Arquivo diário: segunda-feira, junho 1, 2020

Foto: Cícero Oliveira

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovou nesta segunda-feira, 1° de junho, a regulamentação, em caráter excepcional, da oferta de atividades remotas da graduação, da pós-graduação e do ensino básico, técnico e tecnológico. O projeto piloto de estudo remoto ocorrerá de forma não obrigatória, ou seja, de maneira facultativa para estudantes e professores.

Diante do atual contexto da pandemia de Covid-19, visto que não há previsão de retomada das atividades acadêmicas presenciais, a instituição de ensino deu início ao planejamento de ações para curto, médio e longo prazo. Dessa forma, a decisão do Consepe pelo período suplementar com oferta de atividades remotas faz parte de uma iniciativa de curto prazo, que foi fruto de uma discussão descentralizada – realizada nos Centros e Unidades Acadêmicas Especializadas -, avaliando as especificidades de cada curso, além das necessidades e da realidade dos estudantes e docentes.

Para o reitor José Daniel Diniz Melo, devido à atual realidade dinâmica e pouco previsível, as instituições federais de ensino superior do país vêm discutindo como será o futuro das atividades universitárias. “Docentes, técnicos e estudantes da UFRN estão trabalhando intensamente no enfrentamento ao novo coronavírus. Além disso, os trabalhos administrativos tiveram que se adaptar rapidamente à nova realidade e seguem funcionando de forma remota. Na mesma perspectiva, o planejamento das atividades acadêmicas nunca foi deixado de lado e estamos constantemente ouvindo a comunidade universitária e analisando as alternativas possíveis para o contexto atual”, explicou.

A pró-reitora de Graduação e relatora da proposta do Período Letivo Suplementar Excepcional, Maria das Vitórias de Sá, explicou que a discussão sobre o tema na universidade surgiu com dois objetivos, que são  proporcionar aos estudantes a opção de cursar componentes curriculares e reduzir a quantidade de pessoas circulando no campus, quando for possível retomar as atividades presenciais, visto que há a possibilidade de restrição de aglomerações.

Nessa perspectiva, a oferta de componentes curriculares ou outras atividades acadêmicas remotas têm o intuito de oferecer “um ecossistema educacional que forneça acesso temporário e planejado a suportes de ensino e instrução, em resposta ao fechamento de escolas e universidades em tempos de crises e em formato de ensino distinto da Educação a Distância, que é uma modalidade de ensino planejada com proposta pedagógica, materiais, ambiente e formato próprios”, conforme a resolução. Fica instituído ainda, extraordinariamente, o Auxílio de Inclusão Digital a ser concedido a estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, visando subsidiar o acompanhamento de atividades acadêmicas em formato remoto.

Pós-Graduação

No âmbito da pós-graduação, os programas, residências e cursos de especialização ficam autorizados a ministrar aulas remotas, mediante plano de atividades aprovado pelo Colegiado do Curso, em concordância com o diretor do Centro ou da Unidade Acadêmica Especializada e com a Comissão de Pós-Graduação da UFRN. De forma, facultativa, o docente utilizará a Turma Virtual do sistema oficial da UFRN, além de outras plataformas virtuais para mediação das atividades.

Graduação

Já na graduação, fica instituído o Período Letivo Suplementar Excepcional (2020.3), que consiste na oferta de componentes curriculares e outras atividades acadêmicas, em formato remoto e facultativo, para docentes e estudantes com status “ativo” ou “formando”. Os professores poderão utilizar a Turma Virtual do sistema oficial da universidade ou outras plataformas virtuais , já os discentes poderão cursar até 180 horas, em componentes curriculares do tipo disciplina, módulo ou bloco.

Para os cursos de graduação da educação a distância, fica preservada a utilização do ambiente virtual de aprendizagem Moodle Mandacaru Acadêmico, sem adesão ao formato remoto. Contudo, assim como para os cursos da modalidade presencial, o calendário 2020. 1 continua suspenso. Para participar das atividades remotas, as matrículas serão realizadas pelos alunos no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).

Ensino básico, técnico e tecnológico

As unidades que desenvolvem Educação Básica, Técnica e Tecnológica da UFRN ficam autorizadas a ofertar, de forma remota e em caráter excepcional, componentes curriculares e outras atividades acadêmicas. A oferta deverá ser apresentada por meio de plano de atividades acadêmicas excepcionais e aprovado pelo colegiado do curso ou instância deliberativa correspondente.

Outras ações em planejamento

Para o médio prazo, as discussões sobre o período letivo 2020.1 continuam acontecendo e ainda haverá deliberação no Consepe. Dessa maneira, os alunos que não participarem do Período Letivo Suplementar Excepcional terão suas matrículas garantidas para quando for possível retornar as atividades presenciais.

Para longo prazo, a Reitoria formou uma comissão de especialistas para estudar e propor metodologias inovadoras. Essa ação faz parte do Plano de Gestão para o quadriênio de 2019 a 2023, que foi aprovado pelo Conselho Universitário (Consuni), em dezembro de 2019. As metodologias propostas pelo grupo serão ainda discutidas pela comunidade universitária.

A resolução do Consepe sobre a regulamentação da oferta de atividades acadêmicas no formato remoto, em breve, estará disponível no Boletim de Serviços, que pode ser conferido no Sistema Integrado de Patrimônio, Administração e Contratos (SIPAC).

Sandro Menezes/ASSECOM-RN

A governadora Fátima Bezerra e as autoridades de saúde do Estado se reúnem nesta segunda-feira, 01, com prefeitos e secretários dos municípios de Natal e da Grande Natal para discutir medidas para ampliar o isolamento social – neste fim de semana foi de apenas 42%, quando o ideal é 70% – e garantir o cumprimento das medidas de proteção e enfrentamento à Covid19, além de ampliar o atendimento de saúde nos municípios.

A secretaria estadual de Saúde divulgou nesta segunda-feira o boletim epidemiológico com os últimos números da situação do covid-19 em Macaíba. A cidade tem 574 casos suspeitos, 128 descartados, 148 confirmados, 2 óbitos em investigação, 1 óbito descartado e 5 óbitos confirmados.

Pré-candidato a prefeito de Macaíba, José Aldenir, o Bolinha da Federal, tem sido visto com o Poeta, o Repórter do Povão. Com frequência, ambos são convidados por lideranças (urbanas e rurais) para um bate papo.

Bolinha e Poeta são de origem humilde, com histórias bem parecidas. Mesmo sem serem filhos de elite Macaibense e sem terem antepassados ligados à política, os dois vêm sendo destaques no município em suas áreas de atuação. É possível que, desses pés calejados na estrada, nasça e cresça uma chapa madura para o bem da população da nossa querida cidade. Sentimento de empatia os dois tem de sobra. Ambos são filhos de pessoas humildes. Bolinha da Federal é filho de um pedreiro e de uma costureira; O Poeta é filho de um pedreiro e uma merendeira de escola pública. Eles verdadeiramente são o povão!

Partido Rede Sustentabilidade

Polícia Civil

Foto: Tânia Rego/Arquivo/Agência Brasil

Agência Brasil – Três suspeitos de fraudar a venda de respiradores para governos do Nordeste foram presos hoje, no âmbito de uma operação deflagrada pela Polícia Civil da Bahia. Dois mandados de prisão foram cumpridos no Distrito Federal, e um no Rio de Janeiro. Mandados de busca e apreensão também estão sendo executados em São Paulo e na Bahia. Além disso, mais de 150 contas bancárias vinculadas aos grupo foram bloqueadas por determinação judicial.

Deflagrada hoje (1), a chamada Operação Ragnarok investiga a ação de uma suposta organização criminosa que, segundo a Polícia Civil da Bahia, deixou de entregar os respiradores comprados pelo Consórcio Nordeste – rede formada pelos governos dos nove estados da região, que se reuniram para tratar, em grupo, do combate à pandemia da covid-19, e que, atualmente, é presidida pelo governador da Bahia, Rui Costa.

Ainda de acordo com a Polícia Civil da Bahia, a ação do grupo foi denunciada pelo próprio consórcio, que tentou adquirir 300 respiradores de uma empresa ligada aos alvos da investigação. “O estabelecimento se apresentava como revendedor dos produtos e tentou negociar de forma fraudulenta com vários setores no país, entre eles os Hospitais de Campanha e de Base do Exército, ambos em Brasília”, informa a corporação baiana, em nota.

A Polícia Civil da Bahia deve realizar, nas próximas horas, uma entrevista coletiva para fornecer mais informações sobre a investigação.

UPA de Macaíba é modelo para outras unidades | Prefeitura de Macaíba

De acordo com o Blog Informativo Atitude, o governo Fátima deve mais de R$ 5 milhões ao município de Macaíba. O dinheiro deveria ter como destino a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Além de ter levado as camas dos leitos de UTI do Hospital Regional Alfredo Mesquita para Mossoró, o governo ainda não colocou os leitos do hospital para funcionar conforme havia anunciado. 

O governo do presidente Jair Bolsonaro nomeou o chefe de gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI), Marcelo Lopes da Ponte, para a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Lopes da Ponte é homem de confiança do senador.

A nomeação, publicada no “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (1º), foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Braga Netto. Foi publicada também a exoneração da antiga presidente do FNDE, Karine Silva dos Santos.

Com informações do G1

No final da tarde desse domingo (31), policiais militares do 1° Batalhão de Polícia Militar efetuaram a prisão de um homem por porte ilegal de arma de fogo no bairro de Mãe Luíza, zona Leste de Natal.

De acordo com informações do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP), os policiais realizavam o patrulhamento ostensivo na rua Atalaia, em Mãe Luíza, quando suspeitaram de um homem que conduzia uma motocicleta.

Ao realizar a abordagem, os policiais encontraram com o suspeito um revólver calibre .38 e seis munições do mesmo calibre. Ainda durante a abordagem pessoal, os policiais encontraram uma chave de um veículo Etios.

Durante as diligências, os policiais encontraram um veículo tipo Etios na Travessa Aluízio Alves, com queixa de roubo registrada no último dia 30 de maio. Nas averiguações, os militares constataram que a chave encontrada com o suspeito era do referido veículo encontrado.

Com a constatação do ilícito de porte ilegal de arma de fogo e com os indícios de materialidade e autoria do crime contra o patrimônio, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil para a realização dos procedimentos legais.