Arquivo diário: segunda-feira, março 29, 2021

Foi dado início a demolição da parte superior do prédio comercial conhecido como “Shopping Gama, localizado no centro da cidade.

De acordo com informações apuradas pelo Senadinho junto a secretaria do Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), já foi concedido o alvará de demolição, após perícia realizada pela Defesa Civil do município condenar os dois pisos superiores do prédio.

Ainda segundo informações, após o término de demolição, à empresa responsável pelo prédio comercial terá que entrar com pedido de alvará de reforma e ampliação.

Senadinho
parto

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O salário-maternidade – benefício no valor de um salário mínimo que pode ser solicitado ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) por mães e adotantes – poderá ser prorrogado para além dos 120 dias regulares em caso de complicações médicas envolvendo a mãe ou o recém-nascido. A mudança foi regulamentada em portaria do Ministério da Economia.

A alteração ocorreu por uma decisão cautelar na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) Nº 6.327, no âmbito do Supremo Tribunal Federal, que permitiu a prorrogação do benefício em situações excepcionais.

Com a mudança, mães que necessitem de tempo prolongado de internação após o parto terão o período coberto pelo benefício. Para solicitar a prorrogação, a mãe deve procurar o INSS. Pelo telefone, os serviços podem ser requeridos pela central 135. Veja aqui como solicitar o benefício.

O salário-maternidade é um auxílio pago a mães que têm de se afastar do trabalho em função do parto, adoção e aborto nos casos previstos em Lei. O pagamento começa no dia do parto ou até 28 dias antes.

A consultora de comunicação Thays Puzzi foi uma das mulheres que tiveram de recorrer ao benefício quando sua segunda filha, Maria Luísa, nasceu no ano passado. “Eu precisei me afastar do nascimento da minha filha, por isso solicitei. Apesar de ter uma microempresa, eu contribuo com o INSS e possuía direito ao benefício. A solicitação foi simples. Mas só comecei a receber quatro meses depois, embora retroativamente”, conta.

Agência Brasil

Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, durante Vacinação contra a COVID-19

Foto: Bruno Batista /VPR

O vice-presidente Hamilton Mourão tomou hoje (29) a primeira dose da vacina CoronaVac contra covid-19, em Brasília. A CoronaVac é produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac, e administrada em duas doses, com intervalo de até quatro semanas.

Na semana passada, pessoas entre 67 e 68 anos começaram a ser vacinadas no Distrito Federal. Mourão, que tem 67 anos, foi atendido em um dos pontos de vacinação drive thru da capital.

O vereador Jefferson Stanley (MDB), afirmou que vai doar mais de 1 tonelada de alimentos, através de cestas básicas para mais de 100 famílias carentes da cidade. O mesmo disse que essa doação é fruto de mais de 50% do seu salário como vereador de Macaíba.

A Pandemia tem trazido muito desemprego e o fechamento de postos de trabalho. Temos essa preocupação em ajudar os mais necessitados de nossa cidade. Salientamos que temos um trabalho social que atende famílias carentes a mais de 20 anos. Hoje, estamos ampliando esse trabalho com o mandato que nos foi confiado pelo povo, afirmou o vereador.

Assessoria

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira (29) mudança em seis ministérios de seu governo. Alguns ministros estão saindo por pressão política do Congresso Nacional principalmente contra aqueles nomes tem forte ligação com a ala ideológica do governo.

Nova composição dos ministérios:

• Ministério da Defesa: General Walter Souza Braga Netto;

• Ministério das Relações Exteriores: Embaixador Carlos Alberto Franco França;

• Secretaria de Governo da Presidência da República: Deputada Federal Flávia Arruda;

• Advocacia-Geral da União: André Luiz de Almeida Mendonça.

• Casa Civil da Presidência da República: General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira;

• Ministério da Justiça e Segurança Púbica: Delegado da Polícia Federal Anderson Gustavo Torres.

Foto: Sandro Menezes

O Rio Grande do Norte recebeu, no último sábado (27), 160 cilindros de oxigênio medicinal utilizados no tratamento de pacientes com Covid-19 que necessitam de tratamento ventilatório. A carga faz parte de um total de 450 cilindros solicitados em caráter emergencial pela governadora Fátima Bezerra ao Ministério da Saúde (MS).

Os 160 cilindros de oxigênio estão sendo distribuídos a partir dos hospitais polos espalhados nas oito regionais de saúde beneficiando pacientes de 50 municípios potiguares que se encontram com dificuldade de abastecimento. Segundo levantamento feito pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Consems/RN), esses municípios necessitam de apoio adicional para o suprimento de oxigênio devido ao aumento do número de internações.

Segue a lista dos municípios que serão contemplados:

• Parnamirim, Macaíba e Extremoz, na região metropolitana, com polo de abastecimento no Hospital Regional Alfredo Mesquita, localizado em Macaíba.

• Goianinha, Lagoa D’anta, Santo Antônio, Baía Formosa, São José de Mipibú e Lagoa de Pedras (1ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Monsenhor Antônio Barros (São José de Mipibú);

• Grossos, Felipe Guerra e Areia Branca (2ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Rafael Fernandes (Mossoró);

• Macau, Pedra Preta, Poço Branco, Pureza, Riachuelo, Touros, Caiçara do Rio dos Ventos, Ceará-Mirim, Galinhos e Guamaré (3ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Josefa Alves Godeiro (João Câmara);

• Bodó, Caicó, Cerro Corá, Cruzeta, Currais Novos, Florânia, Ipueira, Jardim do Seridó, Lagoa Nova, Parelhas, São João do Sabugi, São José do Seridó, São Vicente, Serra Negra do Norte, Tenente Laurentino Cruz (4ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Telecila Freitas Fontes (Caicó);

• Ruy Barbosa, Santa Cruz e São José do Campestre (5ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Regional Monsenhor Expedito (São Paulo do Potengi);

• Almino Afonso, Encanto, Taboleiro Grande e Venha Ver (6ª regional de saúde) – polo de abastecimento Hospital Regional Aguinaldo Pereira (Caraúbas);

• Assú, Alto dos Rodrigues, Fernando Pedroza, Ipanguaçu, Pendências e São Rafael (8ª regional) – polo de abastecimento Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos (Assú);

• Além de outros municípios, caso haja necessidade de atendimento em caráter de urgência.

Os cilindros são destinados aos municípios, uma vez que as unidades de saúde da rede estadual seguem com o abastecimento normal, conforme planejamento realizado desde o início da pandemia, acrescido agora de um aumento de 25% no volume do produto fornecido pela empresa White Martins.

A entrega começou a ser realizada ontem (28) pela White Martins nos hospitais polos de abastecimento e os municípios deverão buscar nos polos. Quando os cilindros secarem, os municípios levarão para serem reabastecidos nos hospitais polos, conforme contrato realizado com a White Martins. “O reabastecimento desses cilindros ficará por conta do governo do Estado através de um aditivo contratual que foi firmado para que a gente pudesse dar esse suporte aos municípios”, informou Maura Sobreira, secretária adjunta da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap).

É importante salientar que ao chegar mais cilindros, os municípios que enviaram a solicitação posteriormente serão incluídos na rota para suprimento dos cilindros de oxigênio.

Além das quantidades já solicitadas, o Governo do Estado já oficializou ao Ministério da Saúde, no sábado, a necessidade do envio de novos cilindros para atender as necessidades dos municípios. “Também solicitamos mais 300 concentradores e a instalação de mais 10 usinas de produção de oxigênio no Rio Grande do Norte”, destacou a governadora Fátima Bezerra.

Concentradores

O RN já havia recebido 70 concentradores de oxigênio enviados pelo Projeto Gratidão de Manaus (AM), em um gesto de agradecimento aos pacientes recebidos por outros estados, entre eles o RN, quando a rede de saúde do Amazonas entrou colapso, no início do ano. Os concentradores são versões menores que os cilindros de oxigênio comprimido recebidos hoje e podem ser transportados pelo paciente durante o tratamento.

Policiais civis da Delegacia Municipal de Macaíba localizaram, neste domingo (28), uma granja utilizada como desmanche e um terreno onde havia um “cemitério” de veículos, ambos na zona rural de Macaíba. Durante as diligências, nove pessoas foram presas e diversas peças de veículos com registro de roubo e suspeita de adulteração foram apreendidas.

As diligências foram iniciadas na manhã de domingo (28), após informação repassada pela Delegacia de Plantão de Caicó sobre um caminhão trator, com registro de furto, que estaria circulando em Macaíba. Após investigações, os policiais constataram que o veículo teria seguido na BR-304, sentido Mossoró, e entrado em uma estrada nas proximidades da comunidade Lagoa do Lima, na zona rural de Macaíba.

Mesmo diante da crise econômica causada pela pandemia da Covid-19 que afeta todos os setores da economia nacional, em Macaíba, o pagamento salarial dos servidores ocupa o topo das prioridades da nova gestão. Pensando no melhor planejamento possível dos servidores, a nova administração divulgará também, nesta semana, o calendário de pagamentos.

O valor da folha representa a importância de aproximadamente R$ 5 milhões, quantia que impactará positivamente na atividade econômica macaibense, principalmente neste momento de grande dificuldade enfrentada pelos setores comerciais. Nesta segunda (29), como de praxe, a quitação salarial de março foi iniciada pelos servidores do MacaíbaPREV (Instituto Municipal de Previdência).

Na terça-feira (30), será a vez dos funcionários das demais pastas do Executivo, com exceção dos funcionários de saúde e educação, que receberão na quarta-feira (31). Além de garantir que os funcionários se programem para quitar seus débitos sem atrasos, com o pagamento em dia também se assegura que haja incentivo à economia local, gerando movimento para os comerciantes e prestadores de serviços, nestes tempos difíceis de crise e pandemia.