Arquivo diário: quarta-feira, dezembro 2, 2020

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ-UFRN) realiza, durante esta semana, a Mostra Virtual de Profissões 2020. O evento teve início na tarde de ontem (1°), e segue até o dia 04 de dezembro, de forma remota. O objetivo da Mostra é apresentar os cursos técnicos e de graduação ofertados pela EAJ-UFRN e falar sobre cada um deles, mostrando as disciplinas, as áreas abrangentes dos cursos, as atividades realizadas em cada um deles na Escola e o mercado de trabalho e, a partir disso, ajudar os estudantes na escolha segura e consciente para a formação técnica e superior.

Segundo Viviane Medeiros, professora da EAJ-UFRN e organizadora do evento, a Mostra é o momento de apresentar o potencial dos cursos do campus. “Nossa escola é referência nas Ciências Agrárias do Rio Grande do Norte (RN), com 71 anos em atividade. A Mostra de Profissões é o momento de mostrarmos nosso potencial para formação em cursos técnicos de nível médio, cursos de graduação em ciências agrárias e também na área tecnológica. Só temos importância se formarmos pessoas, profissionais éticos, críticos e voltados para o desenvolvimento do nosso país, com respeito às pessoas, ao ambiente e aos animais”, comenta.

A programação vai promover lives no Instagram na Escola, o @eaj.ufrn, durante toda a semana, a partir das 15h. As lives vão contar com a presença dos coordenadores, que irão falar sobre seus respectivos cursos. Além disso, demais profissionais e os estudantes farão parte do momento assíncrono da Mostra através de vídeos que serão postados no perfil do Instagram, representando os diversos setores e atividades.

Confira a programação das lives:

Dia 1 (01/12)

15h – Coordenações da Formação geral, de Agroindústria e Cozinha

Dia 2 (02/12)

15h – Coordenações de Agropecuária, Aquicultura e Informática

Dia 3 (03/12)

15h – Coordenações de Zootecnia e Engenharia Agronômica

Dia 4   (04/12)

15h – Coordenações de Engenharia Florestal e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (TADS)

Homem preso por suspeita de participação na morte do PM da reserva Plínio Sales foi levado para a Delegacia de Macaíba — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

O motorista da caminhonete envolvida no acidente que terminou com a morte de um casal na BR-226 se apresentou espontaneamente à polícia e prestou depoimento na Delegacia de Macaíba, que investiga o caso. Ele alegou não ter fugido do local.

O acidente aconteceu no sábado (28) e causou a morte de Gabriella Nascimento de Góis, de 19 anos, e João Vitor Lima da Silva, de 21, que estavam na moto que colidiu com a caminhonete.

Segundo o delegado Cidorgeton Pinheiro da Silva, a Polícia Civil busca entender o motivo pelo qual o condutor se ausentou do local do acidente após a colisão, mesmo tendo retornado depois, e se o homem de 61 anos é realmente quem dirigia o veículo.

“Inicialmente, com o que já foi colhido, trabalhamos com a linha investigativa de um homicídio culposo no trânsito e a tentativa do suspeito de se isentar da responsabilidade civil e criminal, deixando o local”, explicou o delegado.

Homicídio culposo é previsto no artigo 302 do Código de Trânsito Brasileiro com pena de dois a quatro anos de prisão e suspensão ou proibição da habilitação para dirigir.

No depoimento, o condutor de 61 anos disse que não fugiu do local do acidente. Segundo ele, logo após a colisão, ele ficou “com problemas de respiração” e uma pessoa em um carro o ofereceu ajuda para levá-lo a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Ele aceitou a carona, mas pediu para ir para casa, onde tomou um banho, e alega ter melhorado. Assim, disse que retornou ao local do acidente em seguida. Lá, teria sido orientado por um policial rodoviário federal para ir ao posto da PRF em Macaíba, o que, segundo o motorista, foi o que ele fez.

O condutor chegou a fazer o teste do bafômetro, que deu negativo, com as autoridades no local do acidente. O comprovante do teste foi anexado ao inquérito policial e comprovado pela Polícia Civil.

“Ele ficou desorientado no início e foi levado por um popular até um posto de saúde. Antes de chegar no posto de saúde, ele passou em casa e por estar se sentindo bem retornou para o local do acidente”, disse o advogado de defesa, Thyago Amorim.

Foto: PC/Assecom

Policiais civis da 5º Distrito Policial (DP) de Natal divulgaram uma lista com identificação de três aparelhos que foram recuperados no dia 10 de novembro deste ano, por policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque (BPCHOQUE), no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal, sendo, possivelmente, fruto de roubo; são eles:
1. Iphone 6s (A1688), cor rosa, IMEI 356141-09-249052-5;
2. Iphone 6s, cor cinza (A1586), com capa vermelha, IMEI 359278-06-695202-8;
3. Samsung S7, cor preta, sem IMEI;
Durante a ação, o suspeito que estava na posse dos aparelhos foi autuado na Central de Flagrantes da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN), pela suspeita da prática do crime de receptação culposa. Os policiais civis do 5º DP solicitam que, caso algum dos proprietários reconheça qualquer dos celulares citados, compareça portando a devida comprovação de compra (nota fiscal ou caixa do aparelho) à delegacia situada na Rua São José de Campestre, 2595, Lagoa Nova, Natal/RN; dúvidas podem ser esclarecidas nos telefones: (84) 3232-4517 e (84) 98135-5513.
A Polícia Civil esclarece a população sobre a importância de, no momento da confecção de boletim de ocorrência de roubo ou furto de aparelho celular, incluir todos os dados do aparelho, como modelo de fabricação e principalmente número de IMEI.
A Instituição solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

 

Por Renata Moura

O Rio Grande do Norte vai receber financiamento da Fundação americana Bill & Melinda Gates – e recursos federais –  para criação de um indicador no Brasil que pode ajudar a prevenir casos de “quase morte” e óbitos na gravidez, parto e pós-parto.

A proposta foi apresentada por pesquisadores do Instituto Santos Dumont (ISD) e anunciada nesta terça-feira (1º) como uma das 12 contempladas entre 233 inscritas no edital “Ciência de dados para melhorar a saúde materno-infantil, saúde da mulher e saúde da criança no Brasil” –  lançado em agosto pela Fundação Bill & Melinda Gates em conjunto com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde.

Do total de R$ 5,5 milhões previstos no edital, R$ 137 mil serão destinados ao Instituto.

Os trabalhos que culminarão no indicador serão desenvolvidos ao longo de 18 meses, com início previsto em 2021.

INOVAÇÃO

A proposta do ISD teve mérito reconhecido e tema avaliado pelo Comitê de Relevância Social que analisou os projetos como “extremamente relevante para o SUS”, segundo parecer que o CNPQ divulgou com o resultado.

Referência regional em saúde materno-infantil, da pessoa com deficiência, em neurociências e neuroengenharia, o Instituto propõe usar inteligência artificial para identificar corretamente e prever casos de “near-miss materno” – como são chamados em inglês os registros de mulheres que quase morrem na gravidez, parto ou pós-parto em decorrência de complicações graves por hemorragia, hipertensão ou infecção, por exemplo.

 “Esses números não são conhecidos com precisão no Brasil. Eles são subnotificados, embora sejam indicadores importantes da qualidade da saúde e a ciência reconheça que é preciso estudá-los”, dizem Abner Rodrigues e Reginaldo Freitas Júnior, pesquisadores que desenvolveram a proposta.

Cientista da computação e doutor em Bioinformática com pesquisas nas áreas de inteligência artificial, processamento de sinais e análise de séries temporais, Rodrigues vai coordenar o projeto com apoio de Freitas Júnior, doutor em Ciências Médicas, especialista em medicina fetal e instrutor nacional da Estratégia Zero Morte Materna por Hemorragia Pós-parto da Organização Pan-Americana da Saúde e Ministério da Saúde, além de diretor-geral do Instituto.

“A inovação da proposta está em criar um sistema baseado no uso de um conjunto de algoritmos de aprendizagem de máquina para mapear e classificar os casos de near miss-materno já reconhecidos e aqueles que passam despercebidos pelos registros oficiais. Vamos buscar padrões em grandes bases de dados públicas para chegar ao indicador que será disponibilizado ao poder público. A expectativa é que ele sirva para analisar como está a atenção básica no município ou estado nessa área, uma ferramenta para tomada de decisão por melhorias na qualidade de vida e assistência às famílias”.

DADOS

O sistema proposto pelo ISD vai classificar os casos com base em registros de pacientes disponíveis, por exemplo, no Sistema de Informações de Nascidos Vivos (Sinasc), no Sistema de Informações Hospitalares (SIH) e no Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), mantidos pelo governo federal. No caso do SIM, os dados referentes à mortalidade materna serão usados para identificar padrões semelhantes aos observados nos registros de near-miss.

Após concluírem o levantamento e chegarem aos indicadores que buscam, os pesquisadores planejam como próximo passo incorporar ao sistema de inteligência artificial informações socioeconômicas da região das pacientes, considerando uma das variáveis apontadas em estudos diversos como diretamente relacionadas à quase morte materna: a pobreza.

“Dessa forma espera-se obter um valor mais preciso e, principalmente, mais rápido, do número de near-miss materno em uma região. Com essa informação, será possível para os tomadores de decisão de políticas públicas de saúde avaliarem o impacto das ações e políticas executadas e planejarem as intervenções necessárias na rede pública de saúde”, acrescentam os pesquisadores.

O trabalho será desenvolvido com a participação de alunos do programa de mestrado em Neuroengenharia do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra do ISD (IIN-ELS/ISD), que está com inscrições abertas até 17 de janeiro. Quatro bolsas serão destinadas ao projeto. O Instituto Santos Dumont é uma Organização Social vinculada ao Ministério da Educação e tem sede em Macaíba, no Rio Grande do Norte.

Nesta quinta-feira (03), o Blog Macaíba no Ar através de Mário Victor entrevista o prefeito eleito Emídio Júnior (PL). A live será transmitida pela nossa página no Facebook, a partir das 19h30.

Entre os assuntos que serão abordados estão a transição de governo e as primeiras ações que Emídio Júnior pretende tomar assim que assumir o mandato.

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece hoje 177 vagas de emprego para Natal e Região Metropolitana, São José do Mipibu e Mossoró.

Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Neste momento, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Sine-RN está com atendimento presencial realizado mediante agendamento.

Em Natal, os telefones para agendamento da unidade matriz, em Candelária, são: (84) 3190-0783, 3190-0788, 98106-6367 e 98107-4226.

Os agendamentos e atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. Siga o Sine-RN no Instagram: @sine.rn

VEJA AS OFERTAS DE VAGAS DE EMPREGO POR OCUPAÇÃO:

ATENDENTE DE MESA 20
AUXILIAR DE COZINHA 20
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO 02
AUXILIAR DE MECÂNICO DE AUTOS 01
CASEIRO 01
CONFEITEIRO 01
COORDENADOR DE RESTAURANTE 20
COPEIRO 01
DIGITADOR 06
ELETRICISTA BOBINADOR 01
JARDINEIRO 01
MECÂNICO DE AR-CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO 01
MONTADOR DE VEÍCULOS (LINHA DE MONTAGEM) 01
TÉCNICO DE ENFERMAGEM 08
TÉCNICO DE LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS 08
TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO (INSTALAÇÃO) 02
TÉCNICO DE MANUNTENÇÃO DE MÁQUINAS 01
TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO 01
TORNEIRO MECÂNICO 02
VENDEDOR PRACISTA 01
VIGILANTE 78

As inscrições para o Concurso Público da Prefeitura de Macaíba serão encerradas, impreterivelmente, no horário das 16h desta quinta-feira (03/12). Este certame teve designadas duas etapas para inscrever-se. A primeira foi para os candidatos com créditos no certame anteriormente anulado, abrangendo de 09/10/2020, a partir das 16h, até 26/10/2020, no horário das 14h (Horário de Brasília).

A segunda foi iniciada em 26/10/2020, a partir das 16h, com encerramento previsto para a data de amanhã, quinta-feira (03/12/2020), no horário das 16h (Horário de Brasília). As inscrições custam R$85,00 para os cargos de nível médio e R$105,00 para os cargos de nível superior. Para fazer sua inscrição, clique neste endereço: <https://www.consulplan.net/>.

Ao todo, estão sendo disponibilizadas 631 vagas, sendo 236 para nível médio e 395 para nível superior. As provas estão previstas para acontecer nas datas de 31/01/2021 e 07/02/2021.

O portal G1 Pará destaca que uma quadrilha com cerca de 20 criminosos tomou as ruas de Cametá (PA), a 235 km de Belém, no começo da madrugada desta quarta-feira (2) e assaltou uma agência do Banco do Brasil. Um pessoa feita refém pelos criminosos morreu.

Assaltantes fizeram reféns em Cametá, no Pará.  — Foto: Reprodução/ Redes sociais

Fotos: Reprodução/Redes sociais

Agência do Banco do Brasil é alvo de ação criminosa violenta em Cametá, no Pará — Foto: Reprodução

Viaturas da PM atravessam balsa para chegar em Cametá, após assalto. — Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Cão farejador The Black participa de operação — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Policiais da Força Tática do 1º Batalhão da Polícia Militar, do Batalhão de Choque e também da Polícia Civil realizaram uma operação no bairro de Mãe Luiza, em Natal, na tarde desta terça-feira (1º). Eles procuravam armas, drogas, além de apurar denúncia de um suposto cemitério clandestino, que não foi localizado.

O cão farejador “The Black” participou da ação. O labrador tem 7 anos e é treinado para encontrar cadáveres. Ele é o mesmo que, em abril de 2018, encontrou o corpo da menina Yasmin enterrado e concretado em uma casa no bairro da Redinha.

Ler mais…

Sede do Ministério da Educação, em Brasília.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Diário Oficial da União publica, nesta quarta-feira (2), portaria do Ministério da Educação (MEC), determinando que instituições federais de ensino superior voltem às aulas presenciais, a partir de 4 de janeiro de 2021. Para isso, as instituições devem adotar um “protocolo de biossegurança”, definido na Portaria MEC nº 572, de 1º de julho de 2020, contra a propagação do novo coronavírus (covid-19).

O documento estabelece ainda a adoção de recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais, que deverão ser “utilizados de forma complementar, em caráter excepcional, para integralização da carga horária das atividades pedagógicas”.

O texto da portaria diz, também, que as “práticas profissionais de estágios ou as que exijam laboratórios especializados, a aplicação da excepcionalidade”, devem obedecer as Diretrizes Nacionais Curriculares aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), “ficando vedada a aplicação da excepcionalidade aos cursos que não estejam disciplinados pelo CNE”.

O documento estabelece, que, especificamente, para o curso de medicina, “fica autorizada a excepcionalidade apenas às disciplinas teórico-cognitivas do primeiro ao quarto ano do curso, conforme disciplinado pelo CNE”.

Agência Brasil