pessoas foram vacinadas contra a covid-19, de acordo com dados do RN Mais Vacina divulgados nesta segunda-feira (19). Foram aplicadas 6.948 vacinas na primeira dose e 1.672 na segunda dose, totalizando 8.620 doses aplicadas.

Atualmente a faixa etária que está sendo vacinada é a partir de 65 anos e os profissionais de saúde.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) iniciou na manhã desta segunda-feira (19) o período de matrícula dos candidatos selecionados no Sistema de Seleção Unificada (SiSU), de acordo com as notas obtidas na edição 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A primeira chamada é destinada aos 1.414 aprovados dentro do número de vagas, que devem enviar a documentação exigida pelo IFRN, a partir das 8h do dia 19 de abril até às 17h do dia 23 de abril de 2021, exclusivamente via internet. A matrícula será realizada – somente de forma on-line – através do link https://www.gov.br/pt-br/servicos/matricular-se-em-curso-de-educacao-superior-de-graduacao-licenciatura-tecnologia-e-bacharelado-ifrn.

De acordo com a retificação do edital nº08/2021, no ato da matrícula, o candidato deverá anexar a seguinte documentação:
a) 01 (uma) foto 3×4 (recente);
b) Carteira de identidade;
c) Cadastro de Pessoa Física (CPF);
d) Certidão de Nascimento ou Casamento;
e) Título de Eleitor, no caso dos maiores de 18 anos;
f) Certificado de Alistamento Militar, de Dispensa de Incorporação ou de Reservista, no caso dos maiores de 18 anos do sexo masculino;
g) Certificado de conclusão do ensino médio ou documento equivalente;
h) Parecer de equivalência de estudos da Secretaria Estadual de Educação, para os aprovados que realizaram estudos equivalentes ao Ensino Médio, no todo ou em parte, no exterior, observando-se que, se apresentar documentos em língua estrangeira, estes deverão estar visados pela autoridade consular brasileira no país de origem e acompanhados da respectiva tradução oficial.
A documentação deverá estar em formato docx, doc, pdf, jpg, jpeg ou png, com o máximo de 5Mb por arquivo. O candidato classificado que, por qualquer motivo, deixar de efetuar sua matrícula no prazo previsto, será considerado desistente, perdendo o direito à vaga no processo seletivo. A Coordenação de Acesso Discente reforça a necessidade de candidatos aprovados nas listas de reservas de vagas terem documentos adicionais a ser anexados, devendo consultar o edital, de acordo com a lista  em que tenha sido aprovado.

Acesse:

Página do Edital nº 08/2021 – Graduação SiSU 2021.1

Retificação do Edital nº 08/2021

Matrícula nos cursos de Educação Superior de Graduação do IFRN

Fuzis, munições e explosivos encontrados por policiais civis após prisão de suspeito de assaltos a bancos no RN — Foto: Cedida

Foto: Cedida

Os três fuzis, coletes a prova de balas, munições e mais de 20 quilos de explosivos apreendidos pela Polícia Civil no fim de semana, no Rio Grande do Norte, seriam utilizados para um ataque à Penitenciária Estadual Rogério Continho Madruga – conhecida como Pavilhão 5 do complexo de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Grande Natal.

Segundo a Polícia Civil, o objetivo era soltar pouco mais de 20 presos ligados ao “novo cangaço”, como são conhecidos os grupos criminosos especializados em ataques a bancos e carros-fortes.

“A gente tinha conhecimento desse plano desde janeiro. Essa é a terceira vez que eles tentam organizar algo do tipo, porque ao longo dos últimos quatro ou cinco anos prendemos a maioria dos criminosos especializados nesses crimes e outros foram mortos em confronto”, afirmou o delegado Erick Gomes, da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor).

O arsenal foi encontrado após a prisão de um suspeito de assalto a bancos, carros-fortes e tráfico de drogas em Alexandria, na região Oeste potiguar, no último sábado (17). Segundo a Polícia Civil, o homem levou as equipes até o local em que o material estava enterrado, na beira de um rio.

Porém, de acordo com o delegado, a Polícia Civil ainda procura pelo menos mais dois esconderijos com arsenal parecido. Gomes explicou que normalmente as quadrilhas distribuem o material em pelo menos três locais separados. Por isso, ele acredita que ainda exista um vasto arsenal em poder dos criminosos.

Ainda de acordo com a polícia, as quadrilhas especializadas em roubo a banco também fazem parte das facções criminosas que operam o tráfico de drogas. “Com o dinheiro roubado nos ataques a bancos, eles compram mais drogas e duplicam ou triplicam esse dinheiro”, afirmou o delegado.

O homem preso em Alexandria, exemplificou, já havia sido preso pela Polícia Federal por tráfico internacional de drogas, e responde a pelo menos 10 processos judiciais. Segundo a polícia, como ele é um dos mais antigos em atividade, acabou assumindo a liderança do grupo no estado.

Um dos crimes com participação dele seria um ataque a bancos em outubro de 2020 no município de São Paulo do Potengi. Na operação de sábado (17), outro suspeito foi preso em João Pessoa.

Alcaçuz

A Penitenciária de Alcaçuz é o maior presídio do Rio Grande do Norte. Em janeiro 2017, a unidade se tornou mundialmente conhecida por causa de uma guerra campal entre membros de facções criminosas rivais que culminou no massacre de 27 pessoas. Durante vários dias, o estado perdeu o controle sobre o presídio.

O número de vítimas foi atualizado em novembro de 2019, quase três anos depois, quando a Polícia Civil concluiu o inquérito sobre a matança e anunciou o indiciamento de 74 pessoas por homicídio, entre outros crimes, como destruição do patrimônio público e associação criminosa. Até então, a informação oficial era de 26 mortes.

A penitenciária Rogério Continho Madruga é anexa ao complexo de Alcaçuz e conhecida como pavilhão 5.

G1 RN

Foto: Edeilson Morais

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, está dando sequência às obras de pavimentação de ruas no bairro Recanto Verde. A pavimentação de ruas traz benefícios tanto para a mobilidade quanto para a saúde da população, valorizando os imóveis e melhorando a qualidade de vida.

Além desse serviço de pavimentação, a gestão do prefeito Emídio Júnior proporcionou ao bairro um mutirão no que se refere à parte de iluminação pública. Os trabalhos fazem parte do novo cronograma de obras e ações da pasta, que atualmente também tem realizado um amplo trabalho de recuperação de estradas vicinais na zona rural.

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Petrobras buscará reduzir a volatilidade dos preços de combustíveis sem “desrespeitar” a paridade de importação, afirmou nesta segunda-feira (19) o novo presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna, durante cerimônia de sua posse.

Segundo ele, é preciso fazer tudo “conciliando interesses de consumidores e acionistas, valorizando os nossos petroleiros, buscando reduzir volatilidade sem desrespeitar a paridade internacional”.

O executivo disse ainda que tem o objetivo de garantir o maior retorno possível ao capital empregado.

CNN Brasil

 

Foto: Edeilson Morais

O prefeito Emídio Jr recebeu uma visita de cortesia do deputado estadual Hermano Morais nesta segunda-feira (19), no Palácio Auta de Souza  e, na oportunidade, o deputado entregou ao chefe do Poder Executivo Municipal uma emenda parlamentar no valor de R$ 150 mil para custeio das atividades da Secretaria Municipal de Saúde macaibense.

Emídio destacou que os recursos são essenciais para fortalecer a área neste momento de pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e o apoio de longa data de Hermano à Macaíba. O deputado exaltou a parceria com o município e que em breve novos recursos serão encaminhados para a cidade.

 

Na tarde deste domingo (18), Policiais Militares de Macaíba realizaram a apreensão de dois homens envolvidos no furto de uma arma de fogo, tipo Revólver, calibre .38, de propriedade de um policial aposentado.

Por volta das 16h30, os militares receberam informações que haviam dois homens detidos por negociarem a venda de uma arma de fogo furtada de um policial, ao se deslocarem até o local informado (via COPOM), as equipes conseguiram apreender os suspeitos e recuperar a arma de fogo.

Os dois homens foram conduzidos à Central da Flagrantes da Polícia Civil para realização dos procedimentos cabíveis.

11° BPM (Instagram)

A retomada das atividades escolares da rede pública de ensino, em todo o estado, de forma híbrida. Essa é uma das sete recomendações constantes no mais recente relatório elaborado pelos pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnológica e Saúde (LAIS/UFRN).

O documento, elaborado pelos pesquisadores Carlos Alberto P. de Oliveira, Fernando Lucas de Oliveira Farias, Juciano Lacerda, Higor Morais, Ion de Andrade, Leonardo J. Galvão de Lima, Nícolas Veras, Ricardo Valentim, Ricardo Arrais e Rodrigo Silva, faz uma análise do cenário pandêmico no RN, após o feriado da Semana Santa.

Segundo o documento produzido pelos pesquisadores do LAIS, o retorno das aulas na rede pública de ensino em formato híbrido será possível desde que ocorra de forma faseada. Para tanto, “baseando-se nos indicadores epidemiológicos e assistenciais. Portanto, para iniciar as aulas em formato híbrido nas escolas públicas deve-se observar tais dados e a análise constante do risco e do benefício de abrir-se às escolas”, detalha o documento, que também aponta que “é essencial que a sociedade, as empresas, os poderes constituídos e, em especial, os órgãos de fiscalização e de controle cobrem do Ministério da Educação, da Secretaria de Educação do Estado e das Secretarias de Educação dos Municípios a previsão orçamentária adequada e o aporte dos recursos financeiros suficientes para que existam as condições necessárias para oferta do ensino seguro nas escolas públicas, de modo que formatos alternativos de ensino possam ser desenvolvidos e implementados”.

O relatório recomenda também que as escolas devem estar estruturadas segundo protocolos estabelecidos pelas autoridades sanitárias estaduais e locais, iniciativa a ser adotada tanto para a rede pública quanto a rede privada.

Ainda de acordo com os dados observados, houve um aumento tanto no número de novos casos como na taxa de transmissibilidade, ficando acima de 1 a partir do dia 4 de abril. “Esse aumento representa uma maior possibilidade de contaminação entre as pessoas”, ressalta o diretor executivo do LAIS, professor Ricardo Valentim.

Outras informações também são analisadas pelos pesquisadores, apontando, ainda, a necessidade de medidas restritivas.

No entanto, os pontos mais relevantes do relatório são as recordações direcionadas ao retorno das atividades escolares para a educação básica – da educação infantil ao ensino médio – na rede pública, garantindo o atendimento de crianças e adolescentes.

As recomendações vão desde o modelo híbrido de ensino, com o ensino a distância até a garantia de condições para que o professor tenho condições para o desenvolvimento das atividades. “É necessário que haja investimento para garantir a educação de crianças e adolescentes que estão há 13 meses sem atendimento”, reforçou o diretor do LAIS.

Clique AQUI e acesse o documento na íntegra.

 

Imagem: Reprodução/YouTube – Band RN

Com um gol do atacane Wallace Pernambucano logo no início da partida, o América-RN venceu o ABC por 1 a 0, no primeiro Clássico Rei de 2021, válido pela quinta rodada do primeiro turno do Campeonato Potiguar.

A partida ainda teve a expulsão de Geovani pelo lado alvirrubro e Marco Antônio do Mais Querido que se desentenderam em uma jogada. Após serem expulsos, os jogadores se cumprimentaram no caminho para os vestiários.

Com o resultado, o América-RN chega aos 13 pontos e divide a liderança com o Globo. O ABC é o quarto, com sete pontos, mas tem dois jogos a menos que América e Globo.

Blog do BG

Um bebê de 8 meses não resistiu a um choque elétrico que recebeu ao morder o fio do carregador de celular. O acidente aconteceu na cidade de Araçoiaba, Grande Recife. A Polícia Civil abriu investigação para apurar as circunstâncias da morte e as responsabilidades.

Segundo a família, Talisson Fidélis estava com a avó quando foi eletrocutado. Ela não percebeu que o menino teve acesso ao equipamento plugado na tomada.

“Ela está dopada. Ficou em choque. Está se culpando pelo que aconteceu”, disse Emerson Fernando, pai de garoto, ao UOL.

Ele contou que estava com a esposa em uma consulta quando soube do choque. “Minha mulher está grávida de três meses. Fui com ela ao pré-natal, por isso ele ficou com a avó. Não sei nem o que dizer, meu Deus. Meu filho virou anjinho”, desabafou.

Fonte: UOL

Portal Grande Ponto

A Associação de Bares e Restaurantes do Rio Grande do Norte (Abrasel) está convidando a governadora Fátima Bezerra para rachar a conta do segmento, que tem obtido baixo faturamento após decretos restritivos devido à pandemia.

“O setor de alimentação agoniza! Não é possível fechar as portas e sobreviver sem ajuda econômica! Em 2020, 30% da nossa mão de obra foi demitida num período que tinhamos proteção aos salários podendo reduzir e suspender contratos. Agora, em 2021, o cenário é pior, os caixas estão zerados e não temos nenhum tipo de ajuda econômica! Já que estamos impedidos de trabalhar, precisamos RACHAR a conta! #VamosRacharaCONTA“, publicou a organização no Instagram.

De acordo com a associação, apenas uma mínima parte das empresas conseguiram o crédito da AGN, tão destacado pelo governo. “Além de burocrático, não é concedido para quem tem restrições. Depois de um ano de pandemia e faturamento abaixo de 30%, a maioria está com atrasos”, ressalta.

A Abrasel ainda aponta outros fatores da crise no setor: já se vão 2 meses da prorrogação de impostos – com validade de 3 meses -, mas pouco tem surtido efeito, por causa do faturamento baixíssimo; a isenção da conta de água é “uma gota no mar”, pois essaconta representa apenas 1 a 2% nos custos de uma empresa.

Fonte: Portal Grande Ponto

Força-tarefa integrada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Procon e Inmetro fiscaliza postos revendedores de combustíveis em Brasília.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Provar materialmente uma das fraudes mais comuns e com o maior número de vítimas – a das bombas de postos de combustíveis – é algo que envolve equipamentos e procedimentos complexos, além de apreensões in loco e análises laboratoriais. Tudo isso poderá ser substituído por um clique de celular, dado por qualquer consumidor.

Basicamente, o equipamento a ser instalado na bomba é composto por um hardware (equipamento) que faz a leitura de um transdutor óptico capaz de contar a quantidade de combustível que é apresentada no display da bomba. A garantia de que a bomba de combustível está correta é dada por uma assinatura digital que poderá ser checada por meio do bluetooth dos celulares. A violação dessa assinatura comprova a fraude.

Para se ter uma ideia de como são praticadas fraudes nas bombas de combustíveis, a cada ano cerca de 20 mil casos são autuados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) – número que fica ainda mais impressionante se for levado em conta a complexidade para se conseguir evidenciar esse tipo de prática fraudulenta.

“As bombas medidoras de combustíveis possuem eletrônica bastante complexa, com placas de circuitos e software (programa de computador) que são vulneráveis a modificações, sendo quase impossível, ao fiscal, verificá-las em campo. Em muitos casos são necessárias análises laboratoriais para produzirmos provas materiais contra os infratores”, afirmou à Agência Brasil o chefe da Divisão de Metrologia em Tecnologia da Informação e Telecomunicações do Inmetro, Rodolfo Saboia.

Citando levantamento divulgado pela Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), o chefe da Divisão de Gestão Técnica do Inmetro, Bruno de Carvalho, disse que “as fraudes em bombas movimentam mais de R$ 20 bilhões a cada ano”.

Certificação digital

Para resolver – ou, pelo menos, amenizar – esse problema, o Inmetro está adaptando e implementando uma tecnologia que, há muito, já vinha sendo usada para dar segurança às transações feitas pela internet: a certificação digital.

“Nas bombas de combustíveis, o componente que faz a transformação da informação de medição, em sinal elétrico, é conhecido como transdutor [pulser]. Ele contém um chip criptográfico com um certificado digital. Desta forma, toda informação de medição que sai do pulser é assinada digitalmente, ficando impossível sua adulteração, sem que essa assinatura seja invalidada”, detalha Rodolfo Saboia.

Para agregar ainda mais segurança ao processo, os certificados digitais estarão vinculados à Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), cadeia hierárquica de confiança coordenada pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), que viabiliza a emissão de certificados digitais para identificação virtual do cidadão em documentos como o e-CPF (Cadastro de Pessoa Física). O pedido de credenciamento – que tornará o Inmetro autoridade certificadora de primeiro nível na cadeia do ITI, para a adoção do equipamento – ainda está sob análise do instituto. A expectativa é de que essa aprovação ocorra ainda neste semestre.

“Na prática, o certificado digital ICP-Brasil funciona como uma identidade na rede mundial de computadores, garantindo a identificação inequívoca dos seus titulares e dando aos atos praticados por meio dele a mesma validade jurídica daqueles que assinamos e reconhecemos firma em cartório”, detalhou o presidente-executivo da Associação das Autoridades de Registro do Brasil (AARB), Edmar Araújo.

Identificação imediata

Saboia disse, também, que o principal ganho com a assinatura digital da informação de medição é a “rápida identificação de uma eventual fraude”. “Atualmente, para identificar uma fraude eletrônica em uma bomba de combustível é necessário apreender as placas eletrônicas das bombas e levar para análise em laboratório. Esta análise pode levar semanas. Com a assinatura digital, em poucos minutos, por meio de interface ou aplicativo de smartfhone, será possível – a fiscais e consumidores – checar se a assinatura é válida. Se a assinatura não for válida, significa que a bomba foi fraudada”, argumentou.

Com as medições analógicas dando lugar às digitais, sua utilidade poderá abranger fraudes envolvendo pesos e medidas que vão além das praticadas por postos de combustíveis mal intencionados. Segundo o presidente da AARB, “o certificado será destinado exclusivamente a objetos metrológicos regulados pelo Inmetro, mas é possível que seja também utilizado para controle de outros equipamentos, como balanças e relógios medidores de energia elétrica”.

Araújo estima que ainda no segundo semestre de 2021 tudo esteja operacionalizado para que as bombas de combustíveis comecem a ser certificadas.

Protótipos

Segundo o Inmetro, as indústrias já estão finalizando o desenvolvimento de protótipos para que a tecnologia seja colocada em prática. “Restam ainda algumas dúvidas normais de implementação, que estão sendo sanadas com auxílio da equipe do Inmetro”, disse Saboia.

Depois disso, os modelos de bomba serão enviados a laboratórios acreditados para a realização dos testes laboratoriais necessários para a aprovação de modelo dos instrumentos. “Uma vez aprovado pelo Inmetro, as indústrias já estarão autorizadas a comercializar seus instrumentos”, complementa Bruno de Carvalho.

Aplicativo

A fiscalização das bombas poderá ser feita por meio de um aplicativo para smartphones, a ser disponibilizado pelo Inmetro. A ideia é fazer com que eles se conectem com as bombas de combustíveis por meio de bluetooth, de forma a verificar se a assinatura digital da bomba foi violada. Caso tenha sido violada, a informação é imediatamente encaminhada ao Inmetro via internet.

“As bombas de combustível deverão ter informações sobre sua identidade – como o endereço do posto, sua data de fabricação e se o certificado metrológico ICP-Brasil está instalado – disponíveis a qualquer pessoa”, detalhou Araújo.

Segundo o Inmetro, a ideia inicial era a de que a tecnologia servisse apenas para os fiscais. No entanto, ao identificarem como será simples o processo, optou-se por estender a ferramenta aos usuários.

“Com o aplicativo, todos serão nossos olhos nos postos de combustíveis, o que empoderará o consumidor. Basta ligar o bluetooth para captar os dados da bomba e saber se há alguma inconsistência na assinatura digital. Quanto à transmissão, ela pode ser feita automaticamente, assim que se tiver acesso à internet”, finalizou Saboia.

Agência Brasil