Arquivo diário: domingo, março 15, 2020

Resultado de imagem para emidio junior pl

Pesquisa registrada 

Neste domingo (15), foi divulgada a primeira pesquisa registrada na Justiça Eleitoral. A pesquisa Seta foi encomendada pelo Partido Cidadania. Registrada sob o número : RN-04340/2020, em 09 de março, a pesquisa entrevistou 500 pessoas no período de 01 e 02 de março.

Pesquisa estimulada – (onde os nomes são apresentados para os entrevistados)

Emídio JR – 15,8%
Marília Dias – 9,00%
Netinho França – 8,7%
Normando Feitosa – 4,1%
Janssen Motos – 2,9
Denilson Gadelha – 1,2
Gerson Lima – 0,7%
Ninguém/Branco/Nulo – 38,6%
Não sabe/Não respondeu – 18,9%

Fonte: Blog do Cyrillo

Resultado de imagem para pesquisa

Mais uma 

Assim como ocorreu no último final de semana, neste domingo (15) mais um instituto de pesquisa esteve em Macaíba. Além do tradicional questionário sobre a disputa para o Executivo, os institutos estão levantando em quem o eleitor pretende votar para vereador.

A imagem pode conter: Silva Nunes, sorrindo, em pé

Representação 

Pré-candidato pelo PSOL, Wedson Poeta não ficou nada satisfeito em não ter seu nome na pesquisa estimulada do instituto Seta. No seu perfil no Facebook, Poeta afirmou que o instituto não colocou todos os nomes que são pré-candidatos  e vai entrar com uma representação na justiça.

Sem alarde 

A ex-prefeita Marília Dias (MDB) segue fazendo seu trabalho de visitas e nas últimas semanas têm recebido lideranças e suplentes de vereadores para tratar sobre o pleito deste ano. A ex-prefeita tem evitado alardes nas redes sociais.

Diante da aproximação do fim do prazo de filiação para quem pretende disputar a eleição, Marília Dias busca fortalecer sua nominata.

Resultado de imagem para camara demacaiba

Vereadores

Quem acompanha a política local sabe que ainda existe uma indefinição sobre quem a maioria dos vereadores irão apoiar no pleito deste ano. A única certeza é que parte deles já estão em diálogo com ao menos quatro pré-candidatos ao Palácio Auta de Souza.

Nos bastidores é dado como certo que Netinho França e Emídio tenham o apoio da maioria deles.

Um policial militar aposentado e uma empresária foram mortos a tiros durante assalto em um bar, na madrugada deste domingo (15), em Natal. Após o crime, um dos suspeitos trocou tiros com a Polícia Militar e acabou morrendo no hospital.

As vítimas foram identificadas como o cabo da reserva da PM Valdemar Lima Xavier, de 55 anos, e a empresária Odeana Vasconcelos da Rocha, de 36 anos.

O crime ocorreu pouco antes das 3h em um bar da avenida Bernardo Vieira, no Alecrim, Zona Leste da capital. De acordo com o relato policial, quatro pessoas chegavam ao estabelecimento para fazer um lanche, quando dois criminosos se aproximaram e anunciaram um assalto, exigindo a chave da caminhonete em que estavam.

Durante a abordagem, Valdemar reagiu e houve uma troca de tiros. Moradores da região disseram ter ouvido vários tiros. No confronto, ele e a empresária, que era esposa do dono do carro, foram atingidos por tiros e morreram no local. Os criminosos fugiram.

A Polícia Militar foi acionada e, durante as buscas na região, uma equipe se deparou com um suspeito na ladeira do Baldo. De acordo com a PM, o homem atirou contra os policiais, que revidaram e o atingira. Ele foi socorrido ao pronto-socorro Clóvis Sarinho, no Hospital Walfredo Gurgel, mas não resistiu e morreu.

O homem estava sem identificação e portava uma pistola calibre 9 milímetros.

Nas redes sociais, os amigos da empresária lamentaram o crime. “Estou sem acreditar”, disse uma amiga. “Uma dor. Nem tem como explicar”, afirmou outra.

“Uma boa pessoa”, disse um policial que conhecia o cabo Valdemar, lamentando o crime.

G1 RN

O Governo do Estado recebeu com absoluto espanto a informação de que um dos mais antigos veículos de comunicação do Rio Grande do Norte tenha dado espaço para a divulgação de uma mentira irresponsável que afeta não apenas um grupo político adversário, mas prejudica mais de 3 milhões de pessoas que moram no Estado e estão apreensivas com as informações disseminadas no mundo sobre o Coronavírus.

Ao publicar um “decreto de emergência” que nunca existiu, um veículo e seus autores agridem a si mesmos, atentam contra a própria credibilidade e décadas de história.

Nos causou ainda mais surpresa que o ataque tenha partido de um médico conceituado na sociedade, inclusive ex-secretário de Estado de Saúde Pública, o que nos leva a crer que o autor da postagem sabia exatamente o que estava divulgando.

Num momento difícil como esse, em que todos os esforços estão sendo feitos no sentido de esclarecer a população sobre os riscos, a prevenção e o tratamento das doenças provocadas pelo Coronavírus, é inadmissível que a mídia, seja ela de que plataforma for, propague contrainformações graves que atentem contra a vida do cidadão comum.

A liberdade de imprensa é um pilar sólido da democracia, mas em nome dela não se pode colocar a vida das pessoas em risco em nome de uma ideologia.

Nosso Governo tem trabalhado de forma incansável e com transparência para levar as informações precisas e verdadeiras para sociedade. Precisamos da imprensa ao nosso lado e em nome do bem comum.