Arquivo diário: domingo, março 22, 2020

Com as novas confirmações, o Rio Grande do Norte passa a ter 13 casos de pessoas com o novo coronavírus.

Os pacientes confirmados na noite deste domingo (22) residem nos municípios de Natal (pacientes do sexo feminino, com 35 e 30 anos, e paciente do sexo masculino, com 30 anos) e de Parnamirim (paciente do sexo feminino, com 71 anos).

A Sesap informa que a partir desta segunda-feira (23) pela manhã, divulgará seus boletins diários no site sesap.rn.gov.br.

Na reunião por meio de videoconferência com prefeitos das capitais do país, Jair Bolsonaro voltou a criticar neste domingo o que chama de “alarmismo” em relação ao novo coronavírus.

“Há um alarmismo muito grande por grande parte da mídia. Alguns dizem que estou na contramão. Eu estou naquilo que acho que tem que ser feito. Posso estar errado, mas acho que deve ser tratado dessa maneira.”

A declaração foi feita ao lado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O presidente disse também que situação do Brasil não pode ser comparada a da Europa.

“Não podemos nos comparar com a Itália. Lá o número de habitantes por quilômetro quadrado é 200, Na França, 230. No brasil, 24. O clima é diferente.”

O Antagonista

A Prefeitura de Macaíba realiza a campanha de vacinação contra a Influenza, a partir desta segunda-feira, dia 23 de março, até o dia 22 de maio de 2020, em todas as Estratégias de Saúde da Família (ESF) do município. O dia 9 de maio, um sábado, será o dia “D” de mobilização nacional da campanha.

O Ministério da Saúde tomou a decisão de realizar esta campanha com um mês de antecedência, que historicamente acontecia em abril, pelo momento que o mundo passa no combate ao novo coronavírus (COVID-19). Com isso, pretende-se proteger a população contra a gripe além de minimizar o impacto sobre os serviços de saúde. Destaca-se que os sintomas desta doença são semelhantes aos do coronavírus e essa antecipação visa reduzir a carga da circulação de Influenza na população.

Dividida em grupos prioritários, a vacinação está distribuída em três fases. A primeira tem como público-alvo idosos (60 anos e mais) e trabalhadores da saúde e será iniciada no dia 23 de março. A segunda fase tem como foco os professores das escolas públicas e privadas; profissionais das forças de segurança e salvamento; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Para este grupos, o início da vacinação será 16 de abril.

A terceira fase visa vacinar crianças de seis meses a menores de seis anos de idade; gestantes; puérperas; povos indígenas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional; adultos de 55 a 59 anos de idade, sendo a data de início para vacinar estes grupos o dia 9 de maio.

Assecom-PMM

Resultado de imagem para foto centro de saude anita garibaldi

A jornalista Ana Ruth Dantas destaca em seu blog Política em Foco

O Centro de Educação e Pesquisa em Saúde (CEPS) Anita Garibaldi – referência em atenção especializada à saúde materno-infantil e da pessoa com deficiência no Rio Grande do Norte – anunciou uma adaptação inédita dos serviços para atender casos suspeitos do novo Coronavírus e urgências de menor risco, que envolvam gestantes e crianças.

O pronto-atendimento instalado pela primeira vez no Centro em mais de 10 anos de operação vai funcionar a partir desta segunda-feira, dia 23, para receber exclusivamente a demanda de Macaíba, na Região Metropolitana.

A adaptação ocorre para desafogar o principal serviço de urgência e emergência do município, a UPA Aluízio Alves, em um contexto onde faltam médicos de saúde da família e avançam as suspeitas de infecção pelo novo Coronavírus.

“O CEPS entra em campo como uma extensão temporária da UPA, que funciona ao lado. Apresentamos a proposta à Secretaria de Saúde do Município e a Secretaria aceitou”, diz o diretor-geral do Instituto Santos Dumont (ISD), Reginaldo Freitas Júnior.

A organização, financiada pelo Ministério da Educação, gerencia o CEPS e o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), também em Macaíba.

Pronto-atendimento

Um levantamento do ISD mostra que o número de pessoas passando pela UPA aumentou quase 60% na última semana.

“Identificamos que 48% dos casos são considerados não graves e poderiam ser atendidos no CEPS, desafogando esse serviço”, diz Freitas Júnior.

“As equipes de saúde que estão em serviços de urgência e emergência como é o caso da UPA “, ressalta ele, “precisam concentrar esforços para o atendimento dos casos mais graves, classificados como risco amarelo e vermelho”.

A corrida da população por atendimento, analisa o médico, está relacionada “à desinformação, à sensação de pânico coletivo por causa da doença, à ansiedade por saber se estão ou não doentes e o que devem fazer, assim como a carências na cobertura médica em suas respectivas áreas de abrangência”.

“A estratégia de funcionar como pronto-atendimento tem o objetivo de ajudar o sistema de saúde, tentando reduzir a pressão de porta de entrada da UPA”, acrescenta.

Procura

Com a adaptação dos serviços, o CEPS vai atender casos suspeitos do chamado Covid-19 em grávidas e crianças do município, além de absorver parte da demanda “azul e verde” – ou seja, casos considerados menos graves na classificação de risco e que até então entrariam na UPA.

Da demanda total que chega à unidade, 75% são adultos e 25% são crianças, segundo dados divulgados pela diretora da unidade, Maria Célia Croisfelt Santos.

A média habitual de atendimentos passou de 140 para 220 por dia, na última semana, sendo 48% com a classificação de risco verde e azul que o CEPS ajudará a receber.

Atendimentos

“Vamos receber as gestantes e crianças enquadrados nesses casos. Já mulheres e homens com outras queixas vão continuar atendidos pela UPA”, observa Freitas Júnior.

O funcionamento obstétrico e pediátrico com esse objetivo ocorrerá das 8h às 17h, o horário normal de funcionamento do Centro, com uma escala mínima de profissionais na equipe.

“Nós teremos um obstetra, um pediatra, uma equipe de sobreaviso para realização de ultrassonografias, quando houver indicação para isso, e estrutura de diagnóstico com laboratório tentando dar respostas rápidas no resultado de exames”, detalha o diretor-geral do ISD, acrescentando que profissionais de enfermagem, técnicos de enfermagem e uma equipe mínima de apoio administrativo, em funções como recepção dos usuários, também estarão de prontidão.

Espaços como auditório e biblioteca do Centro foram adaptados para atendimento aos usuários.

Nos ambientes de espera, o trabalho será feito de modo a garantir ao menos um metro de distância entre eles, atendendo à recomendação de autoridades de saúde para reduzir eventuais riscos de contágio pelo novo Coronavírus.

O CEPS

Hoje o CEPS funciona como unidade-escola do ISD para formar profissionais no atendimento à saúde materno-infantil e de pessoas com deficiência.

É o campo prático de atuação para alunos de Residência Multiprofissional própria e em parceria com as Residências Médica e Multiprofissional da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O número de atendimentos por ano supera 45 mil, em áreas relacionados a  pré-natal e outras voltadas a adultos e crianças com condições como epilepsia; Parkinson; transtorno do espectro do autismo (TEA); lesão medular; microcefalia; deficiência auditiva; prematuridade e bexiga neurogênica.

Os serviços que oferece são normalmente eletivos, ou seja, com dia marcado, e não considerados de urgência e emergência.

Desde a semana passada, parte deles, assim como atividades presenciais em grupo, foram suspensos entre outras medidas adotadas pelo ISD como prevenção ao novo Coronavírus.

Nas clínicas, os atendimentos foram mantidos apenas em casos excepcionais. “Só o pré-natal de alto risco e a pediatria de risco, que sempre foram o perfil da nossa demanda, estão em atividade por serem prioridades reais”, explica o diretor-geral do Instituto. “Precisamos manter esses atendimentos para que o sistema de saúde não seja ainda mais sobrecarregado”.

Os serviços são destinadas exclusivamente a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e os agendamentos, nesses casos, são realizados por meio dos encaminhamentos feitos pelas Unidades Básicas de Saúde.

Agência Brasil – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou uma página na internet onde os eleitores podem consultar informações sobre como está sendo feito o atendimento da justiça eleitoral em cada estado. A medida foi tomada após o TSE suspender o atendimento presencial como forma de conter a disseminação do novo coronavírus (covid-19).

Segundo o TSE, na página é possível saber ainda quais os estados mantêm atendimento emergencial em casos de urgência. Também é possível consultar os serviços on-line tais como: emissão de certidões; consultas ao número do título, situação eleitoral e legislação compilada; agendamento para atendimento; situação do cadastramento biométrico por estado; emissão de boleto para quitação de multas; e informações sobre mesários, entre outros.

Na sexta-feira (20), a corte estabeleceu o regime de plantão extraordinário até o dia 30 de abril. A exceção fica para as prestações de contas referentes ao exercício financeiro de 2014 e as sustentações orais, que deverão ser realizadas por meio eletrônico, em processos incluídos em sessão de julgamento.

Com a decisão, além do atendimento presencial, ficam suspensos durante o período, os serviços de coleta biométrica e também os prazos processuais. O TSE informou ainda que o atendimento online seguirá horário idêntico ao do expediente regular.

“Serviços jurisdicionais e administrativos essenciais, inclusive aqueles voltados à execução das Eleições Municipais de 2020, serão mantidos no regime de plantão extraordinário”, informou o TSE.

Segundo o tribunal, também está garantida a apreciação de matérias de urgência, como habeas corpus e mandados de segurança, medidas liminares, comunicações de prisão em flagrante e concessão de liberdade provisória, listas tríplices, consultas e registros de partidos políticos, entre outras.