Arquivo diário: sábado, março 27, 2021

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebe hoje (27), no Rio de Janeiro, mais duas remessas de insumo farmacêutico ativo (IFA) suficientes para produzir 12 milhões de doses de vacina Oxford/AstraZeneca, usada na imunização da covid-19. 

A previsão é que o produto, procedente da China, chegue ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Tom Jobim/Galeão) às 18h deste sábado.

Na última quinta-feira (25), a Fiocruz já havia recebido uma remessa para produzir 6 milhões de doses. Na próxima semana, está prevista a chegada de uma nova carga suficiente para fabricar 5 milhões de vacinas.

As 23 milhões de doses serão produzidas pela própria Fiocruz e, uma vez prontas, serão entregues ao Ministério da Saúde, entre abril e maio.

Vacinas prontas

Este mês, a Fiocruz já produziu e entregou 1,8 milhão de doses de vacinas produzidas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos).

Ainda está prevista a entrega de mais 2,1 milhões de doses na próxima semana.

Dois homens e uma mulher são mortos a tiros em Macaíba — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

A polícia identificou as vítimas que foram assassinadas em Macaíba na noite dessa sexta-feira (26). O primeiro caso foi registrado no bairro Campo das Mangueiras, um jovem por nome de Felipe Sales, de 17 anos, foi assassinado a tiros dentro de uma barbearia. A segunda vítima foi o barbeiro Leandro Silva, de 20 anos, que foi baleado mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na Unidade de Pronto Atendimento, destaca o G1 RN.

O terceiro assassinato aconteceu na rua Olímpio Maciel, onde Leiliane Silva, de 29 anos, foi morta a tiros. A Polícia investiga se o atirador do caso no Campo das Mangueiras tem relação com o crime ocorrido na Olímpio Maciel.

O Instituto Santos Dumont (ISD) lançou nesta sexta-feira (26) a campanha “Ajude uma criança de Macaíba”, que tem como objetivo estimular doações de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) ao Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente de Macaíba, município sede do Instituto.

A campanha é voltada a colaboradores e a outras pessoas que eventualmente tenham Imposto a pagar e que possam, na hora de fazer a Declaração do IRPF, escolher destinar até 3% do valor – que antes iriam integralmente para a Receita Federal – agora para esse Fundo. O prazo para entregar a declaração, e para fazer a doação, vai até 30 de abril.

Crianças e adolescentes de zero a 18 anos incompletos, ou, excepcionalmente, até 21 anos de idade, que estejam em situações de vulnerabilidade, são o público-alvo desses recursos.

“Macaíba nos acolhe, acolhe nosso trabalho e acolhe nossos sonhos de cidadania e justiça social. Contribuir com a destinação de parte do nosso Imposto de Renda para o Fundo da Infância e Adolescência e, mais ainda, estimular que outras pessoas façam isso também é uma forma concreta de fazer com que esses sonhos se tornem realidade”, diz o diretor-geral do ISD, Reginaldo Freitas Júnior. “Isso é um exercício da nossa cidadania. Macaíba precisa e essa ajuda está facilmente ao nosso alcance. Podemos e devemos ajudar”.

A Campanha do ISD inclui um passo a passo de como fazer a doação e explica que contribuir para esse Fundo não significa pagar imposto a mais.

SOBRE OS FUNDOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Os Fundos da Criança e do Adolescente têm como objetivo financiar projetos voltados à garantia da promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente. Projetos de combate à exploração sexual; convivência familiar e comunitária; de apoio aos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente e Tutelares; assim como Programas de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte estão na lista dos passíveis de financiamento.

Os projetos são submetidos por instituições que atuam na promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente para aprovação do Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente, e precisam atender às diretrizes formalmente deliberadas pelo Conselho, com critérios especificados em editais públicos.

A criação dos Fundos está prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente. Além de doações de pessoas físicas e jurídicas, dedutíveis do Imposto de Renda, esses Fundos reúnem recursos públicos oriundos do Orçamento da União, dos estados, dos municípios e do Distrito Federal, e contribuições de governos e organismos internacionais. A aplicação dos recursos é monitorada pelos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente.

SOBRE O ISD

O Instituto Santos Dumont (ISD) é uma Organização Social sem fins lucrativos vinculada ao Ministério da Educação.

O Instituto é referência em ensino, pesquisa e extensão em saúde materno-infantil, da pessoa com deficiência, em neurociências e neuroengenharia. Suas duas unidades – o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi e o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra – estão instaladas em Macaíba, onde desenvolvem pesquisas de ponta e formam profissionais do Brasil inteiro para o cuidado à saúde da pessoa com deficiência e a criação de soluções relacionadas a condições de saúde que envolvem o sistema nervoso.

Só em 2020, o Instituto realizou 33.851 atendimentos presenciais e por telessaúde via SUS, entre saúde materno-infantil e suas clínicas de Parkinson, microcefalia, lesão medular, autismo, epilepsia, deficiência auditiva, prematuridade e bexiga neurogênica. São atendidos nas unidades do ISD crianças, jovens e adultos de mais da metade dos municípios do Rio Grande do Norte.

Por Renata Moura – ISD

Nesta sexta-feira (26), o vereador Raniere Barbosa destinou, em reunião com o secretário Adjuto Dias, da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), R$ 350 mil em emendas impositivas sendo: R$ 100 mil para a segurança alimentar/continuação do Programa Sopa Solidária; R$ 100 mil para a aquisição de cestas básicas a serem entregues a famílias dos trabalhadores ambulantes, camelôs e artesãos, que, sem condição de estarem nas ruas exercendo as suas atividades, podem se encontrar em estado de vulnerabilidade social, ocasionado/acentuado pelas novas medidas restritivas necessárias para minimizar a disseminação da Covid-19 na Capital Potiguar; R$ 100 mil para fomentar o trabalho dos artesãos, contribuindo com estruturas e capacitações para as feiras de artesanato; R$ 50 mil para a realização de cursos/qualificações.

“Estamos em uma tentativa de reduzir os efeitos sociais vindos com as restrições impostas e, sobretudo, necessárias, em prol do objetivo de minimizar a transmissibilidade do coronavírus e suas variantes em Natal, pois uma menor circulação proporcionará essa possível contenção dos números. Mas, não podemos esquecer que há mais de um ano enfrentamos essas incertezas econômicas, gerando problemas como a própria fome para muitas famílias potiguares que ficam impossibilitadas de terem acesso ao básico no dia a dia, gerando aflição e diversas outras problemáticas”, destaca o vereador Raniere Barbosa, que remanejou emendas impositivas do seu mandato, destinando-as para a SEMTAS.

Fonte: Portal Grande Ponto

Na manhã desta sexta-feira (26), policiais militares de Macaíba realizavam patrulhamento na comunidade da Baixa, centro de Macaíba. Quando visualizaram dois homens em atitude suspeita, numa região dominada pelo tráfico de drogas.

Diante disso, as equipes resolveram realizar uma abordagem, mas os suspeitos adentraram no quintal de uma residência, área de bastante mata, e, em seguida saíram pulando por diversos quintais das casas, até entrarem numa casa abandonada.

Após diligências, os policiais capturaram os suspeitos. Sendo constatado que os dois homens são pertencentes a uma facção criminosa que atua dentro e fora do estado e estavam ali para um possível confronto. Também, foram apreendidos um coldre, um cinto de guarnição, uma munição calibre .44, um aparelho celular, além de outros objetos de origem duvidosa.

Os dois criminosos e todo material apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Macaíba.

11° BPM