Arquivo diário: segunda-feira, março 23, 2020

O Instituto V2 Data Consultoria divulgou nesta segunda-feira (23) pesquisa realizada em Macaíba. Registrada no TSE sob o número RN-02362/2020, foram entrevistadas 600 pessoas, de 13 a 17 de março. A margem de erro de 4% e nível de confiança de 95%.

Pesquisa estimulada (nomes dos pré-candidatos foram apresentados aos entrevistados)

Pesquisa espontânea (nomes dos pré-candidatos não foram citados pelo entrevistador) 

Rejeição 

 

Fonte: Blog do Robson Pires 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informa aos usuários da BR-304/RN e à população em geral que, em virtude da continuidade das obras na Reta Tabajara, na próxima quarta-feira (25), o tráfego nesta rodovia será totalmente interrompido por períodos de aproximadamente 10 minutos, alternados com liberação parcial por aproximadamente 30 minutos, ao longo do dia.

O serviço de lançamento das vigas de apoio da ponte da via marginal esquerda, junto ao rio Jundiaí, na travessia urbana do município de Macaíba, tem previsão de início às 9h da manhã e deve se estender até às 16h.

Durante o período de interrupção total, sugere-se que os motoristas de veículos de passeio e comerciais de pequeno e médio portes busquem rotas alternativas de tráfego. Já para os motoristas de veículos comerciais de grande porte (caminhões e carretas), sugere-se aguardar na própria rodovia as liberações alternativas para circulação (Sistema PARE e SIGA).

Caso não sejam finalizados os serviços no dia previsto, a programação será mantida na quinta-feira (26), até que o trabalho esteja concluído.

Por fim, o DNIT pede a compreensão dos motoristas no sentido de reduzir a velocidade no trecho em obras, para evitar a incidência de acidentes.

Resultado de imagem para vereador ney lopes jr

O vereador de Natal Ney Lopes Júnior foi internado na UTI do Hospital do Coração de Natal com suspeita de Coronavírus.

A informação foi confirmada ao Blog de Heitor Gregório pelo seu pai, o ex-deputado Ney Lopes.

 

A ANP publica hoje (23/3) resolução que define procedimentos a serem adotados pelos agentes regulados pela Agência enquanto durarem as medidas temporárias de enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do Coronavírus (Covid-19) estabelecidas pelos Estados e Municípios da Federação. As medidas reforçam o cuidado com a garantia do abastecimento nacional e flexibilizam algumas obrigações, entre elas o horário de funcionamento dos postos de combustíveis.

Os revendedores de combustíveis automotivos deverão funcionar, no mínimo, de segunda-feira a sábado, das 7h às 19h,

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (23) que revogou o trecho da medida provisória 927 que previa a suspensão dos contratos de trabalho por 4 meses.

A medida foi publicada pelo governo nesta segunda no “Diário Oficial da União”, com ações para combater o efeito da pandemia de coronavírus sobre a economia. O governo defende a MP como uma forma de evitar demissões em massa. O trecho revogado pelo presidente foi o artigo 18.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), partidos políticos e entidades já haviam se manifestado contra pontos da MP editada pelo governo e defenderam aperfeiçoamento do texto.

“Determinei a revogação do art.18 da MP 927, que permitia a suspensão do contrato de trabalho por até 4 meses sem salário”, escreveu Bolsonaro em uma rede social.

Uma medida provisória, assim que assinada pelo presidente, passa a valer como lei. Em no máximo 120 dias, precisa ser aprovada pelo Congresso, senão perde a validade.

Os outros pontos que não foram revogados pelo presidente seguirão para a análise de deputados e senadores.

Informações do G1

Resultado de imagem para deputado girao you tube

O Xerife destaca que o quadro de saúde do deputado federal General Girão (PSL) alterou.  Ele teve que ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Lúcia em Brasília.

Girão testou positivo para o coronavírus.

Nenhuma descrição de foto disponível.

A Prefeitura de Macaíba determina a suspensão de todas as feiras livres no município por 30 dias ou enquanto durar a situação de emergência de saúde pública devida à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Todas as atividades dos Mercados Públicos Municipais também estão suspensas por 15 dias, sem prejuízo de prorrogação.

De acordo com a Portaria de número 008/2020 da administração municipal, também está determinada a retirada de todas as bancas de comércio instaladas nas calçadas do Centro da cidade, com imediata realização de higienização das calçadas, a ser realizada pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo do Município (SEMURB).

Os prazos para suspensão estão divididos da seguinte forma: as feiras livres ficarão suspensas de 25 de março até 23 de abril; os Mercados Municipais de 25 de março até 8 de abril e as bancas de comércio a partir de 25 de março de 2020.

As medidas para prevenção ao contágio do COVID-19 seguem as orientações dos decretos 1.919/2020 e 1.920/2020, publicados no Diário Oficial do Município (DOOM) no dia 16 de março de 2020. A Portaria pode ser conferida no Diário desta segunda-feira (23).

As paralisações são baseadas no Decreto Nº 29.541, de 20 de março de 2020, do Governo do Estado, que define medidas restritivas temporárias adicionais para o enfrentamento da Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional decorrente do novo coronavírus (COVID-19).

 

Logo por volta das 07h50 da manhã desta segunda-feira (23) passamos no centro de Macaíba para saber como estava o comércio. A maioria das lojas estão abertas, principalmente de material de construção e de vestuário. Alguns supermercados estão controlando a entrada de clientes.

A rodoviária também está funcionando, mesmo com o público menor de passageiros.

PM/ASSECOM

Na tarde deste domingo (22), policiais militares das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM) efetuaram a prisão de um homem de 23 anos no bairro Planalto, zona Oeste de Natal.

O infrator foi detido por volta das 17h30, na travessa Mirassol, ele estava de posse de diversas peças de uma motocicleta, tipo Honda/CG start, 160cc, cor preta, que possuía registro de roubo.

– Nós vamos lutar com as armas que a gente tem, e elas não são pequenas. O vírus é um inimigo duro ? É. Mas nós vamos ser uma adversário tinhosos dele. Vamos brigar. Temos central de produção, temos São Paulo, temos a USP, a Universidade Federal do Rio de Janeiro, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, temos nossos laboratórios da Embrapa, a Fiocruz está dando um show…”, destacou Mandetta.

Agência Brasil – Começa nesta segunda-feira (23) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. De acordo com Ministério da Saúde, nesta primeira etapa os públicos prioritários são idosos e trabalhadores da saúde. Mais duas etapas serão realizadas para públicos diferentes.

Ao todo, a campanha pode atingir cerca de 67,6 milhões de pessoas em todo o país. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos até o dia 22 de maio. Para alcançar esse público foram investidos R$ 1 bilhão na aquisição de 75 milhões de doses da vacina.

O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece em 9 de maio (sábado). Nessa data, os 41 mil postos de saúde ficarão abertos para atender a todos os grupos prioritários. Neste ano, a campanha foi antecipada de abril para março para reforçar a proteção aos públicos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe.

Novo coronavírus

A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus. No entanto, em virtude da pandemia de coronavírus, poderá auxiliar profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para o covid-19, já que os sintomas são parecidos.

Segundo o ministério, casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados pelo mundo em pessoas acima de 60 anos, grupo que corresponde a 20,8 milhões de pessoas no Brasil. Por isso, a primeira etapa da campanha contempla esse público.

Próximas etapas

A etapa seguinte da campanha terá início no dia 16 de abril, com o objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança. A última fase, que começa no dia 9 de maio, dará prioridade a crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Até o momento, o Ministério da Saúde enviou aos estados 15 milhões de doses e mais 4 milhões serão distribuídas até o fimde março.

A vacina, composta por vírus inativado, é trivalente e protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).